https://1.bp.blogspot.com/-i8rfRJNQY6E/XQmup6WrapI/AAAAAAAAas8/wa_QDwmeurYnAJbfJ1Rap9oT4aSdfWDwQCLcBGAs/s400/tupanatinga-748x410.jpg

Com nove votos favoráveis e apenas dois contra, a Câmara de Vereadores de Tupanatinga, Agreste de Pernambuco, aprovou na noite desta terça-feira (18) requerimento para a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI, contra o prefeito do município,  Severino Soares dos Santos (Silvio Roque), do PR.  

O pedido de CPI foi subscrito pelos vereadores Neto de Duca (presidente da Câmara), Wellysson de Quincas, Heltinho e Dé do Povão.

Colocado em votação, dos 11 vereadores presentes no plenário apenas dois, Áureo de Dadá e Neném da Baixa Grande votaram contra a instauração da CPI, enquanto os outros, Arthur Junior, Carlinhos de Idelfonso, Costa, Dé do Povão, Heltinho, Gilsa, João Pedro, Neto de Duca e Welisson foram favoráveis a CPI.

Entre os fatos que embasaram o pedido de CPI contra o prefeito Silvio Roque (PP) estão irregularidades no trato com a Casa Legislativa e na aquisição de bens, serviços e obras governamentais. Entre as irregularidades estão à ausência e/ou atraso no repasse legal do duodécimo e o não atendimento, por parte do prefeito, das solicitações do Legislativo.

No pedido de CPI os vereadores também alegam notícia de eventuais irregularidades nas contratações públicas no que tange a licitações de bens, serviços e obras.

Com a aprovação do requerimento que pede a abertura da CPI, caberá agora a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Tupanatinga, mediante portaria, constituir a comissão, bem como seus membros mediante sorteio. O prazo legal para a conclusão do relatório e parecer final é de 90 (noventa) dias.