Jair Bolsonaro

A proposta de Jair Bolsonaro de dar 13º para os beneficiários do Bolsa Família não se sustenta. Segundo o vídeo do capitão, ele obteria dinheiro “combatendo as fraudes”, ou seja, cortando quem recebe e não deveria. Mas a conta não para em pé.

O custo do Bolsa Família será de R$ 28,7 bilhões em 2018.

Cada um dos doze meses custa portanto R$ 2,39 bilhões.

Para liberar esse valor para um 13º, Bolsonaro teria portanto que encontrar este mesmo valor em fraudes.

A maior auditoria já feita no programa, pela CGU, no ano passado, encontrou benefícios irregulares para 345.000 famílias, totalizando R$ 1 bilhão.

A menos que Bolsonaro saiba novos métodos para encontrar fraudes, além dos já existentes, ele teria que cortar cerca de 800 mil famílias do programa.