Geral

Foto: Vicente Luiz/TCE-PE

Blog de Jamildo

O conselheiro Carlos Porto, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), enviou ofício para o secretário estadual de Saúde, André Longo, requisitando que o Governo do Estado apresente no prazo de dez dias, os critérios objetivos para o corte proporcional do repasse para as entidades privadas que gerenciam os hospitais de campanha da covid-19.

O relator se baseou em despacho técnico, da auditoria do TCE, que apontou que há “alteração da estrutura inicialmente prevista e contratualizada, com redução significativa dos leitos, deveria ter sido acompanhada da repactuação dos valores contratados, o que implicaria em redução substancial dos montantes a serem repassados”.

Ou seja, o número de UTIs efetivamente disponíveis é menor que os que constam no contrato de gestão, como já mostrado em reportagem do JC.

Em alguns casos estão disponíveis apenas 40% das UTIs contratadas, segundo o TCE.

De acordo com informações oficiais, Carlos Porto já tinha enviado um ofício para a Secretaria em 11 de maio, solicitando a redução dos repasses a maior para as organizações sociais de saúde (OSS), entidades privadas que recebem do Estado para gerenciar os hospitais de campanha, contratadas por emergência e sem licitação pelo Estado.

A Secretaria, no Ofício 066 – DGAJ/SES de 18 de maio, disse que não queria fazer o corte dos repasses, para não prejudicar as organizações sociais. A Secretaria propôs que fosse feito o pagamento integral das entidades privadas e, só após o término dos contratos emergenciais sem licitação, fosse apurado se havia algum valor para devolver aos órgãos públicos. Continue lendo

Beneficiários aguardam em fila abertura da agência da Caixa, em São Lourenço da Mata, nesta terça-feira (26) — Foto: TV Globo/Reprodução

G1

A média de isolamento em São Lourenço da Mata, no Grande Recife, entre a segunda-feira (25) e a segunda-feira anterior (18), quando não havia decreto impondo a quarentena mais rígida, aumentou em 2,7%. Nas cidades do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Camaragibe, esse aumento chegou a, no máximo, 2%. O período de quarentena vai até o domingo (31), podendo ser prorrogado pelo governo estadual em caso de baixa adesão.

Os dados foram divulgados pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). Na comparação feita entre os dias 18 e 25 de maio, São Lourenço aumentou a média de isolamento social de 47,5% para 50,2%, enquanto Recife aumentou de 51,4% para 52,4%, Jaboatão de 48% para 50%, Olinda de 50,9% para 52,1%, e, por fim, Camaragibe de 49% para 49,4%.

Como o aumento ainda não é significativo fica difícil perceber a mudança nas ruas. Em São Lourenço da Mata, por exemplo, as filas nas agências da Caixa para receber o auxílio emergencial de R$ 600 continuam.

Na calçada paralela à agência, a prefeitura do município instalou pias móveis para higienização pública. As estruturas, porém, estão sem água.

Mais 48 óbitos e 607 casos de Covid-19 foram confirmados em Pernambuco na segunda-feira (25). Com isso, o estado passou a ter 2.248 mortes e 28.366 confirmações dessa doença causada pelo novo coronavírus, números que começaram a ser registrados em março, no início da pandemia.

As chuvas devem persistir ainda nesta terça-feira (26) em todas as regiões do Estado, de acordo com informações da Agência Pernambucanas de Águas e Clima (Apac). A Região Metropolitana do Recife vai ter chuva durante a manhã e a noite, de intensidade fraca a moderada em áreas isoladas.

Também de intensidade fraca a moderada, as chuvas no Agreste e Sertão acontecem durante a tarde e a noite, em áreas isoladas.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada manhã e noite com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável

Máxima: 32° Mínima: 22°

Mata Norte

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada manhã e noite com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 21°

Mata Sul

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada manhã e noite com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 22°

Agreste

Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 35° Mínima: 17°

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 37° Mínima: 17°

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de forma isolada no período da tarde e noite com intensidade fraca a moderada.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 37° Mínima: 22°

O ministro Luis Roberto Barroso assumiu nesta segunda-feira (25) a presidência do Tribunal Superior Eleitoral com uma sinalização de quais devem ser os requisitos para o adiamento das eleições municipais deste ano em razão da pandemia do novo coronavírus. Embora deixe claro que não há nenhuma decisão tomada, o ministro descartou, apenas, o cancelamento do pleito para 2022. Barroso vai presidir a corte até 2022 — seu vice será o ministro Edson Fachin. Caberá ao novo presidente conduzir as eleições municipais deste ano.

“Em conversas preliminares com os ministros, o presidente do Senado e com o presidente da Câmara, constatei que todos estamos alinhados em torno de algumas premissas básicas: as eleições somente devem ser adiadas se não for possível realizá-las sem risco para a saúde pública; em caso de adiamento, ele deverá ser pelo prazo mínimo inevitável; prorrogação de mandatos, mesmo que por prazo exíguo, deve ser evitada até o limite; o cancelamento das eleições municipais, para fazê-las coincidir com as eleições nacionais em 2022, não é uma hipótese sequer cogitada”, disse em seu discurso — que também defendeu que as questões de saúde pública devem ser tratadas por sanitaristas. 

Segundo Barroso, uma das grandes preocupações da Justiça Eleitoral são as chamadas fake news — ou, em suas palavras, “as campanhas de desinformação, difamação e de ódio”. “Na medida em que as redes sociais adquiriram protagonismo no processo eleitoral, passaram a sofrer a atuação pervertida de milícias digitais, que disseminam o ódio e a radicalização. São terroristas virtuais que utilizam como tática a violência moral, em lugar de participarem do debate de ideias de maneira limpa e construtiva”, disse.  Continue lendo

Reunião de Jair Bolsonaro e ministros no dia 22 de abril

Agentes da Polícia Federal apreenderam no final da tarde desta segunda-feira (25) no Palácio do Planalto a câmera que gravou a reunião do dia 22 de abril entre o presidente Jair Bolsonaro e sua equipe de ministros.

O material foi levado para perícia. Os agentes querem verificar se houve algum tipo de edição no material que foi divulgado após decisão do ministro Celso de Mello, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF).

Representando 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros, os agricultores familiares enfrentam desafios durante a pandemia do novo coronavírus. Redução da demanda, dificuldade para escoar os produtos devido à necessidade do isolamento social e a queda dos preços são alguns dos fatores que dificultam a vida desses trabalhadores. O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) acompanha essas famílias e oferece ações de apoio para o enfrentamento dessas dificuldades.

Este formato de agricultura tem como base o compartilhamento do trabalho na família e representa, para cada grupo, sua principal fonte de renda. O agricultor mantém uma relação particular com a terra, seu local de moradia e trabalho. De acordo com o diretor de extensão rural do IPA, Reginaldo Alves, a agricultura familiar é responsável por 80% a 90% da dos alimentos contidos na cesta básica pernambucana. O instituto atende cerca de 50 mil famílias empregadas neste sistema no Estado.

Com a pandemia, surgiram desafios diante de um momento importante para a agricultura familiar em Pernambuco. O IPA, portanto, desenvolve algumas atividades de apoio ao setor. “O principal objetivo de nossas ações nesse contexto é aproveitar e garantir a renda nesse momento de chuva super importante para o cultivo. No Sertão, ou se planta até o mês de março ou o ano está perdido. No Agreste, o limite é o mês de maio”, avalia Reginaldo.

Seguindo determinações sanitárias de isolamento e saúde, o IPA oferece suporte aos agricultores que desejem se cadastrar para receber o auxílio emergencial do Governo Federal, realizam processos de renovação de documentos e financiamentos, criação de grupos no WhatsApp com os agricultores para compartilhamento de informações e debates acerca do cultivo, produção e reuniões por videochamada. Além disso, o IPA desenvolve e distribui digitalmente, materiais em formato de card para conscientização sobre o coronavírus e informações técnicas sobre prevenção durante este período. “Já estamos no oitavo card com circulação nas redes sociais, incluindo o WhatsApp. Orientamos também a fabricação de máscaras, como higienizar os alimentos e o corpo, além de boas práticas de conservação dos produtos. Uma equipe está focada nessa produção de conteúdo durante este período”, garante Reginaldo. Continue lendo

Registradores, servidores de prefeituras e servidores do Poder Judiciário de Pernambuco ainda podem se inscrever no “I Webinário do Programa Moradia Legal: regularização fundiária como Política Pública”. Devido à manutenção do site da Corregedoria, a inscrição agora segue até às 19h de 26 de maio em https://forms.gle/pazcHQyi6UuGg9Cz5. São oferecidas 200 vagas, e a lista de participantes deferida será divulgada nesta terça-feira (26).

O webinário tem início em 28 de maio e segue até 5 de junho no site da Corregedoria. No ambiente virtual, ficarão disponíveis informações sobre palestrantes, vídeos, material de apoio e atividades. De 3 a 5 de junho, serão realizadas videoconferências com registradores e servidores do Executivo. Entre os dias 6 e 10 de junho, ficará aberto período para o envio de memorial sobre as atividades pelos servidores do Judiciário.

Com participação voluntária de palestrantes, o webinário para formação de pessoal envolve profissionais das áreas Jurídicas, de Habitação, de Assistência Social e de Registro. As palestras serão oferecidas pelos desembargadores Fernando Cerqueira (presidente do Tribunal) e Luiz Carlos Figueirêdo (corregedor); e pelo advogado especialista em regularização fundiária, Renato Góes.

Integra ainda a programação, as palestras do presidente e do vice da Associação de Registrados de Imóveis (Aripe), respectivamente, os registradores Roberto Lúcio de Souza Pereira e Paulo Roberto Olegário; da gerente-geral e da gestora de projetos de Regularização Fundiária da Secretaria Municipal de Habitação do Recife, respectivamente, a advogada Tereza Borba e a arquiteta Mariana Souza; e a registradora Alda Paes.

Voltado à regularização fundiária, o Moradia Legal é organizado pela Corregedoria Geral da Justiça de Pernambuco (CGJ-PE) em parceria com a Presidência do Tribunal de Justiça (TJPE), a Aripe e o Executivo municipal e o apoio da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe). Mais informações através do e-mail naj.webinario.moradialegal@tjpe.jus.br (evento) ou moradia.legal@tjpe.jus.br (programa).

Confira a programação completa Aqui.

Diferente da última semana, Jaqueira, Recife e Casinhas são as cidades com o mais alto Índice de Isolamento Social segundo informações do Ranking de Isolamento Social (RIS) divulgado pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE), nesta segunda-feira (25). Os índices das cidades supracitadas são 62,8%, 61,3% e 60,6%, respectivamente. O Índice do Estado, em 24 de maio, foi de 56,6%, já no dia 17 foi de 58,9%, representando uma redução em relação ao mesmo período. O ranking é uma ferramenta pública, disponível no site do MPPE, no site: https://bit.ly/Ranking-IsolamentoSocial.

Entre as capitais brasileiras, Recife (61,3%)  é a cidade com o mais alto índice, liderando o isolamento social no Brasil. Ela  é seguida por Macapá, com 61% e Maceió, com 59,6%. Em relação aos demais estados da federação, Pernambuco ocupa o quarto lugar, ficando atrás do Amapá (60,73%), Acre (58,85%) e Rio de Janeiro (57,44%).

“As autoridades sanitárias têm relatado a necessidade de mantermos um isolamento de 70% para podermos ter uma redução de impacto na quantidade de infectados, no número de pessoas nos hospitais e, consequentemente, na redução de óbitos relacionados ao novo coronavírus. É preciso que a população entenda essa necessidade e fique em casa para conter o processo de contágio com o novo coronavírus. Estamos atuando em todo o Estado para garantir esse processo de isolamento, emitindo recomendações e realizando fiscalizações”, disse o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros.

O mais alto índice de isolamento ocorreu em 22 de março, quando o Estado alcançou 62% de isolamento. Pernambuco possui uma população com mais de 9,5 milhões de pessoas. O período com o pior índice de isolamento foi em 8 de maio, com 43,1% da população. Continue lendo

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, nesta segunda-feira (25), alerta de perigo de chuvas fortes para Região Metropolitana do Recife (RMR), Zona da Mata e Agreste de Pernambuco, de até 30 milímetros por hora e 50 mm por dia. O aviso é válido até às 8h desta terça-feira (26). Chove nas três regiões desde o sábado (23).

De acordo com o Inmet, há baixa possibilidade de alagamentos e pequenos deslizamentos de encostas em áreas de risco. Em caso de emergências, os moradores devem acionar o Corpo de Bombeiros ou a Defesa Civil.

Dados do monitoramento pluviométrico da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) apontam para São José do Belmonte, no Sertão do Estado, como cidade com maior índice de chuvas nas 24 horas contadas até as 8h desta segunda-feira, com 35,72 mm. O segundo maior número foi em Palmares, na Mata Sul, com 34,05 mm.

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

A última semana de medidas mais rígidas da quarentena para cinco cidades do Grande Recife, válidas até 31 de maio, começou com mais sete pontos de fiscalização de rodízio de veículos. A decisão foi tomada na última sexta-feira, 23, pelo Governo de Pernambuco, como tentativa de conter o avanço do novo coronavírus e melhorar os índices de isolamento social, que estão abaixo de 70%, o que seria ideal, de acordo com especialistas.

Até então, Recife, Olinda, Camaragibe, Jaboatão dos Guararapes e São Lourenço da Mata contavam com 43 pontos em suas principais vias. Cada cidade apresentou, respectivamente, 61,3%; 60,3%; 59,4%, 58,8% e 57,4% de porcentagem nesse domingo (24), segundo o Painel Índice de Isolamento Social do Ministério Público de Pernambuco e da empresa de tecnologia In Loco.

Nesta segunda-feira (25), o bloqueio está montado na Avenida Antônio de Góes, no Pina, Zona Sul do Recife, do lado esquerdo da pista, sentido centro, e causou trânsito intenso no local, já que os motoristas precisam parar e informar para onde estão indo, e apresentar documentação para provar que trabalham em serviço essencial, caso em que a circulação é permitida.

A Academia Pernambucana de Medicina divulgou manifesto em que pede “medidas imediatas ainda mais duras de distanciamento social” para conter a propagação do novo coronavírus. No texto assinado na última sexta-feira, o presidente da academia, Hildo Rocha Cirne de Azevedo Filho (foto), diz que é momento da sociedade civil e dos poderes públicos se manterem unidos e com “total comprometimento com os graves desafios humanitário, sanitário, científico e estratégico que o momento e história nos apresentam”.

A nota inicia citando estatísticas do novo coronavírus em Pernambuco. Até 21 de maio, o estado tinha 23.911 casos confirmados e 1.925 óbitos: “Especificamente na área da assistência à saúde, de um total de 7.983 profissionais examinados, 4.371 (55%) testaram positivo para a Covid-19 (com 27 óbitos) e 287 (3,6%) estão em investigação. Entre os casos confirmados, 2.710 são de profissionais de saúde que têm vínculo com a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, sendo que 420 (15,5%) são médicos”. “Esses números indicam que a pandemia ocasionada pela Covid-19 está fora de controle e, na medida em que respeitadas e confiáveis projeções sugerem, prenuncia-se que o nosso sistema de saúde se aproxima celeremente do caos”, adverte a associação.

O texto reforça a necessidade de “medidas imediatas ainda mais duras de distanciamento social” e que elas “só poderão ser efetivas se contarmos com a união de toda a sociedade civil, dos governos municipais, estaduais e das autoridades federais constituintes dos poderes Legislativo, Judiciário e, especialmente, do Poder Executivo”.

“Urge e rogamos que todos nós lutemos para permanecermos unidos, superando divisões e suplantando polarizações, sem deixar de observar os princípios fundamentais que orientam a assistência à saúde, e que nos concentremos na defesa intransigente da ética, da dignidade do ser humano, e em última análise na preservação da vida. razão de ser do nosso juramento médico”, conclui a associação.

Barroso e Fachin tomam posse como presidente e vice-presidente no TSE

O ministro Luís Roberto Barroso toma posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta segunda-feira (25), em uma cerimônia virtual. O ministro Luiz Edson Fachin assume a vice-presidência da Corte. O evento, sem plateia, ocorrerá às 17 horas e terá a presença do presidente Jair Bolsonaro de forma remota.

É o primeiro encontro do presidente com ministros que também fazem parte do STF após a divulgação do vídeo da reunião ministerial, determinada pelo decano da Corte, Celso de Mello. 

Em razão das medidas de distanciamento social adotada diante da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o evento será realizado, de forma inédita no Tribunal, com uma mesa virtual de autoridades.

Estarão presencialmente no Plenário do TSE a atual presidente da Corte, ministra Rosa Weber, os ministros Barroso e Fachin, que tomarão posse em seus cargos e o ministro Luis Felipe Salomão, escolhido para dar as boas-vindas ao novo presidente em nome da Corte.

Os ministros estarão a mais de dois metros de distância um do outro e adotarão as recomendações para proteção de todos, sem a participação de convidados e plateia, em cumprimento aos cuidados e medidas sanitárias recomendadas.

Os demais ministros que compõem o TSE e as autoridades que tradicionalmente estariam na mesa de honra participarão da cerimônia de forma virtual.

Além do presidente Jair Bolsonaro, foram convidados os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli.

Também fará da mesa virtual o procurador-geral Eleitoral, Augusto Aras, e o presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Nova presidência e vice-presidência

Ministro do STF desde 26 de junho de 2013, Luís Roberto Barroso passou a integrar o TSE como ministro substituto em setembro de 2014. Seu primeiro biênio como membro efetivo da Corte Eleitoral começou em 27 de fevereiro de 2018. Naquele mesmo ano, em agosto, foi eleito vice-presidente do TSE.

https://s2.glbimg.com/qlm9KhJ--trvl1VDmrKgEEWliUo=/0x0:1200x675/540x304/smart/filters:max_age(3600)/https://s2.glbimg.com/W92QMypMpIghBiI0h2v0giLIi5M=/1200x/smart/filters:cover():strip_icc()/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_59edd422c0c84a879bd37670ae4f538a/internal_photos/bs/2020/4/q/fwMAbzScegqDIfYyYkHw/2020-05-19t184957z-461916947-rc2urg968kbj-rtrmadp-3-health-coronavirus-usa.jpg

O presidente norte-americano, Donald Trump, oficializou neste domingo (24) que vai proibir a entrada nos Estados Unidos de pessoas que estiveram no Brasil nos últimos 14 dias.

Em nota enviada pela Casa Branca, Trump informa que o Centro para Controle e Prevenção de Doenças  (CDC) determinou que o Brasil está “experienciando uma transmissão generalizada e contínua de pessoa a pessoa” do novo coronavírus. Segundo ele, o potencial de transmissão não detectada do vírus por passageiros vindos do país “ameaça a segurança do sistema de infraestrutura de transportes e a segurança nacional” norte-americana.

O presidente dos EUA diz ainda que o livre fluxo de comércio entre os dois países “continua sendo uma prioridade econômica para os Estados Unidos” e que ele continua comprometido em facilitar as transações.

Mais cedo, o conselheiro de segurança da administração americana, Robert O’Brien, havia dito em entrevista à rede americana CBS que o governo americano faria o anúncio ainda neste domingo. Segundo ele, funcionários da Casa Branca “esperam que [o bloqueio] seja temporário”.

Desde o início da pandemia, o governo americano já baniu voos vindos de mais de 30 países.

Na última semana Trump já havia levantado essa hipótese e dito que se preocupava que os norte-americanos fossem infectados por passageiros vindos do Brasil.

“Eu me preocupo com tudo, eu não quero as pessoas vindo aqui e infectando nosso povo. O Brasil está tendo problemas, não há dúvidas sobre isso”, afirmou.

O Brasil se tornou o segundo país com maior número de casos confirmados da doença no mundo, enquanto os EUA seguem sendo o epicentro da pandemia, com mais de 1,6 milhão de casos. 

A Caixa Econômica Federal (CEF) credita nesta segunda-feira (25) novos lotes do Auxílio Emergencial, tanto da primeira parcela, para novos aprovados, quanto da segunda, para quem recebeu a anterior até 30 de abril. Ao todo, o benefício será pago a 7,8 milhões de trabalhadores, segundo o banco.

Veja quem recebe nesta segunda-feira:

  1. Segunda parcela: 5,2 milhões trabalhadores inscritos no Cadastro Único ou que se cadastraram através do aplicativo e do site, e que receberam a primeira parcela até 30 de abril, nascidos em setembro e outubro
  2. Segunda parcela: 1,9 milhão de trabalhadores beneficiários do Bolsa Família, cujo NIS termina em 6
  3. Primeira parcela: 0,7 milhões de trabalhadores do novo lote de aprovados do benefício, nascidos em agosto

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Depósito em poupança digital e restrição para saque e transferências

Para os beneficiários que vão receber a segunda parcela e não fazem parte do Bolsa Família, os pagamentos trazem mais restrições: todos vão receber por meio de conta poupança digital da Caixa – mesmo quem recebeu a primeira parcela em outra conta.

Além disso, a poupança digital não vai permitir transferências inicialmente – apenas pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual. Transferências para outras contas e saques só serão liberados a partir de 30 de maio.

Primeira parcela para novos aprovados

A primeira parcela para esse novo grupo será creditada na conta escolhida pelo beneficiário, da forma como receberam os primeiros beneficiários: nas contas da Caixa, na Poupança Social Digital ou em contas de outros bancos. Esses beneficiários também poderão fazer o saque em espécie do auxílio na data da liberação.

  • 19 de maio (terça): nascidos em janeiro
  • 20 de maio (quarta): nascidos em fevereiro
  • 21 de maio (quinta): nascidos em março
  • 22 de maio (sexta): nascidos em abril
  • 23 de maio (sábado): nascidos em maio, junho ou julho
  • 25 de maio (segunda): nascidos em agosto
  • 26 de maio (terça): nascidos em setembro
  • 27 de maio (quarta): nascidos em outubro
  • 28 de maio (quinta): nascidos em novembro
  • 29 de maio (sexta): nascidos em dezembro

O calendário do pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial começou na segunda-feira (18) e seguirá até 13 de junho. O calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição.

O calendário da segunda parcela vale apenas para quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril. O governo não informou quando vai pagar a segunda parcela para quem receber à primeira depois desta data.

A última atualização do Monitor de Secas aponta que em Pernambuco parte do território registrou áreas sem seca em abril, o que não acontecia desde novembro de 2019. Além disso, houve a redução da gravidade do fenômeno no Estado com o avanço das áreas com seca fraca e recuo da seca moderada. Assim como em março, abril registrou chuvas acima da média. A exceção ficou com a Zona da Mata, porção leste, onde as precipitações ficaram ligeiramente abaixo da média.

Tal condição, somada aos indicadores de curto e longo prazo, resultou na redução da intensidade da seca em todas as regiões do estado. Com isso, houve recuo da seca moderada no São Francisco, Agreste e Mata Pernambucana, assim como redução da área com seca fraca no Sertão Pernambucano, próximo ao Ceará e à Paraíba, o que resultou em áreas sem seca. Com exceção da faixa litorânea, onde os impactos são de curto prazo, no restante do estado predominam impactos de longo prazo.

Com as chuvas de abril, o Monitor de Secas registrou uma redução das áreas com seca na Bahia, Ceará, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins. No caso do Espírito Santo, o Estado não registra nenhuma área com seca desde março. Já em Alagoas todo o estado permanece com seca.

Também houve a redução da gravidade das secas em oito estados: Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. O Ceará manteve áreas somente com seca fraca e Tocantins teve poucas mudanças na severidade da seca entre março e abril. No caso do Maranhão, houve um aumento da área com seca moderada no sul do Estado.

De modo geral, a seca no norte do Nordeste apresenta impacto de longo prazo, associado principalmente ao déficit hídrico de chuvas abaixo da média na região entre 2012 a 2018. No entanto, as precipitações observadas nos quatro primeiros meses do ano trouxeram melhora nos impactos de curto prazo e a consequente recuperação das pastagens, acumulação de água nos pequenos e médios reservatórios, além da recuperação de alguns perímetros irrigados. Continue lendo