Pedro Araújo

As informações que informam as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

Os dois pentes-finos anunciados pelo governo Bolsonaro para cortar benefícios previdenciários considerados irregulares e reexaminar segurados que recebem benefícios por incapacidade estão correndo em ritmos diferentes.

As convocações de segurados com auxílio-doença e aposentadoria por invalidez atrasaram e só devem começar em outubro deste ano, isso se a Dataprev entregar à Previdência um novo sistema, que fará a interligação com o do INSS.

“Foi demandado o desenvolvimento de um sistema de agendamento único, requisito que proporcionará o planejamento, a administração e o gerenciamento do processo de perícia”, diz a Dataprev, que não informou prazo para a entrega.

Já as perícias para primeiro pedido ou prorrogação de benefícios, que não necessitam do novo sistema, estão acontecendo normalmente, segundo a Previdência. O órgão diz que o tempo de espera é de 12 dias entre a marcação da consulta e a realização da perícia.

A Previdência já selecionou os benefícios por incapacidade que serão revisados. Quem foi convocado no pente-fino do governo Temer pode ser chamado de novo. O segurado é convocado para uma nova consulta, na qual o perito vai avaliar se ele ainda está incapaz ou se tem condições de voltar a trabalhar.

É importante aproveitar esse atraso na implantação do novo sistema para deixar atualizados os laudos médicos e exames que comprovem a incapacidade para o trabalho.

Enquanto isso, o INSS afirma que a análise de aposentadorias e pensões com indícios de fraude ou irregularidades “está em pleno funcionamento desde julho”, quando começou o programa.

Segundo o INSS, no pente-fino por irregularidade e fraude foram cortados 170 mil benefícios no primeiro semestre. No estado de São Paulo, foram cessados 33,3 mil pagamentos. Do total, 7.201 foram cancelados, sem chance de recurso administrativo. O INSS não forneceu dados mais recentes.

Revisões por suspeita de fraudes ou irregularidades

O INSS tem dois pentes-finos: um para identificar benefícios com fraudes e irregularidades e outro para segurados que recebem auxílios e aposentadorias por invalidez

1 – Pente-fino das irregularidades

  • Desde 12 de julho o INSS vem passando um pente-fino nos benefícios
  • Pagamentos considerados irregulares estão sendo suspensos pelo órgão
  • Se confirmado o pagamento indevido, a renda também será cancelada

Como funciona

  • O INSS espera analisar até 3 milhões de benefícios com indícios de irregularidades até o final do ano que vem
  • Podem entrar neste pente-fino pensões, aposentadorias e auxílios
  • O órgão notifica os segurados por carta e caixas eletrônicos
  • O prazo para apresentar a defesa é de 30 dias, se for um trabalhador urbano. O trabalhador rural tem 60 dias
  • Após o fim do prazo, o INSS publica o nome de quem não respondeu à convocação no “Diário Oficial da União”.  

2 – Pente-fino das perícias 

  • Por um problema técnico, os cortes das aposentadorias e dos auxílios-doença podem ficar para 2020
  • A Previdência já selecionou os benefícios por incapacidade que serão revisados
  • Se a falha no sistema for resolvida, os segurados devem ser convocados a partir de outubro para a marcação de consultas de perícias

O que travou

  • O sistema de agendamento, que fará a interligação com o sistema de benefícios do INSS, ainda não está pronto
  • Esse novo sistema foi solicitado em fevereiro, de acordo com a Previdência.

A 15ª edição do Triunfo Moto Fest começa nesta quinta-feira (12) e segue até o dia 15 de Setembro. O evento reúne motociclistas de toda a região e de vários lugares do país, para um encontro que une o amor a duas rodas e as belas atrações turísticas de Triunfo. 

Na programação deste ano, o evento conta com muitos shows, caretrilha, confraternização 0800, área de camping 0800, troféus, passeios turísticos, expositores e o popular concurso Garota Moto Fest, que sempre faz parte da festa. 

Confira AQUI a programação oficial do 15º Triunfo Moto Fest. Caso esteja Triunfo e não sabe ainda onde se hospedar, o Blog Triunfo Agora separou uma lista de hotéis e pousadas (confira AQUI) para garantir já a sua reserva e você aproveitar a melhor reunião de motociclistas de toda a região.

Antonio Tedeschi, conselheiro regional de Molise, no sul da Itália:

ÉPOCA

Nas últimas 24 horas, o telefone no gabinete de Antonio Tedeschi ,  conselheiro regional de Molise, no sul da Itália, tocou mais de 1.000 vezes. Todas as ligações estavam relacionadas ao mesmo assunto: a proposta de atrair novos residentes para essa região com o pagamento de 700 euros mensais como incentivo por um período de três anos.

“Foi uma avalanche de ligações com pedidos de informações vindos do Brasil, de brasileiros que vivem na Itália, e dos Estados Unidos”, disse o conselheiro à ÉPOCA em entrevista por telefone na manhã desta quinta-feira (12).

“Os brasileiros são muito bem-vindos”, acrescenta Tedeschi, de 38 anos, que exerce um cargo equivalente ao de um deputado estadual no Brasil. Ele foi o idealizador da iniciativa do ‘Reddito di residenza attiva’ – Remuneração de residência ativa – proposta pela região de Molise.

O italiano explica o que é necessário para disputar uma oportunidade no programa: “Não quero jogar um balde de água fria, principalmente nos brasileiros, mas para sonhar com uma vida tranquila por aqui, é necessário ter passaporte europeu ou um visto de residência comunitário”.

No próximo dia 16 de setembro, o governo irá publicar online o edital com todas as informações para os interessados em fincar raízes, por pelo menos 5 anos, em uma das 106 cidades com menos de 2 mil habitantes existentes na região de Molise.

O candidato terá um prazo de 60 dias para realizar a inscrição acompanhada por um projeto de investimento empresarial na região – requisito obrigatório para ter acesso ao benefício 700 euros mensais por 3 anos. “As propostas serão avaliadas por uma comissão. E haverá ainda uma fiscalização constante para verificar se as atividades abertas estarão funcionando regularmente”, adverte o conselheiro regional.

O problema da subpopulação não é recente no sul da Itália. O fluxo migratório em direção às cidades do norte como Milão, Turim e Roma é intenso principalmente entre os jovens, que vão em busca de melhores oportunidades de trabalho.

Júlio Gomes/LeiaJáImagens/Arquivo

O deputado federal Raul Henry (MDB-PE) subiu à tribuna da Câmara dos Deputados para protestar contra a decisão do Governo Federal de autorizar a importação de 750 milhões de litros de etanol americano e “despejá-los” no Nordeste, exatamente no período da safra da região, cuja produção é de 2,2 bilhões de litros. “A importação autorizada representa mais de um terço da nossa produção anual”, afirmou em discurso nessa quarta-feira (11).

Raul destacou o desenvolvimento da indústria sucroenergética nordestina, a despeito das adversidades geográficas e climáticas. Atualmente, a região conta com 60 usinas e 300 mil empregos diretos. “Empregos vitais para o mínimo de estabilidade socioeconômica da densamente povoada e socialmente vulnerável zona da mata nordestina. Não é justo, nem correto, que, diante de tantas adversidades, o Governo Federal queira impor ainda maiores sacrifícios ao povo do Nordeste”, acrescentou.

De acordo com o deputado, tal decisão terá um custo de renúncia fiscal de 270 milhões de reais, mesmo ciente de que o Brasil é autossuficiente em etanol e que o país vive a maior crise fiscal da sua história. “O único objetivo é apenas agradar ao presidente americano Donald Trump, que está com excedente de produção depois da insana guerra comercial com a China. Uma articulação feita pelo filho do Presidente que quer ser embaixador [Eduardo Bolsonaro] e que atropelou o Itamaraty e o Ministério da Agricultura”, alertou.

Com o objetivo de reverter tal situação, o parlamentar fez um apelo ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para colocar em votação o mérito de um decreto legislativo, apresentado nessa terça (10), neste sentido. “Esse decreto vai barrar essa insanidade e restabelecer um mínimo de altivez ao nosso país. Não aceitamos mais atitudes de insensibilidade e preconceito contra a economia e o povo do Nordeste”, concluiu. Da Assessoria do parlamentar.

https://static1.leiaja.com/sites/default/files/field/image/noticias/2019/09/WhatsApp%20Image%202019-09-12%20at%2006.40.18.jpeg

Dois criminosos com suspeita de participar do assalto à agência dos Correios de Belo Jardim, no Agreste de Pernambuco, foram presos nesta quarta-feira (11). O roubo ocorrido no dia 1º de agosto envolveu cinco participantes e, segundo a Polícia Federal (PF), um ainda segue foragido.

A dupla foi autuada em suas respectivas residências, ambas no município de Paulista, no Grande Recife. No bairro da Mirueira, Jobson Riccelly Santos Barros, de 24 anos, foi capturado sem resistência. Ele estava na condicional após seis anos preso por um assalto com arma de fogo em Olinda, no Grande Recife.

Já em Jardim Paulista, Vinícius Oliveira de Souza, de 23, ainda tentou fugir, mas não teve sucesso. Em sua ficha criminal consta uma autuação pela Lei Maria da Penha e por consumo de entorpecentes. No imóvel foram localizadas 30 gramas de maconha. Por esse motivo, o suspeito também assinou um Termo Consentido de Ocorrência (TCO).

A dupla foi indiciada por “roubo com concussão de duas ou mais pessoas com emprego de arma de fogo” e seguiu para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. Caso condenados, eles podem receber penas de quatro a 10 anos de reclusão.

Dois participantes já estavam presos

Ainda no dia do assalto (1º), o motorista de aplicativo Fabiano da Silva Nascimento, de 26, já havia tido a prisão decretada, em Olinda. O mentor do assalto à agência também estava preso desde o dia 5 de agosto. Douglas Silva da Costa, de 26, foi localizado no Timbi, em Camaragibe, com um celular roubado, dois revólveres calibre 32 e 38 – um deles foi furtado do vigilante durante o crime em Belo Jardim. Em sua ficha criminal constam dois homicídios em Recife, de acordo com a PF.

Do quinteto suspeito, um segue foragido e as autoridades pedem auxílio da população para encontrar Tiago Roberto Vidal de Farias. Quem sabe do seu paradeiro, deve entrar em contato pelo número 3421-9595. Vale lembrar que a identidade e o sigilo são preservados.

A Câmara de Vereadores de Afogados da Ingazeira inaugura nesta sexta-feira (13), seu novo anexo administrativo. O espaço abrigará as salas de Controle Interno, Tesouraria e Ouvidoria.  Ainda foram construídas salas para as comissões da Câmara e um novo almoxarifado, além de dois banheiros de acesso ao público.

O presidente destacou a importância da obra: “As novas salas deixam a estrutura da Câmara mais organizada, com espaços mais confortáveis para receber o público que frequenta a Câmara diariamente, além de proporcionar um ambiente melhor de trabalho para os funcionários da Câmara. Aproveitamos a obra e reformamos por completo o telhado, a madeira antiga estava muito comprometida, trocamos toda e colocamos novas estruturas”, destacou Mariano.

Foram investidos aproximadamente R$ 250.000 (duzentos e cinquenta mil reais), na obra, a empresa que executou a obra foi a LM Nunes Construções Eireli – ME.

Homenagens

O presidente destacou que ex-vereadores serão homenageados durante a solenidade: “Fizemos uma votação interna com todos os servidores efetivos da Câmara, eles escolheram entre eles, ex-vereadores que devem receber as homenagens, como eles conviveram durante muito tempo com todos, a escolha fica mais justa. Além disso, vamos inaugurar também uma galeria com a composição histórica da Câmara, de 1960 até os dias atuais”, destacou Mariano.

SERVIÇO:

Inauguração do novo anexo Administrativo da Câmara Municipal
Horário: 08h:30
Data: 13/09/2019
Local: Câmara de Vereadores

https://portaljatoba.com.br/wp-content/uploads/2017/03/20170324_110806-Copy.jpg

O secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes (ao microfone), passou por maus bocados em uma viagem do Recife para Petrolina, no mês passado. Ao cruzar o raio-X do aeroporto para embarcar, o aparelho detectou uma bala de pistola em sua bagagem.

Essa informação só foi divulgada nesta quarta-feira (11) pelo jornal O Globo. De acordo com a publicação, Novaes foi parado e quase perdeu o voo, mas acabou liberado quando a polícia do aeroporto averiguou que ele tem porte de arma.

O secretário conseguiu chegar a tempo para o evento que participou em Petrolina com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB). A informações foi repassada ao PE Notícias pelo comunicador Anchieta Santos, das rádios Pajeú FM, e Cidade FM, de Tabira.

O Globo

O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, foi internado nesta quinta-feira  no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília. A informação foi confirmada pela assessoria do ministério, mas ainda não há detalhes sobre o motivo da internação. Inicialmente, a informação era de que a internação teria sido ontem, mas depois foi corrigida.

De acordo com o secretário-executivo do ministério, Júlio Semeghini, Pontes passou mal na tarde de quarta-feira e, como não houve melhora, deu entrada no hospital na manhã desta quinta para fazer exames.

— Ele deu uma entrada às 7h30, mais ou menos, lá no hospital da Aeronáutica e está lá fazendo uma bateria de exames, estão vendo o que ele tem ou não, e vamos saber daqui a pouco. Ele ontem estava muito abatido, com mal-estar, disse Semeghini.

Pontes participaria de uma audiência nesta quinta na Câmara dos Deputados para discutir, entre outros assuntos, a demissão de Ricardo Galvão do Instituto de Pesquisas Espaciais (INPE), em agosto, por discordâncias na divulgação de dados do desmatamento. O Inpe é subordinado ao Ministério de Ciência e Tecnologia. Semeghini foi à Câmara representar Pontes, mas os deputados decidiram remarcar a sessão para que o ministro possa comparecer.

— Acho que foi consenso aqui de que as comissões aqui reunidas gostariam de ouvir direto do ministro, acho que a gente tem que ter respeito ao ministro, afirmou o presidente da Comissão de Meio Ambiente, Rodrigo Agostinho (PSB-SP). 

Por Naldinho Rodrigues*

Caro  leitor;

estou mais entusiasmado e feliz da vida para tocar a saudade junto com você… e quem acompanha o nosso Blog já sabe qual o motivo, vamos direto ao assunto.

É que na crônica da quarta-feira (04), do “PERNINHA EM NOVA VERSÃO” elaborada e escrita pelo poeta e amigo Danizete Siqueira de Lima (Perninha), aqui neste Blog, eu recebi uma surpreendente homenagem do editor. Confesso que fiquei bastante orgulhoso e queria parabenizar o amigo e agradecer pelo conteúdo. Receber uma homenagem vinda de um cara tão importante o quanto você Perninha, é sempre maravilhoso, e isso nos dar uma injeção a mais de ânimo para continuar no meio radiofônico até quando Deus nos permitir. E hoje, vamos falar de uma pessoa que o grande ponta direita das saudosas tardes no mini-campo da AABB, com seus lançamentos preciosos, deixando o colega na cara do gol adversário, “Perninha” conheceu bastante…

Refiro-me a Antonio Moreira da Silva, um cantor  e compositor brasileiro, também conhecido como “Kid Morengueira”. Que nasceu no dia 1 de abril de 1902, no Rio de Janeiro, vindo a falecer no dia 06 de junho de 2000.

Moreira da Silva sempre viveu no Rio de Janeiro, na época em que a cidade era a capital da República e sua cultura e tipos populares definiam a identidade brasileira. com trânsito fácil entre morro e o asfalto soube explorar a linguagem e a malícia  que ajudaram a criar a figura do carioca.

Um tipo que trouxe dos batuques de rua para o rádio, e, mais tarde, para a televisão e que manteve atual durante 97 anos em que viveu. Moreira da Silva nasceu no começo do século vinte, em 1902, quando o Rio de Janeiro estava em transformação, com a inauguração das primeiras salas de cinema e já era uma cidade partida, onde os ricos frequentavam os cafés e teatros e os artistas se espalhavam pela lapa e zona boêmia do mangue.

Contemporâneo de Noel Rosa acompanhou o início da interação do samba  com a elite carioca. Os anos 30 e 40 foram os mais criativos da sua carreira, no rádio e nos cassinos, um universo em que foi absoluto. Quando gravou o segundo disco “O Último Malandro”, em 1958, adotou o terno branco, sapato bicolor e chapéu Panamá.

A amizade com o poeta e radialista Miguel Gustavo, começa nesta fase. Juntos, criaram e deram vida ao personagem Kid Morengueira, uma mistura bem dosada de herói e malandro com que Moreira deixou seu nome, para sempre, na história da MPB.

Considerado  o criador do samba-de-breque, Moreira da Silva iniciou sua carreira em 1931. em 1992, foi tema do enredo da Escola de Samba Unidos de Manguinhos. em 1995 gravou “Os Malandros In Concert” com Dicró e Bezerra da Silva, aos 93 anos de idade. Participou do histórico disco de Chico Buarque de Holanda, a “Ópera do Malandro” de 1979, fazendo dueto com o próprio Chico.

Em 1996, foi tema do livro Moreira da Silva – O Últimos dos Malandros. Com 98 anos de idade, ainda se apresentava em shows. Em 29 de abril de 2000, Moreira da Silva caiu em casa e foi internado numa clínica particular, sendo depois levado ao Hospital dos Servidores do Estado, no Rio de Janeiro, em função dos altos custos da permanência na UTI. O cantor faleceu em função de falência múltipla de órgãos na manhã de 6 de junho de 2000.

Seus maiores sucessos, foram: Implorar, Jogo Proibido, Acertei na Milhar, Amigo Urso, Fui à Paris, Na Subida do Moro, O Último dos Moicanos e o Rei do Gatilho. Este último, o mais famoso.

*Naldinho Rodrigues é locutor de rádio. Apresenta o Programa Tocando o Passado, pela Rádio Afogados FM, sempre aos domingos das 5 às 7 da manhã.

Após quase dois meses do término da 47ª Exposição de Caprinos e Ovinos de Sertânia, o Blog Tribuna do Moxotó trás a tona denúncias de criadores de caprinos e ovinos que até o momento, eles ainda não receberam o dinheiro referente à premiação.

“Estamos há dois meses sem receber nossa premiação. Participamos de um grupo de WhatsApp onde um membro responsável pelo pagamento também faz parte desse grupo e no começo até que tínhamos pelo menos um satisfação e hoje nem isso. Se calaram e estamos sem esperança de receber nosso dinheiro referente à premiação que temos direito”, disse ao blog um criador revoltado com a postura da Prefeitura de Sertânia.

Já outro expositor não menos revoltado com a demora, contou ao Tribuna do Moxotó que para participar da Exposição teve que fazer reserva de baia e tiveram que pagar antecipadamente por essa reserva, se não você não tem direito a expor seus animais e depois de sermos premiados, terminada a Exposição e não recebemos nada, ou seja a Prefeitura não pagou a nenhum expositor. Eles prometeram que na sexta-feira, após o término da exposição todos iriam receber na conta o dinheiro e até hoje nada, E ao falarmos no grupo ninguém responde e se alguém liga para o telefone do responsável ninguém atende. Estamos nos reunindo para no próximo ano boicotar o evento daí de Sertânia . Ninguém vai participar mais dessa Exposição, desabafou o criador que reside em outra cidade.

Com a palavra os organizadores da 47ª Exposição de Caprinos e Ovinos de Sertânia.

https://www.didigalvao.com.br/wp-content/uploads/2019/09/d0e2dba8-ce98-465f-a1ca-ed357b04cca8-560x420.jpg

Quem sai da BR-116 com destino a cidade do Cedro, no Sertão Central do Estado de Pernambuco, encontra pelo caminho a imagem do verdadeiro descaso por parte do governador Paulo Câmara. O trecho está completamente intransitável, com buracos por toda parte da referida rodovia. Não é de hoje que os motoristas solicitam do DER (Departamento de Estradas e Rodagem), providências como uma simples operação tapa buraco e com isso evitar tantos acidentes.

No percurso da BR-116 até chegar à divisa com o estado do Ceará, se tornou comum motoristas fazendo manobras arriscadas na tentativa de evitar os buracos. Muitos desses motoristas já perderam a conta da quantidade de pneus estourados, sem falar que alguns deles relembram os acidentes já ocorridos e até comemoram quando não terminam em tragédias. A cada metro percorrido, são contabilizados inúmeros buracos pela PE-475.

Seu Feliciano de 64 anos de idade disse ao Blog do Didi Galvão, que passa pela PE-475 todos os dias fazendo o trajeto Cedro/Salgueiro, e relembra os perigos que já passou. Lamentando o descaso do governador Paulo Câmara com a cidade. “É como se a cidade do Cedro não existisse para as autoridades do Estado, faz tempo que a estrada se encontra nessa situação e ninguém toma nenhuma providencia“, desabafou o motorista.

“Nosso sentimento é de total indignação por conta de tudo isso, não dá pra entender porque o governador não toma providências“, disse um motorista de caminhão. O mesmo falou ainda que faz entregas em várias cidades da região, mas quando toma conhecimento de que tem entrega pra fazer no Cedro, ele já fica com o coração na mão por saber que vai trafegar numa estrada cheia de buracos. “Seria bom se o governador passasse por aqui, ele iria sentir na pele o que a gente sofre“, completou.

Uma pergunta: e o Programa Caminhos de Pernambuco? Será mais uma vez só promessas?

https://i0.wp.com/www.edmarlyra.com/wp-content/uploads/2019/06/77BBD955-53A6-471F-8944-A2BDF5773D6E.jpeg?resize=1024%2C683&ssl=1

As críticas ao secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes (PSD) – deputado licenciado – voltaram à pauta da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Desta vez, quem puxou o debate foi o vice-líder do governo, Aglailson Victor (PSB). A falta de atenção dada pela pasta aos parlamentares continuou norteando as queixas, mas desta vez com uma pitada a mais: o suposto privilégio dado por Novaes às suas bases.

Aglailson citou o cancelamento da festa de 30 anos de morte de Luiz Gonzaga, no Exu, Sertão do Araripe, segundo ele, por falta de apoio da pasta de Turismo. Também queixou-se da falta de ajuda para a realização da 18ª Exposição de Animais do Vale do Moxotó, em Custódia. “Enquanto nós, deputados, pedimos apoio para as nossas festividades, dos municípios que representamos, somos recebidos com a justificativa de contingenciamento de gastos, e de que isso seria normal pelo momento econômico que o País, os municípios e o Estado vêm passando”, disse. 

A crítica ganhou endosso. “Seu pronunciamento vem alertar não apenas ao secretário de Turismo, mas todo o governo que tem que interiorizar os investimentos necessários para cada município”, disse Henrique Queiroz Filho (PL). “Vossa Excelência traz que tinha uma programação prometida. A pior coisa no mundo é a tal da promessa. De promessa nós já estamos cansados”, reforçou Alberto Feitosa (SD). 

O socialista apontou uma contradição ao citar a realização da 19ª Missa do Vaqueiro, ocorrida no distrito de Nazaré de Picos, em Floresta – terra natal de Rodrigo Novaes – que teve show de artistas nacionais. “Deixo o meu repúdio às ações que o secretário vem fazendo à frente da secretaria, usando para se autopromover e de trampolim para futuras eleições”, atacou Aglailson. 

Em aparte, o deputado oposicionista Álvaro Porto (PTB) afirmou que os shows da dupla sertaneja César Menotti e Fabiano e da cantora Márcia Felipe, no evento em Floresta, custaram R$ 150 mil e R$ 100 mil, respectivamente. Porto também citou uma licitação, no valor de R$ 281 mil, para a construção de um museu no mesmo município. “Não está faltando dinheiro para terra do secretário nem para as bases dele. Isso que está acontecendo, indo para a base dos deputados aqui sem nenhum comunicado, sem nada, isso é uma falta de respeito”, afirmou Porto. 

A falta de comunicação também foi alvo de queixas de Antônio Moraes (PP), que tinha sido um dos mais críticos sobre a questão em pronunciamento anterior na Casa. “A gente não quer nada não, a gente quer consideração”, disse.

Por meio de nota, a Secretaria de Turismo apontou que a pasta fez investimentos de fomento ao turismo em 85 municípios do Estado. Sobre Custódia, informou que o município recebeu R$ 120 mil para a festa de maio e não há pedidos junto à pasta em relação à Exposição de Animais, mas sim para a Secretaria de Agricultura. “Dos municípios onde o deputado Aglailson Victor teve apoio do prefeito nas últimas eleições, receberam ainda apoio pela Empetur: São Bento do Una, Macaparana, Brejão e Chã de Alegria”, diz a nota. 

Sobre o evento em homenagem a Luiz Gonzaga, a secretaria informou que o governo de Pernambuco firmou acordo com o prefeito do Exu, Raimundo Saraiva (PL), para dar suporte às festividades do aniversário do artista no mês de dezembro. “Para marcar a morte do compositor, foi realizado o projeto Tengo Lengo Tengo, de junho ao final de agosto, incluindo a Missa do Vaqueiro, no Museu Cais do Sertão. A exposição bateu recorde. Foram mais de 10 mil visitantes de todo o País”, finalizou nota. 

“Deixo o meu repúdio às ações que o secretário vem fazendo à frente da secretaria, usando para se autopromover e de trampolim para futuras eleições”, atacou Aglailson Victor (PSB)

“Seu pronunciamento vem alertar não apenas ao secretário de Turismo, mas todo o governo que tem que interiorizar os investimentos necessários para cada município”, disse Henrique Queiroz Filho (PL).

https://i2.wp.com/nilljunior.com.br/wp-content/uploads/2019/04/2-ipva.jpg

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz-PE) deu início a um programa de recuperação de débitos referentes ao Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A expectativa é fazer chegar aos cofres do estado R$ 195 milhões do exercício de 2019 de um total de 300 mil contribuintes, mas aqueles que não regularizarem a situação estão ameaçados de ter o nome incluído na dívida ativa do estado e negativados no Serasa.

A primeira etapa da segunda fase do programa de recuperação, já em andamento, é caracterizada pelo envio de cartas para os contribuintes. Já foram entregues 30 mil cartas do primeiro lote que correspondem a um débito atualizado de aproximadamente R$ 16 milhões. O objetivo é que, até o final do ano, sejam enviados dois lotes de 30 mil cartas por mês.

O programa começou em abril com o objetivo de evitar que os débitos dos exercícios de 2015 a 2018 fossem negativados. Nesta fase, agora, a Sefaz-PE negativará os contribuintes que não quitaram suas dívidas referentes a este período. No que se refere ao exercício de 2019, estão sendo enviadas as cartas a contribuintes que serão notificados e terão multa de 100%. Após esse procedimento, caso permaneçam em situação irregular, seus nomes serão inscritos na dívida ativa e negativados, semelhante ao que ocorrerá com os inadimplentes dos exercícios de 2015 a 2018.

Ainda nessa segunda fase, o contato da Sefaz-PE também será feito por telefone. Já os grandes contribuintes – bancos responsáveis pelas dívidas em leasing – serão contatados pela Gerência de Segmento do IPVA da Sefaz-PE e pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Segundo o gerente do segmento de IPVA da Secretaria da Fazenda, José Oscar Lyra, o objetivo do programa não é um Refis, que oferece condições diferenciadas para que o contribuinte pague sua dívida, mas alertar para evitar que ele seja inscrito, negativado. “Quem ainda não passou por isso, ainda pode pagar com multa de 15%. Depois que o contribuinte é notificado, entretanto, há uma média de 15 dias a 30 dias para que ele seja inscrito em dívida ativa e, consequentemente, ser negativado a qualquer momento”.

O IPVA se constitui em uma significativa fonte de recursos para o governo do estado. Em 2018, a arrecadação correspondeu a R$ 1,1 bilhão.

Após um quarta-feira (11) de céu nublado com chuvas ao longo do dia, a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac) divulgou a previsão do tempo desta quinta-feira (12) para todo o Estado.

Na Região Metropolitana do Recife deve haver céu parcialmente nublado com chuva de intensidade fraca pela manhã e à noite. A temperatura mínima pode chegar aos 21°C e máxima de 30°C.

Para a região do Agreste, a Apac prevê tempo parcialmente nublado, também com chuvas, mas no período da tarde e da noite. A previsão de temperatura mínima é de 17° C.

O Sertão de Pernambuco deve atingir a menor temperatura de Pernambuco com 16°C e a região mais quente é no Sertão de São Francisco com a temperatura alcançando os 34°C.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada pela manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 30° C
mínima: 21° C

Mata Norte

Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada pela manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 30° C
mínima: 21° C

Mata Sul

Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada pela manhã e à noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 30° C
mínima: 21° C

Agreste

Parcialmente nublado com chuva rápida de forma isolada no período da tarde e da noite com intensidade fraca.
Temperatura máxima: 27° C
mínima: 17° C

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura máxima: 34° C
mínima: 16° C

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura máxima: 34° C
mínima: 19° C

Ricardo Barros fala ao lado do deputado Arthur Lira (PP-AL) Foto: Ailton de Freitas 17-11-2016 / Agência O Globo

O ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, Luiz Eduardo Ramos, se reuniu nesta quarta-feira com a bancada de deputados federais do Paraná. Durante a reunião, foi cobrado pela liberação de cargos e verbas relacionadas ao acordo para a aprovação da reforma da Previdência na Câmara.

Ele justificou a demora dizendo que não há dinheiro disponível, mas que seria liberado em breve. Quanto aos cargos, Ramos tem se mostrado insatisfeito com deputados que têm cargos em órgãos federais, mas se posicionam contra o governo.

Diante da cobrança, o ex-ministro da Saúde de Michel Temer, Ricardo Barros (PR), hoje deputado pelo PP, fez uma intervenção para dizer que “o presidente não pode demitir deputado, mas o deputado pode demitir o presidente”.

Procurado, Barros disse que gostou da conversa e que Ramos está aberto ao diálogo com parlamentares. O deputado diz que não fez o comentário como uma ameaça. Para ele, “quanto mais desarticulado o governo”, melhor para o Congresso.

— Se precisar demitir o presidente nós demitimos, ele não pode demitir o Congresso. A palavra é nossa final, ele é que tem que querer estar de bem conosco. Se ele não quer, está ótimo para nós. O Congresso está vivendo um ótimo momento com essa independência, diz Barros.

Para o deputado, o esquema em que o governo optou por governar, sem negociar ministérios com partidos, não dá margem para que deputados sejam cobrados depois por votações específicas. Isso faz com que o Congresso seja mais independente, segundo Barros, eleito deputado federal pela primeira vez em 1994.

Ramos disse que a declaração de Barros não teve nenhuma intenção provocativa e que o deputado fez apenas uma explanação sobre o presidencialismo de coalizão, esquema em que os partidos governam em conjunto com o presidente, mas ocupam cargos de primeiro escalão, como ministérios. Continue lendo