SES registra aumento de 24% nos casos de sífilis em Pernambuco / Foto: Reprodução / Internet

Com a proximidade do carnaval, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) alerta para cuidado com as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Segundo o último boletim epidemiológico divulgado pela SES, em 2017, houve um aumento de 24% nos casos de sífilis adquirida em Pernambuco: 1.805 homens e 1.470 mulheres foram infectados.

Os números são comparados ao ano de 2016, quando 1.386 homens e 1.246 mulheres contraíram sífilis. Um aumento total de 643 casos. Os dados de 2018 ainda não foram revelados pela SES.

HIV e AIDS

Até outubro de 2018, o número de casos de HIV e Aids caiu, em relação a 2017. 1.692 pessoas contraíram o vírus HIV e 445 desenvolveram a Aids. Em 2017, foram 2.697 casos de HIV e 1.001 pessoas que desenvolveram a Aids. Os dados ainda são preliminares e podem ser revisados, portanto, estão sujeitos a alteração.

Segundo a gerente do programa estadual de IST/AIDS/HIV, Camila Dantas, durante o ano, a SES promove ações de prevenção, controle e tratamento das infecções sexualmente transmissíveis. Em época de folia, Camila Dantas alerta sobre uso da camisinha para evitar as IST’s.

ISTs

As infecções sexualmente transmissíveis são causadas por vírus, bactérias ou outros microrganismos. São transmitidas, principalmente, por meio do contato sexual sem o uso de camisinha masculina ou feminina, com uma pessoa que esteja infectada.

A transmissão de uma IST pode acontecer, ainda, da mãe para a criança durante a gestação, o parto ou a amamentação. O atendimento e o tratamento são gratuitos nos serviços de saúde do SUS. Com informações da TV Jornal.