http://marcozero.org/wp-content/uploads/2019/06/alepe-pessoal-4.jpg

Por Inaldo Sampaio

É de assombrar o grau de insatisfação que existe hoje na bancada governista da Alepe contra o governo Paulo Câmara e mais assombroso ainda o nível de submissão da Casa ao Palácio do Campo das Princesas. Não há um deputado satisfeito com o tratamento que recebe, mas nenhum deles tem coragem de ir à tribuna externar sua insatisfação.

O principal motivo da insatisfação dos deputados estaduais com o Governo do Estado é o não pagamento das chamadas “emendas impositivas”. Hoje, cada parlamentar tem direito a cerca de R$ 1,5 milhão em emendas parlamentares para levar alguma “obrinha” para os seus municípios. Já estamos em agosto e nenhum real foi empenhado.

Paulo Câmara ainda pode entrar em campo para tentar conter uma eventual rebelião na bancada estadual contra o seu governo, mas com café da manhã, almoço ou jantar, em Palácio, não resolverá o problema. A tropa deseja o pagamento das emendas impositivas e a liberação das parcelas do FEM que o Estado deve aos municípios.