O presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine) Cristian de Castro Oliveira.

Por Bela Megale/O Globo

Chegou ao Palácio do Planalto o alerta sobre a existência de um dossiê sobre o presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine), Christian de Castro Oliveira (foto). No entanto, assessores de Bolsonaro garantem que, por mais bombástico que seja o material, a sobrevivência do órgão está garantida.

O responsável por demover Jair Bolsonaro da ideia de acabar com a Ancine foi o 01, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que tem abraçado a defesa dos produtores de cinema do seu Estado. O presidente, porém, não quer abrir mão da mudança da Agência do Rio para Brasília, onde ficará sob o guarda-chuva do Ministério da Cidadania. Já o Conselho da Ancine será subordinado à Casa Civil. 

Christian foi nomeado diretor-presidente da Ancine no início de 2018 e tem mandato até outubro de 2021. No ano passado, a sede da Agência, no Rio, foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal.