Congresso em Foco

Após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir pela inconstitucionalidade da prisão em segunda instância, o que deve resultar na soltura de presos da Lava Jato, dentre eles o ex-presidente Lula, o deputado da ala bolsonarista do PSL, Daniel Silveira (RJ), publicou em sua conta no Twitter que “se precisar de um cabo” pode contar com ele. A publicação é uma clara referência à fala de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente da República, que declarou em 2018 que para fechar o STF bastaria um cabo e um soldado.

O post de Daniel recebeu uma curtida do deputado Filipe Barros (PSL-PR) que também pertence à ala bolsonarista da legenda.

Daniel Silveira tem se envolvido em escândalos desde a eleição. Quando ainda era candidato ao cargo federal, o parlamentar apareceu em um vídeo postado nas redes sociais, onde retirava uma placa em homenagem a Marielle Franco, brutalmente assassinada por milicianos no Rio de Janeiro. Dias depois, o então candidato levou a placa a um ato político para apoiadores em Petrópolis, na Região Serrana e exibiu a homenagem quebrada ao meio.

Mais recentemente o deputado apareceu em um vídeo quebrando o celular do blogueiro Guga Noblat que o questionava dentro da Câmara.