Aécio Neves

Fora todos os problemas que enfrenta Aécio Neves agora terá que se preocupar com a delação de um operador de São Paulo. Apanhado na Operação Descarte, deflagrada há um ano e que desbaratou um esquema de lavagem de dinheiro usando empresas fantasmas, o tal operador enrasca Aécio um pouco mais do que ele já está enrolado.

Outra delação, que deverá ser homologada em abril, desta vez de um empreiteiro, também causará mais dores de cabeça a Aécio Neves. Nela, vai aparecer o nome de Oswaldo Costa Filho, o Oswaldinho, ex-presidente da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig), como operador de propinas para obras do governo de Minas Gerais nos tempos em que Aécio governava o estado. Com informações de Lauro Jardim, de O Globo.