Pedro Araújo

As informações que informam as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

Aumentou o descrédito com a política  graças aos escândalos envolvendo a classe política, em diversos aspectos, justamente quando se aperfeiçoam os mecanismos da transparência para fiscalizar e punir os agentes públicos por atos ilegais. Também cresce o temor de eventuais pretendentes à vida pública pelos riscos de ver manchada a biografia perante as comunidades, quer seja ela rural ou urbana.

Os candidatos precisam incorporar urgentemente aos seus programas e plataformas o discurso da moralidade administrativa, das promessas que possam cumprir depois de eleitos. Mas poucos estarão à vontade para  isso. Em quase todos os partidos existem personagens investigados/denunciados por corrupção e outros desvios. Aliás,  os partidos são coniventes com a corrupção como ficou demonstrado na Operação ‘Lava Jato’.

O discurso contra a corrupção ainda é tímido, salvo exceções.  O combate à corrupção como tema de campanha ou mote de governo incomoda, não é importante. Prefere-se falar de meio ambiente, saúde, desemprego e outros temas.

A pergunta que não se cala: o discurso de certos candidatos, muitos deles fadonho, vai ganhar votos e atrair a indignação dos eleitores inconformados com o atual estado de desconfiança?

Passando por uma comunidade rural de Afogados da Ingazeira não poderíamos deixar de registrar como já estão tratando os pretensos candidatos em ano eleitoral, mesmo em época de pandemia, onde o corpo a corpo, entre candidato e o eleitor, está suspenso devido o Covid-19, e o Congresso Nacional adiando o pleito para novembro, vai ficar mais difícil se conseguir os votos porque o eleitor salve algumas exceções, está acostumado com a troca do voto por tudo àquilo que o candidato possa oferecer.

Se depender da placa mostrada acima ou a comunidade está abrindo os olhos dos seus moradores para aniquilar esse tipo de política, onde o voto não tem preço e sim consequência, ou o candidato terá que mostrar o que fez das promessas feitas quatro anos atrás.

Diretor-geral do Detran explicou as novas regras da Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

A versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) já está disponível em todo o país, com a adesão do estado do Pará. Para ter acesso ao documento é preciso abrir o aplicativo da Carteira Digital de Trânsito (CDT). No local, também é possível o acesso à Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

“Essa é uma revolução de décadas, uma verdadeira transformação digital proposta pelo governo federal, que vai trazer muita facilidade ao cidadão brasileiro, permitindo que ele possa ter, na palma da mão, os documentos eletrônicos com o mesmo valor jurídico dos físicos. É uma medida que desburocratiza processos e reduz custos com muita agilidade e praticidade”, disse em nota o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Segundo o último balanço divulgado, existem 4,083 certificados digitais de veículo no Brasil, que começaram a ser emitidos no fim de 2018. A versão eletrônica do CRLV traz, além das informações do documento impresso, dados como a atualização sobre uma pendência de recall. Ela pode ser acessada mesmo que o proprietário esteja sem internet, já que o aplicativo gera um arquivo PDF com assinatura digital, que garante a autenticidade do documento. A emissão é inteiramente online e não é necessário comparecer ao Departamento de Trânsito (Detran) para obter o documento.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, quem quiser ter o documento físico pode utilizar qualquer impressora, pois o papel tem a autenticidade da impressão garantida por um QR Code, que pode ser apresentado e consultado pelos agentes de trânsito em eventual fiscalização. 

CNH 

A Carteira Nacional de Habilitação foi disponibilizada antes na Carteira Digital de Trânsito e atualmente são 6,86 milhões de CNH eletrônicas. Para a liberação da versão digital da CNH, é necessário que o documento tenha sido emitido a partir de 1º de maio de 2017 porque o usuário, além de ter que preencher o cadastro, deve escanear o QR Code localizado no verso da CNH de papel. As informações são do Ministério da Infraestrutura.

Cronograma para a entrega de kits merenda foi divulgado em Arcoverde — Foto: Israel Leão/Divulgação

A Secretaria de Educação e Esportes de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, iniciou nesta quarta-feira (1º) a segunda etapa de distribuição dos kits merenda. A entrega está sendo realizada em escolas e creches, atendendo às famílias de todos os estudantes da rede municipal de ensino.

Os pais ou responsáveis pelos estudantes devem comparecer no dia e horário estabelecido no cronograma de entrega, para receberem o kit. Na ocasião, é solicitada a apresentação do RG e o respeito à distância mínima de um metro, entre cada pessoa na fila.

A Secretaria ressalta que não é necessário levar o aluno para a retirada do kit. Recomenda-se fazer a higiene dos alimentos ao retornar para casa, seguindo as instruções abaixo:

  • Retirar as partes estragadas e machucadas das frutas e verduras, se necessário;
  • Lavar em água corrente; colocar o alimento em uma solução de hipoclorito de sódio (água sanitária) com água por 15 minutos;
  • Enxaguar o alimento em água potável;
  • Secar os alimentos antes de guardar.

O kit é composto por itens da merenda, sendo estruturado com apoio da agricultura familiar. Além dos gêneros secos, como: macarrão, biscoito, flocos, xerém, milho e mungunzá, contêm os gêneros perecíveis, a exemplo da batata doce, melancia, melão, mamão, coentro, tomate e cebola.

Confira abaixo o cronograma de entrega:

  • Escola Ivany Bradley
    Quarta-feira, 1º de julho
    8h às 9h30 – 1° ano
    9h às 11h30 – 2° ano
    11h30 às 13h – 3° ano
    13h às 14h30 – 4° ano
    14h30 às 16h30 – 5° ano
  • Escola Antônio Joaquim
    Quinta-feira, 2 de julho
    7h30 às 12h
    13h às 16h
  • Escola Leonardo Pacheco
    Quinta-feira, 2 de julho
    7h30 às 12h
    13h às 16h
  • Escola Euclides da Cunha
    Sexta-feira, 3 de julho
    7h às 13h
  • Escola José Medeiros
    Sexta-feira, 3 de julho
    7h às 13h
  • Escola Barão do Rio Branco
    Terça-feira, 7 de julho
    7h30 às 12h
    13h às 16h
  • Escola Gumercindo Cavalcanti
    Terça-feira, 7 de julho
    7h30 às 12h
    13h às 16h
  • Escola Olga Gueiros
    Terça-feira, 7 de julho
    8h às 12h
    13h às 16h
  • Escola Antônio Costa Leitão
    Quarta-feira, 8 de julho
    7h30 às 13h
  • Escola Rotary
    Quarta-feira, 8 de julho
    8h às 12h
    13h às 16h
  • Escola Alfabeto
    Quarta-feira, 8 de julho
    8h às 10h – 1°e 2° anos
    10h às 12h – 3° ano
    13h às 14h – 4° ano
    14h às 16h – 5° ano
  • Escola Freire Filho
    Quinta-feira, 9 de julho
    7h30 às 12h
    13h às 16h
  • Escola Sebastião Luis
    Quinta-feira, 9 de julho
    7h30 às 11h
    13h às 16h
  • Escola Adalgiza
    Quinta-feira, 9 de julho
    7h30 às 12h
    13h às 16h  

TCU acaba farra de policiais atuando como assessor ou segurança de autoridade

Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) decidiram pelo envio das identidades dos fraudadores do auxílio-emergencial para investigação pelo Ministério Público Federal (MPF).

De acordo com a decisão, foram encontradas 620.299 pessoas que já recebiam outros benefícios e não poderiam acumular com os R$ 600 disponibilizados pelo governo federal. Outros 235.572 empresários que não são Microempreendedores Individuais também deram um jeito de burlar as regras e estavam embolsando o dinheiro que certamente faz falta para quem precisa.

O TCU também deu prazo de 15 dias para que o Ministério da Cidadania informe “os controles a serem implementados para reduzir os indícios de inconsistências identificadas nas análises”.

O ministro Bruno Dantas, um dos defensores da investigação, definiu essas pessoas como “espertalhões” e defendeu que o MPF avalie “suas responsabilidades no âmbito penal”.

O TCU identificou as primeiras irregularidades após o cruzamento de dados feito pelos ministérios da Defesa e da Cidadania. O resultado revelou 73,2 mil militares da ativa e inativos ou pensionistas que receberam a ajuda do governo.

Na expectativa de retomar as atividades em algumas cidades na próxima semana, donos de bares e restaurantes reagiram ao adiamento da volta do setor. Em nota, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Pernambuco (Abrasel-PE) diz que a medida do governo de Pernambuco “atinge em cheio um setor que vem sendo duramente penalizado” e pede revisão da data de reabertura.

“Lamentamos que, ao mesmo tempo em que vemos a falta de sensibilidade do governo com nosso setor, assistimos, dia a dia, a pessoas nas ruas sem máscaras, aglomerando-se nas periferias, no transporte público, e pouca ou nenhuma fiscalização. São dois pesos e duas medidas. Desta forma, pedimos ao governo do Estado que reconheça que as diversas regiões do Estado estão em fases diferentes de evolução da doença e reconsidere, imediatamente, sua posição quanto à reabertura dos bares e restaurantes, permitindo esta retomada no dia 6 de julho”, traz um trecho da nota.

Pelo cronograma inicial do Plano de Convivência com a Covid-19, previsão era de que o setor retornasse na etapa 7. No dia 18 de junho, o governo anunciou que a reabertura passaria a integrar a fase 6 do plano, com previsão sem martelo batido para o dia 6. Mas, com uma demora maior para a liberação da fase 5, a etapa 6 foi empurrada. Desde o início, o governo não determina datas de forma antecipada para cada fase.

Leonardo Lamartine, fundador e CEO do Grupo Bonaparte, diz que os gestores sentem que o setor está sendo desprezado. “Tem que pagar toda a folha sem estar aberto, sem venda. É bastante complicado porque a entrega a domicílio não cobre os custos, muito pelo contrário. Não entendemos por que o governo não dá uma previsão sequer. É um setor importante para a economia, importante para o turismo, e o que mais emprega depois da construção civil. Já estamos totalmente preparados, com acrílico nos caixas, distanciamento de mesas e todo o protocolo de higiene”, relatou. Continue lendo

Dando continuidade a um levantamento realizado no último mês de maio, no qual os prefeitos municipais responderam a um questionário sobre as ações implementadas na saúde e na assistência social no período de combate à Covid-19, o Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) aderiu a uma pesquisa nacional para consolidar as ações estaduais e municipais durante a pandemia, aprofundando o questionário e estendendo as perguntas também ao Poder Público Estadual.

Na semana passada, a Coordenadoria de Controle Externo do TCE enviou um novo ofício aos prefeitos dos 184 municípios pernambucanos, e também ao governador de Pernambuco, informando sobre a necessidade de preenchimento do questionário eletrônico, cujo link foi fornecido aos jurisdicionados, até o próximo dia 06 de julho.

Clique aqui para visualizar o questionário na íntegra. 

O questionário aprofunda questões discutidas na pesquisa anterior e traz perguntas relacionadas a outras áreas de atuação do governo, tais como: emprego e renda; infraestrutura hospitalar; e agricultura familiar; além das áreas de saúde, educação e assistência social que já foram tratadas no primeiro momento.

A iniciativa, que envolve outros Tribunais de Contas, foi do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC) e servirá para orientar as ações de controle destas instituições e estimular o controle social mediante a divulgação das informações coletadas. 

A ação conta com o apoio da Associação Brasileira de Tribunais de Contas dos Municípios, da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil, da Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros-Substitutos dos Tribunais de Contas e do Instituto Rui Barbosa.

Eventuais dúvidas dos gestores deverão ser encaminhadas para o e-mail atendimentocce@tce.pe.gov.br.

O Sertão de Pernambuco não avança para a quinta etapa do Plano de Convivência com o Novo Coronavírus. Ao todo, 60 cidades localizadas nas Regiões de Saúde de Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Ouricuri, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada ainda têm indicadores (números de casos, óbitos e demanda sobre o sistema de saúde) não estabilizados, segundo anunciou o governo estadual, nesta terça-feira (30), em coletiva de imprensa. Para esses municípios, é necessária maior cautela no avanço das flexibilizações para retomada das atividades socioeconômicas.

No próximo sábado (04), de acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, será feita uma nova análise dos indicadores para determinar se haverá progressão dessas regiões.

Por outro lado, na próxima segunda-feira (06), cinquenta municípios das Regionais de Saúde do Recife, Limoeiro e Goiana avançam para a quinta etapa do Plano de Convivência com o Novo Coronavírus. Com isso, serão liberadas as atividades comerciais de vendas de automóveis com 100% da carga e os serviços de escritório com 50%.

A avaliação sobre a Região Agreste, que está na etapa 2 do plano e tem os municípios de Caruaru e Bezerros em isolamento rígido, além da Regional de Palmares, também será feita no fim de semana junto à análise do Sertão.

Os jogos de futebol sem público e a retomada do Polo de Confecção permanecem suspensos. Na próxima terça-feira (07), a situação dessas atividades será reavaliada.

“Vale destacar que, mesmo com a retomada das atividades econômicas, as pessoas só devem sair de casa em casos de extrema necessidade, usar máscara de proteção e reforçar os hábitos de higiene”, afirmou o governador Paulo Câmara. Continue lendo

Fotos públicas

A conta de energia para os consumidores residenciais vai ficar mais cara 4,88% a partir desta quarta-feira (1º). A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a aplicação de reajuste tarifário para todas as distribuidoras de energia que tinham aumentos previstos para os meses de abril e maio passados mas que foram suspensos, a pedido das empresas do setor elétrico, por conta dos impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus.

Com o reajuste anual previsto para o último mês de abril, a Celpe está entre as distribuidoras do País que adiaram o reajuste. Na prática, o aumento só vai aparecer nas contas de luz a partir de agosto, quando se completa todo o período de leitura após a aplicação tarifária.

Na área de concessão da Celpe, o índice médio do reajuste anunciado pela Aneel foi de 5,16%. Para a baixa tensão, que inclui os clientes residenciais, o efeito médio será de 4,88%. A variação para clientes atendidos em alta tensão, como indústrias e comércio de médio e grande porte, será de 5,93%.

A Direção de Ensino do campus do IFPE em Afogados da Ingazeira lança, por meio do Programa PROIFPE, um ciclo de aulas on-line preparatórias para o Enem e vestibulares 2020.

A primeira aula acontece nesta quinta-feira (02), às 14h e será sobre o tema “Globalização e Desenvolvimento”, com  o professor de Geografia do campus, Joazadaque Lucena de Souza. A aula terá como mediadores permanentes os professores Alexsander Costa (Filosofia) e Pablo Moura (Sociologia).

As aulas são abertas para a comunidade escolar do campus Afogados e prioritariamente para estudantes dos municípios da região atendidos pelo campus. O acesso à sala de todas as aulas será feito pelo link: https://bit.ly/proifpeafogados

O PROIFPE é um programa institucional voltado à promoção do acesso, permanência e êxito de estudantes do instituto. O programa trabalha em conjunto com a equipe multiprofissional, a fim de assistir estudantes com dificuldades e contribuir com seu aproveitamento acadêmico. 

Além das aulas interdisciplinares, o programa no campus Afogados ainda prevê a realização de “vídeos dica”, resolução de questões do Enem ou vestibulares e postagem na sala virtual.

Confira o calendário das aulas: 

Na última sexta-feira, a Federação Pernambucana de Futebol enviou para a secretaria de saúde do estado um protocolo de segurança para a volta dos jogos e aguardava a liberação por parte das autoridades para poder marcar o retorno do Estadual, com o prazo desejado já para o próximo domingo. Aval, no entanto, que não veio e que pegou o presidente da entidade, Evandro Carvalho, de surpresa. 

Em rápido contato com a reportagem do Diário de Pernambuco, o dirigente, que estava no aeroporto de Brasília embarcando de volta para o Recife, afirmou que irá procurar as autoridades locais nesta quinta-feira para saber por que a volta do futebol no estado segue sem previsão de ocorrer. 

“Sim (foi pego de surpresa). O futebol é a atividade mais segura entre todas. Nessa quinta-feira (02) veremos o que aconteceu”, afirmou Evandro. “Vamos tratar disso. Já estamos fazendo os contatos para entender o que aconteceu e o que podemos fazer para solucionar essa situação”, completou o dirigente.

Em entrevista coletiva na última terça-feira, o secretário de planejamento e gestão do estado, Alexandre Rêbelo, revelou que a liberação dos jogos de futebol em Pernambuco saiu da etapa 5 do plano de flexibilização das atividades durante a pandemia do novo coronavírus. E que a autorização para a volta das partidas não deve ocorrer dentro da primeira quinzena de julho.  Continue lendo

Festival de Inverno de Garanhuns

O Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) 2020 foi oficialmente cancelado por causa da pandemia da Covid-19 que atinge todo o mundo. Os eventos com grandes aglomerações estão proibidos devido ao risco de contaminação pelo novo coronavírus.

Tradicionalmente, o FIG acontece no fim do mês de julho. Este ano, o evento completaria 30 anos. O cancelamento foi confirmado em um comunicado da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult-PE). O festival voltará a ser realizado em 2021.

A Secult-PE/Fundarpe acredita que o atual cenário de pandemia, que impede a realização de eventos com grande concentração de pessoas, tornou impossível a realização da edição deste ano do Festival de Inverno de Garanhuns. “O 30º FIG, que seria comemorado em 2020 como a grande celebração da diversidade cultural do Brasil, será realizado em 2021”, diz o texto.

O Festival

O FIG é conhecido nacionalmente por ser um evento multicultural, que envolve vários tipos de arte, como a música, o teatro, o cinema, entre outros. No ano passado, mais de 600 mil pessoas circularam pelos 21 polos na cidade. O evento durou 10 dias e recebeu cerca de 500 apresentações e mais de 3 mil artistas.

Foram sete palcos de música para todos os gostos: pop, forró, instrumental, cultura popular, erudita, experimental, entre outros. No circo, no teatro, nos espetáculos de dança e no cinema, as sessões foram lotadas. A visitação também foi intensa na Casa Galeria Galpão, na Praça da Palavra, no Pavilhão do Artesanato e no Polo Gastronômico.

A partir desta quinta-feira (02), os parques, as praças e a orla do Recife, já abertos para caminhada, corrida e pedalada, estão liberados para as atividades físicas individuais com orientação de profissional de educação física. A ação faz parte do plano de convivência da Prefeitura do Recife. A atividade é limitada a um aluno para cada profissional. Não estão permitidos os usos de equipamentos acessórios às práticas como colchonetes, cordas e outros.

“Você pode fazer sua atividade física de um professor, de um personal, nos equipamentos anteriormente já liberados para essa prática como a orla, parques, praia e beira rio. A condição é: um professor pra um aluno e está proibido o uso de implementos como colchonete, corda, kettlebell, de uso individual compartilhado. Lembrando, é muito importante respeitar a distância de segurança, o uso da máscara será sempre para a sua proteção e a gente precisa contar com a dedicação e o apoio de todos vocês para continuarmos avançando”, explicou a secretária executiva de esportes do Recife, Yane Marques.

Espaços como praias, parques e praças foram abertos no último dia 20. Eles estavam fechados desde 3 de abril. A regulamentação funciona apenas para praias da Região Metropolitana do Recife (RMR). O banho de mar continua vetado na capital pernambucana.

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Pela sétima vez consecutiva, a Petrobras irá reajustar o preço da gasolina. O aumento será de 3% e os novos preços entram em vigor a partir desta quinta-feira (02) nas refinarias da estatal. O diesel também será elevado, em 6%. 

Segundo a estatal, antes deste reajuste, a gasolina acumulava 20% de queda em 2020. Assim, este aumento nas refinarias representa nas bombas, segundo especialistas, mais R$0,0457 no litro da gasolina e R$ 0,0982 no litro do diesel, informou o Correio Braziliense. 

Nas bombas, ainda de acordo com o jornal, os aumentos podem representar mais R$ 0,0982 no litro do diesel e R$ 0,0457 no da gasolina.

Já para o diesel, este é o segundo reajuste consecutivo. O anterior foi de 8%, causado pela elevação do preço do biodiesel nos últimos leilões – é necessária uma mistura de 12% do biocombustível no óleo.

Depois que o convite da live entre o pré-candidato a prefeito Flávio Marques (PT), e o médico João Véras (foto) começou a ser compartilhado nas redes sociais, onde houve uma série de comentários enaltecendo uma chapa entre os dois na corrida para a sucessão do prefeito Sebastião Dias em Tabira.

Durante a live e após a realização da mesma, esse cenário ganhou mais força na vontade popular quando os comentários se multiplicaram pedindo a junção dos dois. Outro fator que ganha força é o fato de João Véras está filiado regularmente no PSB, partido do governador e que naturalmente já vai assumir a vice de Flávio.

Atualmente o Dr. João Véras coordena com destaque a Ala Covid-19 em Tabira, já foi diretor clínico do Hospital Municipal e goza de grande aceitação e respeito do povo tabirense. Será que agora é João? As informações foram repassadas para o Blog PE Notícias pelo comunicador Anchieta Santos, das rádios Pajeú FM, e Cidade FM, de Tabira.

Por Naldinho Rodrigues*

O nosso espaço de hoje será preenchido para Élcio Neves Borges, conhecido popularmente como Barrerito. Um cantor brasileiro de música sertaneja que ganhou destaque por integrar a segunda formação do Trio Parada Dura. Nascido em 22 de outubro de 1942, em São Fidélis (RJ) o mesmo faleceu em 12 de agosto de 1998, em Belo Horizonte, aos 55 anos.

Barrerito foi cantor, violonista e violeiro e iniciou sua carreira nos anos 60, fazendo dupla com Flor da Índia, Baianito, Cirolo e Cleone, este último com quem formou o conjunto sertanejo Trio Parada Dura, a partir de 1976, ao lado de Mangabinha. Em 6 de setembro de 1982, um acidente de avião na cidade de Espírito Santo de Pinha, interior do estado de São Paulo, deixou Barrerito paraplégico. Seu irmão, Parrerito, assumiu o lugar no trio durante o período em que esteve ausente e, posteriormente, foi oficializado na vaga em 1987.

Barrerito iniciou carreira solo como o “Cantor das Andorinhas”, em 1987, quando gravou seu primeiro LP, intitulado ‘Onde estão os meus passos’, com destaque para a faixa-título. Barrerito gravou 9 LPs, ganhou 19 discos de ouro e 8 de platina, sempre com a ajuda de Nilza Carvalho, com quem viveu maritalmente até 1990. Com ela teve 2 filhos, o cantor gospel Barrenito Barbosa e Carlos Eduardo que adotaria o nome artístico de Barrerito Jr.

Barrerito foi o único artista que gravava um disco (LP) em apenas 24 horas, o que causava surpresa nos técnicos da gravadora. Apesar de ser paraplégico, o cantor era muito vaidoso, usava anéis e colares de ouro, além de cortes de cabelo incomuns. Em 1991, chegou a ser preso por ter atirado para o alto, assustando um frentista, que riu de sua aparência.

No ano de 1998, Barrerito fundou o Trio Alto Astral, juntamente com Voninho e Cleone, com quem voltou a formar uma dupla sertaneja. Chegaram a lançar um CD, intitulado ‘Dor de Cotovelo’, e a fazer aparições em alguns programas de Tv, mas o trio não durou, pois Barrerito acabou falecendo neste mesmo ano, vítima de infarto, aos 55 anos.

Diz a sabedoria popular que uma andorinha só não faz verão, mas nos últimos anos, quem tenta  ser exceção a esta regra e a cantora sertaneja Eliane Barrerito, cujo sobrenome já faz alusão à história dela. Viúva do cantor e compositor Barrerito, Eliane organiza gravações inéditas de autoria do ex-integrante do popularíssimo Trio Parada Dura, que devem ser lançadas. As gravações estavam junto ao acervo que o artista deixou, acrescido com quase uma centena de letras de músicas, também inéditas. O baú ainda contém discos de ouro, prata e platina, referentes aos sucessos de venda, e figurinos. Não bastasse, há uma curiosa placa na fachada da residência do casal, na região sudoeste de BH. Quando cai a noite, é a própria Eliane quem acende a sinalização com o nome “Barrerito”, escrita com luzes coloridas e idealizada por ele mesmo.

Segundo a viúva do cantor, devido a uma lesão que sofreu no acidente de avião em 1982, nas capas dos discos do Trio Parada Dura, ele só aparece de meio corpo, ou outros  componentes do trio tinham preconceito  pela condição dele e quando Barrerito saiu do trio, fez o “Barrerito, o cantor das andorinhas”. Aí, pôde mostrar quem era. 

Para relembrar essa eterna celebridade da música sertaneja nada melhor do que curtir um dos maiores sucessos de Barrerito, “Onde estão os meus passos”.  

*Naldinho Rodrigues é locutor de rádio. Apresenta o programa Tocando o Passado, pela Rádio Afogados FM, sempre aos domingos das 5 às 8 da manhã.