Por Naldinho Rodrigues*

A voz de Demetrius, uma das mais conhecidas da eterna Jovem Guarda, silenciou-se nesta segunda-feira, dia 11 de março. O cantor e compositor faleceu em São Paulo aos 76 anos. Conhecido por canções como O Ritmo da Chuva, Ei Meu Pai, Preciso lhe Encontrar, No Meu Rancho Falta Você e a Sorte; ele deixa sua esposa e três filhos.

Demétrio Zahra Neto, batizou o nome artístico por Demetrius, nasceu no Rio de Janeiro no dia 28 de março de 1942 e morreu em 11 de março de 2019. Antes de lançar seu primeiro LP (Vinil), Demetrius fez sucesso com o compacto Rock do Saci, lançado em 1961. Depois, passou a fazer parte do movimento da Jovem Guarda e explodiu nas paradas de sucesso com o Ritmo da Chuva.

Tornou-se um dos mais prestigiados ídolos do público jovem e vendeu milhares de cópias e se apresentou nos principais palcos brasileiros. Ganhou prêmios como o troféu Chico Viola e vários Globos de Ouro e foi presença constante nos principais programas e Televisão e revistas da época.

O cantor Demetrius nasceu em Jacarepaguá (RJ). Seus pais mudaram-se para São Paulo quando ele ainda tinha 6 anos de vida. Seus ídolos na adolescência e juventude foram Elvis Presley, Cauby Peixoto e Ângela Maria.

Quando surgiu o movimento Jovem Guarda, Demetrius gravou seu novo sucesso, de autoria de seu colega e amigo Roberto Carlos, a música Eu Não Presto Mas Eu Te Amo, que alcançou as paradas de sucesso do Brasil inteiro.

Demetrius também se destacou compondo músicas que se tornaram sucessos gravados por Antonio Marcos, Altemar Dutra, Lindomar Castilho, Jerry Adriani, Paulo Sérgio, Ronnie Von, Wanderley Cardoso e o Rei Roberto Carlos.

Demetrius nos deixa aos 76 anos, devido a uma parada cardíaca.

Vamos recordar Ritmo da Chuva, um sucesso inesquecível desse maravilho interprete, DEMETRIUS…

*Naldinho Rodrigues é locutor e detentor do Programa Tocando o Passado na Rádio Afogados FM, sempre aos domingos das 5 às 7 da manhã, na companhia do comunicador Zé Tenório.