Dilma Rousseff

Por Lauro Jardim/O Globo

Dilma Rousseff ainda briga no Supremo para anular seu impeachment, três anos depois de descer a rampa do Palácio do Planalto pela última vez.

Os advogados da petista pediram a Alexandre de Moraes, relator do caso, para que um recurso da defesa seja julgado no plenário da corte e não no virtualmente, como está previsto.

O STF já decidiu que o afastamento de Dilma ocorreu dentro da legalidade. A chance de ela virar o jogo é zero.