Uma ação integrada da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Prefeitura de Gravatá, no Agreste pernambucano, recolheu três cavalos que estavam soltos na BR-232, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. Os animais estavam atravessando a rodovia para se alimentar no canteiro central e ofereciam risco para o trânsito no local.

As equipes percorreram cerca de 50 quilômetros, entre os municípios de Moreno, no Grande Recife, e Gravatá, à procura de animais abandonados. Com o apoio de um caminhão boiadeiro e dois laçadores, os animais foram capturados e encaminhados para um curral mantido pela Prefeitura.

O proprietário dos cavalos foi identificado e a equipe lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para ele. Outras ações desse tipo serão intensificadas na região para evitar acidentes causados por essa prática.

Quem abandona animais na via pública está sujeito a uma pena de dez dias a dois meses de detenção, ou multa, de acordo com o artigo 31 das contravenções penais. No caso de acidente com morte, o proprietário poderá responder criminalmente pelo fato.