Por meio de boletim, o governo de Pernambuco anunciou, nesta quarta-feira (27), que foi dada a autorização para a contratação imediata de profissionais de saúde, com o objetivo de fortalecer a rede estadual durante a pandemia do novo coronavírus. 

Aprovados em seleção simplificada, do total de profissionais contratados 269 são enfermeiros assistenciais plantonistas, que atuarão em hospitais da rede, enquanto 90 são enfermeiros reguladores plantonistas, que reforçarão o trabalho da Central de Regulação de Leitos do Estado, que foi ampliada pelo Governo do Estado.

“Para enfrentar essa pandemia, Pernambuco realizou a maior contratação de quadros de toda a sua história para reforçar os serviços estaduais de Saúde, tanto para garantir a substituição eventual de profissionais, como ampliar o número de leitos dedicados à Covid-19. Com essa nova convocação, chegamos a 6.035 profissionais convocados”, explica a secretária executiva de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde, Ricarda Samara.

Até então, Pernambuco teve mais de seis mil vagas abertas, entre a convocação de concursados da SES-PE (2.815 vagas), e seleções da UPE (670), Lacen-PE (114) e da própria Secretaria de Saúde (2.436). Deste montante, cerca de 2,8 mil profissionais já estão em efetivo exercício na rede estadual. A SES-PE ainda prevê outro chamamento, com a ocupação de mais 2,7 mil cargos.

Além do chamamento, o Estado também aproveitou o documento para anunciar uma portaria que tem por objetivo garantir a mobilidade interna de mais de 1 mil profissionais de saúde, que estavam atuando em setores eletivos e ambulatoriais, e que agora estão na linha de frente da Covid-19.