O vereador do Vino Veras (PTB), subiu a tribuna da Câmara dos Vereadores de Sertânia, para bastante revoltado, denunciar a total falta de humanidade de funcionário da agência do Banco do Brasil naquela cidade.

Segundo o vereador, de forma fria e sem coração, um funcionário da citada agência negou-se a atender uma senhora doente que saiu do povoado de Algodões para fazer “prova de vida”, e como estava dentro do carro e não tinha como se deslocar para dentro do prédio, o funcionário disse que não poderia atendê-la lá fora.

Sabendo disso, o vereador foi até a agência bancária e buscou informações com o gerente sobre o fato. Como o gerente não se encontrava, o vereador procurou falar com o tal servidor, não sabendo seu nome, pediu para que ele usasse o coração e atendesse àquela senhora. Como ele negou-se, dizendo que era norma do banco, o vereador disse que não custava nada “levantar a bunda” da cadeira para atender à senhora que estava a poucos metros de distância, o que mais uma vez foi negado pelo funcionário.

O parlamentar disse que ficou bastante revoltado, pois sem dúvida nenhuma, mostra a postura fria, arrogante e insensível do funcionário do Banco do Brasil.

Vino Veras observou que o Banco do Brasil, em Sertânia, não serve mais para quase nada, os serviços estão restritos, na opinião dele, era melhor fechar. “as operações muitas vezes temos que nos dirigir aos correios, até para depositar um dinheiro, temos quer recorrer aos correios”, concluiu o vereador. Com o blog Tribuna do Moxotó.