Lia de Itamaracá, 75 anos, recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Federal de Pernambuco, em cerimônia no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, comandada pelo reitor da instituição, Anísio Brasileiro, nesta terça-feira (27). A titulação foi aprovada no dia 9 de agosto, por unanimidade, em uma reunião do Conselho Universitário, na Reitoria da UFPE.

Maria Madalena Correa do Nascimento, que nasceu em 12 de janeiro de 1944, começou sua trajetória como merendeira numa escola estadual da ilha e se transformou em uma das principais cirandeiras do Brasil. “É com muito carinho que eu recebo esse título, como reconhecimento do meu trabalho. Na cultura, na música, em tudo o que eu posso ter direito de um dia fazer. Agradeço a todos os que me deram esse prêmio. Me sinto muito honrada e feliz porque não é todo dia que eu recebo um prêmio desses, mas Deus disse ‘espere’. Eu esperei e estou aqui”, afirmou Lia. 

O título é concedido a personalidades que contribuem para o progresso da universidade, da região ou do país, ou que se distinguiram pela sua atuação a favor das ciências, das letras, das artes ou da cultura em geral.