Pedro Araújo

As informações que informam as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

O decreto que determina uma quarentena mais rígida em cinco municípios da Região Metropolitana do Recife tem validade até o próximo domingo e já existe um plano de ação para a retomada das atividades econômicas em Pernambuco. A reabertura vai acontecer de forma gradativa e deve durar 11 semanas para ser totalmente implantada. Ainda haverá um plano para os setores produtivos com horários diferenciados de trabalho com objetivo de reduzir a quantidade de trabalhadores nos horários de pico no transporte público na RMR. Além disso, cada atividade terá um protocolo de funcionamento específico com três eixos: regras de distanciamento social, higiene e comunicação e monitoramento. Porém, os dados serão avaliados no final de semana para analisar a implementação das regras. A data de início depende de um conjunto de indicadores.

De acordo com Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, tem sido feita uma observação do que tem acontecido em outros países, além do acompanhamento de estudos científicos. A curva de contaminação em Pernambuco também é fator determinante para a tomada de decisões em relação à retomada das atividades econômicas no estado. “O isolamento é necessário para estabilizar a curva de contaminação e, por isso, tivemos esse decreto com uma quarentena mais rígida nos cinco municípios da Região Metropolitana onde tinham mais casos. Estamos acompanhando esses dados diariamente e analisando para tomar a decisão no próximo domingo”, disse, citando as regras válidas no Recife, Olinda, Jaboatão, São Lourenço e Camaragibe.

Curva de contaminação em Pernambuco é fator determinante para a tomada de decisões em relação ao retorno. O plano de retomada deve durar 11 semanas, com uma reabertura gradual. “Sabemos que, enquanto não tiver uma vacina ou um remédio eficaz, teremos que conviver com as regras. O nosso plano foi estruturado com o apoio de uma consultoria externa e também avaliamos cada setor e atividade econômica. Temos esse plano, mas estamos aguardando os dados da contaminação e da Secretaria de Saúde e estamos torcendo para que eles demonstrem uma melhora na contaminação. Vamos fazer uma avaliação no domingo para colocar quais medidas estarão funcionando a partir de segunda-feira. Vamos esperar até lá para dialogar com municípios e setores para detalhar nosso plano, como as atividades devem funcionar dentro dos protocolos estabelecidos. Fazer esse equilíbrio entre preservar vidas e manter a atividade econômica funcionando”, afirmou Schwambach.

Para Décio Padilha, secretário da Fazenda do estado, existe um protocolo e a população precisará se adequar à uma nova realidade, que levará em consideração medidas para evitar a contaminação. “O governo do estado tem um protocolo científico para controlar qualquer aspecto de contaminação, estamos falando de uma reabertura gradual baseada na ciência. As atividades de lazer ou a prática de esportes vão precisar se adequar à uma nova realidade e também não estamos falando de aglomeração ou encontros em lugares fechados. Estamos falando da retomada econômica gradual”, acrescentou.

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) voltou a defender a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600 que hoje tem previsão para três meses. De acordo com ele, se a crise continuar, esse valor será fundamental para ajudar várias famílias que estão sendo afetadas por causa da covid-19.

“Precisamos estudar uma forma de amparar os trabalhadores que hoje dependem do auxílio emergencial para enfrentar esse período de pandemia que deve durar mais de três meses. Essa é uma solução até que os brasileiros possam retomar integralmente suas atividades”, argumentou.

O socialista lembra que essa medida não é apenas uma questão econômica, mas sim de saúde pública. “O cidadão só pode ficar em casa se ele tiver condições para isso”. E completou: “Não é um momento fácil para ninguém, por isso, o governo precisa fazer sua parte, encontrar alternativas e soluções para ajudar os brasileiros a enfrentar esse desafio”.

Do Programa Rádio Vivo

O secretário de Administração da Prefeitura de Iguaracy, Marcos Melo (foto), foi procurado pelo Blog do Nill Junior, onde afirmou que a Prefeitura adquiriu o respirador a uma empresa diferente da que forneceu para a Prefeitura de Recife.

“Adquirimos junto a Polo Material Hospitalares, empresa com expertise no ramo. Identificamos que é o mesmo modelo do fornecido à Prefeitura de Recife, o que gerou essa confusão”, disse.

Ele acrescentou que a empresa é do ramo médico hospitalar, diferente das questionadas no caso de Recife. “O pagamento não havia sido feito porque esperamos a empresa mandar a certificação da Anvisa, o que não aconteceu. Desde anteontem questionávamos”.

Disse que se trata de uma empresa lícita no  mercado, mas como não mandou a certificação, definiu com o prefeito Zeinha Torres a devolução.

“Agora que descobrimos ser a mesma marca que Recife comprou”, finalizou.

Por Ademar Rafael Ferreira (Papa)

Ade maleu lapa-el – Em nossos diálogos anteriores tratamos de teorias e métodos com maior foco nas estruturas. Em sua opinião, para pleno êxito de uma organização é que é mais importante: Teorias, estruturas ou pessoas?

Papa – Mesmo numa época em que a robotização e a inteligência artificial ganham espaço e dão conta das encomendas, não tenho dúvida em formar o tripé acima com a seguinte ordem: Pessoas, teorias e estruturas.

Para firmar o conceito dou a seguintes exemplos: Você com um profissional habilitado, um método bom e com uma máquina regular pode fazer um bom serviço. Você com um operador sem habilitação, método e maquina excelentes penará para fazer um serviço regular.

Na minha visão uma boa entrega passa por um profissional habilitado, uma estrutura satisfatória e teoria confiável. Não há duvida, também, que um profissional muito bem qualificado e sem compromisso produzirá menos do que um com uma qualificação regular e muito foco. Portanto, as pessoas qualificadas para missão, compromissadas com os objetivos são, de fato, protagonistas nos processo exitosos.

Existem muitas organizações com investem milhões em sistemas, criam estruturas formidáveis e esquecem o capital humano. Da mesma forma muitas pessoas não se qualificam adequadamente para novas tecnologias e perdem espaço. Esta equação precisa ser resolvida simultaneamente, isto é, o avanço da tecnologia deve ser acompanhado pela qualificação, não tem como um andar em velocidade supersônica e o outro em passos de tartaruga.

Um profissional cobiçado por todos carrega consigo, no mínimo, as seguintes características: Sede por teorias confiáveis, capacidade de trabalhar sob pressão, sintonia perfeita com novas tecnologias, adaptação às mudanças frequentes, coragem para enfrentar novos desafios, disponibilidade para educação continuada e compromisso com os objetivos da organização que serve.

A dificuldade em encontrar profissionais com tais características é que motiva a falsa impressão que tecnologia de ponta e estrutura de vanguarda são os principais vetores do sucesso.

Com a intenção de dar maior consistência as ponderações acima, transcrevo frase atribuída a Henry Ford: “Você pode tirar de mim as fábricas, queimar meus prédios, mas se deixar meu pessoal eu construirei outra vez todos os meus negócios”. Posso até discordar de alguns pensamentos do fundador do “fordismo”, com este fecho questão.

Os vereadores de Santa Terezinha, no Sertão de Pernambuco, aprovaram na noite da última quarta-feira, para próxima legislatura, os salários dos vereadores, do prefeito, vice-prefeito, e dos secretários municipais. Se houver adiamento das eleições este ano, para o ano seguinte, coisa improvável de acontecer, a partir de janeiro de 2021, o prefeito passará a receber 16 mil reais; o vice-prefeito 8 mil reais, os secretários, 3.500 reais e os vereadores 6.600 reais.

Dois vereadores estiveram ausentes na sessão, Neguinho de Danda e Manoel Grampão. 

Um fato inusitado na sessão foi o vereador Adalberto Júnior, propor emendas para redução de salários, e no final votou contra sua própria emenda, porque as modificações propostas por ele terem sido reprovadas, inclusive com o voto dele, o que acabou prevalecendo os valores que a Mesa Diretora já havia proposto.

Nas indicações, o vereador Júnior de Branco, pediu ao prefeito Vaninho de Danda que elaborasse um projeto emergencial, por parte do município, para auxiliar as pessoas carentes cadastradas na Secretaria de Políticas Sociais, nesse tempo de pandemia.

Já o presidente da Câmara, vereador Adalberto Júnior, fez uma solicitação ao gestor Vaninho de Danda, para que as pessoas carentes, e que tenha consumo de energia menos de 220kwh/mês, não contribuam com a iluminação pública, enquanto perdurar os efeitos econômicos causados pelo Covid-19. De acordo com o Blog do Pereira, o parlamentar solicitou também, que as barreiras sanitárias em Santa Terezinha funcionem 24hrs todos os dias, coisa, que segundo ele, nenhum dos municípios do Pajeú conseguiram tal feito ainda.

https://1.bp.blogspot.com/--uxkZB5W8CI/XtBJVyo5WhI/AAAAAAAApQE/Ki28vSCi8bIzO8dl8hldTLHYKfDdqpT8gCK4BGAsYHg/w400-h205/Screenshot_20200528-202722_Samsung%2BInternet.jpg

Blog de Noélia

De acordo com a decisão da Juíza Carolina Malta, que autorizou a fase ostensiva da Operação Apneia, com base em Representação da Polícia Federal. Nos depoimentos consta: “Posteriormente, em diligência realizada no local onde estavam estocados os referidos respiradores pulmonares, pertencente à empresa B&B DISTRIBUIDORA, a qual, segundo as informações levantadas, fora contratada pela BRASMED (JUVANETE BEZERRA LEITE-ME) para armazenar e distribuir os equipamentos constatou-se o seguinte (Id. 4058300.14568969): ‘O funcionário de nome André informou que 3 (três) respiradores foram enviados para a Prefeitura de Pesqueira/PE, um para a Prefeitura de Riacho das Almas/PE, um para a Prefeitura de Iguaracy/PE e um para ‘Dr. Lucas’ na Prefeitura de Cabrobó. Informou ainda que haviam outros quatro respiradores que saíram hoje de manhã para serem entregues em algum destino que não sabe informar, mais que, após o conhecimento da decisão judicial, determinou o seu retorno para a empresa, onde ficará guardado junto com os outros, em um total de 29 (vinte e nove) respiradores'”.

Corroborando com o depoimento do “funcionário de nome André”, publicação feita na página da Prefeitura de Iguaracy comemora, com foto do respirador (acima), a chegada do equipamento à cidade e inclui agradecimento a vários políticos pela proeza. O Blog de Noélia havia sido alertado, nesta quinta-feira (28), sobre a publicação na Página da Prefeitura de Iguaracy, no Sertão de Pernambuco, e enviou e-mail à Prefeitura, por intermédio da página do município, questionando o valor pago e se a aquisição se dera por compra ou doação dos políticos citados na publicação oficial, mas, até a publicação desta matéria, o município não havia se pronunciado. Evidentemente, o espaço segue aberto para que todas as Prefeituras citadas se pronunciem.

Confiram abaixo a matéria na página da Prefeitura:

Respirador mecânico já se encontra no Hospital de Campanha de Iguaracy

Data de Publicação: 25 maio 2020 – Categoria: SAÚDE

O Respirador Mecânico adquirido pelo Governo Municipal de Iguaracy, chegou ao município neste domingo (24). O equipamento é essencial para salvar vidas em situações que o paciente se encontre em momento crítico ocasionado pelo coronavírus. A gestão espera que isto não venha a ocorrer no município, mas é melhor prevenir do que remediar. O equipamento foi instalado no Hospital de Campanha, recentemente inaugurado no CEMUPI, o equipamento foi entregue ao Dr. Ítalo, que estava de plantão neste domingo. O Hospital de Campanha do município conta agora com, ambulâncias, enfermarias, posto de enfermagem, salas de observação, consultório médico, sala vermelha equipada com monitor cardíaco, desfibrilador, bomba de efusão, eletrocardiograma e respirador mecânico. “Mas nada seria possível sem o empenho de toda a nossa equipe de governo, e o apoio dos Deputados, Carlos Veras, Renildo Calheiros, Gonzaga Patriota, o Senador Jarbas Vasconcelos, a Câmara Municipal de Vereadores do município, o Governo do Estado de Pernambuco e o Governo Federal, obrigado a todos.” Disse o Prefeito Zeinha Torres em suas redes sociais.

ALEXANDRO AULER/ACERVO JC IMAGEM

Faleceu na tarde desta quinta-feira (28), no Recife, o ex-vice-governador Paulo Gustavo de Araújo Cunha. Nascido na Paraíba, ele era formado em arquitetura na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e foi companheiro de chapa no governador José Francisco de Moura Cavalcanti.

Paulo Gustavo começou sua vida no governo como secretário de Indústria e Comércio, nos governos de Nilo Coelho (1968-71) e prosseguiu no governo Eraldo Gueiros (1971-73), sendo escolhido vice-governador quando Moura Cavalcanti (foi nomeado entre 1975 e 1979).

Ele também exerceu várias atividades no setor privado, como diretor executivo das principais empresas industriais e de comércio do Estado, entre elas o Grupo Bompreço.

O presidente do Grupo JCPM, João Carlos Paes Mendonça, lamentou a morte do ex-governador e executivo. “Paulo Gustavo participou da nossa equipe e tenho muito orgulho disso. Profissional competente, determinado e de excelente caráter. Foi nosso diretor de expansão, área de fundamental importância para o varejo de supermercado. Com o passar dos anos, tornou-se meu amigo. Deixou grandes contribuições por onde passou. Sinto muito pelo seu falecimento”, disse.  

Reconhecidamente um técnico bem informado e erudito, Gustavo esteve sempre ligado aos empresários que fizeram parte da Federação das Indústrias de Pernambuco e no magistério, na UFPE e na Universidade de Pernambuco (UPE). Continue lendo

A Agência Pernambucana de Águas e Clima emitiu um alerta para esta sexta-feira (29), nas regiões Metropolitana do Recife, Zona da Mata Norte e Sul e Agreste do Estado. De acordo com as informações, chuvas de intensidade moderada a forte devem acorrer nessas quatro regiões. As pancadas de chuva ocorrerão ao longo do dia.

O sistema meteorológico alerta para uma frente fria presente sobre o Oceano Atlântico que provoca bastante instabilidade no litoral pernambucano, desde a madrugada desta sexta-feira (29).

Em caso de emergência, a Defesa Civil do Recife informa que moradores em locais de risco devem procurar um lugar seguro ou ligar para o número 0800.081.3400 do órgão – o atendimento é 24h.

Já no Sertão, a situação é um pouco diferente. A previsão é de pancadas de chuva com intensidade fraca a moderada ao longo do dia.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada a forte.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 29° Mínima: 22°

Mata Norte

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada a forte.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 29° Mínima: 22°

Mata Sul

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada a forte.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 29° Mínima: 21°

Agreste

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 17°

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 17°

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada ao longo do dia com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 21°

bolsonaro manifestação contra o stf

O presidente Jair Bolsonaro  sancionou o projeto de lei que autoriza o socorro a estados e municípios por conta da crise causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). O texto, que prevê repasses diretos de R$ 60 bilhões aos governos locais e mais R$ 60 bilhões para os caixas, foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28).

Bolsonaro vetou o trecho que blindava algumas categorias, como médicos e policiais, do congelamento de salários imposto a servidores públicos da União, estados e municípios. Com a decisão, todo o funcionalismo ficará sem reajustes até dezembro de 2021.

Antes do veto, no entanto, alguns governadores aprovaram aumentos a servidores que estavam em negociação. Ao menos três estados e o Distrito Federal já autorizaram revisões salariais desde que a proposta foi aprovada pelo Congresso.

Saiba quais são:

  • Distrito Federal

Foi concedido aumento salarial para policiais e bombeiros do Distrito Federal, que depende de aval da União. O reajuste, por medida provisória, será de 25% para policiais militares e bombeiros e de 8% para policiais civis. O projeto, aprovado pelo Congresso, estende as mesmas autorizações para servidores militares de Amapá, Rondônia e Roraima.

  • Mato Grosso

Foi aprovado aumento da gratificação concedida a servidores efetivos que ocupam cargos em comissão e funções de confiança . Quem ocupa os cargos de confiança mais altos, por exemplo, receberá 90% a mais do salário, sendo que antes isso variava de 55% a 70%.

  • Paraíba

Foi aprovado um reajuste salarial linear de 5% para servidores públicos ativos, inativos e pensionistas. O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), explicou que a medida provisória (MP) que concede esse reajuste linear foi editada em janeiro deste ano e que a assembleia local aprovou a sua conversão em lei recentemente.

  • Rio Grande do Norte

Aprovados reajustes para a segurança , que será escalonado até chegar a 23% em 2022.

Os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados, nesta quinta-feira (28), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que o Brasil fechou quase 5 milhões de vagas de empregos nos últimos três meses, número recorde na comparação do mesmo período nos anos anteriores.

Na construção civil foram fechadas 898 mil vagas de emprego, enquanto que no setor de serviços domésticos o número foi de 727 mil. Já no ramo de hotelaria e alimentação, o total de vagas fechadas foi de 699 mil. Segundo Cosmo Donato, economista da LCA Consultores, o cenário tende a piorar.

 “Na medida que os impactos da pandemia se mostram mais profundos e severos, devemos observar nos próximos meses empresas fechando as portas. Na medida que isso acontece, teremos um número ainda maior de vagas fechadas”.

Além disso, o país bateu recorde histórico de pessoas que deixaram de procurar empregos, 5 milhões só em abril.

Jair Bolsonaro e Augusto Aras

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (28) que o procurador-geral da República, Augusto Aras, “entraria fortemente” como candidato a uma eventual terceira vaga ao STF (Supremo Tribunal Federal), mas que, no momento, não é cotado para as duas indicações que fará. 

“Se aparecer uma terceira vaga, espero que ninguém ali do STF desapareça, mas o Augusto Aras entra fortemente na terceira vaga”, disse Bolsonaro em transmissão ao vivo nas redes sociais. 

Os ministros do STF devem se aposentar ao completar 75 anos. Dois atingirão essa idade durante o mandato de Bolsonaro como presidente da República: Celso de Mello, em novembro deste ano, e Marco Aurélio Mello, em junho de 2021.

Bolsonaro disse já ter três nomes em mente para as duas indicações que deve fazer à Corte e que dará preferência a um evangélico. Para o presidente, um ministro que tenha essa fé representaria a parcela cristã da população frente a questões como “ideologia de gênero”. “Nessas pautas ele pode até perder, mas vai mostrar aos demais ministros que existem 90% de cristãos no Brasil que não concordam”, afirmou.

O presidente elogiou a atuação de Aras na PGR, citando questões econômicas. É o procurador quem conduz o inquérito que investiga se Bolsonaro interferiu na Polícia Federal, como afirmou o ex-ministro Sergio Moro.

Foi Bolsonaro quem indicou Aras à posição em 2019, ignorando a lista tríplice —resultante de uma eleição interna da Associação Nacional de Procuradores da República que elege os três nomes mais recomendados para assumir a posição.

Historicamente, os dois têm se alinhado em muitas questões. Aras foi contra, por exemplo, a divulgação integral do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril. Nesta semana, o PGR também pediu a suspensão do inquérito das fake news, que atingiu muitos nomes ligados ao presidente. As informações são da Agência Reuters.

Câmara aprovou primeiro projeto de lei de forma remota

A Câmara dos Deputados aprovou, em votação simbólica, o texto-base da Medida Provisória 936 que permite acordos para suspensão de contrato ou redução de jornada e salário na crise do novo coronavírus e o pagamento do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda para os trabalhadores. Apesar de simbólico, todos os partidos encaminharam “sim” no pleito.

A MP foi aprovada com prorrogação por mais um ano da desoneração da folha de salários para 17 setores. Entre os setores que ainda são beneficiados pela desoneração da folha estão call centers, tecnologia da informação, construção civil, calçados, indústria têxtil e comunicação.

A desoneração, da época do governo Dilma Rousseff, terminaria no final deste ano. Depois de uma negociação no plenário, o relator da MP, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), reduziu de dois para um a prorrogação da desoneração. O custo anual é de R$ 10,2 bilhões.

O relator alterou a fórmula de cálculo do valor do benefício, que passa a ter como base a média dos salários dos últimos três meses anteriores do acordo para a suspensão do contratos de trabalho e da jornada. O governo é contra essa mudança e vai tentar voltar ao texto original na votação dos destaques, o primeiro a ser analisado. O custo dessa medida é de R$ 23 bilhões.

O parecer de Orlando Silva autoriza a prorrogação do prazo máximo das medidas, a critério do Poder Executivo, para a redução de jornada e para a suspensão de contrato. Por isso, a expectativa do setor empresarial é de que a prorrogação será feita.

O texto-base do relatório de Silva foi elogiado por parlamentares de diferentes correntes políticas. O líder do governo, Major Vitor Hugo (PSL-GO) , disse que “a lógica estrutural do texto foi mantida” e o relator fez um esforço para sem abandonar suas bandeiras, ouvir os argumentos do governo.

Sindicato não precisar mais homologar acordos

Os deputados aprovaram mais dois destaques à Medida Provisória (MP) 936 que permite acordos para suspensão de contrato ou redução de jornada e salário na crise do novo coronavírus e o pagamento de um benefício emergencial para os trabalhadores.

Um pedido do Progressistas, com apoio do governo, garantiu a derrubada de trecho que obrigava participação de sindicatos na homologação das demissões. A obrigatoriedade caiu após a reforma trabalhista de 2017. Desde então, os sindicatos tentam retomar a medida. As empresas, por sua vez, reclamavam dessa regra por aumentar a burocracia e os custos da demissão.

Os deputados também aprovaram um destaque do Republicanos que aumenta o valor da gratificação de função do bancário e, segundo o partido, a segurança jurídica para possibilitar que 270 mil bancários possam continuar recebendo 7 salários de gratificação de função, a cada ano, sem qualquer alteração na jornada de trabalho.

Antes destes, foi aprovado um destaque de autoria do Progressistas que retomou o cálculo do benefício que continuará sendo feito sobre a parcela do seguro-desemprego a que o trabalhador teria direito se demitido, cujo limite é R$ 1.813,03.

Outros três destaques foram rejeitados

O texto-base da MP foi aprovado mais cedo em votação simbólica pelos deputados. A proposta permite acordos para suspensão de contrato ou redução de jornada e salário na crise do novo coronavírus e o pagamento do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda para os trabalhadores. Apesar de simbólico, todos os partidos encaminharam “sim” no pleito. Faltam ainda quatro destaques a serem votados.

Agência do Banco do Brasil

O Banco do Brasil terá que bloquear anúncios em 1,2 milhão de sites, blogs e aplicativos — que são veiculados via Google — para cumprir a decisão tomada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que proibiu que o banco de anunciar em sites e blogs suspeitos de publicar ou compartilhar fake news. 

A estimativa foi feita pelas agências de propaganda que trabalham para o BB. Por essas contas, cerca de 500 sites e blogs permanecerão recebendo os anúncios do Banco do Brasil. O bloqueio será feito assim que a determinação do TCU chegar oficialmente ao banco.

Pela decisão do ministro do TCU Bruno Dantas, a suspensão vai vigorar até que a Controladoria Geral da União (CGU), estabeleça um certificado com normas de veiculação a serem seguidas. 

Na semana passada, o BB suspendeu (e depois voltou atrás) a veiculação de propaganda no “Jornal da Cidade”, um site acusado de publicar e compartilhar fake news. 

Na decisão, Dantas excluiu do bloqueio “os portais, sites, blogs e redes sociais vinculados a empresas concessionárias de serviços de radiodifusão, que por serem delegatárias de serviço público há foram escrutinadas quanto aos critérios de interesse público da informação que veiculam. Excluo, ademais, aqueles vinculados a jornais e revistas que existam há mais de dez anos”.

Carlos Bolsonaro

Por Lauro Jardim/O Globo

Carlos Bolsonaro está nervoso. Não se sabe se pelo caminhar do inquérito das Fake News no STF ou por qual razão.

De número de telefone novo, Carluxo barbarizou ontem (28), no grupo de WhatsApp que reúne parlamentares de todos os partidos da Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro.

Suas primeiras palavras ontem, uma espécie de cartão de visitas, foram:

— Vai tomar no cu piçól, pt, seus merdas.

Os vereadores reclamaram. O petista Reimont reagiu. Escreveu que ele deveria mandar a mensagem para o ministro Alexandre de Moraes. Carlos voltou à carga:

— Manda para a sua mãe, reimont.

Para o colega Renato Cinco, do PSOL, Carluxo reservou o adjetivo “imbecil” e perguntou se ele está fumando estrume.

https://s2.glbimg.com/m9sncMpswdczhurp85vqiwjFnJY=/i.glbimg.com/og/ig/infoglobo1/f/original/2020/05/28/conversa-vereadores.jpg

Desde a escolha de Augusto Aras para a procuradoria-geral da República, procuradores vem contestando as ações do PGR e sua próxima relação com o governo Bolsonaro. Mesmo não estando na lista tríplice, Aras foi indicado à função pelo presidente, o que gerou críticas do Ministério Público.

De acordo com a Revista Piauí, vem circulando entre membros do MP um abaixo-assinado para tentar convencer o Congresso de aprovar uma proposta de emenda constitucional que torne obrigatório o respeito à lista tríplice para a escolha do chefe da instituição pelo presidente.

Ainda de acordo com a revista, outra ala vem dialogando com parlamentares uma alternativa baseada no artigo 52 da Constituição, que diz que o Senado pode interromper o mandato do procurador-geral e exonerá-lo por maioria absoluta dos votos, caso seja constatado crime de responsabilidade.

Nos últimos dias, Augusto Aras vem sofrendo ainda maior pressão de seus pares. Procuradores e ex-procuradores ligados à força-tarefa da Lava Jato engrossam as críticas feitas por outros membros do Ministério Público ao atual PGR. Na avaliação das fontes ouvidas pelo Congresso em Foco, a atuação de Aras mira exclusivamente o benefício próprio – mais precisamente, uma vaga no Supremo Tribunal Federal. Com essa nomeação em mente, sustentam os críticos, Aras têm sido omisso e promovido o aparelhamento do Ministério Público para atender a interesses do governo federal.

Nesta quinta-feira (28), durante sua live nas redes sociais, Bolsonaro disse que já tem os candidatos mais fortes para indicar às duas vagas no Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo Bolsonaro, o procurador-geral da República, Augusto Aras, não é um desses nomes. Porém, o chefe do Executivo disse que se vier a surgir uma terceira vaga, o nome de Aras é o favorito. Continue lendo