Por Franklin Portugal*

Chegamos ao complemento da 4ª rodada do Campeonato Pernambucano, a ser realizada nessa quarta-feira com jogo único: Flamengo de Arcoverde x Central, no estádio Áureo Bradley, em Arcoverde a partir das 8 da noite. Já podemos ver claramente as equipes que têm um fôlego a oferecer nas próximas partidas baseando-se na pontuação e como vem jogando até então.

Decepção para América, Vitória e Petrolina. Os esquemas táticos podem até ter algum potencial, as ideias na prancheta podem até ter sentido, o problema é a execução bem feita e com técnica pra proporcionar que as jogadas fluam. Se não é deficiência técnica puramente, é a tal liga que não veio.

A algumas análises atrás, citei o Afogados FC, que cabia esperar pra dizer algo. E confesso que vi o time de Afogados da Ingazeira jogar bem contra o Central, aqui em Caruaru. Soube impor o ritmo que queria, soube aprisionar a Patativa no jeito de jogar que desejou, e dessa forma o Central não conseguiu se livrar da “dança”, cedeu espaços e permitiu os avanços ousados dos visitantes que saíram na frente.

E se deu trabalho para o Central empatar? Deu sim, e só foi de pênalti.

O Estadual prossegue, ainda tem muitas surpresas a caminho, no cruzamento de outros considerados pequenos do interior com os grandes Sport, Náutico e Santa Cruz. Com o tempo se verá se o Central em ano de centenário vai embalar uma campanha tão boa quanto foi a de 2018 ou até melhor.

E quem dos grandes do Recife vai acabar tendo mais destaque?

São cenas dos próximos capítulos.

A 5ª rodada também vem só com complemento:

Sábado (16), tem Náutico x Flamengo de Arcoverde nos Aflitos. E na quarta-feira (20), Salgueiro x Santa Cruz no Cornélio da Barros. 

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora com crônicas esportivas para o PE Notícias.

 
bove=""