Monthly Archives: outubro 2017

Foto: Diego Nigro/JC Imagem

Em sua visita as obras da Transposição, no começo do ano, Temer foi cobrado sobre o atraso na implantação na Transnordestina. Na visita, ele prometeu que o governo federal em breve teria novidades. Não se tem notícia de avanço algum, de lá para cá.

No próximo mês, a potencialidade do modal ferroviário será colocada em pauta durante uma série de palestras gratuitas promovidas pela UBM Brazil, com apoio das empresas ALSTOM e Thales. As palestras acontecem de 7 a 9 de novembro, sempre das 14 às 18 horas, no Expo Center Norte, em São Paulo.

Com base em três macrotemas – Infraestrutura Ferroviária, Manutenção e Inovação – serão abordados assuntos, como o panorama sobre o setor metroferroviário e as perspectivas a partir das prorrogações antecipadas das concessões das linhas férreas em operação, a implementação do sistema de VLT no Rio de Janeiro, os desafios da integração do transporte público, as reformas necessárias para a rede ferroviária nacional, entre muitos outros.

As palestras exclusivas serão ministradas por autoridades, especialistas, executivos e representantes das principais entidades setoriais do País. Entre os convidados estão o diretor-presidente da Concessionária ViaQuatro, operadora da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, Harald Zwetkoff; o especialista em Infraestrutura Sênior do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Sergio Iaccarino; o diretor de Desenvolvimento de Negócios em Transportes da Thales, Thomaz Aquino; o presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado; e o diretor de Desenvolvimento de Negócios América Latina da ALSTOM, Cristiano Saito.

Para incentivar a interação com o público, as palestras serão apresentadas em três palcos simultâneos, todos em um mesmo espaço, onde, os participantes poderão optar pelo tema que preferem assistir, escolhendo o canal de som específico nos fones de ouvidos. Cada palestra tem a duração de 40 minutos e a capacidade é para até 70 pessoas. As vagas serão preenchidas por ordem de chegada. A programação acontece em paralelo a NT Expo – Negócios nos Trilhos, evento que reúne o setor metroferroviário.

Ascom

Quem passou pela Concha Acústica na noite do último sábado, teve a chance de conferir a volta da Feirinha de Artesanato ao local. A ação contou com a presença de cerca de vinte artesãs e artesãos da cidade e zona rural do município e será realizada sempre no último sábado de cada mês, dentro do Projeto Vem pra Concha, idealizado pela Prefeitura Municipal de Serra Talhada, por meio da Secretaria Executiva de Comunicação Social.

Nas seis barracas foram expostos diversos artigos artesanais como bolsas, calçados, chaveiros, roupas, toalhas de prato, bordados, pedrarias, bonecas, bijuterias e flores. As barracas foram compartilhadas pelas artesãs e artesãos de diversas partes do município, como Santa Rita, Bernardo Vieira, Vila Bela, Cohab, São Cristóvão, Várzea, Bom Jesus, IPSEP e centro, articulados pela Secretaria Executiva da Mulher. Bastantes entusiasmados, os participantes aprovaram a iniciativa, a exemplo do artesão Gilmar Miguel (28), que produz artesanato em ferro para decoração de salas e jardins. “Muito boa oportunidade, pretendo vir todo mês agora”, disse ele.

A Feirinha de Artesanato recebeu tanto grupos tradicionais, como as Maria’s Artesãs, ONG Avança Santa Rita e Fundação Social das Mulheres Renovadas do Vila Bela, como pessoas que estão começando no artesanato, como as artesãs Erineide Mariano (26) e Edilene Maria Santos (35), de Bernardo Vieira, que trabalham com couro e papel corino desde abril. “A gente faz bolsas, faz sandálias, mas ainda não tinha exposto em nenhum lugar, ai vimos à notícia que ia ter essa feirinha e viemos pra cá, mesmo longe vale a pena vir pra mostrar nossas coisas”, contou Erineide.

Outra artesã entusiasmada era a jovem Aldejane Kelle (28), moradora do IPSEP, que trabalha com produtos personalizados. “Eu faço presentes e brindes personalizados, tem chaveiros, travesseiros, agenda, caderno, toalhas, tem muita variedade, então fui convidada pra participar hoje e gostei da ideia”, contou Aldejane, que é dona do Ateliê Negra Lua, no centro. Membro da Fundação Social das Mulheres Renovadas do Vila Bela, Elisângela Siqueira (38), agradeceu o apoio do governo municipal através da Secretaria Executiva da Mulher. “Trabalhar com artesanato não é fácil, mas se a gente se dedicar, a gente consegue. E tem o apoio também da Secretaria da Mulher, que está sempre conosco, nos levou pra Fenearte, faz oficinas”, disse.

Envolvida na articulação da feirinha, a secretária executiva da Mulher, Mônica Cabral, falou sobre a importância do empreendedorismo, principalmente para as mulheres. “Nós dedicamos o mês de março ao tema empreendedorismo, porque para romper o ciclo de violência é importante que as mulheres sejam empreendedoras, que gerem renda e tenham consciência que essa renda lhes pertence, e um dos caminhos que nós vimos para incentivar foi à produção artesanal, então fizemos várias oficinas e estamos acompanhando esses grupos, além de já estarmos planejando outra série de oficinas agora para novembro em parceria com o Sebrae”, contou Mônica Cabral.

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira promove desta segunda até a quarta-feira (1º), oficinas para auxiliar e capacitar os artesãos afogadenses em aspectos relevantes para a sobrevivência dos seus negócios.

As oficinas acontecerão no Centro de Comercialização de Artesanato no Mercado Público Municipal, em uma parceria entre a Prefeitura de Afogados da Ingazeira e o SEBRAE. Quem desejar obter maiores informações deve procurar presencialmente a Sala do Empreendedor, na Rua Dr. Roberto Nogueira Lima, nº 165, ou através do telefone: (87) 3838.1906.

“Sei vender”, “sei formar preço” e “sei controlar meu dinheiro” serão os temas das capacitações.

http://am.radiomedianeira.com.br/wp-content/uploads/2017/08/GIROFLEX.jpg

Na última sexta-feira supostos policiais federais em número de dez, usando dois veículos Gol prata, invadiram uma residência no Riacho do Gado, de Tabira, quebraram móveis e levaram algemado o agricultor Jeferson Clementino do Nascimento, de 23 anos. O pai, Dagoberto Bispo do Nascimento procurou a Polícia Militar, a Polícia Civil e a Delegacia de Policia em Afogados da Ingazeira e não havia nenhum registro de ocorrência da prisão de seu filho.

No sábado por volta das 06h15 a GT de Iguaracy foi solicitada, via telefone, de que no sítio Souza havia um cadáver, as margens da estrada vicinal. A área foi isolada e às 10h os policiais civis chegaram ao local, bem como o Sr. Dagoberto Bispo, que reconheceu a vítima, como sendo seu filho Jeferson.

A vítima tinha antecedentes criminais por posse Ilegal de arma de fogo, bem como era usuário de drogas, conforme relatou seu genitor. A polícia ainda não tem pistas dos assassinos. As informações foram repassadas ao PE Notícias pelo comunicador Anchieta Santos, das rádios Pajeú AM e Cidade FM.

http://www.ricardobanana.com/wp-content/uploads/2017/10/Sem-t%C3%ADtulo6.png

O Congresso da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), foi encerrado no inicio da tarde deste domingo (29). O evento que reuniu vereadores e servidores das casas legislativas de diversos municipios do Estado, contou com a presença do ministro de Minas e Energia Fernando Filho, que pôde apresentar a proposta de privatização do Governo Federal e a nova conjuntura política.

Cerca de 300 vereadores participaram do evento, entre eles, todos os vereadores de Afogados da Ingazeira, como também, a vereadora do Recife, Marília Arraes (PT).

Para a presidente da Câmara de vereadores de Dormentes, Rosarinho Damasceno (PSB), que compõe a direção da UVP e é parlamentar da “Terra da Caprinovinocultura”, o evento foi excelente pelo conteúdo e participação de várias casas legislativas do estado.

“O evento contou com boas palestras proferidas pelos deputados Lucas Ramos, Guilherme Coelho e do ministro Fernando Filho, além das presenças do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho e do deputado estadual Odacy Amorim (PT). Houve uma palestra técnica proferida pelo Dr. André Leandro Barbi de Souza, sobre o processo legislativo e de assuntos pertinentes ao legislativo de cada município, rodada de conversas e articulações com as vereadoras e presidente de Câmara das Mulheres”, comentou.

Na manhã deste domingo a palestra foi proferida pelo Dr. Danilo Falcão, consultor jurídico de Câmaras municipais e abordou o tema sobre processos legislativo, o encontrou encerrou com sorteios de prêmios entre os participantes.

Para a vereadora da cidade de Ouricuri no Sertão do Araripe, Delvânia Sobral (PSDB), a UVP está no caminho certo, buscando realizar Congressos para colocar o vereador em sintonia com o que acontece no Brasil e é um meio de interatividade com outras cidades.

“O meu mandato é pautado na área da saúde, pelo meu conhecimento por ser da área,  mas sem descuidar de outras ações, procuro estar  presente em todas regiões do meu município e esse Congresso da UVP pôde abrir um novo horizonte para desenvolver o meu mandato”, esclareceu.

Arquivo/Agência Brasil

Cem candidatos aprovados no concurso público realizado pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em 2016 tiveram suas nomeações autorizadas. A portaria do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) com a autorização para as contratações foi publicada no Diário Oficial da União.

Os novos servidores públicos são de nível intermediário, para o cargo de Técnico do Seguro Social. O certame, para o total de 950 vagas, havia sido autorizado em junho de 2015. Até a publicação desta portaria, já haviam sido autorizadas 750 nomeações: 600 aprovados para o cargo de Técnico do Seguro Social e 150 Analistas do Seguro Social.

A confirmação das 100 contratações divulgadas na última quinta-feira deverá ocorrer até o dia 31 de dezembro deste ano. O INSS é responsável por verificar as condições para a nomeação dos candidatos aprovados.

O presidente aparece empatado tecnicamente com o senador Aécio Neves, que aparece com 93% / Foto: Evaristo Sá/AFP

Estadão Conteúdo

Em pesquisa mensal, realizada pelo Instituto Ipsos, a onda de rechaço aos políticos começa a cair. O resultado veio após atingir o pico nos últimos meses de pesquisas. Na averiguação, candidatos à presidência tiveram resultados positivos em relação aos meses anteriores. Apenas dois políticos tiveram aumento na desaprovação: o senador Aécio Neves (PSDB), com 93%, e o presidente Michel Temer (PMDB), com surpreendentes 95% de desaprovação.

O barômetro político identificou, ainda, um decréscimo na desaprovação de políticos do PSDB, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital paulista, João Dória. Lula (PT) e Marina (Rede) conseguiram índices satisfatórios na aprovação, com 41% e 36%, respectivamente.

Redução

Em alguns casos, a redução da desaprovação foi significativa, como nas taxas de Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede). Em outros, a diminuição se deu dentro da margem de erro. A desaprovação de todos continua alta, mas retrocedeu para níveis detectados em levantamentos anteriores.

Danilo Cersosimo, diretor do Ipsos, ressalta que só as próximas pesquisas indicarão se de fato há uma mudança de tendência ou se este é um resultado pontual. Mas ele tem uma hipótese a testar: a de que esse refluxo na rejeição aos políticos está relacionado à percepção de que serão mesmo esses os nomes na disputa presidencial de 2018.

"Nos últimos anos, as pessoas demonstravam não querer (como candidato) ninguém do mundo político, estavam esperando um messias", afirma Cersosimo. "Mas não surgiu o salvador da pátria”.

O resultado, segundo o diretor do Ipsos, é que o sentimento de indignação começa a ser substituído pelo de resignação.

"A pauta das eleições está cada vez mais presente. A opinião pública se dá conta de que este é o quadro, estes são os nomes, e é dali que um candidato terá de ser escolhido. Em algum momento, o mau humor e o ranço contra os políticos terá de dar lugar a uma definição racional do voto."

Segundo ele, isso vai ocorrer, claro, "se não surgir um nome de fora que não estamos enxergando". Nas últimas semanas, voltaram a ganhar força as especulações sobre uma possível candidatura presidencial do empresário e apresentador de televisão Luciano Huck, cujo nome não foi avaliado na atual pesquisa.

'Messias'

Outros candidatos a "messias" estão perdendo espaço na opinião pública, conforme Cersosimo. "Sergio Moro não dá nenhum indício de que entrará na política, e o prefeito de São Paulo, João Doria, já tem algum desgaste (mais informações na página ao lado)."

Doria chegou a seu pico de desaprovação na pesquisa Ipsos de setembro, com 58%. Em outubro, a taxa oscilou para 56%. Já a aprovação do prefeito tucano subiu de 16% para 21%.

Esse movimento de melhora foi observado em todos os nomes do PSDB incluídos na pesquisa – com exceção do senador Aécio Neves (MG), cuja desaprovação chegou a impressionantes 93%, em empate técnico com a do presidente Michel Temer (95%).

A desaprovação ao governador paulista Geraldo Alckmin caiu de 75% para 67%, entre setembro e outubro. A do senador José Serra (SP), de 80% para 75%.

Recuperação

Para Cersosimo, isso pode indicar um começo de reaproximação de determinada faixa do eleitorado com o PSDB. "Há um segmento importante que não quer nem Lula nem Bolsonaro na Presidência. É natural que a percepção em relação aos nomes do PSDB e de Marina Silva comece a ficar mais positiva."

A performance de Marina, que anda longe dos holofotes da política, chama a atenção do diretor do Ipsos. A pesquisa de outubro foi à terceira em que houve aumento da aprovação à ex-ministra do Meio Ambiente. Desde julho, a taxa passou de 21% para 36%. No mesmo período, a desaprovação foi de 62% para 51%.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também colheu bons resultados na pesquisa Ipsos. Sua taxa de aprovação oscilou positivamente de 40% para 41%, a mais alta na série histórica do instituto, que vem desde agosto de 2015. Já a desaprovação oscilou para baixo, de 59% para 58%.

Cersosimo observa que a melhora da avaliação de Lula, observada em recentes pesquisas, coincide com a decisão do petista de sair para o "corpo a corpo" com o eleitorado, em caravana pelo Nordeste.

A desaprovação ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) também refluiu em outubro, de 63% para 55%, retornando ao patamar que ele exibia em agosto.

Judiciário

Entre os nomes do Poder Judiciário avaliados pelo Ipsos, houve melhora nas taxas de aprovação do juiz federal Sérgio Moro (de 48% para 52%) e do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa (de 38% para 48%).

Já o ministro do Supremo Gilmar Mendes, que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral, segue com o desgaste em tendência de alta. Sua desaprovação subiu de 70% para 75% no último mês.

Acontece na próxima terça-feira (31), das 14h às 17h, na Escola Manoel Pereira Neto, no Bom Jesus, um mutirão de documentação para mulheres dentro da Campanha Nenhuma Pernambucana sem Documento, da Secretaria da Mulher de Pernambuco.

A ação está sendo articulada juntamente com a Secretaria Executiva da Mulher de Serra Talhada e tem o apoio do Programa Mãe Coruja. Serão emitidos 200 documentos pessoais, sendo 100 carteiras de identidade (a partir da 2ª via) e 100 certidões de nascimento ou casamento (também 2ª via).

Para emissão da Carteira de Identidade é preciso levar a Certidão de Nascimento ou Casamento (original e cópia) e 02 fotos (3×4) e para emissão da Certidão de Nascimento ou Casamento é preciso levar algum documento, como Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade ou Registro de Nascimento.

Documentação obrigatória:

Carteira de Identidade: Certidão de Nascimento ou Casamento (original e cópia) e 02 fotos (3×4).

Certidão de Nascimento ou Casamento: Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade ou Registro de Nascimento.