Blog da Folha

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, durante a cerimônia de entrega que anunciou os vencedores do Prêmio Idepe, realizada na última quarta-feira (23), no Palácio do Campos das Princesas, destacou a importância do investimento em educação básica para preparação de vida dos alunos e, consequentemente, um melhor histórico escolar nos anos superiores. 

A ideia do prêmio é valorizar as escolas, Gerências Regionais de Educação (GREs) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais no Estado. Para o presidente da Amupe, José Patriota “o prêmio Idepe mostra que não há uma superioridade de uma única região, todas as regiões se esforçam diariamente para levar uma educação de qualidade às nossas crianças. Educação é um trabalho que um não faz sem o outro, nem o Estado nem o município conseguem fazer sozinhos. E na medida que o município faz a sua primeira tarefa, o Estado vai receber alunos mais preparados, mais desenvolvidos”. 

Dos 42 certificados entregues, 12 foram para os municípios, 06 para as escolas municipais, 06 para as GREs e 18 para as escolas estaduais. O município de Machados, no Agreste, foi o vencedor em três categorias, a de município com maior crescimento do Idepe nos anos iniciais do ensino fundamental e melhor Idepe nos anos iniciais e finais do ensino fundamental. “O maior prêmio que recebemos. O governo municipal de Machados investe muito em educação. Capacitamos os professores, refrigeramos as salas de aula. Agradeço a todos os docentes, aos pais dos alunos que incentiva a ida à escola e, claro, aos nossos alunos”, contou o prefeito Argemiro Pimentel.   Continue lendo

A Campanha Eleitoral 2020 será iniciada neste domingo (27), e também nesta data será lançado o novo sistema Pardal, um aplicativo onde a população pode denunciar irregularidades de candidatos durante o período eleitoral. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibiliza esse sistema como forma de facilitar os registros, que nas últimas eleições totalizaram 16.169 denúncias, tendo o Nordeste com o maior número 5.937, o que representa 36,7% do total.

O Pardal é um aplicativo gratuito e está disponível para download nas lojas virtuais Apple Store e Google Play. Diversos tipos de infrações eleitorais, podem ser denunciadas como compra de votos, uso da máquina pública, crimes, doações e gastos eleitorais.

Para realizar uma denúncia por meio do Pardal, o cidadão deve, obrigatoriamente, apresentar o nome e CPF, além de elementos que indiquem a existência do fato, como vídeos, fotos ou áudios. A identidade de quem denuncia é preservada pela autoridade responsável por apurar a infração eleitoral.

A data das eleições municipais está marcada para 15 de novembro e o segundo turno, que ocorre apenas em cidades com mais de 200 mil eleitores, o pleito será em 29 de novembro.

O Pardal foi lançado pelo TSE em 2016 e atualizado este ano com o objetivo de Pelo aplicativo, é possível fazer denúncias de propaganda de rua irregular, compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais, doações e gastos na campanha. As informações são da Agência Brasil.

Após ter a partida do domingo passado contra o Guarany de Sobral-CE suspensa por causa de 12 casos de covid-19 na equipe cearense, o Salgueiro enfim irá estrear na Série D do Campeonato Brasileiro. Atual campeão pernambucano, o Carcará irá enfrentar o Atlético-PB às 19h deste sábado, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro.

A equipe paraibana vem de uma derrota para o Globo-RN por 2×1, dentro de casa, e está na 7ª colocação do Grupo C. Em plena pandemia do coronavírus, alguns desfalques surpresas acabam surgindo para as equipes do futebol brasileiro. Foi o caso do Salgueiro, que não poderá contar com o zagueiro Ranieri por ter sido diagnosticado com a covid-19, após testagem feita na última quarta-feira com todo o elenco da equipe interiorana.

Pela mesma chave, vindo de vitória por 1×0 contra o Floresta, do Ceará, o Afogados irá até Campina Grande para enfrentar o Campinense podendo engrenar boa sequência na Série D. Na segunda colocação com 3 pontos, atrás do Globo-RN por causa do número de gols marcados, a Coruja terá a chance de confirmar a boa campanha que vem fazendo em 2020. Adversário do Afogados, o Campinense vem de um empate sem gols, fora de casa, com o América-RN e divide a terceira colocação do Grupo C com a equipe potiguar.

Coletiva de imprensa foi realizada na sede do TRE-PE, no Recife, nesta sexta-feira (25) — Foto: Marina Meireles/G1

A Justiça Eleitoral em Pernambuco apresentou nesta sexta-feira (25), as últimas orientações para candidatos e eleitores antes do início da campanha eleitoral. Com o calendário eleitoral alterado constitucionalmente (e excepcionalmente) por conta da pandemia da Covid-19, a campanha eleitoral nestas eleições municipais tem início neste domingo (27). O Tribunal solicitou à Secretaria de Saúde do Estado quais seriam as recomendações sanitárias para os candidatos, os partidos e as coligações durante o período da campanha eleitoral.

Esta listagem de determinações servirá de embasamento à Justiça caso seja necessário punir algum postulante por atentar contra a saúde pública. “A exemplo do que já foi feito em outros estados, pelo menos três estados já definiram um parecer técnico das secretarias de saúde, que é a autoridade sanitária máxima no estado, quais são as medidas preventivas que os candidatos e candidatas que os partidos devem observar na realização da campanha eleitoral”, explica Wellington Saraiva, procurador regional eleitoral.

O procurador também explicou como se daria o processo de fiscalização de eventuais aglomerações e descumprimento de normais sanitárias durante a agenda. “Nem a Justiça Eleitoral, nem o Ministério Público Eleitoral e nem a polícia têm estrutura humana suficiente para acompanhar todos os atos de campanha e acompanhar todos os atos políticos do Estado de Pernambuco e nem no Brasil. Em nenhum país existe essa possibilidade. Então, a gente depende muito da participação das pessoas, o chamado controle social”, disse. No entanto, segundo Wellington Saraiva, todas as denúncias feitas à Justiça serão avaliadas e, se constatadas irregularidades, os responsáveis serão penalizados.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Frederico Neves, em sua fala, colocou que o TRE também tem atuado para organizar como será o dia da eleição, com distribuição de álcool em gel e distância  de 1,5 metro entre os eleitores nos locais de votação. O desembargador também tem adotado o tom mais rígido sobre as precauções à disseminação da Covid-19. “Nós estamos em uma pandemia, não estamos em carnaval”, pontuou.

A previsão do tempo deste sábado (26) na Região Metropolitana do Recife será de chuva fraca em áreas isoladas durante a manhã e a noite, segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Com céu parcialmente nublado, o Agreste recebe chuva apenas no período da manhã, e a temperatura mínima pode alcançar os 15° C. Já o Sertão tem céu claro e sem chuva ao longo do dia, com temperatura de, no máximo, 37° C.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado com chuva isolada no período da manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 31° Mínima: 20°

Mata Norte

Parcialmente nublado com chuva isolada no período da manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 31° Mínima: 20°

Mata Sul

Parcialmente nublado com chuva isolada no período da manhã e à noite com intensidade fraca. 
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 31° Mínima: 19°

Agreste

Parcialmente nublado com chuva isolada no período da manhã com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 15°

Sertão de Pernambuco

Céu claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 36° Mínima: 16°

Sertão de São Francisco

Céu claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 37° Mínima: 20°

G1

O número de cidades com mais eleitores que habitantes cresceu 60% desde as últimas eleições, em 2018. Atualmente, são 493 municípios nesta situação. É o que mostra um levantamento do G1 com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do IBGE. Há dois anos, eram 308.

Segundo especialistas e integrantes de tribunais regionais eleitorais, as diferenças podem ser explicadas por defasagem nas estimativas de população, disputas territoriais, migrações e fraudes.

O município com a maior diferença proporcional é Severiano Melo (RN), que tem 6.482 eleitores registrados, mas apenas 2.088 habitantes, segundo estimativa do IBGE divulgada em julho de 2020. O número de pessoas aptas a votar na cidade, portanto, equivale a 310% da população.

De acordo com a Prefeitura, o município conta com áreas de disputa territorial com vizinhos. São sítios e comunidades cujas pessoas se identificam como de Severiano Melo e são atendidas pelo município, mas nos mapas pertencem a municípios próximos, como Itaú e Apodi.

A biometria confirma essa diferença. São 6.405 com registro biométrico na cidade, quase a mesma quantidade de eleitores.

“O TSE tem os dados censitários dos adultos e o IBGE tem uma estimativa. Por que isso pode dar diferença? Porque nós temos um processo migratório muito intenso ainda”, afirma Emerson Cervi, professor de Ciência Política da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

O cientista político ressalta que há uma mudança de população da região Sul para o Norte, além das migrações que ocorrem dentro de cada região. E essas alterações mais recentes não são captadas pelo IBGE. “O último Censo é de 10 anos atrás. Então é uma aproximação”. Continue lendo

Folha de S.Paulo

Walderice Santos da Conceição, a Wal do Açaí, ex-assessora de Jair Bolsonaro, registrou sua candidatura a vereadora de Angra dos Reis (RJ) com o sobrenome da família presidencial.

Alvo de uma investigação aberta há dois anos pelo Ministério Público Federal de Brasília sob suspeita de ser funcionária-fantasma, Wal tem forte apoio da família Bolsonaro e de seus aliados mais fiéis no Rio de Janeiro.

Em sua página no Facebook — criada com o nome Wal do Açaí, mas alterado para Wal Bolsonaro—, tem fotos com o senador Flávio Bolsonaro, os deputados Eduardo Bolsonaro, Hélio Lopes, Alana Passos e Anderson Moraes.

Ela também registrou uma reunião com o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para tratar, segundo o texto publicado, da ampliação e reurbanização do aeroporto de Angra dos Reis.

Os planos para a candidatura pelo Republicanos, mesmo partido de Flávio e Carlos Bolsonaro, foram oficializados em julho, num evento da Polícia Rodoviária Federal na cidade. Na ocasião, ela gravou um vídeo com o senador filho do presidente.

“Meus amigos de Angra dos Reis, estou aqui com a Wal do Bolsonaro. Uma referência para gente aqui na região de Angra, uma pessoa dedicada, trabalhadora, que a exemplo de várias pessoas que estão no entorno do presidente Bolsonaro levam pedrada porque são pessoas honestas e corretas e que só querem fazer o bem ao próximo”, disse Flávio. Continue lendo

Um em cada quatro servidores do Executivo federal conseguirá elevar o salário neste ano com progressões ou promoções na carreira. Uma brecha na lei que congelou salários do funcionalismo até o fim de 2021 permite que esses adicionais continuem sendo liberados.

Segundo o Ministério da Economia, 100 mil servidores ascenderam na carreira entre janeiro e agosto. Outros 62 mil devem ser beneficiados até dezembro. Atualmente, o Executivo federal conta com cerca de 602 mil funcionários públicos ativos.

O custo anual com as progressões automáticas por tempo de serviço e promoções por mérito, como no caso de cursos de capacitação, chega a R$ 500 milhões no Executivo federal.

Essas progressões representam a maior parte do crescimento da folha de salários do governo, o que pressiona a regra do teto de gastos e limita outros tipos de despesa no serviço público.

O número mostra apenas uma fatia do custo total aos cofres públicos, já que as progressões também são comuns nos Poderes Judiciário e Legislativo, bem como nos estados e municípios.

Entre os 100 mil que avançaram nas carreiras neste ano, estão servidores do Ministério da Economia, Banco Central e Itamaraty, órgãos que reúnem algumas das carreiras mais bem pagas do funcionalismo.

Diante da crise causada pela pandemia da Covid-19, que reduziu a renda de milhões de trabalhadores da iniciativa privada, o ministro Paulo Guedes (Economia) propôs ao Congresso que os salários dos servidores públicos federais, estaduais e municipais fossem congelados, assim como as progressões e promoções nas carreiras do funcionalismo, até o fim de 2021. Continue lendo

O ex-governador Ciro Gomes (PDT-CE) terá um imóvel penhorado como forma de indenização por danos morais ao senador Fernando Collor de Mello (Pros-AL). A decisão é da Justiça de São Paulo e atende ao pedido da defesa de Collor.

Inicialmente, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) havia instituído o pagamento de indenização em R$ 400 mil. No entanto, Ciro Gomes não quitou a dívida. Por isso, terá o imóvel penhorado. As informações são da Folha de S.Paulo.

Em entrevista de 1999, o pedetista afirmou que Collor é um “playboy safado” e “cheirador de cocaína”. Na reportagem, o ex-governador avaliou o debate nas eleições de 1989 entre o ex-presidente e Lula.

Ministro Celso de Mello

Em declaração à imprensa após anunciar sua aposentadoria antecipada, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, afirmou que “sem que haja juízes íntegros e independentes, jamais haverá cidadãos livres”. O ministro refutou rumores de que esteja se aposentando por invalidez. “Foi uma simples e voluntária aposentadoria”, disse.

Celso de Mello, que voltou nesta sexta-feira (25), de uma licença médica, se aposentaria compulsoriamente em 1º de novembro, quando faz 75 anos. Nesta sexta, o decano comunicou ao presidente da Corte, Luiz Fux, que vai se aposentar no dia 13 de outubro após 31 anos no STF, completados em agosto. Um requerimento de pedido de aposentadoria voluntária também foi enviado ao presidente da República, Jair Bolsonaro. Com a decisão, Celso de Mello deixa a Suprema Corte três semanas antes do prazo máximo.

A Secretaria de Comunicação Social do Supremo Tribunal Federal se manifestou para esclarecer que o ministro requereu aposentadoria voluntária após 52 anos de serviço público, e não por invalidez. O órgão esclarece também que não há relação com alegadas ‘divergências internas’ no STF ou com o inquérito envolvendo o presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro.

Em sua declaração, Celso de Mello exalta os colegas de Corte, afirmando que todos estão à altura da tarefa de proteção da institucionalidade e preservação da ordem democrática.

Leia a declaração completa do ministro Celso de Mello:

“O Supremo Tribunal Federal, responsável pelo equilíbrio institucional entre os Poderes do Estado e detentor do ‘monopólio da última palavra’ em matéria de interpretação constitucional, continuará a enfrentar (e a superar), com absoluta independência, os grandes desafios com que esta Nação tem sido confrontada ao longo de seu itinerário histórico! Tenho absoluta convicção de que os magistrados que integram a Suprema Corte do Brasil, por mais procelosos e difíceis que sejam (ou que possam vir a ser) os tempos (e os ventos) que virão, estão, todos eles, à altura das melhores tradições históricas do Supremo Tribunal Federal na proteção da institucionalidade, no amparo das liberdades fundamentais, na preservação da ordem democrática, na neutralização do abuso de poder e, como seu mais expressivo guardião, no respeito e na defesa indeclináveis da supremacia da Constituição e das leis da República! Sem que haja juízes íntegros e independentes, jamais haverá cidadãos livres”.

El País

Por volta das 15h da última quinta-feira, 24 de setembro, Cassio Remis, advogado e candidato a vereador pelo PSDB de Patrocínio (MG), fazia uma transmissão ao vivo em sua página do Facebook para denunciar uma obra da Prefeitura. Meia hora depois, Remis foi assassinado à luz do dia e de câmeras na frente da Secretaria Municipal de Obras pelo próprio secretário, Jorge Marra, que também é irmão do prefeito da cidade de 90.000 habitantes do Triângulo Mineiro. A história de rivalidade política choca pela consequência trágica, transporta o coronelismo para a era digital e preocupa pela chegada de um período eleitoral num país onde, recentemente, o debate de ideias tem dado lugar a episódios de violência.

O alvo da denúncia feita em tempo real por Remis era a Prefeitura de Patrocínio, comandada desde 2016 pelo adversário político do advogado, Deiró Marra (PSB). Ambos eram candidatos a prefeito da cidade nas Eleições municipais de 2016, vencidas por Marra com 48% dos votos. Remis ficou em último lugar entre os cinco candidatos, com apenas 3,74% dos votos. Marra foi eleito com 22.868 votos, enquanto Remis teve 1.756 votos. Um dia após a morte do candidato a vereador, a página de Cassio Remis no Facebook tinha mais de 19.000 seguidores.

Apesar do resultado ruim na tentativa de assumir a Prefeitura, o passado político de Remis, aos 37 anos, o creditava a buscar o cargo. Ele foi eleito o vereador mais novo da história da cidade em 2008, quando tinha 25 anos, e cumpriu dois mandatos até 2016 ―foi presidente da Câmara entre 2013 e 2014. O ex-vereador buscava agora retornar à Câmara municipal com um discurso crítico ao atual prefeito. Em suas redes sociais, denunciou medidas da Prefeitura relacionadas à crise sanitária causada pela pandemia de covid-19 e à falta de recursos das creches municipais. Recentemente, com o lema “corrupção com os dias contados”, chamou Marra de condenado pela Justiça Eleitoral pela “prática de condutas vedadas dentro do processo eleitoral do município”, no mesmo vídeo no qual acusa o prefeito de compra de votos.

A acusação que levou à morte de Remis era mais específica, sobre uma obra feita pela Prefeitura na Avenida João Alves do Nascimento, no centro da cidade. Segundo o candidato, a Secretaria de Obras da cidade estava utilizando funcionários e equipamentos públicos para reformar a calçada de uma casa que seria o local do comitê eleitoral da campanha de Deiró Marra à reeleição. “Para nossa surpresa, mas não para nossa estranheza, nós nos deparamos desde ontem com um arsenal de funcionários da Prefeitura sendo utilizados para fazer o calçamento de onde possivelmente será o comitê eleitoral do prefeito”, afirmou Remis na live. Pouco mais de um minuto após começar a gravar, ele foi interrompido por Jorge Marra, que chegou de carro e pegou o celular de Remis. “Agora chegando o secretário para me agredir” foram as últimas palavras gravadas do candidato a vereador. Continue lendo

Mike Blake

Algumas empresas de energia solar estão travando nos tribunais uma briga com a Câmara de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Camex). Há processos tramitando na Justiça para que uma resolução que está limitando a capacidade de importação de produtos para o setor seja alterada.

O imbróglio começou após a Camex publicar uma resolução isentando do pagamento de impostos de importação das placas fotovoltaicas, peça que não é produzida no Brasil.

No entanto, para ter direito à isenção, as placas precisam custar até R$ 451, o que segundo as empresas que judicializaram a questão, é um valor irreal, já que o preço foi calculado quando o câmbio girava na casa dos R$ 4 e foi comparado com o mercado externo e não o interno.

Como as peças custam mais do que o valor estipulado pelo governo, as empresas precisam pagar uma alíquota de 12% do valor do produto, o que é repassado no valor final.

Nos tribunais, as empresas pedem que as placas sejam isentas de impostos independentemente do valor do produto ou que o valor seja reajustado para um preço mais realista, o que segundo elas deveria ser R$ 654.

Enquanto isso, para liberar suas mercadorias nos portos, as empresas estão depositando o valor dos impostos em uma conta judicial.

Sede do Supremo Tribunal Federal, em Brasília. Corte decide incentivos para negros em eleições [fotografo] Felipe Sampaio/SCO/STF [/fotografo]

A aposentadoria do decano do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, vai promover a redistribuição do acervo de seu gabinete. Seu substituto, indicado por Jair Bolsonaro, poderá herdar os 2.242 processos sob relatoria do ministro. Entre eles, o inquérito que apura se houve interferência do presidente na Polícia Federal, conforme acusação feita pelo ex-ministro Sergio Moro, e um pedido da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Saúde (CNTS), que pede que o governo federal se abstenha de recomendar o uso de cloroquina ou hidroxicloroquina para pacientes com covid-19.

Segundo o jurista Antônio Rodrigo Machado, o regimento interno do Supremo diz que, em princípio, o novo ministro assumirá todas as relatorias de todos os processos de Celso de Mello. Mas pode haver mudança, assim como aconteceu na época da chegada de Alexandre de Moraes. O ministro, indicado pelo então presidente Michel Temer, substituiu Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato, morto em desastre aéreo.

O receio, lembra o jurista, era de que houvesse interferência no processo por parte do Executivo. “Decidiu-se que o processo ficaria sob relatoria da turma que era competente para as decisões da Lava Jato e houve uma recomposição da turma. O ministro Edson Fachin saiu da primeira para segunda [Turma], ou seja, este é um exemplo de alteração das regras do Supremo exatamente para que a relatoria não fosse escolhida pelo presidente Michel Temer”, diz.

Indicação

Um dos nomes cogitados para a cadeira de Celso de Mello é o do procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, que vem elevando o tom contra membros da Operação Lava Jato e é visto por parte de seus pares no Ministério Público Federal como alinhado ao presidente. Continue lendo

https://static.poder360.com.br/2018/08/TCUEstadao.jpg

Blog do Vicente

O Tribunal de Contas da União (TCU), responsável por fiscalizar as contas públicas, também deu uma série de promoções para seus funcionários, garantindo reajustes de salários. Segundo a Portaria-Segep nº 88, de 11 de setembro de 2020, 39 servidores se beneficiaram da chamada progressão funcional. O TCU tem 1.600 auditores.

A decisão do TCU contrasta com o movimento feito pelo subprocurador-geral do Ministério Público junto ao Tribunal Lucas Rocha Furtado, que pediu uma liminar para suspender o aumento salarial que foi concedido a 607 procuradores-federais promovidos pela Advocacia-Geral da União (AGU). 

Furtado considerou a ação da AGU “inoportuna e indecorosa”, mas nada fez em relação aos colegas do órgão no qual está lotado. Esse comportamento está criando constrangimento em todo o governo. O procurador está sendo visto como oportunista. 

Servidores dizem que lei prevê reajustes 

Entre os servidores do TCU, a explicação é de que a progressão funcional está prevista na Lei n° 12.776, de 28 de dezembro de 2012, e no Artigo 2º da Portaria nº 165, do Tribunal, de 1º de julho de 2013. Eles ressaltam que, se o TCU não fizesse as promoções, os servidores poderiam recorrer à Justiça. 

Os mesmos servidores do TCU explicam que, tanto as promoções dadas pelo órgão quanto a que foi tentada pela AGU — 607 procuradores federais seriam beneficiados, com os salários passando de R$ 21 mil para R$ 27,3 mil —, poderiam ter sido evitadas se o Congresso Nacional avalizado uma proposta nesse sentido quando da aprovação, em maio, da Lei Complementar 173. 

A legislação trata de ações emergenciais de enfrentamento da pandemia da covid-19. A proposta para que todas as promoções de servidores fossem suspensas não passou por causa do lobby feito pelos militares. Eles, que foram beneficiados, alegaram aos parlamentares que não era o momento de mexer nesse vespeiro.

Ascom

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira entregou, nesta sexta-feira (25), novos fardamentos para os 105 profissionais que atuam na limpeza urbana da cidade. 

O fardamento inclui camisas e calças, com adesivos refletivos, botas, luvas e chapéus com aba para proteção solar. Alguns materiais específicos, para outros profissionais que atuam na manutenção da cidade, também foram entregues, como protetor auricular para os operadores de máquinas, além de óculos de proteção, luvas e botas de borracha para os que atuam na manutenção do saneamento. Todos também receberam máscaras e recipientes com álcool em gel para a proteção contra a covid-19.

A entrega foi feita pelo prefeito José Patriota, no pátio externo do Centro de Reabilitação Física, Auditiva e Visual. No local, todos os profissionais da limpeza urbana, por estarem em contato permanente com a população, foram testados para covid. Antes do início da atividade, foi oferecido um café da manhã para recepcionar os trabalhadores que tanto contribuem com a limpeza e a manutenção da nossa cidade.