A Prefeitura Municipal de Serra Talhada, através da Secretaria Municipal de Agricultura e Recursos Hídricos, segue incentivando e investindo na criação de camarão marinho no município. A Secretaria de Agricultura e Recursos Hídricos levou agricultores familiares de Serra Talhada, que realizam cultivo de camarão, para um intercâmbio técnico de capacitação nos municípios de Itabaiana (PB) e Nísia Floresta (RN). A visita técnica foi acompanhada pelo secretário Zé Pereira e pelo engenheiro de pesca da secretaria, Amom Nascimento.

“Na cidade de Itabaiana, os produtores puderam ver de perto a realidade de uma das fazendas de engorda de camarão da Santista Aquicultura Ltda., que realiza o cultivo do crustáceo em águas interioranas desde 2011. Nela os agricultores tiveram explanações sobre todo o processo produtivo, desde a recepção das pós-larvas, passando pelos manejos hidrológicos e nutricionais, até o momento da despesca e distribuição do produto. Já no município de Nísia Floresta, os produtores tiveram a oportunidade de conhecer o Laboratório de Larvicultura da Aquasul, onde puderam acompanhar a excelente qualidade de produção de seu fornecedor de pós-larvas de camarão, além de aprenderem ainda mais sobre o crustáceo que estão cultivando”, explicou o secretário Zé Pereira.

Entusiasmado com a experiência com o camarão marinho em sua propriedade, onde já conta com dois viveiros povoados, o agricultor familiar Plácido João, de Tauapiranga, aprovou a capacitação ofertada pelo município. “Foi muito gratificante. Não posso deixar de agradecer ao secretário Zé Pereira e ao prefeito Luciano Duque por essa maravilhosa experiência vivida. Sem sombra de dúvidas voltamos para nossas casas mais capacitados e ainda mais entusiasmados em darmos continuidade às nossas produções”, disse.

Esta é mais uma ação de fortalecimento do setor camaroeiro do município de Serra Talhada, que tem como meta alcançar o número mínimo de 15 produtores familiares ainda este ano, como ressalta o prefeito Luciano Duque. “Vamos continuar apoiando a cultura do camarão, incentivando os agricultores a acreditarem na carcinicultura, que além de levar alimento da mais alta qualidade nutricional para a mesa do agricultor, também está gerando renda extra para toda a família e oferecendo produto de qualidade ao mercado da região”, disse.

Após as visitas de intercâmbio, a Prefeitura Municipal realizou a aquisição de 80 milheiros de pós-larvas (PLs), as quais foram aclimatadas e povoadas em três viveiros de engorda. A expectativa é que essas pós-larvas rendam em 90 dias de cultivo aproximadamente meia tonelada de camarão despescado, que será negociado “inteiro e fresco” no comércio local.

Os interessados em iniciar uma criação de camarão marinho devem procurar a Secretaria de Agricultura e Recursos Hídricos, que está localizada na Avenida Vicente Inácio de Oliveira, S/N, (Parque de Exposições), onde serão assistidos durante todo processo produtivo pela equipe técnica multidisciplinar disponibilizada pela Secretaria.