Monthly Archives: abril 2018

http://meusul.com.br/fotos/noticias/2012/IMAGEM_NOTICIA_11.jpg

Uma onda de assalto vem tirando o sossego dos moradores da Zona Rural de Sertânia, essa semana o alvo foram os povoados de Waldemar Siqueira e Rio da Barra.

O Povoado de Waldemar Siqueira foi roubado pela  segunda vez um estabelecimento comercial, já em Rio da Barra tentaram roubar também outro estabelecimento comercial.

No sítio Barro Vermelho, duas motos foram tomadas de assalto, o segundo assalto no mesmo sítio, ocorreu em uma residência onde amordaçaram a moradora e levaram 4 botijão de gás. “Pois é minha gente, aquela tranquilidade que tínhamos na Zona Rural não existe mais, cada dia um novo assalto, isso na Zona Rural, imagina na cidade?”, disse um morador assaltado.

http://1.bp.blogspot.com/-gtjLueBapI8/VQlu8P1oGBI/AAAAAAAABHI/3YhsrVWDuNY/s1600/S%C3%A3o-jose-do-egito-2012.jpg

A Unidade do Sebrae no Sertão Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica, em parceria com a Prefeitura Municipal de São José do Egito, realizará entre os dias 04 e 06 de maio, mais uma edição do ‘Seminário SerTão Mais Criativo’.

A proposta é potencializar o desenvolvimento local por meio da economia criativa em municípios do sertão pernambucano: Serra Talhada, São José do Egito e Exu, fomentando a visão empreendedora entre os agentes culturais, orientar as empresas para o mercado, criar uma rede de parceiros comerciais entre os empreendimentos criativos do território sertanejo e criar soluções para o desenvolvimento do mercado cultural.

O evento pretende atingir artistas, autores, técnicos, produtores e empresários da cidade. Durante o Seminário, serão focados três pilares: Turismo Cultural, Gastronomia Local e Hotelaria Domiciliar. “É muito importante para o município potencializar o desenvolvimento local por meio dessa linha de trabalho. Em São José do Egito, em especial, também será focada a questão da poesia, literatura, cultura e o artesanato”, defende a Analista do Sebrae, Ana Paula.

Entre os palestrantes confirmados para o evento estão: Márcia Xavier, representante da União Brasileira de Compositores em Pernambuco; André Lira, consultor de Economia Criativa do Sebrae; Leonardo Salazar, consultor de economia criativa do Sebrae; Paulo André, Festival Abril do Rock; Roger de Renor, produtor cultural e criador do Som da Rural; Jamerson de Lima, Festival Coquetel Molotov; Paulo de Castro, Festival Janeiro de Grandes Espetáculos e Gilberto Freyre, Fundação Gilberto Freyre.

As palestras acontecem no Auditório do Sebrae e as demais programações serão na Rua João Pessoa, em frente ao Beco de Laura, a partir das 18h. O evento é uma realização da Unidade do Sebrae no Sertão Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica, bem como AD Diper e Governo do Estado de Pernambuco, com apoio da Prefeitura Municipal de São José do Egito e Instituto Lourival Batista.

O evento é gratuito e os interessados em participar das palestras, devem fazer um cadastro no dia e local do evento. As vagas são limitadas.

PROGRAMAÇÃO:

04/05 – SEXTA-FEIRA

PALCO PRINCIPAL

19h – Solenidade de Abertura.

19h30 – Cantoria com os artistas Afonso Pequeno, Zé Carlos Pajeú, Adelmo Aguiar e Denílson Nunes.

20h30 – Mesa de Glosa com Jorge Filó, Zé Adalberto, Henrique Brandão, Zezé Neto, Daiane Rocha, Elenilda Amaral e Gonga.

22h30 – Som da Rural (Música, Vídeo e Cultura Viva).

ESPAÇO DE EXPOSIÇÃO E CONVIVÊNCIA

19h às 22h – São José Fazendo Arte.

Feira e exposição de artesanato, instrumentos musicais e gastronomia da região.

05/05 – SÁBADO

AUDITÓRIO

10h – Seminário “Direitos Autorais e Economia Criativa”.

Continue reading

Brenda Alcântara/LeiaJáImagens/Arquivo

Com o PT prestes a definir, no próximo dia 12, como estará alinhado nas eleições deste ano em Pernambuco, o Movimento de Base (MoB) da legenda anunciou, nesta segunda-feira (30), o apoio à candidatura da vereadora do Recife Marília Arraes ao Governo do Estado. Na nota em que divulga a postura, o grupo rechaça a possibilidade do PT voltar a ocupar o mesmo palanque que o PSB no Estado e observa que Marília tem “sintonia com os preceitos e linhas programáticas” da legenda de reforçar a esquerda no país.   

“Marília Arraes vem defendendo e lutando, acreditamos que sua candidatura representa ganhos políticos fundamentais na defesa do presidente Lula, diante de toda a perseguição que está sofrendo, e disputa pela narrativa de esquerda no Estado de Pernambuco e, sobretudo, pelo conjunto de ações planejadas que nos apresentou”, diz o texto, listando propostas apresentadas pela pré-candidata petista ao grupo. 

Apesar da indefinição, a tendência que vem ganhando força na legenda, a partir da possibilidade do PSB também ter candidato à Presidência da República não apoiando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), é de que o partido não firme aliança e concorra ao comando do Palácio do Campo das Princesas, contra o governador Paulo Câmara (PSB).

O que pesa contra o PSB de Pernambuco, de acordo com o MoB petista, é que ele “teve papel fundamental no apoio ao golpe”, como chamam o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). “O governador Paulo Câmara liberou todos os secretários (que tinham mandatos federais) para assumirem seus cargos a fim votarem a favor do ‘impeachment’ sem crime. Todos os deputados do PSB, bem como o então senador pelo PSB, Fernando Bezerra Coelho, votaram sim para o GOLPE [sic]”, argumenta o texto. 

Outras práticas que, segundo o movimento, contribuíram para deixar o PSB oposto “aos ideais progressistas e democráticos do PT, impossibilitando qualquer reaproximação” foram o apoio do PSB no segundo turno das eleições de 2014 ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) inaugurando “um clima de agressões e ódio à Dilma e ao PT” e o fato de “outdoors e pichações em muros com a frase ‘O PT matou Eduardo’ se espalharem por Recife”. 

Veja a nota na íntegra:

Apoio a Marília Arraes

 MoB – Movimento de Base do PT

 “A ousadia necessária rumo à mudança sempre que preciso.”

 Nós, do MoB -Movimento de Base do PT, vimos a público nos colocar nossa posição em relação às eleições de 2018 em Pernambuco.

 O Partido dos Trabalhadores passa por uma série de ataques jamais vistos a um partido político no Brasil desde a redemocratização. A perseguição ao PT ultrapassa os muros dos quartéis, adentrando nas casas e mentes da elite branca, rica e privilegiada, que jamais tolerou os benefícios que os governos do PT fizeram ao povo, dentro do país e até fora dele.

 Nossa maior liderança está presa, vítima de uma perseguição política, através de um processo jurídico repleto de nulidades e arbitrariedades. Desde o início do GOLPE de 2016 assistimos o ódio crescer, alimentado por uma imprensa oligárquica e compromissada seus financiadores. Fomos atacados em locais públicos e não reagimos. Assim a direita fascista ganhou força e criou um estado de exceção, amparado por uma grande parcela do judiciário federal elitista, analfabeto político e messiânico. É neste cenário de exceção judiciária, política e dos meios de comunicação de massa que teremos (ou não) as eleições no ano corrente. 

O GOLPE, com seus principais protagonistas: deputados, senadores, governadores, judiciário federal e meios de comunicação, trouxe profundos retrocessos sociais, políticos e econômicos à sociedade brasileira. Ousaram retirar direitos da CLT, algo tão brutal que nem a Ditadura Militar foi capaz tentar.

Continue reading

http://metropolitanafmcaruaru.com.br/wp-content/uploads/2017/04/energia-conta-celpe-pernambuco.png

A partir desta terça-feira (1º), as casas lotéricas não receberão mais pagamentos de contas de luz em Pernambuco. A mudança ocorreu devido ao rompimento de um convênio entre Caixa Econômica Federal e a companhia pernambucana. Por causa dessa novidade, os clientes terão menos opções para efetuar o pagamento da taxa. Porém, além dos bancos, alguns estabelecimentos comerciais são credenciados pela companhia para receber os valores referentes às contas de luz.

"Os clientes, no entanto, não serão prejudicados e permanecerão contando com milhares de pontos para quitação das contas em todos os municípios pernambucanos", informou a Companhia de Energia.

Em nota, a Celpe ainda informou que "devido às dificuldades enfrentadas nas negociações com a Caixa Econômica Federal (CEF), que inviabilizaram a renovação do convênio de arrecadação, especialmente em função de seu alto custo para a empresa e, futuramente, aos próprios consumidores".

Pagamento

Ao todo, existem no Estado mais de 650 pontos de arrecadação e que até o final do ano, serão quase mil estabelecimentos credenciados a receber o pagamento.

Os clientes que não desejarem sair de casa, basta utilizar o internet banking, os aplicativos dos bancos para smartphones, ou autorizar o débito direto na conta corrente. No terceiro caso, o cliente precisa solicitar autorização em sua agência bancária ou ao gerente de sua conta.

Dentro de trinta dias, todos os municípios de Pernambuco terão Centros de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) instalados e em funcionamento. Para a universalização do serviço, faltam a implantação de CREAS em apenas 13 municípios. Os espaços são montados pelas prefeituras, em parceria com os governos Estadual e Federal (cofinanciamento). “As c ondições técnicas e financeiras foram disponibilizadas. Os recursos foram repassados às prefeituras. Agora, falta apenas decisão política dos prefeitos”, afirma a gestora da Gerência de Proteção Social Especial de Média Complexidade, Lioniza Santos (foto).

Os CREAS são equipamentos da rede de serviços da Assistência Social, com o objetivo de atender, acolher e assistir todos os cidadãos vítimas de violação de direitos. Funcionam com um advogado, um assistente social, um psicólogo e um técnico de nível médio. No local a população também pode buscar orientação jurídica, encaminhamentos para serviços da assistência e apoio para o acesso à documentação pessoal.

A universalização da oferta dos CREAS Municipal, explica Lioniza Santos, ocorreu a partir do Plano de Regionalização dos Serviços de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), aprovado pelo Conselho Estadual de Assistência Social, para municípios com populações abaixo de 20 mil habitantes e que ainda não tinham implantado esse equipamento.

Em 2016, Pernambuco tinha 130 CREAS Municipais, distribuídos em 124 municípios. De acordo com o Plano de Regionalização, foram pactuados CREAS para 59 municípios e o Distrito de Fernando de Noronha, para a oferta do PAEFI, que visa garantir a universalização do acesso da população aos serviços especializados do Sistema Único da Assistência Social (SUAS).

Dos municípios que realizaram a pactuação, 55 formalizaram o termo de aceite até o final de 2017. Destes, 42 já estão com os equipamentos implantados e registrados no CadSUAS. Os outros 13 municípios deverão implantar os seus CREAS até o dia 31 maio.

“É um serviço muito importante para os municípios e as equipes da SEASS estão à disposição para contribuir na estruturação dos serviços da assistência”, diz Lioniza, ressaltando que já foram pagas todas as parcelas dos recursos do cofinanciamento. “O dinheiro está nas contas das prefeituras”, garante.

No dia 04 de maio, a equipe da SEASS fará a formação das equipes contratadas para atuar nos CREAS dos municípios de Afrânio (Sertão do São Francisco) e Santa Filomena (Sertão do Araripe), com previsão de inauguração até o final do mês.
Este ano, foram inaugurados quatro CREAS: dos município de Carnaíba, no Sertão do Pajeú; Barra de Guabiraba e Cachoeirinha, no Agreste Central; e Salgadinho, no Agreste Setentrional.

Foto: André Nery/Acervo JC Imagem

O advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, protocolou nesta segunda-feira (30) uma ação popular contra a mudança da bandeira tarifária da conta de luz de verde para amarela, que gera custo adicional nas contas de energia já a partir de maio, anunciada na última sexta-feira (27) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O advogado usa como argumento na ação, movida na 3ª Vara Federal de Recife, o “desvirtuamento” da utilização das bandeiras tarifárias por parte da Aneel, que, segundo ele, não tem servido a finalidade que se propõe, sendo detectado por auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). A ação pede a suspensão da mudança de bandeira até o julgamento do pedido de liminar protocolado por Campos.

No pedido, Antônio Campos relata que uma auditoria do TCU constatou que o Sistema de Bandeiras Tarifárias aplicado nas contas de luz “não cumpre os objetivos para o quais foi criado: sinalizar os custos reais de geração de energia, tornar as contas mais transparentes e alertar o consumidor sobre o aumento na tarifa, levando a um consumo consciente e diminuindo a demanda energética”.

Campos citou ainda fala do ministro do TCU Aroldo Cedraz. “O sistema não tem alcançado o objetivo de reduzir a demanda por energia. O consumidor é induzido a acreditar que seria ele o maior beneficiário do sistema. Isso faz parte de uma cultura perversa, que nos persegue em todos os momentos das políticas públicas”, afirmou Cedraz.

Ainda de acordo com Campos, um dos motivos alegados pela Aneel para mudança da bandeira tarifária, o fim do período úmido e a menor incidência de chuvas que teriam levado a redução dos reservatórios das hidroelétricas do Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste não procede.

“O mês de abril, em Pernambuco, foi o mês mais chuvoso nos últimos 7 anos”, afirma o advogado. A ação pede a suspensão da mudança da bandeira tarifária que traz mais custo ao consumidor, que acaba de ter um aumento anunciado das tarifas elétricas.

Ascom

A Prefeitura de Serra Talhada realiza nesta terça-feira, 1º de maio, a 6ª Caminhada do Trabalhador, abrindo oficialmente a programação do aniversário de 167 de emancipação política do município. A programação segue até o dia 31 de maio com uma série de inaugurações, ordens de serviço, caravanas e shows musicais.

A concentração da caminhada será a partir das 06h, na Academia das Cidades, do IPSEP, e saída às 07h, passando por diversas ruas da cidade, com destino ao Bairro Bom Jesus, onde acontecerá a Caravana do Bem-Estar, a partir das 09h, na Escola Neto Pereirinha.

Serão oferecidos diversos serviços de saúde e beleza na Caravana do Bem-Estar, como aferição de pressão arterial, testes rápidos de glicemia, sobrancelhas, manicure, limpeza de pele, massagem, depilação, maquiagem, entre outros.

Confira a programação completa:

01 de maio

Caminhada do Trabalhador – Saída da Academia das Cidades do IPSEP, 7h

Caravana do Bem-Estar – Escola Neto Pereirinha, 9h

04 de maio

Noite de Glória: Shows de Marília Marques – Leo Godoy + participações especiais – Concha Acústica, 19:30h

05 de maio

Ordem de Serviço para construção da nova Praça Sérgio Magalhães – Matriz de Nossa Senhora da Penha, 20h

Especial Artistas da Terra – Concha Acústica, 21h

06 de maio

Desfile Cívico

Corte do Bolo (Pátio da Feira)

11 de maio

Inauguração da Rua 11 e Onofre Magalhães – bairro Cohab, 16h

18 de maio

Dia de Enfrentamento ao Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes

19 de maio

Inauguração da USF, da reforma e ampliação do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Varzinha – 9h

Caravana da Cidadania – Varzinha – 10h

25 de maio

Inauguração da Estação Juventude, Alto Bom Jesus – 16h

29 e 30 de maio

Seminário de Gestores Ambientais do Pajeú – a partir das 8h

31 de maio

Café da Manhã e Coletiva com a Imprensa – Casa da Cultura, 8h

Inauguração USF Bom Jesus – 16h

Junto com representantes da Caixa Econômica Federal e do Governo Municipal de Sertânia, o prefeito Ângelo Ferreira assinou contrato, durante reunião com a Associação de quilombolas do Sítio Severo, na Zona Rural do município, para construção de 18 casas populares para famílias daquela localidade.

“Essas 18 casas serão a solução para 18 famílias. E nós vamos buscar mais. Vamos tratar de construir mais casas não só para as comunidades rurais, como na Zona Urbana do município. Essa reunião foi importante para darmos mais esse passo”, comentou.

A secretária Rita Rodrigues, de Desenvolvimento Social e Cidadania, também esteve presente no ato de assinatura juntamente com representantes de uma cooperativa de construção de casas da cidade de Custódia. A pasta se empenhou para a realização deste feito.

“A Prefeitura ajudou, a Caixa Econômica é parceira e as associações cuidaram do trabalho. Vamos continuar a luta. Já foram construídas algumas casas nos Sítios Favela, Jatobá e na Cachoeira dos Guilhermes, através do programa de construções rurais”, lembrou a secretária.

http://www.ipa.br/novo/arquivos/noticia/1666-hortaemtodocantodofrumdearcoverde.jpg

Adolescentes infratores, do município de Arcoverde e cidades vizinhas, que estão cumprindo medidas socioeducativas, estão auxiliando nos cuidados a horta implantada na sede do Fórum de Arcoverde, sertão pernambucano.  O espaço foi implantado na sede do fórum em março de 2018, com a realização do curso inicial para a confecção dos canteiros e plantio das mudas, além de sementes, pois o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) aderiu ao programa Horta em Todo Canto.

Na última quinta-feira os primeiros resultados foram alcançados, pois os menores envolvidos realizaram a primeira colheita e no mesmo dia ocorreu o 1º Chá da Colheita.

O evento aconteceu no hall do Fórum Clóvis de Carvalho Padilha e contou com a participação de magistrados e servidores da instituição; servidores da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase/Arcoverde); extensionistas do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), responsáveis pelo programa na região; e de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas.

Na ação foram distribuídas hortelã, coentro e alfaces nacional e americana. Além de serem servidos chás e sucos com ingredientes cultivados no local.

A horta faz parte do programa Horta em Todo Canto, idealizado em 2016, pela primeira-dama do Estado, Ana Luiza Câmara. O programa é realizado pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco, e da Superintendência das Ações de Segurança Alimentar e Nutricional (SUASAN-PE), ligada à Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude do Estado, além de ter o envolvimento de outras secretarias do governo pernambucano.

Nesta segunda-feira (30), começa o prazo para as inscrições do concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que vai selecionar 63 profissionais de níveis médio e superior, com salários de até R$ 6 mil.

Os interessados podem se inscrever até o dia 4 de junho pelo site da instituição. A taxa de inscrição varia de acordo com o cargo e vai de R$ 69 a R$ 89. O pagamento poderá ser feito até 6 de julho.

As provas serão realizadas no dia 22 de julho, no Recife. O edital foi publicado na última terça-feira (24) no Diário Oficial. Do total de vagas, 15 serão para analista de saneamento, que tem remuneração inicial de R$ 6.743,28. 

Nove vagas são para analista de gestão, com salário de R$ 6.107,67. Além delas, há 11 para assistente de saneamento e gestão em nível técnico, que tem a remuneração de R$ 2.108,48, e 28 em nível médio, com salário de R$ 1.442,36. A organizadora do concurso é a Fundação Getúlio Vargas (FGV).