https://3.bp.blogspot.com/-eHlaj4hrzos/WVUFZOIusBI/AAAAAAAA-FI/IbFOKtQSC0MOvdRTJj9Fv-Ru69ZxZpcPgCKgBGAs/s1600/IMG_20170629_101116946.jpg

Ascom

Apenas neste mês de abril, a mídia pernambucana noticiou seis casos de mortes por acidentes domésticos causadas pelo uso inseguro de aparelhos elétricos e outros equipamentos. Os acidentes foram registrados em ações que foram desde trabalhos mais complexos como reformas de residências e uso de máquinas para capinação, até o uso incorreto de aparelhos simples como máquina de costura e ventilador.

Para alertar a população contra esse tipo de acidentes, a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) chama a atenção para as ações de prevenção que devem ser adotadas no dia a dia para garantir os cuidados básicos no uso da energia elétrica.

Durante obras, a atuação de profissionais qualificados, além do uso de equipamentos de proteção individual e coletivo, são os cuidados iniciais para redução dos riscos. Evitar acessos e contatos indevidos com os fios elétricos é outra das regras de segurança comumente negligenciada. A aproximação das obras da rede elétrica, somadas à falta de atenção, o desconhecimento dos perigos e o manuseio inadequado das ferramentas podem ser fatais, caso haja contato do trabalhador com a rede energizada. A Celpe lembra que, antes de começar a obra, é imprescindível observar a distância da fiação elétrica e respeitar os limites. Paredes, janelas e sacadas não devem ser construídas a menos de 2,5 metros da rede de distribuição de energia.

As instalações de antenas de Rádio e TV devem ser feitas longe da rede elétrica, os suportes desses equipamentos geralmente são de metal e, por isso, bons condutores de eletricidades. Durante a instalação, deve-se ter o cuidado a movimentá-los ou inclina-los, sob o risco de atingir cabos energizados. Não se deve fazer a instalação ou remoção das antenas em dias de chuva e caso ela caia em direção à rede elétrica, nunca tente segurá-la.

Dentro de casa, os cuidados devem ser os mesmos. Jamais deve ser realizado o manuseio de qualquer equipamento conectado à tomada estando com o corpo molhado e/ou descalço. Alguns exemplos são: chapinhas, secadores de cabelo e, até mesmo, ventiladores, aparelhos que comumente são manuseados após o banho. A indicação é que primeiro tenha-se a certeza de estar com o corpo seco para o uso seguro desses aparelhos. O uso de sandálias também é essencial para garantia da segurança.

Serviços de manutenção em TVs, ventiladores, computadores ou qualquer outro aparelho, jamais devem ser realizados com o equipamento ligado à tomada. A indicação básica é que, primeiro, seja removido da tomada, a fim de garantir a segurança para a realização do conserto. Outra importante orientação é não utilizar aparelhos simples, como smartphones, notebooks ou tablets durante a recarga, muitos acidentes domésticos envolvendo energia já foram noticiados tendo como causa o uso desses aparelhos durante o período de carga.

Algumas outras dicas importantes:

  • Evite a circulação em áreas com instalações elétricas que ofereçam riscos de acidentes, principalmente dentro de construções;
  • Energizar cercas comuns é proibido e perigoso, podendo provocar acidentes. Existem no mercado empresas habilitadas que instalam cercas especiais para melhorar a segurança do seu imóvel;
  • Nunca realize ligações clandestinas na rede elétrica; elas trazem riscos de acidentes, provocam oscilação no fornecimento, podem queimar aparelhos elétricos, além de ser crime previsto no Código Penal brasileiro;
  • Não coloque faixas e cartazes nos postes da Celpe ou pendure enfeites perto da rede elétrica;
  • Em construções ou reformas, mantenha uma distância de segurança para evitar o contato acidental com a rede elétrica. Esse é o tipo de acidente com eletricidade é muito frequente no Brasil, seguido das ligações clandestina de energia;
  • Jamais utilize equipamentos elétricos com o corpo molhado como ao sair do banho, mar ou piscinas. Aparelhos como freezer, geladeira e até mesmo o celular conectado à tomada representam risco nessas condições;
  • Em residências com crianças pequenas tomadas e demais conexões devem ser protegidas e tapadas, para evitar o contato acidental ou por curiosidade da criança;
  • Durante o banho, jamais modifique a temperatura do chuveiro elétrico. O equipamento deve ser manuseado antes do início do banho, ainda com o corpo seco;
  • Em jardins ou áreas externas, o cuidado na fiação para bombas de irrigação ou captação de água deve ser redobrado. Normalmente, nessas áreas crianças realizam brincadeiras e podem, acidentalmente, entrar em contato com uma fiação exposta. Além disso, pessoas desavisadas podem pisar em fios desprotegidos, causando um acidente. O ideal é que seja realizada uma instalação fixa e protegida para ligação desses equipamentos.