O prazo para se inscrever no programa Mais Médicos se encerra neste domingo (16). São 8.517 vagas para atuação em unidades básicas de saúde em 2.824 municípios e 34 DSEI (Distritos Sanitários Especiais Indígenas), que antes eram ocupadas por médicos cubanos. A remuneração é de R$ 11.865,60.

Segundo o Ministério da Saúde, até às 17h da última sexta-feira (14) 8.630 haviam se inscrito. Destes, 2.626 ainda não compareceram ou iniciaram os trabalhos nas localidades – cerca de 1/3 do total. Para esta etapa, o prazo se estende até a próxima terça-feira (18).

O cronograma atualizou ainda os seguintes prazos:

  • 20 a 21(dez): médicos com CRM no Brasil escolhem municípios com vagas disponíveis;
  • 27 a 28 (dez): médicos brasileiros formados no exterior escolhem municípios com vagas disponíveis;
  • 3 a 4 (jan): médicos estrangeiros formados no exterior escolhem municípios com vagas disponíveis.

Não é preciso terminar todo o processo de inscrição no mesmo dia. O médico interessado tem até 24 horas para finalizar o envio dos 17 documentos necessários para validação da inscrição.

Edital do Mais Médicos é emergencial

O edital do Mais Médicos foi publicado no Diário Oficial da União em 19 de novembro como medida emergencial depois da saída de Cuba do programa.

Em 14 de novembro, o governo cubano anunciou o rompimento do acordo e a retirada dos cerca de 8.300 profissionais. O programa foi lançado durante a gestão de Dilma Rousseff (PT), em 2013.

De acordo com o Ministério da Saúde, o país discorda das condições que seriam impostas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro.