Júlio Gomes/LeiaJáImagens

Agora no time da oposição ao governador Paulo Câmara (PSB), o ex-governador de Pernambuco João Lyra Neto (foto) vem participando ativamente dos encontros do grupo “Pernambuco Vai Mudar” afirmando sobre a necessidade de dar um “novo rumo” ao estado. Lyra que já chegou a dizer que foi expulso do PSB se mostrou confiante sobre uma possível vitória do pré-candidato a governador Armando Monteiro (PTB) e não poupou críticas a Câmara. 

João Lyra disse que Paulo Câmara não tem força. “Eu faço parte da grande maioria da população pernambucana que acredita que o governador não tem força, não tem liderança política e que não tem demonstrado ser um bom gestor”, disparou. Lyra, que foi ex-prefeito de Caruaru e também vice do ex-governador Eduardo Campos, ainda ressaltou que Pernambuco está perdendo. “Isso significa que Pernambuco está perdendo e perdendo muito em todas as áreas. Ele não foi formado para ser liderança política”, reiterou. 

João Lyra Neto afirmou que há chances de vitórias de Armando contra o atual governador e também dos deputados federais Mendonça Filho (DEM) e Bruno Araújo (PSDB), que são pré-candidatos ao Senado Federal. “Eu acho que há chances em torno das três candidaturas. Pernambuco precisa mudar, isso é um slogan que não é dos partidos, é da população pernambucana. Eu acho que Mendonça e Bruno se incorporando a essa campanha como candidato majoritário com certeza fortalece, unifica e dá muita força à candidatura de Armando”. 

Ele ainda acredita que a chapa da oposição representa renovação política. “Eu acho que Armando, Mendoncinha e Bruno representa o sentimento não apenas de renovação, mas fundamentalmente de restabelecimento de Pernambuco”.