Pedro Araújo

As informações que informam as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

Um ao avião que partia de Teerã, capital do Irã, para Kiev, na Ucrânia, caiu pouco depois de decolar do Aeroporto Internacional Imam Khomeini, na madrugada desta quarta-feira (08), de acordo com a imprensa iraniana. O modelo é um Boeing 737-800 da empresa Ukraine International e tinha 180 pessoas a bordo. Segundo as agências de notícias iranianas, a aeronave teve problemas no início do voo e caiu depois de alguns minutos. Não há informações sobre vítimas.

O acidente aconteceu após a base militar iraquiana de Al Asad, usada pelas tropas da coalizão dos Estados Unidos no país, ser atingida na noite desta terça-feira (07). Pelo menos 12 mísseis balísticos foram lançados e pelo menos seis deles atingiram o local, de acordo com a imprensa internacional. Também foram disparados foguetes contra uma base americana em Erbil, no norte do Iraque. Ainda não há ainda confirmação oficial sobre  vítimas.

De acordo com a agência de notícias iraniana Fars, o ato é uma retaliação do Irã ao ataque de um drone militar dos EUA que matou o principal comandante militar iraniano Qasem Soleimani, na última sexta-feira (03). A operação “Martir Soleimani” foi executada pela Guarda Revolucionária do Irã à 1h20 (20h20 em Brasília), o mesmo horário do assassinato do general no último dia 2.

Depois do ataque às bases americanas, a Agência Federal de Aviação dos Estados Unidos emitiu um comunicado de restrição emergencial e imediata, orientando as companhias e pilotos do país a evitarem o espaço aéreo do Golfo Pérsico. A agência reiterou que o documento tem caráter preventivo e afirmou que o momento apresenta “potencial para erro de cálculo ou de identificação” de aeronaves civis.

Sem alarde, mas com muito empenho, uma parte da ala militar que continua no governo já trabalha pela candidatura do ministro da Justiça, Sergio Moro, à Presidência da República em 2022. Esses militares têm certeza de que Moro vai entrar na disputa pelo Planalto, mesmo que o presidente Jair Bolsonaro concorra à reeleição.

Nada, porém, relacionado a Moro será definido de forma precipitada. O ministro sabe de seu potencial nas urnas, já conversou sobre isso com alguns amigos muito próximos, mas se convenceu de que ainda é muito cedo para falar do assunto. Mais: não quer ser visto como traidor. O tempo, acredita ele, será seu aliado. 

Entre os militares que veem Moro como opção para a Presidência da República acreditam que Bolsonaro vai se desgastar muito até o início da campanha, porque não consegue domar sua tendência a gerar polêmicas. Num país com tantos problemas, o ocupante do Planalto deve optar pela sensatez. Moro está mais adequado a esse perfil, acreditam.

Paulo Guedes

Outro ponto importante, segundo os militares: Moro, se candidato e eleito, tenderá a manter Paulo Guedes no comando do Ministério da Economia. Os dois são muito próximos, jantam frequentemente em Brasília. Foi Guedes quem intermediou a aproximação entre Moro e Bolsonaro.

Com a promessa de Guedes no comando da Economia, ressaltam os militares que defendem Moro na Presidência, o ex-juiz terá todo o apoio do mercado financeiro. Há, inclusive, banqueiros trabalhando na mesma direção desses militares para que o ministro da Justiça se jogue de vez na política.

Todas as pesquisas de popularidade apontam Moro como o líder mais confiável do país na atualidade. O único a ter índices mais próximos aos dele é o ex-presidente Lula, que os militares querem ver pelas costas. Moro sabe que, com esses indicadores, sai na dianteira de qualquer disputa para o cargo mais importante do país.

Estocadas

Quem transita pelo Palácio do Planalto admite que Bolsonaro está consciente da possibilidade de Moro sair candidato à Presidência da República. Não por acaso, sempre que possível, o presidente faz questão de dar umas estocadas no subordinado. A mais recente, e mais pesada, foi a manutenção dos juízes das garantias no pacote anticrime aprovado pelo Congresso. Continue lendo

TSE deve gastar R$ 241 milhões com as 100 mil urnas

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estima comprar 100 mil urnas eletrônicas para as próximas eleições municipais, número abaixo do teto de 180 mil equipamentos previstos na milionária licitação lançada no ano passado — e que até agora não foi concluída.

Em uma sessão extraordinária, convocada às pressas, o plenário do tribunal analisará o caso na tarde desta quarta-feira (08), em plenas férias dos ministros. A sessão não será transmitida ao vivo pela TV Justiça, diferentemente do que costuma ocorrer ao longo do ano.

O TSE corre contra o tempo para garantir a compra de novas urnas para o pleito deste ano. As duas empresas que se inscreveram no certame (a Positivo e um consórcio formado pela Smartmatic e Diebold) foram desclassificadas por não atenderem aos requisitos técnicos exigidos. Um recurso da Smartmatic será julgado nesta quarta-feira.

A convocação da sessão extraordinária pegou de surpresa integrantes da Corte, muitos dos quais se encontravam longe de Brasília — em viagem pelo País ou até mesmo no exterior. Ministros substitutos foram chamados para garantir que o tribunal tenha quórum suficiente para discutir o caso, que gira em torno de um contrato estimado de até R$ 696,5 milhões.

O tribunal precisa de ao menos 60 mil novas urnas para promover com folga as eleições de outubro, mas possui planos de contingência para se adaptar aos mais variados cenários, caso nem todas fiquem prontas a tempo. O TSE prevê agora desembolsar R$ 241 milhões com a aquisição de 100 mil urnas. Continue lendo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta terça-feira (07) que privatizaria os Correios, se pudesse, e que esse é um objetivo da equipe econômica do governo em 2020, embora considere a tarefa difícil.

“A gente pretende. Se pudesse privatizar hoje, privatizaria. Mas não posso prejudicar o servidor dos Correios. É isso”, falou pela manhã na entrada do Palácio da Alvorada. As informações são do Uol.

Na conversa, Bolsonaro lembrou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que definiu que as empresas-mães, como o Correios, não podem ser privatizadas sem o aval do Congresso e afirmou que uma possível privatização da empresa mexeria com muitos funcionários.

“Você mexe nessas privatizações com centenas, dezenas de milhares de servidores. É um passivo grande. Você tem que buscar solução para tudo isso. Você não pode jogar os caras para cima. Eles têm que ter as suas garantias. Tem que ter um comprador para aquilo. É devagar. Tem o TCU com lupa em cima de você. Não são fáceis as privatizações”, disse.

Bolsonaro comparou a situação com a de um médico que prescreve um remédio, mas não tem certeza da eficácia do tratamento. Neste momento, disse ter tomado três comprimidos em casa e não saber se será curado.

Questionado se está se sentindo mal, disse ser “rotina” devido às cirurgias após o atentado sofrido em Juiz de Fora (MG) durante a campanha eleitoral. “Quatro cesarianas enormes. Quatro filhos do Adélio”, afirmou comparando suas cirurgias a procedimentos obstétricos.

A base aérea de Al Asad, no Iraque, utilizada pelas tropas da coalizão dos Estados Unidos, sofreu um intenso bombardeio na noite desta terça-feira. Está confirmado que pelo menos seis mísseis atingiram o local, mas há informações que ao menos 24 mísseis foram disparados. O Irã assumiu a autoria do ataque como resposta ao assassinato do general Qasem Soleimani, na última sexta-feira. A Guarda Revolucionária Iraniana ainda ameaçou intensificar os ataques em caso de retaliação dos norte-americanos.

A base de Al Asad fica na província de Anbar e foi utilizada pela primeira vez pelos EUA após a invasão do país em 2003 que derrubou o ditador Saddam Hussein. No ano de 2015, o local foi utilizado para abrigar as tropas que foram enviadas ao Iraque para combater o Estado Islâmico. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou o local em 2018. 

Em Washington, o Pentágono confirmou que o exército norte-americano está “sob ataque de mísseis” no Iraque. Além da base de Al Asad, no oeste, a cerca de 200 km de Bagdá, foi atacada também a base de Erbil, no norte do Iraque. Existe a confirmação de que o ataque deixou vítimas fatais – mas não há detalhamento sobre a quantidade ou a nacionalidade dos mortos. Donald Trump chegou a cogitar fazer pronunciamento à nação ainda nesta terça-feira, mas acabou desistindo. 

Do lado iraniano, a Guarda Revolucionária confirmou que o aiatolá Ali Khamenei está na sala de controle coordenando todas as ações militares. Existem informações de um segundo ataque contra alvos norte-americanos no Iraque. 

O principal negociador do Irã para assuntos nucleares, Saeed Jalili, postou a imagem da bandeira iraniana no Twitter, logo depois dos primeiros relatos de ataques à base aérea de Al-Asad – repetindo o ato do presidente norte-americano Donald Trump, que na semana passada postou uma bandeira dos EUA em sua conta na rede social após o ataque que matou Soleimani.

Diante do aumento das atividades militares, a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) proibiu todos os voos civis nos espaços aéreos do Irã, Iraque, Golfo Pérsico e Golfo de Omã. O barril do petróleo WTI disparou em meio ao aumento da tensão no Golfo Pérsico na noite desta terça-feira (07), após o Irã disparar mísseis balísticos contra – ao menos – duas bases utilizadas por soldados americanos no Iraque. Às 22h08 (de Brasília), no pregão eletrônico da Intercontinental Exchange (ICE), o Brent (referência do mercado internacional) para março subia 3,94%, para US$ 70,96. Já o WTI para fevereiro, na New York Mercantile Exchange (Nymex), avançava 3,72%, para US$ 65,03.

Fontes do governo americano informaram que os ataques ocorreram em múltiplas localidades, incluindo a base de Ain al-Assad, no oeste do Iraque.

Sairá às 11h da quinta-feira (09) o listão dos aprovados no vestibular 2020 do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). As 4.715 vagas estão sendo disputadas por 17.383 candidatos que fizeram as provas no último dia 15 de dezembro.

A lista será fixada na reitoria do IFPE, no campus Recife, localizada na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife. Uma hora depois, ou seja, ao meio-dia, o resultado vai ser disponibilizado no site da comissão do vestibular. Às 10h os primeiros colocados no concurso serão recebidos na instituição.

O vestibular teve 21.797 inscritos e abstenção de 16,84% (4.414 faltosos).

Os 61 cursos técnicos, superiores e de Educação de Jovens e Adultos são ministrados em 16 campus distribuídos em todo o Estado: Abreu e Lima, Afogados da Ingazeira, Barreiros, Belo Jardim, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru, Garanhuns, Igarassu, Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Palmares, Paulista, Pesqueira, Recife e Vitória de Santo Antão.

O aviso é válido até a manhã da quarta-feira / Foto: Thaise Rocha/Cortesia

Depois de um dia de pancadas de chuvas no sertão pernambucano, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) lançou, no final da manhã desta terça-feira (07), um alerta amarelo (perigo potencial) para chuvas intensas nos municípios da região. O aviso é valido das 10h15 às 9h da quarta-feira (08).  

O alerta contempla 653 cidades, incluindo Afrânio, Araripe, Belém do São Francisco, Bodocó, Cabrobó, Carnaubeira da Penha, Cedro, Dormentes, Exu , Granito, Ipubi, Lagoa Grande, Mirandiba, Moreilândia, Orocó, Ouricuri, Parnamirim, Petrolina, Salgueiro, Santa Cruz, Santa Filomena, Santa Maria da Boa Vista, Serra Talhada, Serrita, São José do Belmonte, Terra Nova, Trindade e Verdejante. 

O Inmet aconselha evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada e, em caso de rajadas de vento, não se abrigar debaixo de árvores nem estacionar veículos próximos a torres de transmissões e placas de propaganda. 

Previsão

A previsão para esta terça e quarta no Sertão do Estado é de chuva. “A gente continua esperando pancadas de chuva moderada de tarde e noite para todo Sertão pernambucano”, afirmou Edmilson Ferreira, meteorologista da Apac. Os dias deverão ser nublados a parcialmente nublados.

O Ministério Público de Contas renovou, para o biênio 2020-2021, a lista de atuação regionalizada dos procuradores em Pernambuco. A nova distribuição dos municípios para os sete nomes do colegiado foi realizada por meio de sorteio em reunião do Colégio de Procuradores, ocorrida em dezembro do ano passado.

A procuradoria geral, atualmente ocupada por Germana Laureano, que se prepara para assumir seu segundo mandato no cargo, não participa da divisão. Suas atribuições dizem respeito às questões administrativas do MPCO, bem como à atuação proativa em relação aos órgãos e poderes estaduais, detendo, ainda, competência concorrente com todos os Procuradores do órgão para atuar em relação aos 184 municípios pernambucanos.

A regionalização do MPCO acontece desde 2008, de modo semelhante ao que faz o Conselho do TCE-PE nas relatorias das contas. Assim, todos os processos de um município que derem entrada no órgão serão distribuídos a um procurador específico, que fica responsável pela oferta de pareceres, recursos e representações.

O objetivo do sistema é fazer com que cada procurador conheça melhor as questões dos locais de atuação. Desta forma, acompanha de perto a gestão municipal e aumenta a parceria com as equipes das Inspetorias Regionais. 

A atuação dos membros do MPCO, no biênio 2020-2021, ficou da seguinte forma:

RICARDO ALEXANDRE: Afogados da Ingazeira, Alagoinha, Brejinho, Buíque, Custódia, Garanhuns, Ibimirim, Iguaracy, Ilha de Itamaracá, Inajá, Ingazeira, Itaíba, Itapetim, Itapissuma, Itaquitinga, Manari, Olinda, Pedra, Pesqueira, Poção, Sanharó, Santa Terezinha, São José do Egito, Sertânia, Tabira, Tracunhaém, Tupanatinga, Tuparetama.

CRISTIANO PIMENTEL: Recife, Água Preta, Amaraji, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, Cupira, Escada, Feira Nova, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa de Itaenga, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Panelas, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré, Xexéu. Continue lendo

https://ogimg.infoglobo.com.br/in/24070008-145-8b4/FT1086A/652/x85577049_BSBBrasiliaBrasil07-11-2019STFSegunda-Instancia-Na-foto-o-presidente-do-STF.jpg.pagespeed.ic.gVIGF62cCg.jpg

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, estará, nesta quarta-feira (08), no Recife, para o primeiro encontro com dirigentes dos órgãos do Poder Judiciário das áreas estadual, trabalhista, eleitoral e federal de Pernambuco desde a posse na Presidência, em setembro de 2019.

O objetivo seria promover o diálogo com os operadores do Direito e ampliar a integração do Poder Judiciário.

A primeira visita, ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), na Praça da República, ocorrerá às 15h.

O magistrado será recebido pelo presidente da instituição, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, e demais integrantes do Judiciário estadual. Ao final, o presidente do STF fará um pronunciamento aos jornalistas, na sede do TJ, sobre a agenda institucional. Não há previsão de realização de coletiva.

Em dois dias, o presidente Dias Toffoli visitará, além do TJPE, o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-PE) e o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).

O ministro já esteve em Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e São Paulo.

O novo presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), conselheiro Dirceu Rodolfo, tomou posse nesta terça-feira (07) em cerimônia muito prestigiada no edifício Dom Helder Câmara, sede do TCE.

Ele foi cumprimentado por políticos, autoridades e personalidades do estado, que fizeram questão de parabenizá-lo. O governador Paulo Câmara e os prefeitos Geraldo Júlio, do Recife, e Professor Lupércio, de Olinda, inclusive, estão entre os nomes anotados no evento.

Outro nome que esteve presente foi o ministro José Múcio Monteiro, presidente do Tribunal de Contas da União. O diretor operacional da Folha de Pernambuco, José Américo, também prestigiou o evento. Ele, aliás, foi muito aclamado por Dirceu Rodolfo, ao vê-lo na solenidade. O cerimonial, inclusive, registrou a presença de Américo entre as personalidades que prestigiavam a posse.

Durante a cerimônia, o conselheiro Valdecir Pascoal, que assume a diretoria da Escola de Contas do Tribunal, discursou em homenagem ao novo presidente. Pascoal lembrou a trajetória do amigo, destacando os “vários Dirceus” que compõem o presidente. Falou sobre o lado músico, jurista, família, amante da literatura e transbordou em emoção ao falar sobre o Dirceu amigo.

“Até hoje não encontrei alguém com tanto talento para escolher a palavra certeira, cirúrgica. Dirceu transcende o extraordinário sem deixar de ser simples e humilde”, disse Pascoal. Com lágrimas nos olhos ele também emocionou o novo presidente, que o escutava na mesa de honra.

A mesa, aliás, foi composta pelos chefes dos três poderes, mostrando o prestigio de Dirceu e do TCE em reunir as principais autoridades do estado. Além dos presidentes do Tribunal de Justiça (TJPE), Adalberto de Oliveira Melo, da Assembleia Legislativa (Alepe), Eriberto Medeiros, e do governador Paulo Câmara, outras autoridades como a superintendente da Polícia Federal, Carla Patrícia Cintra, e o presidente da OAB-PE, Bruno Baptista, compuseram o dispositivo de honra. Continue lendo

Por Fernando Castilho/JC

O presidente Jair Bolsonaro decidiu ficar do lado das pessoas que acreditaram no Governo Dilma Rousseff em 2012 e investiram na geração de energia solar. Essas pessoas instalaram em suas casas placas fotovoltaicas para gerar energia que é colocada na rede convencional das distribuidoras e abater o valor na conta final. A decisão de Bolsonaro, entretanto, vai beneficiar essas 183 mil famílias e punir indiretamente mais de 120 milhões de consumidores que não produzem energia.

Isso se dá porque a lei permite que uma pessoa que tenha dois ou mais imóveis gere energia solar e faça a compensação na energia que tem na sua casa. Ou seja, ele gera em vários lugares e abate na conta de sua residência. O que as pessoas esquecem é que, para que a energia gerada em dois ou mais endereços chegue na casa do usuário, há um custo de transmissão. E que à noite torna a usar energia comum, e alguém teve que produzir.

Até 2019 esse subsídio era bem pequeno, mas o sucesso do programa criou um problema. Se tanta gente está gerando, a rede de transmissão está sendo mais usada e mais energia está sendo consumida à noite. É sobre isso que a Aneel quer refazer as contas.

– Conversei com Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre sobre a taxação da energia solar proposta pela ANEEL. O Presidente da Câmara porá em votação PL, em regime de urgência, PROIBINDO A TAXAÇÃO da energia solar. O mesmo fará o Presidente do Senado. Caso encerrado. Bom dia a todos!

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro)

Este ano, o consumidor normal vai pagar R$ 600 milhões na sua conta para quem tem benefício de geração solar. Ano que vem deve ser R$ 1 bilhão. Se não se fizer nada, em 2035 serão R$ 55 bilhões. O que a Aneel quer é que o sujeito que gera energia solar ao menos pague a transmissão pelo uso da rede e uma parte da energia que usar à noite. Foi sobre isso que Bolsonaro, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre decidiram errado. Foram na onda dos que geram sua energia e dizem que foram estimulados a investir no projeto e que não podem ser punidos.

Quem já investiu pode até ter razão, mas quem está entrando agora não pode se aproveitar disso e não pagar nada. O que a Aneel fez foi propor uma série de escalas que isenta as pessoas até 2025 e cobra de quem vai entrar agora no sistema.

Essa é uma conta que precisa ser explicada, pois alguém vai pagar pela transmissão e a geração. Pois como se diz a sabedoria popular, na existe almoço, ou melhor, transmissão de energia de graça.

A visitação ao local onde se encontram os veículos pode ser feita nesta quarta e quinta-feira, 08 e 09 de janeiro / Foto: Paulo Maciel/Detran PE

O Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) irá promover um leilão com 442 veículos, sendo 16 automóveis usados (sucatas e conservados) e 426 motocicletas usadas (sucatas e conservadas), no próximo dia 10 de janeiro, às 9h, segundo publicação do Detran-PE, no Diário Oficial do Estado.

Os veículos, recolhidos por infrações ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB), serão leiloados no estado de conservação em que se encontram, e devem ser pagos à vista.

Visitação

A visitação ao local onde se encontram os veículos pode ser feita nesta quarta e quinta-feira, 08 e 09 de janeiro, no pátio da Guardcar, na rodovia BR-101 Sul, número 1590, no bairro de Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no horário das 8h às 16h.

Edital

O edital do leilão, com especificações e condições de participação no certame, pode ser acessado através dos sites www.detran.pe.gov.br ou www.coliseumleiloes.com.br. Nele, também há o preço e modelo dos veículos. Outras informações poderão ser obtidas através dos telefones: (81) 3145-9100 e (81) 3184-8569/8149/8264.

A noite desta segunda-feira (06) confirmou a previsão de mais chuva no Sertão do São Francisco e com a água que caiu até a madrugada dessa terça-feira (07), várias cidades da região registraram bons índices de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

O município de Parnamirim teve o maior acumulado de chuva nas últimas 24 horas, com 52,09 mm. Em seguida, de acordo com a Apac, veio Petrolina com 44,80 mm na unidade de monitoramento implantada no bairro Cohab Massangano. O Gercino Coelho registrou chuva acumulada de 41,400 e o José e Maria mais 34,60.

Em Dormentes choveu 17,01 mm, já Lagoa Grande teve precipitação acumulada de 14,18 e Ipubi, 9,08 mm. Os dados foram fornecidos pela Apac na manhã desta terça-feira. A previsão da Agência é o dia nublado a parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade moderada a forte.

Um novo ano começou, mas os problemas permanecem os mesmos na área de segurança pública em Pernambuco. Apesar do Governo do Estado sempre declarar que os investimentos foram recordes nos últimos anos, muitas delegacias continuam fechadas à noite. E até mesmo nos finais de semana.

A falta do serviço essencial prejudica a população de várias localidades do Recife e Região Metropolitana. Bairros como Ipsep, Ibura, Jordão, Joana Bezerra, Alto do Pascoal só contam com delegacias abertas de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h. Quem precisa registrar um boletim de ocorrência sofre. O jeito é ir até a Central de Plantões da Capital, no bairro de Campo Grande. E ter muita paciência para conseguir ser atendido.

Delegacias especializadas também não funcionam em horário de plantão. A DP da Mulher em Prazeres, Jaboatão, e a de Paulista só estão abertas em horário comercial. As vítimas que precisam denunciar agressões, devem se dirigir até o bairro de Santo Amaro, no Recife. O mesmo acontece com as unidades do Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente em Jaboatão e Paulista. Ambas fechadas à noite e nos fins de semana.

No Interior do Estado, a situação se repete. Com delegacias fechadas em alguns municípios, suspeitos presos em flagrante são levados para outras cidades onde há policiais civis de plantão para efetuarem os flagrantes.

Uma desorganização geral na Polícia Civil de Pernambuco. E, ao que parece, não há nenhum indicativo de que o problema será resolvido.

Os cargos serão disputados em duas etapas: avaliação curricular e entrevista / Foto: Pixabay

A Prefeitura de Palmares, Zona da Mata Sul de Pernambuco, lançou edital para o processo seletivo de 2020. Ao menos 470 profissionais, de todos os níveis de escolaridade, serão contratados pelo prazo de 12 meses, além da formação de cadastro reserva. Os salários variam entre $ 998,00 e R$ 7.000,00.

Do total, 258 vagas vão ser preenchidas no quadro pessoal da Secretaria Executiva Municipal da Educação (SEMED). A Secretaria Municipal de Saúde, dessa maneira, abrangerá as outras 212 vagas. O processo seletivo será organizado pelas Secretarias Municipais (Educação e Saúde) dos Palmares e por meio da AEMASUL/FAMASUL.

Os cargos serão disputados em duas etapas: avaliação curricular e entrevista. Já os inscritos a determinados cargos no âmbito da SEMED, além disso, passarão pela terceira etapa, uma prova prática. Segundo o edital, 5% das vagas totais serão reservadas para pessoas com deficiência (PcD).

Vagas

Âmbito da Secretaria Municipal de Saúde

Médico, Enfermeiro, Técnico de Enfermagem, Nutricionista, Educador Físico, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Enfermeiro do Trabalho, Assistente Social, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Farmácia, Digitador, Técnico em Segurança do Trabalho, Fonoaudiólogo, Médico do Trabalho, Médico Psiquiatra, Oficineiro, Cozinheira, Auxiliar Administrativo, Ginecologista/Obstetra, Infectologista, Mastologista, Cardiologista, Clínico Geral, Auxiliar de Saúde Bucal, Cirurgião Dentista (USF, Bucomaxilofacial, Endodontista e Atendimento Especial),  Biólogo, Farmacêutico, Biomédico, Motorista (Categoria B, D e E), Sanitarista, Psicólogo Infantil, Educador Físico, Condutor Socorrista, Vigilante e Motorista de Ambulância.

Âmbito da Secretaria Municipal de Educação

Professor I (Creche e Educação Infantil), Professor I (1º ao 5º ano), Professor II (6º ao 9º ano), Professor (Educação Especial), Nutricionista, Psicólogo, Serviços Gerais, Merendeiro, Agente Administrativo, Coordenador de Disciplina, Motorista, Vigilante, Marceneiro, Eletricista, Encanador, Pedreiro, Serralheiro e Pintor.

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas a partir do dia 2 de janeiro de 2020, por meio do site da FAMASUL ou na Sede da Biblioteca Municipal Fenelon Barreto. O prazo está previsto para acabar no dia 13 de janeiro de 2020.

A taxa de inscrição é calculada de acordo com o nível de escolaridade exigido para cada cargo:

Nível Fundamental: R$ 30,00

Nível Médio: R$ 50,00

Nível Superior: R$ 70,00

Para receber o direito à isenção do pagamento, o candidato deve comprovar a inscrição regular no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e ser um membro de família de baixa renda.

Edital

Para saber os critérios avaliativos nas etapas da seleção e outras informações, o candidato deve acessar o edital oficial do processo seletivo número 001/2019, publicado no dia 30 de dezembro de 2019,  edição 2489 da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), a partir da página 160.