http://www.charlesaraujo.com.br/site/wp-content/uploads/2018/07/silva1.jpg

Após entrevista que repercutiu muito no município e até fora dele, onde o deputado federal Daniel Coelho criticou a postura do prefeito Romonilson Mariano, de São José do Belmonte, no Sertão pernambucano, foram os motivos do prefeito rescindir um contrato que o filho do blogueiro e jornalista Silva Lima, que apresenta o programa Ponto a Ponto, numa emissora de rádio local e comandou a entrevista, tinha com a Prefeitura. O contrato foi rescindido logo após a entrevista (cerca de uma hora depois), contrato esse que foi obtido, segundo o próprio Silva Lima, após seleção simplificada na área da saúde, que aconteceu no mês de Abril do corrente ano.

Na verdade, o prefeito Romonilson Mariano, ao rescindir o contrato do filho, tentou atingir o jornalista Silva Lima, ato este lastimável, apenas por que o jornalista conduziu uma entrevista no qual o entrevistado, no caso o deputado Daniel Coelho, foi contra a alguns pontos e atos de sua gestão.

O comunicador não tem nenhuma responsabilidade pelas palavras dos seus entrevistados, o programa Ponto a Ponto, conduzido pelo Jornalista Silva Lima, desde sua criação em 26 de Junho de 2018, sempre convidou pessoas ligadas ou não ao grupo do atual gestor, e continuar fazendo da mesma forma, trabalhando de forma imparcial, independentemente dos fatos ocorridos.

Art. 73 da lei Eleitoral nº 9504/97

Pela lei – “nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, extra ofício, remover, transferir ou exonerar servidor público, na circunscrição do pleito, nos três meses que o antecedem e até a posse dos eleitos, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados: a) a nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança”

A penalização descabida gerou indignação na comunidade local e repercute no estado, a não observância das cinco exceções, atitude que desloca o gerir do foco principal, que também é, proporcionar estabilidade social e transparência de gestão em todos os âmbitos. Com informações do blog CA Notícias.