https://www.ouricuriemfoco.com.br/wp-content/uploads/2019/11/Bombeiros-continuam-combate-a-inc%C3%AAndio-em-Floresta-no-Sert%C3%A3o-de-PE.jpg

O incêndio de grandes proporções que atinge a cidade de Floresta, no Sertão pernambucano, já destruiu mais de 2 mil hectares na zona rural do município. As chamas, que amanheceram nesta quinta-feira (07) mais controladas, segundo a Prefeitura, agora estariam seguindo na direção da área urbana, levadas pelo vento. O fogo começou na última segunda-feira (04).

Os primeiros focos foram detectados no Sítio Crispin e as chamas se alastraram graças à vegetação seca da caatinga. “É com muita tristeza e preocupação que a gente está enfrentando este momento. [O fogo] Já atingiu mais de 12 propriedades. Estive pessoalmente lá, e estão chegando reforços de outros municípios, porque o fogo tem uma extensão considerável. Já solicitei também ajuda do Exército”, afirmou o prefeito de Floresta, Ricardo Ferraz (PRP).

O clima seco e a dificuldade de acesso por conta do bioma da caatinga completam o cenário de adversidades. As chamas atingiram uma área próxima à 2ª Estação de Bombeamento da Transposição do Rio São Francisco. O combate ao fogo vem sendo realizado por uma força-tarefa que reúne os grupamentos do Corpo de Bombeiros de Petrolândia e Serra Talhada, além da Defesa Civil de Floresta, equipes do Ibama, da Compesa e da concessionária responsável pela obras das transposição do Rio São Francisco.

O prefeito também lembrou da ajuda dos voluntários. “Quero agradecer todo o empenho da população. Os pipeiros que estão lá e várias pessoas também estão ajudando com coisas como preparar uma refeição, levar colchões… São gestos simples, mas que valem muito”, declarou.