Foto: Ana Maria / NE10 INTERIOR

Por volta das 9h10 da manhã deste sábado (1º), o governador Paulo Câmara (PSB) desembarcou no Aeroporto de Garanhuns ao lado do senador Humberto Costa (PT) e da candidata a vice Luciana Santos (PCdoB), para cumprir agenda com Fernando Haddad (PT), até então candidato a vice do ex-presidente Lula (PT) que teve sua candidatura impugnada nessa sexta-feira (31) pelo TSE.

Com agenda na cidade natal do ex-presidente, Haddad participará de um ato público com integrantes da Frente Popular na Praça Dominguinhos e concederá entrevista coletiva no Hotel Tavares Correia, em Garanhuns, afim de se tornar mais conhecido na região já que ele deverá assumir o posto de candidato do PT com a impugnação da candidatura de Lula. Após o término da atividade, Haddad segue para Maceió.

Com o voto do ministro Admar Gonzaga, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) formou maioria, na noite dessa sexta-feira (31), para negar o registro da candidatura de Lula à presidência da República. Além dele, acompanharam o relator, Luís Roberto Barroso, contra a postulação do petista, Jorge Mussi, Og Fernandes e Tarcísio Vieira. Edson Fachin divergiu e foi o único que opinou para que Lula seja candidato.

Lula está preso desde o dia 7 de abril na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).