Pedro Araújo

As informações que traduzem as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

Por Naldinho Rodrigues*

Alguém se lembra da “Divina”?

Pois muito bem. A “Divina” foi nada mais nada menos do que Elizeth Moreira Cardoso. Elizeth Cardoso, cantora brasileira e considerada uma das maiores intérpretes da música brasileira, além de uma das mais talentosas cantoras de todos os tempos, reverenciada pelo público e pela crítica nacional e internacional.

Elizeth Cardoso nasceu no dia 16 de julho de 1920, no Rio de Janeiro. Cantora popular carioca, começou a trabalhar aos 12 anos como balconista. A divina foi descoberta aos 16 anos de idade por Jacob do Bandolim durante uma festa de aniversário dela mesma na Rua do Rezende, na Lapa. O bairro, visto com maus olhos pela sociedade moralista da época, não poderia ter sido um melhor reduto para a ascensão de quem construiu com sua vida um modelo de resistência feminina.

A presença de Jacob na comemoração se deu por conta da amizade que o artista tinha com o pai de Elizeth (um senhor muito bruto), também músico. Anos mais tarde, em 1958, o apelido de divina veio do jornalista Haroldo Costa, que a chamou  após assistir a um de seus shows.

O nome pegou no meio artístico e entre os críticos culturais do país por conta da voz que conseguia ser potente e suave, erudita e popular, tudo ao mesmo tempo. foi logo que a carreira começou a deslanchar que Elizeth seu primeiro namorado, o jogador de futebol Leônidas da Silva (o inventor da bicicleta, falecido em 2004). O relacionamento não era aprovado pelos pais. Não era bom que uma jovem, cantora e solteira ficasse voltando para casa altas horas da madrugada ou dormindo na casa do namorado.

Criada com outros cinco irmãos, quatro mulheres e um homem, ela via sua vida tolhida desde muito cedo principalmente pelo pai, que não a deixava ter muitas liberdades que não seriam bem vistas aos olhos da sociedade partindo de uma mulher jovem e solteira.

O término do namoro com Leônidas veio depois da Divina  decidir adotar uma bebê que havia encontrado abandonada na rua. O jogador teria dado um ultimato para que ela escolhesse entre ele ou a menina. Elizeth não só escolheu a menina, a quem chamou de Tereza, como não hesitou em registrá-la como mãe solteira, um escândalo na época.

Um pouco depois, ela conheceu o músico Ary Valdez, com quem começou a namorar rapidamente e se mudou para a casa dele com a filha de seis meses. Tudo, é claro, contra a vontade dos pais.

Elizeth e Ary tiveram um filho biológico, Paulo Cesar, e a cantora passou anos do seu relacionamento lutando contra o ciúme do marido, que não aceitava as viagens a trabalho e os compromissos noturnos, ao mesmo tempo em que já a havia traído. no fim da década de 1930, quando se separou (ainda grávida), Elizeth não quis nada pra ela, mesmo sem ter dinheiro para se sustentar, ela e filhos. Para conseguir alguma renda, ela decidiu aprender e se tornar taxista na noite carioca.

O emprego que conseguiu como cantora no dancing avenida, casa de danças no Rio de Janeiro, Elizeth passou a ganhar 300 mil réis por mês. Mudou de endereço com os dois filhos e sua mãe para Bonsucesso, bairro chique do Rio de Janeiro.

Aos poucos, a carreira foi deslanchando. Elizeth  se tornou a noiva do samba-canção, mesma vertente cantada por vozes como Dalva de Oliveira e Maysa, e abriu as portas para a bossa nova ao gravar o LP “Canção do Amor Demais”, em 1958, cantando canções de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, com João Gilberto ao violão em duas faixas. entre elas, o marco zero do movimento “Chega de Saudade”. Amante do samba, do carnaval da Portela, flamenguista de carteirinha, Elizeth via com humildade o título de “Divina” quando me chamam de divina na rua, eu nem olho, faço de conta que não é comigo porque na verdade me dá um pouco de encabulamento.

Elizeth Cardoso nasceu em São Francisco Xavier, perto do morro da mangueira, no Rio de Janeiro, filha de um seresteiro. Faleceu no dia 7 de maio de 1990 aos 69 anos. Se estivesse viva, a cantora teria feito 100 anos em julho passado.

Mesmo com tanto tempo após sua morte, ela segue lembrada como uma de nossas maiores vozes e precursora na luta das mulheres pelo reconhecimento na música.

E para matar as saudades da Divina, que tal apreciarmos a beleza de interpretação de Elizeth Cardoso na música : Eu Bebo Sim.

*Naldinho Rodrigues é locutor de rádio. Apresenta o programa Tocando o Passado pela Rádio Afogados FM, sempre aos domingos das 5 às 8 da manhã.

Ascom

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira entrega, nesta sexta-feira (25), às 9h, os novos fardamentos para os garis e margaridas que atuam na limpeza urbana do município. O objetivo é dar mais conforto e comodidade no exercício da atividade desses profissionais tão importantes para a vida saudável de uma cidade.

Na ocasião, os profissionais da limpeza urbana serão submetidos à testagem para covid-19, uma vez que estão diariamente nas ruas, em contato com a população, muitas vezes se expondo ao risco. A entrega dos novos fardamentos e a testagem serão realizados no estacionamento do CER III, na Rua Padre Luiz de Góes, espaço adequado para garantir o distanciamento social e o respeito às medidas de segurança sanitária. 

(*) A foto acima é de entregas ocorridas em anos anteriores à pandemia, onde não havia ainda a exigência da utilização de máscaras e as recomendações a respeito do distanciamento social. 

Gestantes tiveram que ficar em corredor de hospital no Recife — Foto: Simepe/Divulgação

Com capacidade para 17 pacientes, a maternidade do Hospital Agamenon Magalhães, em Casa Amarela, Zona Norte do Recife, concentrava 60 mulheres, nesta quarta-feira (23). A unidade é uma das cinco que fazem atendimento de gestantes de alto risco na rede estadual. Com a superlotação, havia mulheres em corredores e aglomeradas, sem manter o distanciamento para prevenir a Covid-19.

A denúncia de superlotação foi feita pelo Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe). De acordo com a entidade, na noite da terça-feira (22) havia 56 mulheres no local. Durante a madrugada, chegaram mais quatro parturientes. A ocupação atual é 252% maior que a capacidade.

“O hospital está previsto para atender 17 mulheres e isso significa uma equipe dimensionada para essa quantidade de pessoas, um espaço físico e climatização projetados para 17 pacientes. Além disso, por lei, essas mulheres têm direito a acompanhante. Então, não são somente as gestantes e os bebês que estão expostos a essa situação”, afirmou a presidente do Simepe, Claudia Beatriz Andrade.

Nas imagens registradas pelo Simepe, durante uma vistoria feita nesta quarta, é possível ver mulheres grávidas deitadas em macas no corredor do hospital e, nos quartos, bebês e mães próximos uns dos outros, sem mais que alguns centímetros de distância entre as camas.

“Havia mulheres desde a saída do elevador até o vão que dá acesso ao bloco cirúrgico. Algumas já tinham parido e. É uma situação inadmissível. Temos um déficit histórico de leitos e fazemos um pedido anual pela ampliação da oferta de leitos. Se fala em manter distanciamento nas redes sociais e na televisão e, lá, o que se via, era exatamente o contrário. Mulheres e bebês coladinhos”, disse.

O sindicato, disse a presidente, encaminhou um ofício ao Conselho Regional de Medicina, que tem o poder de fiscalizar a profissão, e à Secretaria Estadual de Saúde. Continue lendo

O tão falado “novo normal” deve começar, em Pernambuco, no dia 9 de novembro, com a retomada de todas as atividades econômicas no estado. Quando anunciou a data, ontem, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, deixou bem claro que a previsão depende da manutenção dos índices da pandemia da Covid-19 e que toda reabertura precisará seguir os protocolos de convivência com o coronavírus.

Ontem, o governo também anunciou mais um passo na flexibilização das atividades e que já a partir de hoje – exclusivamente para Caruaru, Recife e cidades da Região Metropolitana e municípios da Zona da Mata – com ampliação da carga horária (passando a operar das 6h até meia-noite) e da capacidade de lotação (de 50% para 70%) de estabelecimentos de alimentação, como restaurantes, lanchonetes, cafés, bares e similares.

Com a mudança, a distância obrigatória entre as mesas passa de 1,5 metro para 1 metro. Vale ressaltar que todas as regras para se evitar a disseminação do coronavírus, como a exigência de máscaras para os clientes que não estiverem nas mesas, continuam a valer e podem ser consultadas no site oficial www.pecontracoronavirus.pe.gov.br, na seção “protocolos setoriais”.

Na nova etapa, reabrem cinemas e teatros e podem ser retomados eventos sociais e culturais. Segundo Schwambach, com limite de público de até 100 pessoas ou 30% de ocupação do espaço, o que for menor.

Fernando de Noronha

O governo também anunciou que Fernando de Noronha passa para segunda etapa de retomada do turismo, com reabertura total da ilha, a partir do dia 10 de outubro. Segundo o administrador da ilha, Guilherme Rocha, os turistas que forem a Noronha terão que realizar o teste RT-PCR no dia anterior ou no dia no embarque e apresentarem o resultado negativo para desembarcar na ilha. Ainda segundo Rocha, também será obrigatório que o turista baixe no celular o aplicativo Dycovid. Por fim, no fim da viagem, o turista precisará se submeter a novo teste no aeroporto. “O resultado do teste não impede que ele saia de Noronha, mas colabora que se mantenha o vírus sob controle”, afirmou Rocha.

Calendário de reaberturas

A partir de hoje Continue lendo

Céu parcialmente nublado, com chuva rápida e de intensidade fraca, durante a madrugada e primeiras horas da manhã desta quinta-feira (23). Esse é a previsão do tempo para o Grande Recife de acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

Onde também ocorre chuva fraca nas primeiras horas desta quinta é na Região da Zona da Mata. A agência informa que a temperatura máxima da região pode atingir os 32° C ao longo do dia.

Agreste e Sertão têm céu parcialmente nublado, mas sem chuva ao longo do dia. 

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado com chuva rápida e isolada na madrugada e primeiras horas da manhã, com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 22°

Mata Norte

Parcialmente nublado com chuva rápida e isolada na madrugada e primeiras horas da manhã, com intensidade fraca.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 21°

Mata Sul

Parcialmente nublado com chuva rápida e isolada na madrugada e primeiras horas da manhã, com intensidade fraca. 
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 20°

Agreste

Parcialmente nublado a claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 16°

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado a claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 36° Mínima: 17°

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado a claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 36° Mínima: 20°

O governo federal mantém em seu quadro de servidores 43 funcionários públicos com mais de 75 anos e que, portanto, deveriam – por lei – estarem aposentados compulsoriamente. Juntos, eles ganham cerca de R$ 3,5 milhões por ano.

As irregularidades foram identificadas em auditoria realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU). A pasta traçou uma série de recomendações, entre as quais o desligamento desses servidores.

O fato desses funcionários permanecerem ativos contraria a Constituição, que estabelece que servidores “serão aposentados compulsoriamente, com proventos proporcionais ao tempo de contribuição, aos 75 anos de idade”.

O levantamento da CGU, publicado no último dia 15 de setembro, foi realizado com base na folha de pagamento de maio do ano passado. A Controladoria identificou que o problema persiste ao menos desde dezembro de 2017.

Naquele ano, durante o governo do presidente Michel Temer (MDB), a CGU apontou 53 ocorrências semelhantes: de servidores ativos com mais de 75 anos. Desde então, parte deles segue sem a aposentadoria.

Parte desses servidores estão com o processo de aposentadoria em andamento, mas não recebeu ainda o benefício por problemas nos sistemas. Em outubro, a CGU pediu uma atualização, mas o governo não respondeu sobre 35 ocorrências.

Um dos funcionários públicos da União ativos – o mais velho deles – tem 87 anos. O servidor está lotado no Ministério da Saúde e deveria, com base na legislação brasileira, ter se aposentado há pelo menos 12 anos.

A CGU analisa que manter o quadro de servidores ativos com mais de 75 anos pode infligir o princípio da eficiência da administração pública, tendo em vista o “risco de limitação na execução das atividades laborais”. Continue lendo

Apesar da severa seca de Brasília, a drástica redução na circulação de pessoas na Câmara dos Deputados derrubou a quase zero o consumo de garrafas de água no local durante a pandemia da covid-19. Entre abril e junho, a queda foi de 97%, uma economia de R$164 mil. Já o consumo de copos descartáveis caiu 90%, de 14 mil para 1,4 mil unidades, uma economia de R$ 26 mil. O sistema de transportes também apresentou uma redução significativa, com economia de R$ 206 mil em gastos com combustíveis e táxi.

Mesmo sem o funcionamento de comissões e com sessões do plenário remotas há seis meses, a Câmara manteve, no entanto, altos gastos com moradia em Brasília para os deputados, que mal estiveram na capital em 2020, e com os salários dos assessores parlamentares, que continuam trabalhando remotamente. 

A Câmara tem atualmente 365 apartamentos funcionais ocupados pelos deputados. Outros 57 recebem auxílio-moradia em dinheiro e 105 o ressarcimento por meio de recibo de locação. O total gasto nesse ano com esse auxílio foi de quase R$ 5 milhões (R$ 4.973.087,31).

Outro grande gasto de recursos da Câmara que se manteve foi com os salários dos assessores parlamentares, que continuam trabalhando remotamente. Os secretários parlamentares prestam serviços de secretaria, assistência e assessoramento direto e exclusivo aos gabinetes dos deputados. Hoje, a Câmara conta com 9.664 secretários parlamentares ativos, sendo que cada secretário recebe entre R$ 1.025,12 e R$ 15.698,32, em cargos de livre nomeação e livre exoneração. Cada parlamentar pode contratar entre 5 e 25 secretários.

A verba mensal por gabinete para salários é de R$ 111 mil, o que faz com que somados os gastos dos 513 deputados esta seja a maior despesa da Casa. O valor é destinado ao pagamento de salário dos secretários parlamentares. Os encargos relativos a décimo-terceiro salário e férias estão fora desse valor. São pagos com recursos da Câmara dos Deputados. Continue lendo

A Justiça autorizou, nesta quarta-feira (23), que R$ 2,9 milhões das contas da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), responsável pela administração do Santuário Basílica de Trindade, em Goiás, sejam desbloqueados. As contas estavam bloqueadas desde a deflagração, em agosto, da Operação Vendilhões, que investiga os crimes de apropriação indébita, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos, sonegação fiscal e associação criminosa.

O pedido foi aceito pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), após a entidade afastar todos os membros da diretoria investigados por supostos desvios de doações de fiéis.

A nova diretoria informou que vai contratar uma empresa para fazer uma auditoria nas contas da gestão anterior. O padre Robson de Oliveira, que era o presidente da associação, também continua afastado das funções.

No pedido, a Afipe argumentou que não teria como manter o funcionamento adequado da instituição caso as contas continuassem bloqueadas. Na decisão, a juíza Placidina Pires afirmou que a Afipe é vítima dos fatos criminosos. “Figura como vítima dos supostos fatos criminosos […] de forma que não se mostra razoável a manutenção do bloqueio judicial, sobretudo considerando que a referida associação já providenciou, por conta própria, a adoção de algumas medidas internas para afastar eventuais riscos de reiteração das práticas ilícitas”.

A primeira fase de leilões de saneamento iniciará por Alagoas, cujo certame está marcado para semana que vem, em 30 de setembro. Em 2021, será realizado o maior projeto do Brasil, com o leilão do serviço de água e esgoto do Rio de Janeiro, com a concessão da Cedae. Depois disso, segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), há negociações alinhavadas no Acre, Amapá, Rio Grande do Sul e Ceará. As informações foram divulgadas ontem durante a conferência Invest in Brasil Infrastructure, promovida pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Hoje, 35 milhões de pessoas não têm acesso à água tratada e mais de 100 milhões não contam com coleta de esgoto. O setor precisa de investimentos de R$ 700 bilhões até 2033 para que os serviços sejam universalizados, como prevê o novo marco do saneamento. 

O ministro Rogério Marinho ressaltou que a carteira de obras do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), tanto em saneamento quanto em outras áreas, oferece o que o mercado procura. “Temos previsibilidade, segurança jurídica e respeito aos contratos”, afirmou. “O novo marco do saneamento permite o investimento público privado no setor. Estamos reformulando nosso portfólio para permitir investimentos verdes (sustentáveis) em infraestrutura e a primeira fase de leilões será em Alagoas”, completou.

A região da concessão soma cerca de 1,5 milhão de habitantes de um total de 3,3 milhões no estado de Alagoas. Estão previstos investimentos de R$ 2,6 bilhões, sendo necessário o aporte de R$ 2 bilhões nos primeiros oito anos. A concessionária terá de universalizar o abastecimento de água em seis anos e levar rede de esgoto para 90% da população até o 16º ano do contrato, previsto para durar 35 anos.

O presidente da Apex-Brasil, Sérgio Segovia, reforçou que o marco legal do saneamento se tornou um grande atrativo para investir no país. “Ele traz segurança aos negócios. Nossas portas estão abertas para receber investimentos estrangeiros”, explicou. “O novo marco legal é uma vitória para oferecer oportunidades a investidores estrangeiros. O BNDES e a Caixa Econômica Federal estão trabalhando para desenvolver projetos no setor”, afirmou Carlos Pio, da Câmara de Comércio Exterior (Camex). De acordo com o gerente nacional da Caixa, André Oliveira Araújo, o banco já realizou três leilões na área de saneamento: Aracaju (SE), Franco da Rocha (SP) e Feira de Santana (BA). “Para 2021, estão previstos investimentos em 44 projetos de tratamento de esgoto urbano e 12 em saneamento”, disse. Continue lendo

O presidente Jair Bolsonaro pode ligar o sinal de alerta. Pelo que projetam os especialistas, além de a economia continuar andando a passos lentos, o país terá um Natal de preços em alta e de mais desemprego. Uma combinação explosiva para quem só pensa na reeleição. 

Segundo o economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Carlos Thadeu de Freitas Gomes, os preços dos alimentos continuarão subindo. E todos os produtos tradicionais do Natal, que, na maioria, são importados, incorporarão a disparada do dólar. “Não será fácil”, afirma. 

Pelos cálculos de Freitas Gomes, em meio à onda de reajustes de preços — a inflação dos últimos três meses do ano será maior do que os projetados inicialmente —, mais brasileiros voltarão a procurar emprego. Como não haverá vagas para a grande maioria, o desemprego continuará subindo, superando os 15% (está em 14,3%). 

No caso da inflação, acrescenta o economista da CNC, os preços tenderão a dar uma acomodada, mas não vão cair. Em relação ao desemprego, diz ele, a situação será mais dramática, pois a escassez de vagas vai aumentar. No mínimo, a economia levará oito trimestres para retornar aos níveis pré-pandemia. 

“Historicamente, no Brasil, os Natais mais abundantes sempre foram aqueles com dólar barato e sem a preocupação de procurar emprego”, afirma Freitas Gomes. É um quadro exatamente diferente do que o que estamos vendo agora. Faltam empregos e o dólar caminha para R$ 6. 

Crédito ficando mais caro 

Há outro agravante no horizonte: o encarecimento do crédito. Apesar de o Banco Central ter mantido a taxa básica de juros (Selic) em 2% ao ano, o nível mais baixo da história, os juros futuros, que servem de parâmetro para a formação do custo do dinheiro, estão em disparada.  Continue lendo

Cartelas da Mega-Sena, da Loteria Federal

As Loterias Caixa anunciaram nesta quarta-feira (23) o lançamento de mais um tipo de jogo de aposta e sorteio nas casas, o Super Sete. O jogo é feito por colunas: a cartela tem sete colunas, numeradas de 0 a 9. Para cada coluna será sorteado um número. O objetivo é acertar o número sorteado da maior quantidade de colunas – quem acertar ao menos 3 já leva prêmios. 

O primeiro sorteio acontecerá em 2 de outubro (sexta-feira), com prêmio estimado em R$ 1 milhão. Cada aposta custa a partir de R$ 2,50, e o jogo pode ser feito nas casas lotéricas, no site das Loterias ou pelo app Loterias CAIXA, disponível para usuários iOS.

Cada jogador pode marcar de 1 a 3 números por cada coluna, mas o valor do jogo aumenta conforme a quantidade de números marcados – o valor de R$ 2,50 é pela aposta mais simples, de um número por coluna, e um total de 7 números por cartela. 

De acordo com cálculos na própria Caixa, a chance de acertar os 7 números sorteados, neste caso, é de 1 em 10 milhões – a menor probabilidade de todas as combinações. Quem escolhe a opção de apostar em três números em cada uma das 7 colunas (um total de 21), tem uma chance em 4.572 de acertar os 7 sorteados.  

Há também a opção de fazer apostas em grupo, por meio do Bolão Caixa, com valores a partir de R$ 10. 

Os sorteios do Super Sete acontecerão três vezes por semana, sempre as segundas, quartas e sextas-feiras, às 15h. As apostas podem ser feitas até uma hora antes (às 14h).

A Advocacia Geral da União (AGU) recorreu na noite desta quarta-feira (23) da decisão da Justiça Federal que suspendeu o retorno de médicos peritos às agências vistoriadas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Confira aqui na íntegra da decisão

“A decisão agravada, além de não atender ao requisito da probabilidade do direito, causa irreparável prejuízo à União, ao INSS e a centenas de milhares de beneficiários da Previdência Social, parcela vulnerável da sociedade”, diz a AGU no recurso.

O juiz Márcio de França, da 8ª Vara do Distrito Federal, atendeu a um pedido de liminar feito pela Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais (ANMP) em que a entidade argumenta que um ofício publicado antes do retorno ao trabalho colocou em risco a saúde dos peritos ao flexibilizar medidas sanitárias de prevenção à covid-19 nas agências da Previdência.

Na decisão, o magistrado afirma que “diante do risco de dano ao meio ambiente do trabalho e à saúde do trabalhador, cabe invocar o princípio da prevenção para suspender os atos administrativos que suprimiram ou relativizaram os itens básicos de proteção, restabelecendo-se as exigências sanitárias mínimas da norma original, bem como impedir o retorno dos associados da autora ao serviço presencial até a emissão de novos relatórios conclusivos de adequação das APS aos itens de segurança contra a contaminação do coronavírus”.

Na semana passada, a ANMP disse que não retornaria ao trabalho enquanto não se respeitassem protocolos sanitários. O grupo elevou o tom contra o governo em uma nota onde criticou o presidente do INSS, Leonardo Rolim; o secretário de Previdência, Narlon Gutierrez e o Secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Bianco.

Foram realizadas vistorias em agências do Distrito Federal para verificar as possibilidades de retomada das atividades cumprindo protocolos sanitários. Na ocasião, Leonardo Rolim disse que as agências retomariam normalmente os trabalhos na quinta-feira (17).

O PT avalia apoiar Davi Alcolumbre (DEM-AP) para mais um mandato de dois anos no comando do Senado Federal. O site Congresso em Foco ouviu senadores da legenda e o sentimento é de esperar um desfecho sobre a possibilidade de reeleição dentro da mesma legislatura e, caso isso aconteça, apoiar o amapaense.

Um importante senador do partido disse, sob a condição de anonimato, que pretende apoiar a manutenção de Davi Alcolumbre na presidência do Senado.

“Nesse momento a gente não tem uma posição partidária, precisa saber se ele é candidato. Agora eu particularmente, eu, eu, eu, se ele for candidato terá meu voto, mas isso é pessoal, a bancada vai ter que ver ainda.”

O senador Humberto Costa (PT-PE) também manifestou apoio a recondução de Davi Alcolumbre. Para ele, que liderou o partido em 2019, quando o PT resolveu apoiar Renan Calheiros (MDB-AL) para o comando do Senado, o senador do DEM do Amapá tem conseguido garantir a independência da Casa Legislativa.

O petista ressaltou que o apoio a Davi é uma opinião individual e que o assunto ainda não foi definido pelo PT no Senado. “Não discutimos ainda. Temos uma simpatia pelo nome do Davi, mas não está nada definido. Primeiro tem que ver se é possível ou não a reeleição e depois vamos tomar um posicionamento”, disse.

“Ele tem, com todas as suas limitações, garantido a questão da independência, da autonomia do Congresso Nacional. Não temos uma posição firmada sobre isso, vamos decidir, estou externando uma opinião meramente pessoal”, declarou.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira abre, a partir desta quinta-feira (24), inscrições para cursos profissionalizantes gratuitos para assistente administrativo e vendedor. Os cursos são uma parceria da Prefeitura com o Senac, uma das mais conceituadas instituições na área de formação profissional, e a Secretaria Estadual de Trabalho, Qualificação e Emprego. 

As inscrições devem ser feitas até o dia 30 de setembro, na Secretaria Municipal de Administração, na Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, próximo a UBS Mandacaru. Os interessados devem apresentar RG, CPF, comprovante de residência e o histórico ou declaração escolar. Para assistente administrativo é exigido o ensino médio, ainda que em curso; e para vendedor, o ensino fundamental completo. Jovens a partir dos 15 anos podem participar.  

Os cursos terão início no dia 05 de outubro e serão respeitados todos os protocolos de segurança sanitária. São 25 vagas disponíveis para cada um dos cursos, totalizando 50 vagas. Tudo absolutamente gratuito. 

A Diocese de Floresta, no Sertão de Pernambuco, promove um curso on-line “A privatização da água no Brasil e a Encíclica Laudato Si”. A formação inédita é uma iniciativa da Igreja sertaneja em parceria com a Associação Provida e o Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco (Sindur-PE).

O curso será ministrado pelo doutor em ciências sociais pela PUC-SP e pós-doutor pelo Instituto de Energia e Ambiente da USP, Flávio José Rocha. Durante os seis encontros, o especialistas apresentará o tema da água como bem comum essencial para a vida no planeta, o futuro e as ameaças que rondam a manutenção desse recurso.

As aulas ocorrerão sempre às quartas-feiras começando no próximo dia 30 e encerrando no dia 4 de novembro. Os encontros serão pela plataforma Zoom das 19h30 às 21h30. Os concluintes que tiverem participado de pelo menos quatro aulas receberão certificados.

Inscrições

Para participar os interessados devem fazer a inscrição até a sexta-feira (25). A vaga pode ser garantida por meio de formulário eletrônico (neste link), entrando em contato pelo WhatsApp nos números (87) 99974.6737  ou 99664.2732, ou ainda pelo e-mail providaassociacao@gmail.com

O investimento no curso é de R$ 25. O valor será revertido para a construção de cisternas na comunidade do povo indígena Kambiwá, em Inajá, município também do Sertão pernambucano.