Monthly Archives: fevereiro 2019

http://sertanianews.com.br/novo/wp-content/uploads/2017/11/Prefeitura_Sertania.jpg

A Prefeitura de Sertânia, através da Secretaria de Educação, a exemplo do Governo de Pernambuco, também emitiu uma nota afirmando que as escolas da rede municipal não cumpririam a recomendação pedida em carta pelo ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez.

Na nota, o Governo Municipal de Sertânia afirma que “acredita que o Brasil deve priorizar a aprendizagem por meio de um pacto entre a União, Estados e Municípios”.

Em carta a todas as escolas públicas e privadas do País, o ministro pediu que o Hino Nacional fosse cantado, que as crianças fossem filmadas e que um texto com slogan da campanha de Jair Bolsonaro fosse lido a todos. Educadores e juristas criticaram à medida que foi revelada pelo Estado.

Confira na íntegra a nota da Prefeitura de Sertânia

A respeito da carta enviada pelo Ministério da Educação às escolas, a Secretaria de Educação de Sertânia informa que o tema não foi tratado de modo institucional.  O entendimento é que a ação do MEC fere a autonomia dos entes da Federação (Estados e Municípios) e das escolas.

O Governo Municipal de Sertânia acredita que o Brasil deve priorizar a aprendizagem por meio de um pacto entre a União, Estados e Municípios. Neste contexto, informamos que esta medida proposta pelo MEC não terá aplicabilidade nas escolas do município de Sertânia.

Ex-padre, Wagner Portugal virou delator e confessou corrupção em entidade ligada à cúpula da Igreja Católica que administra hospitais do Rio de Janeiro. Foto: Reprodução

ÉPOCA

Um homem que durante anos foi braço direito do cardeal arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, admitiu participar de esquema de corrupção na Saúde do governo Sérgio Cabral e se tornou delator premiado. O ex-padre Wagner Augusto Portugal, um dos colaboradores da Operação S.O.S., desdobramento da Lava Jato no Rio, confessou sua participação no desvio de R$ 52 milhões dos cofres estaduais envolvendo contratos da Secretaria de Estado de Saúde do Rio com a organização social católica Pró-Saúde em 2013. Uma das linhas de investigação da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) no Rio apura se parte dessa propina bancou despesas pessoais de sacerdotes.

O delator, diretor de Relações Institucionais e de Filantropia da Pró-Saúde, frequentava o Palácio São Joaquim, residência oficial de Dom Orani, e tratava o arcebispo com intimidade, chamando-o de “você” — muito distante do protocolar “Eminência” reservado aos demais cardeais. Afastado do sacerdócio pelo Vaticano por desobediência, a pedido do bispo de Juiz de Fora, Dom Gil Antônio Moreira, Portugal acompanha os passos de Dom Orani desde que ele foi eleito bispo da Diocese de São José do Rio Preto, em São Paulo, em fevereiro de 1997. A entrada de Wagner Portugal nos negócios com a saúde pública, de acordo com investigadores, ocorreu em Belém, no Pará, quando o cardeal atuava como arcebispo da capital paraense, entre 2004 e 2009. Apoiado pelo amigo, o ex-padre assumiu a gestão de seis hospitais públicos paraenses.

As investigações, conduzidas pelos procuradores da República da Operação Calicute, versão da Lava Jato no Rio, caminhavam em segredo até a terça-feira dia 26, quando o ex-governador Sérgio Cabral, em nova estratégia de defesa assentada na confissão, prestou depoimento ao juiz Marcelo Bretas: “Não tenho dúvida de que deve ter havido esquema de propina com a OS (organização social) da Igreja Católica, da Pró-Saúde. Não tenho dúvida. O Dom Orani devia ter interesse nisso, com todo respeito ao Dom Orani, mas ele tinha interesse nisso. Tinha o Dom Paulo, que era padre e tinha interesse nisso. E o Sérgio Côrtes nomeou a pessoa que era o gestor do Hospital São Francisco. Essa Pró-Saúde certamente tinha esquema de recursos que envolvia religiosos. Não tenho a menor dúvida”.

A força-tarefa da Lava Jato ainda busca conexões entre o dinheiro desviado e a vida pessoal de sacerdotes ligados à Pró-Saúde. As investigações apuram se compras de roupas, artigos religiosos, refeições e viagens aéreas, incluindo voos fretados, foram ou não pagas com dinheiro da corrupção. Não há indício até agora do envolvimento direto de Dom Orani no esquema, como insinuou Cabral, nem de que ele soubesse que suas despesas fossem bancadas por dinheiro desviado de contratos públicos.

Dom Orani Tempesta na Catedral Metropolitana do Rio. Mais de 20 anos de amizade com Wagner Portugal, ex-padre que confessou a participação em fraudes de mais de R$ 50 milhões. Foto: Ana Branco / Agência O Globo

Uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do país, a Pró-Saúde é sediada em São Paulo, mas os contratos com o Rio de Janeiro chegaram a representar 50% do faturamento nacional da entidade, que cresceu de R$ 750 milhões em 2013 para R$ 1,5 bilhão em 2015. Hoje, a organização tem sob sua responsabilidade mais de 2 mil leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, sendo 2.900 médicos, atuando na rede do Sistema Único de Saúde.

A organização é comandada por uma diretoria estatutária, formada por cinco sacerdotes católicos liderados pelo bispo Dom Eurico dos Santos Veloso, e contrata diretores executivos para gerir as filiais regionais e os contratos com entes públicos. A organização se define como “alicerçada na ética cristã e na vasta experiência católica de trabalho social, voltada aos mais diversos públicos, nas mais distintas realidades”. “A Pró-Saúde prima pela valorização da vida e pela defesa das condições essenciais para o desenvolvimento das pessoas”, informa em seu site.

As investigações da Lava Jato contra a organização criminosa comandada por Sérgio Cabral desaguaram, no ano passado, na Operação S.O.S., que levou à prisão 21 pessoas, entre elas o ex-secretário de Saúde Sérgio Côrtes e os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita. O objetivo da operação foi aprofundar a investigação sobre as fraudes ocorridas na Secretaria de Estado de Saúde do Rio com a contratação da Pró-Saúde, que administrou vários hospitais estaduais a partir de 2013, como Getúlio Vargas, Albert Schweitzer, Adão Pereira Nunes e Alberto Torres.

As investigações apontam que Iskin tinha influência tanto sobre o orçamento e a liberação de recursos pela Secretaria de Saúde quanto sobre as contratações pela Pró-Saúde, indicando empresas e fornecendo toda a documentação necessária, como cotações de preços e propostas fraudadas, para instruir o procedimento de contratação. Em contrapartida, Iskin cobrava a devolução de 10% sobre o valor dos contratos dos fornecedores da organização social, distribuídos entre os demais membros da organização criminosa, como Sérgio Côrtes e Gustavo Estellita.

Em denúncia encaminhada em outubro ao juiz Bretas contra 30 envolvidos, a força-tarefa relatou que a entrada da Pró-Saúde no estado do Rio foi arquitetada por Miguel Iskin, com aval de Côrtes. A denúncia imputa aos denunciados os crimes de quadrilha, organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro, constrangimento ilegal com emprego de arma de fogo e corrupção ativa e passiva por fatos apurados nas investigações.

Um dos trunfos da investigação foi a delação de Wagner Portugal, reforçada pela colaboração de sua irmã, Wanessa Portugal, que morreu em janeiro passado, e de outros quatro delatores. Wagner e Wanessa, ambos advogados, mantinham em São Paulo, na época, um escritório que funcionava na prática como o departamento jurídico da Pró-Saúde. Eles detalharam o esquema de corrupção, que usava contratos fictícios de fornecimento e prestação de serviços para o desvio dos repasses do governo fluminense.

De acordo com uma das linhas de investigação, reforçada a partir da declaração de Cabral — “Dom Orani devia ter interesse nisso”, disse o ex-governador —, a Cúria Metropolitana pressionava o então secretário de Saúde Sérgio Côrtes a interceder pela liberação dos pagamentos à Pró-Saúde. No depoimento à Justiça Federal, Cabral também citou “Dom Paulo”, provavelmente se referindo a Dom Paulo Cezar Costa, ex-bispo-auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, um dos organizadores da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) em 2013 e atual bispo diocesano de São Carlos, em São Paulo.

Conhecido como uma figura influente nos bastidores da Igreja Católica, com boa interlocução no mundo empresarial, Wagner Portugal era visto como o homem forte da Pró-Saúde, usando outros sacerdotes e executivos para conduzir indiretamente a entidade. Gostava de contar vantagem em público sobre a proximidade com políticos, autoridades e até sobre um grande trânsito junto à Fiesp. A família do ex-padre é formada por cafeicultores do município mineiro de Boa Esperança, a 295 quilômetros de Belo Horizonte, onde os Portugal cuidam de três fazendas.  

A PRF intensificará a fiscalizarão e ações educativas nas rodovias federais / Foto: Acervo JC Imagem

Algumas pessoas preferem a tranquilidade ao agitado Carnaval da Região Metropolitana do Recife (RMR). Outras, viajam de outros estados para curtir a folia do Momo em Recife e Olinda. Tanto para quem quer ‘fugir’ do Carnaval, quanto para quem quer entrar na folia, é necessário pegar a estrada. Pensando nisso, a Polícia Rodoviária de Pernambuco (PRF-PE) e o Departamento de Rodovia e Rodagem (DER) prepararam esquemas especiais para o trânsito nas rodovias que cortam o estado.

A PRF realiza um esquema que tem início nesta sexta-feira (1º) e segue até quarta-feira de cinzas (06). O órgão intensificará a fiscalizarão e ações educativas nas rodovias federais. Os agentes da PRF atuarão na BR-232, que dá acesso à Gravatá, Bezerros e Caruaru; e na BR-101, que leva ao litoral Norte e Sul de Pernambuco, além de ligar o estado à Paraíba e Alagoas.

A operação terá início com uma operação educativa, nesta sexta-feira (1º), no Bairro de Jardim São Paulo, Zona Oeste do Recife. Com início às 7h, na Rua Coronel Fernando Machado, agentes da PRF distribuirão material informativo e realizarão testes com o bafômetro, fiscalização de documentos e de equipamentos obrigatórios dos veículos. A PRF contará com o auxílio de equipes da Operação Lei Seca e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O Departamento de Trânsito e Rodagem (DER) anunciou que desligará algumas lombadas eletrônicas, em Pernambuco, durante o Carnaval 2019. A medida terá início a partir das 22h desta quinta-feira (28). Segundo o órgão, a ação visa minimizar os congestionamentos nos horários de picos em pontos de acesso ao interior e praias do litoral pernambucano. Os equipamentos serão religados às 5h da quinta-feira (07).

Confira os equipamentos que serão desligados e seus respectivos pontos:

PE-035
Itapissuma – KM 7,3 e 7,9

PE-60
Ipojuca – KM 16,3

BR-232
Recife/Jaboatão – KM 6,2; KM 6,3; KM 7,4; KM 7,8; 9,2.

Segurança

Como o Carnaval é um dos períodos de maior fluxo de veículos, a preocupação com acidentes aumenta. Para combater as irregularidades, a PRF ampliará a fiscalização de condutas graves, como dirigir sobre efeito de álcool, excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e falta de equipamento de segurança obrigatórios.

O policiamento da PRF contará com o apoio de agentes da Operação Lei Seca e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

Recomendações

A PRF faz as seguintes recomendações para quem vai pegar a estrada neste Carnaval 2019: descansar bem antes da viagem; realizar revisões no veículo previamente; conferir a regularidade da documentação; manter distância segura para com outros veículos; ultrapassar em locais permitidos; manter o farol ligado toda viagem.

A estimativa do governo do estado é receber dois milhões de turistas em Pernambuco no carnaval deste ano. No ano passado, passaram pelo estado 1,7 milhão de turistas. “Temos o carnaval de rua legítimo, mais democrático do país. Com nossa roupa, nosso sotaque, nosso jeito”, afirmou Rodrigo Novaes, presidente da Empetur. O carro-chefe da ação de promoção do destino Pernambuco teve como mote a celebração do centenário do boneco gigante Zé Pereira, que deixou sua cidade natal, Belém de São Francisco, para celebrar o carnaval no Recife. Ele chegou à capital na quarta-feira, com a companheira, a boneca Vitalina.

Segundo cálculos do governo, entre os brasileiros que curtiram a festa em Pernambuco no ano passado, os paulistas foram maioria, sendo 27,52% do total de visitantes. Entre os estrangeiros, os argentinos foram líderes, com 39,19% do total. O gasto médio individual diário foi de R$ 231,37. O tempo médio de permanência foi de quatro dias. A taxa de ocupação nos equipamentos hoteleiros dos municípios ficou em 89,83%.

Ontem (27), o Ministério Público de Pernambuco recomendou ao comando geral da Polícia Militar uma série de medidas ao efetivo que vai atuar no policiamento ostensivo no período do carnaval. Entre as medidas, aplicar o uso da força policial com base nos princípios da legalidade, necessidade, razoabilidade e proporcionalidade, além de uso de identificação nas fardas. Foi destacada, ainda, a necessidade de assegurar o direito à livre manifestação dos jovens da periferia ao se expressarem por meio da música e dança. Questionado sobre excessos policiais no período de carnaval e o estrago que podem causar à imagem do turismo do estado, Novaes disse que não poderia falar pela pasta de segurança, mas, ao mesmo tempo, ressaltou a queda no número de homicídios em Pernambuco.

Imagem do Palácio da Justiça com o céu azul ao fundo

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) funciona em regime de plantão entre os dias 1º e 6 de março. As atividades judiciais ficarão suspensas, funcionando em regime de plantão para atender às demandas urgentes de caráter cível e criminal, como habeas corpus, mandados de segurança e medidas cautelares, entre outras. 

O Plantão Judiciário do 1º Grau na Capital acontece no Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, das 13h às 17h. Os plantões do 1º Grau serão realizados também em 14 unidades judiciárias da Região Metropolitana do Recife (RMR) e do Interior.

Já o Plantão Judiciário do 2º Grau será realizado no Núcleo de Distribuição e Informação Processual, localizado no térreo do Palácio da Justiça, no bairro de Santo Antônio. O horário de funcionamento também é das 13h às 17h.

Juizado do Folião

No sábado (02), durante o desfile do Galo da Madrugada, o Juizado do Folião do TJPE atende ocorrências que envolvam crimes de menor potencial ofensivo. São dois polos de apoio à população, onde os cidadãos poderão fazer o registro de ocorrências: no térreo do Fórum Thomaz de Aquino, na Avenida Martins de Barros, 593, bairro de Santo Antônio; e na Estação Central do Metrô do Recife, situada na Rua Floriano Peixoto, no bairro de São José. O serviço vai funcionar das 13h às 21h.

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) instaurou inquérito para investigar a ausência de informações obrigatórias que deveriam estar publicadas no site do Portal da Transparência da Secretaria de Defesa Social (SDS). Denúncias encaminhadas à Promotoria de Defesa da Cidadania da Capital apontam que informações básicas, como detalhes de contratos firmados com empresas privadas e dados sobre os servidores que fazem parte da pasta estadual, não são encontradas no site.

A falta de informações é considerada uma violação aos princípios da administração pública e pode acarretar, inclusive, em processo contra gestores por improbidade administrativa.

A Lei de Transparência foi sancionada em 2009, pelo governo federal, obrigando a União, estados e municípios a divulgar, em tempo real, os gastos com dinheiro público. Dois anos mais tarde, também foi sancionada a Lei de Acesso à Informação, que obriga o Poder Público a fornecer dados solicitados pelos cidadãos.

A investigação sobre a suposta omissão da SDS em relação à divulgação dos dados está sob a responsabilidade da promotora de Justiça Maria Aparecida da Silva.

POLÍCIA CIVIL

Não é de hoje que a imprensa questiona a falta de transparência na segurança pública de Pernambuco. Os números de homicídios, que no governo Eduardo Campos eram publicados no site diariamente (assim como nomes e idades das vítimas), passaram a ser divulgados apenas uma vez por mês. E sem as informações básicas, gerando questionamentos sobre a realidade dos números.

A atual gestão da Polícia Civil, subordinada à SDS, também proibiu delegados e peritos de darem entrevistas sobre determinados casos sob investigações. Não só isso. Repórteres que publicam reportagens com críticas à atual gestão estão sendo proibidos pela assessoria da Polícia Civil de participarem do grupo de WhatsApp onde são divulgadas informações e fotos oficiais de prisões efetuadas pelo órgão – num claro ato de censura. O caso foi denunciado ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Pernambuco.

Os números dos privilégios dos aposentados no setor público são chocantes, quando comparados àqueles do setor privado. O valor médio de aposentadoria no Poder Judiciário, por exemplo, chega a R$27 mil mensais, mas quem acha isso um escândalo precisa saber que no Legislativo a média passa os R$28 mil. Enquanto isso, 66,5% dos aposentados, que totalizam 23,3 milhões de brasileiros inativos do setor privado, recebem proventos de até um salário mínimo por mês.

Os aposentados do Legislativo recebem o equivalente a vinte vezes o valor médio da aposentadoria dos trabalhadores do setor privado.

Os números apurados pela equipe que elaborou o projeto de reforma apontam para a mais completa desorganização da Previdência.

O rombo da Previdência, que totaliza cerca de R$185 bilhões por ano, impede o governo de investir em projetos que geram renda e emprego.

Os 2,8 milhões de servidores aposentados custam aos cofres públicos, basicamente, o mesmo que 30 milhões de inativos do setor privado. As informações são do Diário do Poder.

Com o tema “Participação, inclusão, autonomia e funcionalidade da pessoa com deficiência intelectual”, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Serra Talhada realiza o II Congresso Interdisciplinar de Atendimento à Pessoa com Deficiência (II CIAPED) nos dias 29, 30 e 31 de março.

O evento busca compartilhar com a sociedade os desafios das pessoas deficientes no campo técnico-científico entre professores, estudantes, trabalhadores da saúde e população em geral. Profissionais de vários setores serão envolvidos numa abordagem interdisciplinar, no intuito de interligar diferentes olhares, conseguindo discussões amplas e bem fundamentadas.

Outro objetivo é apresentar à sociedade os trabalhos desenvolvidos na APAE Serra Talhada, visando incentivar as escolas do município a submeterem trabalhos e dialogarem sobre os problemas dos portadores de necessidades especiais. 

Ascom

A abertura oficial do Carnaval “Tradição dos Tabaqueiros” será no sábado (02). Apesar disso, a folia de momo começa já nesta sexta-feira (1º), em Afogados da Ingazeira. Os últimos detalhes da programação foram fechados e a programação promete manter o Carnaval de Afogados como um dos mais animados do interior do Estado, ancorado na tradição desse personagem que já é uma marca do nosso Carnaval: O Tabaqueiro. 

“Valorizar a tradição é potencializar a divulgação do nosso carnaval no que ele tem de mais autêntico, de mais genuíno, de diferente de todos os outros carnavais. Essa tem sido uma política implantada desde o início de nossa gestão e que tem se mostrado acertada tendo em visto o sucesso de público e crítica que tem sido o nosso Carnaval de Afogados. Que a nossa festa seja mais uma vez marcada pela alegria, pela animação e pela paz”, destacou o vice-prefeito Alessandro Palmeira. 

Confira a programação, já a partir desta sexta-feira (1º): 

Sexta, 1º de março

15h – BLOCO DO POVÃO, concentração no Polo do Nascente (Campo do Nascente)

19h – BLOCO BANDO DE LOUCOS, concentração no 1º canteiro da Avenida Rio Branco, com descida para a Praça de Alimentação. Kleiton Mota e Júnior Barão serão as atrações.

19h – BLOCO COZINHANDO O GALO, concentração no Polo dos Tabaqueiros (Rua Prof. Vera Cruz), com descida para Praça de Alimentação.

 Sábado, 02 de março

 11h – BLOCO ASA NO FREVO, concentração no Bar do Pilão.

Atrações: Quinteto do Samba e Orquestra Show de Frevo

13h – ESQUENTA DAS VIRGENS, concentração na Rua Antônio Rafael de Freitas, nº 327, com descida para o Bloco das Virgens na Rua Pedro Pires. Percurso: Rua Mestre Quitério, Rua Gustavo Fittipaldi, Rua Quinze de Novembro, Rua Professor Vera Cruz, seguindo em direção à Rua Pedro Pires.

15h – BLOCO DAS VIRGENS, concentração no ateliê de Luciano Pires – Rua Pedro Pires, saindo em arrastão às 18hs em direção à Praça de Alimentação.

16h- BLOCO CASA DE EMERGÊNCIA GIZA SIMÕES, concentração na Rua José de Sá Maranhão com desfile pela Rua 07 de Setembro (Bairro São Francisco). Atrações: paredão de Rona, Kleiton Mota e Swing Ponto Com.  

18h – ABERTURA OFICIAL DO CARNAVAL DE AFOGADOS DA INGAZEIRA

Concentração no Polo do Frevo (Praça de Alimentação), com a participação de todos os estandartes de Blocos e Troças, Rei e Rainha do Carnaval 2019, Príncipe e Princesa, Tabaqueiros, Virgens, Passistas, Orquestra de Frevo e Foliões. 

20h – POLO DO FREVO (Praça de Alimentação), com apresentação da Orquestra Show de Frevo

21h – POLO NASCENTE – descida do Bloco A Onda. Atração: Igor Kannário

Domingo, 03 de março 

09h – BLOCO DO SAL, concentração na Rua Décio Campos (ao lado da Secretaria de Administração). Atração: Paulo Márcio

09h – VILA PITOMBEIRA, concentração na Rua Cândida de Andrade de Lima, com som automotivo e banho de bica.

10h – JOGO DAS VIRGENS DO SOBREIRA/ COHAB, concentração na Rua Berta Celi e em seguida desfile pelas ruas da cidade até o campo do Cohabão, no Bairro Cohab. Atração: Banda Blackout

10h – BLOCO LEÃO DO NORTE, concentração na Rua Henrique Dias.

Atração: Marcos e Pavão em ritmo de Carnaval

10h – BLOCO ENCHENDO E DERRAMANDO, concentração na Rua 07 de Setembro (Bairro São Francisco), com desfile pelas principais Ruas do Bairro.

11h – BLOCO NEM COM UMA FLOR, na Serra Vermelha, Zona Rural de Afogados da Ingazeira

12h – BLOCO JEGUE ELÉTRICO, concentração na Rua Gustavo Fittipaldi. Percurso: Praça Monsenhor de Arruda Câmara, Av. Rio Branco, Travessa João Da Cruz voltando para o local de concentração.

12h – POLO AABB Atração: Gustavo Pinheiro

12h – POLO CLUBE CAMPESTRE Atração: Genival e Grupo Versátil

14h – POLO DOS TABAQUEIROS (Rua Prof. Vera Cruz).

14h – BLOCO CAZÁ CAZÁ, concentração no Polo dos Tabaqueiros (Rua Prof. Vera Cruz). Atração: Orquestra Show de Frevo

15h – BLOCO DO POVÃO, concentração no Polo Nascente.

15h – POLO NASCENTE – Bloco A Onda. Atração: Ramon Schneider

18h – BLOCO JEGUE ELÉTRICO (2ª parte) – Concentração na Avenida Rio Branco, com descida para o Bairro São Sebastião. Atrações: Gustavo Pinheiro e Vinícius Vacila Samba

19h – Desfile de Fantasia Infantil – Polo do Frevo (Praça de Alimentação)

19h – BLOCO OS PULA FORA, concentração na Av. Rio Branco

20h – POLO DO FREVO (Praça de Alimentação), Orquestra Show de Frevo

21h – BLOCO PERERECAS EM CHAMA, concentração no Barchef

Segunda, 04 de março  

09h – VILA PITOMBEIRA, concentração na Rua Cândida de Andrade de Lima, com som automotivo e banho de bica.

11h – BLOCO OS GRILADOS, concentração no Bar do Grilinho, com apresentação da Orquestra Show de Frevo.

12h – BLOCO MELA-MELA, concentração na Rua 7 de Setembro (Bairro São Francisco), com desfile pelas principais Ruas do Bairro com Trio Elétrico e carro-pipa. Atração: Wellington Estilo e Banda

14h – BLOCO AFOGADOS ORDINÁRIO, concentração no Polo do Nascente.

14h – BLOCO O BICHO, concentração no Polo dos Tabaqueiros (Rua Prof. Vera Cruz). Atrações:  Vinícius do Vacila Samba, Genival e Grupo Versátil

14h – BLOCO COZINHANDO O GALO, concentração na Praça Alfredo de Arruda Câmara (próximo à loja Água de Cheiro)

14h – BLOCO TÔ NA FOLIA, concentração no Bar de Dona Diná, com descida até a Av. Rio Branco.

15h – BLOCO DO POVÃO, concentração no Polo do Nascente

17h – BLOCO PERERECAS EM CHAMA, concentração no Barchef

19h – Concurso de Tabaqueiros – Polo do Frevo (Praça de Alimentação)

20h – POLO DO FREVO (Praça de Alimentação) – Orquestra Show de Frevo

21h – POLO NASCENTE – Bloco A Onda. Atração: Aldair Play Boy

Terça, 05 de março 

09h – VILA PITOMBEIRA, concentração na Rua Cândida de Andrade de Lima, com som automotivo e banho de bica.

09h – POLO NASCENTE – Bloco A Onda. Atração: Gabriel Diniz

09h – BLOCO DOS LISOS, concentração na Av. Severino Pedro de Carvalho, com descida atrás do Trio Elétrico

09h – BLOCO DO POVÃO, concentração no Polo do Nascente.

12h – POLO AABB – BLOCO ASA NO FREVO. Atração: Orquestra Show de Frevo

12h30 – POLO CAMPESTRE. Atração: Paulo Márcio

14h – BLOCO A COBRA VAI SUBIR, concentração no Bar de Dona Diná, com descida às 16hs pelas Avenidas Arthur Padilha e Rio Branco com a Orquestra Show de Frevo.

15h – BLOCO FLOR DE MANDACARU, concentração no Semáforo da Av. Rio Branco, saindo às 17hs, acompanhando o Bloco Unidunitê

15h- BLOCO UNIDUNITÊ, concentração em frente à Secretaria da Fazenda, na Avenida Rio Branco, com desfile até a Praça de Alimentação.

18h – POLO DOS TABAQUEIROS (Rua Prof. Vera Cruz) – BLOCO A COBRA VAI SUBIR. Atrações: Banda Vizzu, Gustavo Pinheiro e Banda

19h – DESFILE DAS VIRGENS – Polo do Frevo (Praça de Alimentação)

20h – BLOCO PERERECAS EM CHAMA, concentração no Polo do Nascente

20h – POLO DO FREVO (Praça de Alimentação)- Orquestra Show de Frevo.

http://4.bp.blogspot.com/-kVHc8f5J1-A/VbZ_qX0VvQI/AAAAAAAAnTg/Y17uyk9QNoM/s1600/11751403_717901038315538_6264085964753311444_n.jpg

O Carnaval está chegando, e o Ministério Público de Pernambuco está atento aos agentes de segurança pública durante a folia. Para garantir o respeito à liberdade individual e coibir excessos no uso da força, o órgão emitiu uma série de recomendações ao comandante-geral da Polícia Militar de Pernambuco, coronel Vanildo Maranhão Neto, que deverá ser seguida pelo efetivo que vai atuar no policiamento ostensivo do período.

O comandante deverá determinar que os policiais usem adequadamente os cadarços de identificação nas peças do uniforme e nos coletes balísticos. O uso da força policial também deverá seguir com base nos princípios da legalidade, necessidade, razoabilidade e proporcionalidade durante o carnaval. No caso de detenções ou dispersão de manifestantes, o MPPE recomenda que a Polícia Militar evite a utilização de métodos que provoquem sofrimento desnecessário, não sendo tolerado o emprego inadequado de armas ou de instrumentos de menor potencial ofensivo.

“Os agentes de segurança pública somente podem exercer o poder de polícia quando pautados pela legalidade, devendo o interesse público prevalecer sobre o interesse particular”, salientaram as Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania de Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

No documento, o MPPE também alerta que o Brasil é signatário de tratados internacionais que garantem a proteção ao direito dos cidadãos e livre participação na vida cultural e artística, devendo ser assegurada também a livre manifestação dos jovens da periferia, principalmente negros, ao se expressarem por meio de música e dança de funk, brega, brega-funk e demais ritmos de matrizes africana e indígena.

Todas as orientações devem ser repassadas à tropa mediante afixação da recomendação nos quadros de aviso das unidades policiais e divulgação do texto pelo boletim geral da corporação.

Investigação de abusos

Ainda de acordo com o Ministério Público, os eventuais casos de abuso no uso da força e violação dos princípios da legalidade, necessidade, razoabilidade e proporcionalidade deverão ser investigados a fim de permitir a apuração dos fatos e a responsabilização administrativa, civil e criminal dos envolvidos.

23º BPM

Acertadamente o 23º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Afogados da Ingazeira, vem realizando a Operação Madrugada Segura. O trabalho se desenvolve no apoio conjunto de viaturas, e dessa maneira conseguem um resultado mais efetivo no sentido de evitar ações de quadrilhas. As equipes fazem rondas e abordagens no combate aos homicídios e assaltos durante as madrugadas em dias alternados da semana nas cidades que compreende o 23º BPM.

https://4.bp.blogspot.com/-T55FhTSkryM/Wr4znqNiOTI/AAAAAAAAbNs/XueinFHvHLokgu9pbbh6vtvX4T2H0kHDgCLcBGAs/s1600/transferir.jpg

Faleceu na manhã desta quinta-feira (28), no Recife, um dos colaboradores do Blog PE Notícias, que neste momento reedita uma das últimas participações neste meio de notícias, e que tinha boa aceitação dos leitores. O Blog se solidariza com toda família de Carlos Moura Gomes pelo seu desaparecimento.

Nossas derrotas e vitórias dependem de nossas escolhas…

Santo Agostinho, quando era bispo de Hipona, cidade ao norte da África, disse em uma de suas brilhantes pregações que “A esperança tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-la”.

Ultimamente não temos muito o que comemorar com relação à política brasileira. Pois, desde março de 2014 com o início da Operação Lava Jato que a população brasileira se contorce, diariamente, ao tomar conhecimento de uma infinidade de trapaças e roubalheiras praticadas pelos que detêm os, hoje, podres Poderes da Nação.

Comprovando esse triste cenário, o Governo Federal gastou em 2017, somente com flores e jardins, o equivalente a R$ 82 milhões, segundo o Portal Contas Abertas, foram mais de R$ 50 milhões com homenagens. Estamos citando apenas um segmento da farra com nossos impostos.

Pra arrepiar ainda mais nossa indignação, nesta quinta-feira, 10 de maio de 2018, às 08 horas e 30 minutos, infelizmente, acabei de ouvir e ver na televisão que quatrocentos e trinta hospitais foram fechados nesses últimos oito anos no Brasil. Dentre essas unidades hospitalares, muitas cuidavam de pessoas com câncer e outras doenças que, além de não terem prazo determinado para conclusão do tratamento, necessitavam de um acompanhamento mais especializado. São 31.454 leitos desativados deixando pacientes no meio da rua e seus familiares desesperados.

Torço para que, todos nós, tenhamos a coragem de, não somente se indignar, mas, de enfrentar os que tentam usurpar e destruir nosso querido Brasil e, o mais importante, que usemos em outubro próximo toda nossa sabedoria para acertarmos em nossas opções políticas. Afinal, nossas vitórias e derrotas dependem, sempre, de nossas escolhas. Do afogadense Carlos Moura Gomes (foto), de Gravatá, por e-mail para o PE Notícias no dia 09 de maio de 2018.

NOTA DE PESAR

“Foi com profunda tristeza que recebi a notícia do falecimento do amigo Carlos Alberto de Moura Gomes, irmão do também amigo Saulo Gomes e filho do ex-prefeito Possidônio Gomes. Escritor, militante das causas do povo e defensor da cultura popular, Carlos era um Afogadense querido por todos.

Desejo que Deus conforte a todos os familiares e amigos nesse momento de irreparável perda”. 

José Patriota

Prefeito de Afogados da Ingazeira.

Por Naldinho Rodrigues*

Na semana que antecede o Carnaval, vamos falar de Orlando Garcia da Silva, ou simplesmente Orlando Silva, o cantor das multidões. Que nasceu no dia 03 de outubro de 1915, no bairro de Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, tendo falecido em 07 de agosto de 1978 aos 62 anos, vítima de Acidente Vascular Cerebral.

Orlando Silva tinha um clube de coração: o Clube de Regatas Flamengo. Foi um dos mais importantes e famosos cantores brasileiros da primeira metade do século XX.

Filho de Balbina Garcia e José Celestino da Silva, antes da fama, foi sapateiro, vendedor de tecidos, mensageiro e office boy.

Francisco Alves, o rei da voz, foi o seu padrinho, abrindo-lhe as portas para o sucesso, para muitos, Nelson Gonçalves foi considerado o sucessor de Orlando Silva. Ainda garoto, ao saltar de um bonde quando se dirigia para entregar uma encomenda, sofreu um acidente, tendo um de seus pés parcialmente amputado.

Um dos grandes admiradores do cantor Orlando Silva foi o presidente Getúlio Vargas. O auge de sua trajetória se deu entre 1937 e 1942, quando tornou-se o maior vendedor de discos e o mais alto cachê entre as estrelas da época.

O seu primeiro sucesso foi ‘Lábios que Beijei’ em 1940, o cantor iniciou um romance com a atriz Zezé Fonseca que durou cerca de três anos e terminou de forma traumática. Muitos creem que o turbulento relacionamento foi o grande responsável por levá-lo a se entregar a bebida e ao uso da morfina, (determinada droga).

Orlando Silva também foi chamado de Frank Sinatra brasileiro, gravando musicas inesquecíveis como: Carinhoso, Rosa, Sertaneja, Sempre no meu Coração, Aos pés da Cruz e o grande sucesso carnavalesco: Jardineira.

*Naldinho Rodrigues é locutor de Rádio, e aos domingos, das 5 às 7 da manhã, comanda juntamente com o comunicador José Tenório, o Programa Tocando o Passado, na Rádio Afogados FM.

Para muitos que viveram grandes carnavais, este ano está sendo considerado um Carnaval sem prestígio e fora do circuito das Cidades Polos do Carnaval de Pernambuco. O Carnaval Folia dos Bois de Arcoverde 2019 divulgou uma das mais fracas programações dos últimos 10 anos. O evento que acontece entre os dias 2 e 5 de março terá entre as atrações principais a cantora Lia de Itamaracá, que de acordo com o Folha das Cidades, neste ano está completando 75 anos de vida. 

O Carnaval de Arcoverde começa neste sábado (02), a partir das 19h, com o Bloco do Zé Pereira. O bloco sai do São Geraldo em cortejo até a Praça da Bandeira, seguindo uma tradição de décadas. 

O show de Lia de Itamaracá acontece na segunda-feira, às 20h, na Praça da Bandeira. A programação, sem grandes novidades, conta com orquestras de frevo; bonecos gigantes; cortejos de grupos e agremiações culturais do carnaval de Pernambuco; apresentação de mestres do coco com a participação de Cícero Gomes, do Coco Trupé; shows diários tanto no Polo da Praça da Bandeira, quanto no Polo Emília em Folia, na Boa Vista; além do tradicional desfile de bois, ursos e similares da cidade.

A expectativa é saber quantos turistas virão brincar o Carnaval de Arcoverde de acordo com a Secretaria de Turismo. Em 2018 exageram na dose em relação aos números. 

Confira a programação completa:

Sábado (02)

Local: Do São Geraldo a Praça da Bandeira

19h – Bloco do Zé Pereira, com Orquestras de Frevo, Boneco de Seu Malaquias (Patrimônio Vivo de Pernambuco), Os Bonecandos e Bonecos Gigantes, Cobra da Bexiga Lixa, Cavalhada Tamboril, Boi Maracatu e troças de bois, ursos e similares.

Local: Polo Praça da Bandeira

21h – Orquestra de Frevo Sertão Folia

22h – Banda Tok Molek

Domingo (03)

Local: Polo Emília em Folia – Boa Vista

14h – Banda Patrões na Farra

Local: Polo Praça da Bandeira

16h – Banda Capital do sol

18h – Kako Bala & Oh Sakode

20h – Desfiles Folia dos Ursos

21h – Desfiles Grupo de Acesso da Folia dos Bois

Segunda-feira (04)

Local: Polo Emília em Folia – Boa Vista

14h – Banda Pankada de Luxo

Local: Praça da Bandeira

17h – Cortejos de Grupos e Agremiações Culturais do Carnaval de Pernambuco. Povo de Ogunté (Afoxé) e Tribo Indígena de Carijós

18h30 – Mestres do Coco de Pernambuco com a participação de Cícero Gomes do Coco Trupé

20h – Lia de Itamaracá

Terça-feira (05)

Local: Polo Emília em Folia – Boa Vista

14h – Banda Vai D´Black

Local: Polo Praça da Bandeira

16h – Marreta You Planeta

18h – Banda Twister

20h – Desfiles Grupo Especial da Folia dos Bois e apresentação Hors Concours do Boi Maracatu.

http://robertajungmann.com.br/wp-content/uploads/2019/02/Bonecos_Belem_Tratado04.jpg

Um time de gigantes se reuniu na tarde desta quarta-feira (27), no Cais do Sertão, Recife Antigo, para recepcionar o primeiro boneco carnavalesco do Brasil, no seu centésimo aniversário. Zé Pereira chegou acompanhado da esposa Vitalina, de catamarã, no ancoradouro do museu. Os dois viajaram cerca de 500 quilômetros de Belém do São Francisco, no Sertão do Estado, até o Recife, para conhecer o Carnaval da capital pernambucana e a tradição dos bonecos da cidade irmã, Olinda. 

“Existe uma expressão muito forte do Carnaval em Pernambuco que é a figura do boneco gigante. O primeiro deles surgiu em um município pequeno. No ano do seu centenário, entendemos como importante exaltar a nossa cultura trazendo-o para cá. Assim, Zé Pereira vai brincar o Carnaval do Recife e ser homenageado por seus descendentes, os bonecos de Olinda. Estamos fazendo a ligação entre as tradições do Carnaval do nosso Sertão e a beleza da festa na Região Metropolitana”, destacou o secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco, Rodrigo Novaes.

Natural de Belém do São Francisco, a aposentada Ivana Caribé, 54 anos, estava no Recife e não perdeu a oportunidade de ver novamente os bonecos da sua terra. “Todos os anos acompanhamos a saída de Zé Pereira. Na nossa cidade, ele é presença confirmada com sua banda em todos os eventos do município. É uma emoção e um reconhecimento muito grande ter o nosso boneco, o primeiro do Brasil, aqui no Carnaval do Recife. Então, viemos prestigiar”, comemorou. A funcionária pública Andreia Campos, 39, levou a filha Luisa, 6, para ver os bonecos. “É nossa cultura que está sendo mostrada aqui. Ela gosta muito”.

Além dos 25 gigantes, o casal foi recebido por caiporas, caretas, papangus, caboclos de lança e passistas de frevo. Após o encontro, Zé Pereira e Vitelina se juntaram aos demais bonecos em um cortejo pelas ruas do Bairro do Recife, que terminou na Praça do Arsenal.

Cinco operações da Polícia Civil estão sendo realizadas ao mesmo tempo para procurar suspeitos de envolvimento em crimes de homicídios, tráfico de drogas, associação para o tráfico e roubo na cidade de Garanhuns, no Agreste de Pernambuco, na manhã desta quinta-feira (28).

As operações, intituladas “Columinho”, “Ipiranga”, “Monte Sinai”, “Magano” e “Quilombo”, formam uma megaoperação presidida pelo delegado Eric Costa. As investigações começaram em novembro de 2017.

São 56 mandados de prisão, 44 mandados de busca e apreensão e um mandado de busca e apreensão de adolescente. Os presos estão sendo levados para a sede da 22ª Delegacia de Homicídios de Garanhuns.

As operações estão sendo coordenadas pela Dinter 1 e supervisionadas pela Chefia de Polícia. As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (Dintel)

Veja as informações de cada operação:

“Columinho”

Estão sendo cumpridos 24 mandados de prisão, 16 de busca e apreensão e um de busca e apreensão de adolescente. Participam da operação 90 policiais civis, entre delegados, agentes, escrivães, três peritos papiloscopistas e uma equipe da corregedoria.

“Ipiranga”

Estão sendo cumpridos 12 mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão domiciliar. Na execução, foram empregados 50 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, três peritos papiloscopistas e uma equipe da corregedoria.

“Monte Sinai”

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e cinco mandados de busca e apreensão domiciliar. Participam 45 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, três peritos e uma equipe da corregedoria.

“Magano”

A operação cumpre quatro mandados de prisão e sete de busca e apreensão domiciliar. Na execução da operação, foram empregados 45 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, três peritos papiloscopistas e uma equipe da corregedoria.

“Quilombo”

Estão sendo cumpridos oito mandados de prisão e sete mandados de busca e apreensão domiciliar. Na execução, foram empregados 60 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, três peritos papiloscopistas e uma equipe da corregedoria.