Policial

Soldado foi socorrido para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, na Zona Oeste do Recife — Foto: Reprodução/Google Street View

Um soldado morreu após ser atingido por tiro na 2ª Companhia de Suprimento, localizado em Aldeia, em Camaragibe, no Grande Recife. Segundo o Comando da 7ª Região Militar, Welton Philipe Santos da Silva faleceu no último sábado (27).

Em nota, o Exército informou que um inquérito policial militar foi aberto para apurar as causas do acidente, que apura, entre outros pontos, se o disparo foi efetuado por outra pessoa ou foi feito de forma acidental pela vítima.

Ainda de acordo com a nota, o soldado foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá, no Recife, onde chegou a ser atendido, mas morreu.

“Está sendo prestado todo o apoio psicológico e religioso à família do militar. Os integrantes do Comando da 7ª Região Militar e do 7º Depósito de Suprimento sentem-se consternados pela perda e rogam a Deus pelo conforto da família enlutada”, disse ainda o texto.

A Polícia Civil informou que registrou o caso como morte a esclarecer após um soldado de 19 anos ser atingido por um disparo de arma de fogo em um quartel em Aldeia. “As investigações seguirão com a Justiça Militar, pois o crime ocorreu dentro das dependências do Exército”, afirmou a corporação.

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou, na manhã desta sexta-feira (26), a Operação MayDay com o objetivo de identificar e desarticular suspeitos de integrar uma organização criminosa voltada para os crimes de tentativa de homicídio, tráfico de drogas e crimes ambientais. A ação teve início em janeiro deste ano.

De acordo com o órgão, estão sendo cumpridos, hoje, oito mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Caruaru. Participaram da operação oitenta policiais civis. 

DIVULGAÇÃO/PCPE

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) e a Receita Federal no Estado deflagraram, nesta quinta-feira (25), a Operação Fake Clothing contra empresas que comercializavam roupas falsificadas através das redes sociais e de forma física. Duas pessoas, que seriam proprietárias de uma loja no Cordeiro, Zona Oeste do Recife, que revendia a mercadoria, foram presas, e duas toneladas de produtos falsificados, incluindo camisas e sapatos, foram apreendidas.

“A empresa também revendia mercadorias falsificadas em uma loja física no bairro do Cordeiro, atuando também como atacadista. No local, eram comercializadas mercadorias como bonés, bolsas, sapatos, perfumes, óculos e tênis de marcas famosas, todas falsificadas”, explicou a Polícia Civil.  A mercadoria apreendida está avaliada em R$ 1,5 milhão.

Um dos perfis de venda no Instagram, segundo a polícia, tem mais de 50 mil seguidores. “A utilização das redes sociais para a comercialização de mercadorias contrafeitas é monitorada pela inteligência de ambos os órgãos, que realizam operações de combate a essa conduta criminosa com frequência”, explicou a instituição. Continue lendo

Avião com a droga, em Salvador: PF foi chamada após aviso de pane Foto: Polícia Federal

A Polícia Judiciária de Portugal abriu inquérito para apurar quem encomendou mais de meia tonelada de cocaína encontrada em jatinho que levaria Lucas Veríssimo e o agente de Jorge Jesus para Portugal. Cartolas portuguesas estão sendo investigados. A Polícia Federal do Brasil, que fez a apreensão no aeroporto de Salvador, também atua no caso e diz que as investigações são sigilosas. A aeronave pertence ao táxi aéreo Omni Aviação e faria o voo de volta a Portugal, para o aeroporto de Tires, em Cascais, via Salvador.

Da capital baiana, o avião seguiu para Jundiaí (SP) e ficou lá por alguns dias. No retorno a Salvador, o piloto suspeitou de problemas no trem de pouso do jato e comunicou o fato à torre de controle do aeroporto internacional.

No último dia 9, mecânicos inspecionaram a aeronave e encontraram parte dos 500 quilos de cocaína. Agentes da Polícia Federal, com apoio de cães farejadores, acharam o restante do entorpecente. A cocaína estava acondicionada em pacotes com marcas de materiais esportivos famosos escondidos na fuselagem do avião.

Segundo o site UOL, para a Polícia Judiciária de Portugal, existem fortes indícios de que os atos preparatórios para o crime de tráfico de drogas, como a encomenda, o lugar para armazenar, esconder e transportar a cocaína no avião, foram planejados e cometidos em Portugal.

Policiais portugueses apuraram que a aeronave estava em um hangar de pintura em Portugal e chegou a Salvador em 28 de janeiro. A bordo se encontravam três tripulantes: o piloto, João Loureiro e o espanhol Mansur Mohamed Heredia. O carro deste último foi apreendido no aeródromo de Tires para ser periciado. Continue lendo

A Delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira prendeu em flagrante delito um homem por prática de crime de maus tratos contra animais. É a primeira prisão em flagrante no município com base na nova lei que pune mais severamente crimes praticados contra cães e gatos.

A lei 14.064, de 29 de setembro de 2020, acrescentou mais um parágrafo ao Art. 32 da lei 9.605, que trata das sanções penais e administrativas contra condutas e atividades lesivas ao Meio Ambiente, para aumentar a pena contra maus tratos contra gatos e cães, que agora passa a ser de reclusão de 2 a 5 anos, multa e proibição da guarda.

Na data de ontem, 24 de fevereiro de 2021, Policiais lotados na Delegacia de Afogados da Ingazeira receberam notícia de crime de maus tratos contra um cachorro de rua, onde foram informados que dois indivíduos tinham arrancado parte do testículo do animal. Com as informações repassadas por populares, os policiais saíram em diligência para capturar e prender os envolvidos no crime. Depois de muita diligência conseguiram chegar a um dos envolvidos, que foi preso em flagrante e confessou o crime, informando que apenas segurou o animal enquanto o outro envolvido cortava o testículo do cachorro. O outro envolvido não foi encontrado.

O preso será apresentado na audiência de custódia de hoje na Cidade de Afogados da Ingazeira, onde será decidido sobre sua prisão.

O crime gerou revolta na população pela crueldade como se deu. O animal foi socorrido e levado para uma clínica veterinária onde passou por atendimento e está internado recebendo os cuidados necessários, já que perdeu bastante sangue com os ferimentos.

Blog Ricardo Antunes

O mistério do desaparecimento, desde o ano passado, de mais de 300 armas de fogo de vários calibres ainda não foi desvendado. O arsenal estava no depósito do Coordenadores de Recursos Especiais (CORE), da Polícia Civil de Pernambuco, num prédio antigo protegido por câmeras e cerca elétrica. Ninguém foi preso e as investigações se arrastam.

Como as armas não tem o poder de evaporar, fica óbvio que algum grupo de policiais tem envolvimento com o caso. Informações apuradas pelo blog, dão conta de que o caso está sendo “escondido” por pessoas que não tem nenhum interesse de buscar os culpados.

Dois delegados foram designados para a investigação. A Polícia não confirma o número exato de armas sumidas, mas não nega o caso. Por aí já se observa o absurdo do evento. Todo mundo sabe que aconteceu, existem ofícios sobre o mesmo, e a direção da SDS ainda nega que tudo tenha ocorrido.

Até agora, apenas cinco comissários do depósito investigado foram removidos para outras unidades. Ninguém foi preso e as investigações se arrastam. Até quando senhor secretário da SDS, Antônio de Pádua, as investigações ficarão assim sem resultados?

Operação da PF

A PF em Pernambuco está investigando se há uma nova rota de tráfico internacional de drogas, principalmente cocaína, partindo de Fernando de Noronha para a Europa. Da ilha turística, por ser saída do território brasileiro pela costa, a suspeita é que veleiros podem estar sendo usados para o tráfico. 

A investigação sobre essa nova rota de tráfico internacional de entorpecentes veio à tona desde a apreensão de um veleiro, na última segunda-feira, carregado com 2,2 toneladas de cocaína, a 270 km da costa do Recife, em uma área considerada extensão do Brasil em alto mar. A origem da droga aprendida ainda é desconhecida. A embarcação foi interceptada pela Marinha do Brasil e Polícia Federal em cooperação internacional inédita com Reino Unido, Portugal e Estados Unidos.

Cinco pessoas foram presas em flagrante e conduzidas para a Superintendência da Polícia Federal, em Pernambuco, e passaram por audiência de custódia na tarde desta quarta-feira (17). Em depoimento, os homens detidos disseram que foram pagos para levar a droga, informou a PF, que não deu muitos detalhes sobre o caso, por estar em processo de investigação.

Após a audiência de custódia, as cinco pessoas presas tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça Federal em Pernambuco, e seguiram para o Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife. Continue lendo

Belo chega à Cidade da Polícia após ser preso — Foto: Reprodução/TV GLobo

G1

O cantor Marcelo Pires Vieira, mais conhecido como Belo, foi preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro nesta quarta-feira (17). Belo está sendo investigado pela realização de um show em uma escola localizada no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, mesmo sendo proibido em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

O show do cantor teria sido realizado no interior da Escola Municipal do Parque União nesse sábado (13). Vídeos que circulam pelas redes sociais mostram uma grande uma grande aglomeração de pessoas durante o evento, sem que elas fizessem, ao menos, uso de máscaras de proteção.

Além do artista, outras três pessoas receberam mandando de prisão preventiva, são elas dois sócios da produtora, Célio Caetano e Henriques Marques, também conhecido como Rick, e o chefe do tráfico no Parque União, Jorge Luiz Moura Barbosa.

Como o show não teve a autorização da Secretária Municipal de Saúde, também está sendo investigado se houve invasão ao colégio. Além dos mandados de prisão preventiva, a polícia também cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, em que uma delas foi feita na sede da empresa que organizou o evento, a produtora Série Gold.

“Fizemos o show seguindo todos os protocolos”

Na abertura da investigação, Belo, em entrevista à TV Globo, não negou ter feito o show e disse que seguiu todos os protocolos de segurança. “Fizemos o show seguindo todos os protocolos. Não temos controle do geral. Isso nem os governantes têm. As praias estão lotadas, transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas. Que foi o primeiro segmento a parar, e até agora não temos apoio de ninguém sobre a nossa retomada. Sustentamos mais de 50 famílias”, disse. Continue lendo

PM e PF destroem duas plantações de maconha em Betânia — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Uma operação conjunta da Polícia Militar com a Polícia Federal destruiu duas plantações de maconha, que totalizaram 12.020 pés, no município de Betânia, no Sertão de Pernambuco. A ação aconteceu na segunda-feira (15), mas as informações foram divulgadas nesta quarta (17).

Por volta das 5h, as equipes localizaram e queimaram a primeira plantação, com 11.680 pés da droga, a 18 km da cidade. No caminho de volta, a cerca de 6 km do centro, foi encontrada outra plantação, com 340 pés, que também foram incinerados.

As duas ações foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Federal de Salgueiro. A polícia não informou se foram encontrados os suspeitos de terem cultivado as plantações da droga.

REPRODUÇÃO

O número de mulheres assassinadas no último mês de janeiro cresceu em Pernambuco. De acordo com as estatísticas divulgadas pela Secretaria de Defesa Social (SDS), nesta segunda-feira (15), foram 25 mortes violentas – quatro a mais do que no mesmo período de 2020. O aumento foi de 19%. 

Do total de casos contabilizados pela SDS, nove foram classificados como feminicídios. Em janeiro de 2020, foram oito. Uma das vítimas, no mês passado, foi a manicure Dione Gomes da Silva (foto), de 40 anos.

Segundo as investigações, ela foi assassinada pelo namorado, Maurício Alves Andrade, 43, após ir para a casa dele, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, no dia 02 de janeiro. O corpo dela foi jogado no Rio Tejipió, no bairro de Afogados, na capital. No terceiro dia de buscas, o Corpo de Bombeiros encontrou o cadáver. O suspeito foi preso preventivamente por determinação da Justiça. 

HOMICÍDIOS

Em janeiro, segundo a SDS, 297 pessoas foram mortas no Estado contra 336 vidas perdidas no mesmo período de 2020. Uma diminuição percentual de 11,6%. A meta do Pacto pela Vida é de redução de 12%.  Continue lendo

Navio foi interceptado com cocaína a 270 quilômetros do Recife — Foto: Marinha do Brasil/Divulgação

Um veleiro carregado com 1,5 tonelada de cocaína foi interceptado na noite de domingo (14) pela Marinha a 270 quilômetros da costa do Recife. Segundo as Forças Armadas, cinco pessoas foram presas na operação, realizada em parceria com entidades internacionais de combate ao narcotráfico.

O caso foi divulgado nesta segunda-feira (15), mas desde sábado (13) a embarcação era monitorada pelas autoridades. A operação foi realizada pela Marinha e pela Polícia Federal, em parceria com o Centro de Análise e Operações Marítimas de Lisboa, em Portugal; com o Drug Enforcement Administration, dos Estados Unidos; e com o National Crime Agency, do Reino Unido.

A operação foi iniciada depois de troca de informações entre as agências, com a identificação do transporte de grande quantidade de cocaína em um veleiro catamarã. A embarcação teria partido do Brasil com destino à Europa. Havia mais de 70 pacotes com droga, segundo a Marinha.

Um navio-patrulha oceânico foi utilizado para interceptar a embarcação, que foi encontrada ainda em águas jurisdicionais brasileiras.

“O navio-patrulha oceânico Paraguai encontra-se, neste momento, escoltando a embarcação apreendida em direção ao Porto do Recife, onde os cinco tripulantes serão entregues à Superintendência da Polícia Federal. A previsão de chegada é terça-feira, 16 de fevereiro, pela manhã”, disse o comandante do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, Capitão de Mar e Guerra Paulo Freitas.  

Policiais federais participaram da operação e deram voz de prisão aos cinco tripulantes do veleiro, todos brasileiros. Eles serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal de Pernambuco, no Bairro do Recife. Na capital pernambucana, os cinco deverão passar por audiência de custódia. Continue lendo

Apreensão de cocaína negra embalada em pacotes de açaí em pó Foto: Divulgação

ÉPOCA

Uma encomenda de açaí em pó passou pela fiscalização de auditores da Receita Federal no Rio Grande do Sul, no dia 1° de fevereiro, e se transformou em uma apreensão inédita feita pela Polícia Civil do estado. Os pacotes chegaram ao município de Novo Hamburgo pelos Correios e, em vez de frutas desidratadas, as embalagens continham um tipo de droga que raramente é detectada no Brasil: a cocaína negra.

Este formato de entorpecente está presente no narcotráfico desde a década de 1980 e, neste período, tem passado praticamente despercebido pelas autoridades. Modificada quimicamente, a cocaína negra tem a coloração escurecida, não apresenta cheiro –  costuma passar percebido por cães farejadores – e é resistente ao narcoteste, um exame no qual aplica-se um reagente no produto suspeito e ele muda de cor se de fato for um narcótico.

Essas características fazem da cocaína negra um tipo de droga considerado perfeito para exportação. Sua capacidade de driblar as autoridades é refletida inclusive no preço da substância. Enquanto 1 kg de cocaína branca vale R$ 25 mil no mercado brasileiro, o equivalente do narcótico alterado para a cor preta custa por volta de R$ 230 mil.

A droga apreendida em Novo Hamburgo totalizava 26 kg e foi avaliada em cerca de R$ 6 milhões. Metade da carga foi detida no momento em que o receptador dos entorpecentes, um imigrante colombiano de 36 anos, recebia os pacotes em uma loja de produtos naturais que era proprietário. A Polícia Civil encontrou o restante estocado dentro do estabelecimento. Continue lendo

Maconha encontrada em Orocó — Foto: Divulgação / Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) divulgou nesta sexta-feira (12) o resultado de uma operação conjunta com a Polícia Militar (PM), realizada na última quarta-feira (10), na zona rural do município de Orocó, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a PF, foram erradicados cerca de 1.600 pés de maconha, além de armas e maconha pronta para a venda. Um homem foi preso.

Segundo a PF, quando as equipes chegaram até o local, avistaram três suspeitos, mas dois conseguiram fugir nadando pelo rio São Francisco. Na casa do homem que foi preso, os policiais encontraram 15 kg de maconha, 1,3 kg de sementes, uma espingarda calibre 12, além de munições calibre 12 e calibre. 40.

O preso, um agricultor de 43 anos, natural e residente em Orocó, confessou que a roça era de sua propriedade e que os outros dois que conseguiram fugir eram apenas ajudantes e que recebiam cerca de R$ 70 por dia para lhe auxiliar. Disse que era a primeira vez que estava plantando maconha e que a vendia pelo preço de R$ 250 o quilo.

O agricultor também disse, segundo a PF, que fumaria boa parte da maconha e que já havia sido preso e condenado a três anos de prisão em 2004 pelo crime de tráfico de drogas. Continue lendo

Quatro mandados de busca e apreensão foram expedidos nesta quinta-feira (11) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação para desarticular uma rede de vendas de celulares estrangeiros que entraram no Brasil sem os pagamentos fiscais, o que configura crime de descaminho. Ao todo, foram emitidos quatro mandados de busca e apreensão, em cumprimento na manhã desta quinta-feira (11).

A Operação Manzana, como foi intitulada, contou com a parceria da Receita Federal. Os mandados foram expedidos pela 36ª Vara da Justiça Federal de Pernambuco e o cumprimento deles ocorre de maneira simultânea em diferentes pontos em Olinda, no Grande Recife.

“Às vezes, se confunde o que é contrabando e descaminho. Contrabando é quando a venda da mercadoria é proibida no Brasil e as pessoas a trazem para ser comercializada clandestinamente. Já o descaminho é quando a mercadoria, como é o caso desses aparelhos celulares, tem a venda permitida no Brasil, porém eles não recolheram o imposto devido”, disse Giovani Santoro, chefe de comunicação da PF em Pernambuco.

Os investigados são suspeitos do crime de descaminho, quando há prática da sonegação de impostos. Caso sejam condenados, podem pegar penas que variam de um a quatro anos de reclusão.

Ainda segundo a Polícia Federal, as investigações tiveram início em dezembro de 2017 a partir de denúncias anônimas que apontaram perfis suspeitos em redes sociais. Continue lendo

Nesta segunda-feira (08), Policiais Militares do 14° BPM, durante patrulhamento na PE- 430 em Betânia, no Sertão de Pernambuco, receberam informações de terceiros de que um veículo GM Classic estava vindo do distrito de Sítio dos Nunes, no município de Flores, em direção ao distrito de São Caetano, Zona Rural de Betânia, com dois homens transportando droga.

De imediato fizeram um bloqueio na PE-340, e ao avistarem o veículo informado, perceberam que um dos ocupantes ao ver o policiamento jogou para fora do veículo um pacote. Logo em seguida realizaram abordagem no veículo, em seus ocupantes e recuperaram a droga que viria a ser cocaína, pesando 1,068kg.

Diante do ocorrido, os imputados junto com a droga apreendida no flagrante, foram entregues na Delegacia de Polícia (DP) local e posteriormente levados a DP de Serra Talhada para serem tomadas as medidas cabíveis.