Monthly Archives: dezembro 2019

Fiscalização realizada na BR-104 — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Uma fiscalização realizada na BR-104, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, retirou 25 placas de propaganda e de identificação que estavam instaladas de forma irregular às margens da rodovia. A ação foi realizada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura Transporte (DNIT) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a PRF, a ação ocorreu entre os quilômetros 58 a 69 da rodovia, com o objetivo de melhorar a visibilidade dos motoristas e evitar acidentes. Antes de instalar uma placa às margens da rodovia é necessário realizar uma consulta ao DNIT, que cuida da infraestrutura rodoviária.

A fiscalização terá continuidade e o órgão alerta aos responsáveis pela instalação de placas para que retirem os dispositivos irregulares. Quem instala placas de forma irregular pode responder por danos ao patrimônio da União ou responder criminalmente, se o equipamento contribuir para um acidente, conforme a PRF.

Ônibus parados durante protesto na Ponte Duarte Coelho, na região central do Recife, nesta quinta-feira (5) — Foto: Reprodução/TV Globo

Motoristas e cobradores paralisaram ônibus para protestar, na manhã desta quinta-feira (05), na região central do Recife. Os coletivos foram estacionados nas avenidas Conde da Boa Vista e Guararapes, além das ruas do Sol, Aurora, Gervásio Pires e Dom Bosco, de acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte e Urbano (CTTU).

Passageiros tiveram de descer dos veículos e seguir a pé. Com faixas, o grupo protestou contra a dupla função dos motoristas, que passaram a atuar também como cobradores em parte das linhas que circulam pelo Grande Recife.

Segundo a CTTU, os coletivos começaram a ser estacionados por volta das 7h30. Agentes de trânsito foram deslocados para acompanhar o ato.

A nova direção do Sindicato dos Rodoviários, que foi eleita, mas ainda não assumiu, realizou nas últimas semanas uma série de protestos contra a extinção do cargo de cobrador. Foram registrados protestos em bairros como Torre e Ibura, no Recife, e também no Terminal Integrado Xambá, em Olinda.

No dia 29 de novembro, ônibus foram paralisados e estacionados nas ruas José Bonifácio e Real da Torre, no bairro da Torre, na Zona Oeste do Recife. Pelo mesmo motivo, no dia 28 de novembro, moradores das proximidades, cobradores e motoristas iniciaram o ato no cruzamento da Avenida Dois Rios com a Rua Rio Xingu, no Ibura, Zona Sul do Recife, por volta das 8h, deixando o trânsito complicado.

Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

A Polícia Civil do Distrito Federal está com edital disponível para a realização de concurso público. O certame oferece, ao todo, 300 oportunidades para a função de escrivão.

Segundo o edital do processo seletivo, os salários para os aprovados, em jornadas de 40 horas por semana, chegam a R$ 8.698,78. Candidatos de nível superior podem participar da disputa que contará com provas objetivas, discursivas, exames físicos entre outras etapas.

Os concorrentes deverão se inscrever das 10h do dia 22 de janeiro até 10 de fevereiro do próximo ano, por meio do endereço eletrônico da banca organizadora do concurso. A taxa de participação custa R$ 199.

A validade do concurso é de 18 meses. Outros detalhes informativos podem ser obtidos por meio do edital de abertura da seleção.

Podem enviar cartinhas com pedidos para o Papai Noel crianças com idades entre cinco e 12 anos / Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem

O prazo para retirar do papel o sonho de Natal de uma criança através do blog dos Correios termina nesta sexta-feira (06). Presencialmente, no entanto, as cartinhas ainda vão poder ser adotadas em agências dos Correios até o dia 20 de dezembro. A 30ª edição do projeto Papai Noel dos Correios tem a missão de entregar presentes a 35 mil meninos e meninas carentes no Estado.

Até o momento, 19 mil cartas já foram adotadas, segundo Deyse Ferraz, Superintendente de Operações dos Correios em Pernambuco.

Quem quiser apadrinhar um pedido de Natal pela internet pode acessar o blog da campanha e escolher uma cartinha. A entrega dos presentes deverá ser realizada até 27 de dezembro, nos locais de adoção.

Podem enviar cartinhas com pedidos para o Papai Noel crianças com idades entre cinco e 12 anos. Só é permitido o envio de uma carta por criança, até o dia 6 de dezembro. Em 2018, os Correios entregaram mais de 27 mil presentes. Para este ano, a expectativa é superar os 35 mil.

Papai Noel dos Correios

A campanha dos Correios começou por conta da iniciativa de alguns empregados que, em meio à rotina de trabalho, recebiam cartas escritas por crianças endereçadas ao ‘bom velhinho’, o Papai Noel. Por se sensibilizar com alguns dos pedidos, eles resolveram adotar as cartinhas e enviar os primeiros presentes. Com o passar do tempo, a atitude social foi tomando forma e proporção na empresa e acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios.

Ao longo das três décadas, a campanha conseguiu atender mais de 6 milhões de pedidos que são feitos através das cartas enviadas aos Correios. A iniciativa exige esforços de empresas, empregados e voluntários da sociedade que atendem alguns pedidos enviados, dentro do possível, para presentear crianças que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Em 2018, só em Pernambuco, mais de 27 mil presentes foram entregues.

Falando a Rádio Cidade FM, de Tabira, nesta quarta-feira, o advogado Jonas Cassiano que apresentou a “Ação de Impugnação” de candidatos eleitos na disputa pelo Conselho Tutelar de Tabira informou que o fato novo foi o juiz Jorge William Fred intimar o MP através do Promotor Público, Romero Borja, a se manifestar sobre o caso.

Jonas revelou a solicitação de Liminar (Tutela de Urgência) com objetivo de suspender a posse dos eleitos marcada para o próximo dia 10 de janeiro de 2020. De acordo o advogado, diversas irregularidades teriam sido observadas durante o recente processo eleitoral do Conselho Tutelar do município. Dentre elas vinculação político partidária com um deputado federal e vereador, trocas de favores para a próxima campanha eleitoral municipal; vinculação ao poder religioso, financiamento de publicidade, declarações falsas com tempo de serviço emitidas por pastorais familiares e escolas infantis (sem ponto e sem registro em carteira).

Ainda teve vereador declarando na tribuna da Câmara ter feito porta a porta em favor de candidatos e eleitos, admitindo em entrevista ao Programa Cidade Alerta o apoio político. Condutas que contrariaram o edital da eleição. As informações são do comunicador Anchieta Santos, das rádios Pajeú FM, e Cidade FM, de Tabira, para o PE Notícias.

Por Naldinho Rodrigues*

A nossa lembrança de hoje é para Wilson Simonal de Castro, que nasceu no dia 26 de fevereiro de 1939 e faleceu em 25 de junho de 2000. Simonal foi um cantor brasileiro de muito sucesso nas décadas de 1960 e 1970. Simonal teve dois filhos também músicos, Wilson Simoninha e Max de Castro. Mas o sucesso de ambos jamais chegou perto do alcançado pelo pai.

Wilson Simonal começou a carreira cantando em bailes, rock, calipsos e até em inglês. Em 1964 viajou pelas Américas do Sul e América Central, junto com o Conjunto Bossa Três, do pianista Luiz Carlos Vinhas. De 1966 a 1967 apresentou o programa de TV, Show em Si…Monal, pela Record. Seu diretor era o famoso Carlos Imperial.

Simonal se revelou como um Show Man, fez grande sucesso com as músicas País Tropical de Jorge Ben, Mamãe passou açúcar em mim, Meu limão, meu limoeiro e Sá Marina.

Em 1970 acompanhou a seleção brasileira de futebol à Copa do Mundo, realizada no México, onde se tornou amigo dos jogadores de futebol Carlos Alberto Torres e Jairzinho e do maestro Erlon Chaves. Nesta época, Simonal era um cantor bastante assediado pela imprensa e pelos fãs e vivia o auge de sua carreira.

No início da década de 1970, Simonal sofreu um desfalque na empresa que possuía e brigou com seu contador por contas das questões financeiras e fiscais. Este contador era o contador e diversos atores e diretores do Grupo Globo, e, revoltado com a postura de Simonal, acabou se aliando com o diretor João Carlos Magaldi, que detinha um poder enorme de comunicação e juntos inventaram um boato terrível sobre Simonal visando especificamente destruir completamente a carreira do cantor. Ou seja, como eram os anos da ditadura e a Globo era o porta voz dessa ditadura, espalharam que Simonal era dedo duro (entregava os colegas) e que estaria dedurando a grande parte da classe artística para a polícia.

Durante os interrogatórios, Simonal foi acusado de ser informante do Dops. A repressão imposta pela ditadura militar brasileira, levaram os jornalistas da época a acreditar que Wilson Simonal fosse informante do SNI. O jornal alternativo O Pasquim acusou-o de dedo duro e Simonal ficou desmoralizado no meio artístico intelectual e cultural da época e sua carreira começou a declinar. A classe artística e o público voltaram-se  contra Simonal, e com isso a carreira do cantor foi completamente destruída por um boato gerado dentro da Central Globo e, até a sua morte, ele jamais conseguiu recuperar-se da fama de traidor, embora esta traição tivesse sido amplamente desmentida.

O nome do músico foi reabilitado publicamente pela Comissão Nacional de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em 2003. Independente de qualquer acusação política, porém, o legado de Wilson Simonal ganhou cada vez mais reconhecimento pela história da Música Popular Brasileira, onde é considerado um dos melhores cantores. Simonal foi o maior cantor do seu tempo.

Quando chegou a hora de embarcar para o México, em 1970, Simonal foi convidado pela CBF para acompanhar a delegação em plena euforia do Campeonato Mundial, até Pelé acusou o golpe, ressentido por dar menos autógrafos do que o rei da pilantragem. Apesar de toda essa confusão sobre o Simonal, de dedurar ou entregar os colegas, continua a dúvida na cabeça de algumas pessoas, o que se tem de concreto é que ele (Wilson Simonal), depois que surgiu o boato, perdeu quase tudo: fama, dinheiro, dignidade e morreu sem conseguir provar a sua inocência.

Para matar as saudades do rei do ritmo, do gingado e da malandragem cantando, aquele que chegou a disputar pau a pau a popularidade com o Rei Roberto Carlos:

Wilson Simonal e  a música: Sá Marina…     

*Naldinho Rodrigues é locutor de rádio. Apresenta o programa Tocando o Passado pela Rádio Afogados FM, sempre aos domingos, das 5 às 7 da manhã.

Nesta quarta-feira (04) foi o primeiro dia dos estudantes do campus do IFPE em Afogados da Ingazeira realizar o exame de proficiência em língua inglesa TOEIC Bridge, em parceria com o programa Inglês ‘Sem Fronteiras’. O teste examina a proficiência em inglês para a comunicação internacional e está sendo oferecido gratuitamente aos alunos.

A prova envolve algumas turmas dos cursos integrados de Informática e Saneamento, e também os discentes do 1º período de Licenciatura em Computação. A aplicação do teste será feita até a sexta-feira (06), pelos professores habilitados do campus, Humberto Júnior, Ivo Marinho e Laura Cavalcanti.

TOEIC

O TOEIC (Test of English for International Communication) pode ser usado como pré-requisito para ingressar no programa Ciências sem Fronteiras, mestrados, doutorados, dentre outras situações que exigem certificação em língua inglesa. O TOEIC Bridge é considerado a versão mais fácil do exame e é voltado para candidatos com o nível de inglês iniciante para intermediário, podendo funcionar como uma ponte para o TOEIC tradicional. É comumente utilizada por instituições de ensino para avaliar em qual nível de inglês se encontra os alunos.

http://darciorabelo.com.br/uploads/notice/barragem_do_Mulung%C3%BA.jpg

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou nesta quarta-feira (04) que a barragem do Mulungu, localizada em Buíque, no Agreste de Pernambuco está prestes a entrar em colapso. O manancial, que tem capacidade para armazenar 1,3 milhão de metros cúbicos de água, é responsável pelo abastecimento de 60% da cidade. Os outros 40% recebem água de dois poços localizados no Vale do Catimbau.

Desta forma, será preciso alterar o calendário de abastecimento para seis dias com água e 24 sem, a partir da próxima semana. “Já estávamos com rodízio na cidade com a finalidade de prolongar o uso da barragem, mas como não houve chuvas na região, o manancial não suportou a severa estiagem”, explicou o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Denis Mendes.

Para acabar com a dependência do abastecimento do manancial local, a Compesa está executando uma obra estruturadora que vai levar água para Buíque, o Sistema de Poços de Tupanatinga. A previsão é que a obra seja concluída no primeiro semestre do próximo ano. Estão sendo perfurados 20 poços que terão a capacidade de produzir, no total, 200 litros de água por segundo para atender, pela Adutora do Agreste, além de Buíque, as cidades de Venturosa, Pedra, Tupanatinga, Itaíba, Águas Belas e Iati. O investimento é de R$ 54 milhões.

https://i0.wp.com/nilljunior.com.br/wp-content/uploads/2019/04/04.10-REUNIAO-PLENARIA-PRISCILA-KRAUSE-RS-2.jpg

A Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa aprovou, ontem (04), propostas que visam preparar Pernambuco para a adesão ao Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF) do governo federal, em tramitação no Congresso Nacional. Os ajustes, aprovados também durante reunião plenária, constam em dois projetos de lei (PLs 738e 739 de 2019), de autoria do Poder Executivo, e incluem a implantação de um teto de gastos públicos e a prorrogação da redução de incentivos tributários. Caso promulgadas, as medidas valerão até o fim do segundo mandato do governador Paulo Câmara, em 2022. A proposta do estado acata quatro das oito medidas indicadas pelo Ministério da Economia no PEF – o mínimo exigido para a adesão seria de três.

Desses ajustes, três estão no PL nº 738. Um limita o crescimento das despesas correntes, a cada ano, à inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ou ao aumento da Receita Corrente Líquida, se esta for menor que aquela. Outra exigência é a diminuição, em 10%, nos benefícios tributários – que está em vigor desde 2016 e foi estendida até 2022. A matéria reformula, ainda, a prestação do serviço de gás canalizado, que deve seguir as diretrizes estabelecidas pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), inclusive em relação aos consumidores livres. De acordo com o deputado e líder do governo na Alepe, Isaltino Nascimento, diretrizes que estão sendo discutidas pelo governo federal a serem discutidas no marco regulatório.

A quarta medida consta no PL nº 739 e alinha os mecanismos estaduais de gestão financeira às regras utilizadas pelo Tesouro Nacional, atendendo à exigência de unidade de tesouraria. Ainda de acordo com o deputado, um procedimento burocrático, do ponto de vista das normativas. “Algo que não implica em mudanças de ações ou qualquer tipo de despesa/recurso a mais do estado. É referente apenas à natureza administrativa e a qual Pernambuco já está enquadra, informalmente, mas que era exigido que houvesse uma lei regulamentando”, explica. Continue reading

O calor não vai dar trégua nesta quinta-feira (05) para a população pernambucana. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), o dia será sem chuva ao longo do dia, e a temperatura no Recife e Região Metropolitana atingirá a máxima de 34°C e mínima de 23°C.

O Sertão do São Francisco é a área que registra a maior temperatura dentre todas as localidades de Pernambuco. A máxima ficará em 39°C e a mínima em 25°C.

Confira a previsão completa:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.

Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 34° Mínima: 23°

Mata Norte

Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 23°

Mata Sul

Parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 35° Mínima: 23°

Agreste

Claro a parcialmente nublado sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 36° Mínima: 19°

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado a claro sem chuva em toda a região ao longo do dia..
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 38° Mínima: 21°

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado a claro sem chuva em toda a região ao longo do dia.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 39° Mínima: 25°

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (04), por 39 votos a 14, a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição PEC 438/18, que cria gatilhos para conter as despesas públicas e preservar a regra de ouro, dispositivo constitucional que proíbe o governo de se endividar para pagar custeio da máquina, folha salarial e programas sociais. Em 2019, o Executivo teve de pedir autorização ao Legislativo para abrir crédito extraordinário de R$ 248 bilhões a fim de equilibrar as contas.

A proposta inclui 20 medidas para conter despesas e outras 11 para gerar receitas. Os gatilhos devem ser acionados quando o desequilíbrio entre gastos públicos e arrecadação tributária atingir nível crítico. O ponto mais polêmico foi permitir redução da jornada de trabalho e do salário de servidores públicos. A PEC também autoriza a demissão de concursados sem estabilidade e de funcionários comissionados.

Além disso, o governo terá de reduzir incentivos fiscais, suspender repasses ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cortar gastos com publicidade e vender ativos e bens públicos. Aprovada pela CCJ, a PEC será avaliada por uma comissão especial antes de ser votada em dois turnos no plenário da Câmara. Depois ainda vai para o Senado.

A proposta foi aprovada com alteração feita pelo relator, deputado João Roma (Republicanos-BA), que retirou do texto um gatilho que reduzia contribuição ao Sistema S. O autor da PEC, deputado Pedro Paulo (DEM-RJ), lembrou que, neste ano, o governo teve de abrir crédito extraordinário de R$ 248 bilhões para equilibrar as contas. Isso causou um impacto de 4% da dívida pública, que já chega a 80% do Produto Interno Bruto (PIB).

Começam a ficar evidentes os efeitos da suspensão dos radares móveis pela Polícia Rodoviária Federal para controle do excesso de velocidade nas estradas. O freio na fiscalização da PRF foi determinado pelo presidente Jair Bolsonaro em 15 de agosto, em mais uma medida que tem impacto no número de acidentes de trânsito — ele já havia mandado cancelar contratos para implantação de radares fixos nas rodovias federais.

A decisão levou a uma redução de 54% nas infrações por excesso de velocidade em setembro. Não é coincidência o fato de que, enquanto as multas caíram, os acidentes cresceram. Não se poderia esperar outro cenário. De acordo com dados da própria PRF, o número de ocorrências graves subiu 5,6% em setembro e 8,4% em outubro.

Numa comparação com o ano passado, em setembro a PRF deixou de aplicar mais de 200 mil multas por excesso de velocidade nas estradas federais. Elas representariam uma arrecadação de cerca de R$ 30 milhões. Parte seria destinada ao Fundo Nacional de Segurança e Educação de Trânsito.

Em 15 das 27 unidades da Federação, nenhuma multa por excesso de velocidade foi aplicada pela PRF após a retirada dos radares móveis. Caso de Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Sul. Em Minas — que tem a maior malha rodoviária do país —, São Paulo e Rio, houve redução no total de infrações.

O coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, prevê o agravamento do quadro com o desmantelamento da fiscalização: “À medida que os motoristas forem descobrindo que não há controle de velocidade nas rodovias federais, ou que ele existe somente onde tem radar fixo, sinalizado e indicado nos aplicativos, à situação vai piorar muito”. Continue reading

https://abrilguiadoestudante.files.wordpress.com/2019/12/sisu-2020..jpg

Atenção, estudantes. As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2020 já têm data: de 21 de janeiro até as 23h59 de 24 de janeiro. Para concorrer, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e obtido nota acima de zero na redação. Todo procedimento deverá ser feito pela internet, na página do Sisu, gratuitamente.  

Ao efetuar a inscrição, o candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes. Ao final, o sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem e eventuais ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

O resultado será divulgado em 28 de janeiro. Um dia depois, 29, começam os prazos para:

  • matrícula ou registro acadêmico nas instituições participantes (até 7 de fevereiro). É preciso ficar atento à documentação exigida pela optada;
  • lançamento da ocupação nas vagas (até 7 de fevereiro);
  • manifestação de interesse para constar na lista de espera (até as 23h59 de 4 de fevereiro). Para participar, o candidato deve acessar o seu boletim, na página do Sisu.

“O Sisu é uma forma de ingresso à educação superior pública por um meio alternativo aos vestibulares. É uma oportunidade para quem se dedicou à prova do Enem poder estudar em uma instituição de qualidade”, disse o coordenador-geral de Políticas de Educação Superior do Ministério da Educação, Thiago Leitão.

cronograma foi publicado na edição do Diário Oficial da União (DOU) de 3 de dezembro. O edital completo está disponível no portal do Sisu. 

Sisu

O Sisu é uma das formas de ingresso à educação superior com a nota do Enem. Trata-se do sistema informatizado do Ministério da Educação (MEC) por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a participantes do exame. As informações são da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação.

LUCIANO HUCK

O apresentador de TV Luciano Huck participou nesta quarta-feira (04), do lançamento do Instituto General Villas Bôas, fundado pelo ex-comandante do Exército e assessor especial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Eduardo Villas Bôas. Cortejado por partidos para disputar a próxima eleição contra o presidente Jair Bolsonaro, Huck aproveitou o discurso para criticar indiretamente a retórica bolsonarista.

Ativista do terceiro setor, Huck lamentou “ataques desleais” disparados contra organizações não governamentais. Ele alertou ao general, que está ingressando nessa área, que é uma missão difícil. Ressaltou, no entanto, que as ONGs, “quando levadas a sério, são importantes incubadoras de futuras políticas públicas”.

Bolsonaro não compareceu ao evento. Além de Huck, o general Eduardo Rocha Paiva também discursou. Um dos principais auxiliares de Villas Bôas na criação do Instituto, ele foi chamado de “melancia” por Bolsonaro em resposta a críticas que fez pelo presidente ter chamado os nordestinos de Paraíba. Por ser verde por fora (cor da farda) e vermelha por dentro (cor associada ao comunismo), a fruta é usada como adjetivo entre integrantes das forças armadas.

O general Rocha Paiva disse em discurso que um “projeto de Nação precisa de uma sociedade disposta a superar o quadro de corrupção, impunidade e a lógica da predominância do conflito sobre o debate respeitoso de ideias”. E alfinetou: “A virtude está no centro. Os extremos são viciosos. O centro político é democrático e liberal na economia, mas assume sua responsabilidade social com os mais necessitados”. Ele se definiu como “conservador, evolucionista, mas não imobilista nos costumes e tradições”. Continue reading

O juiz Marcus Vinicius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal, absolveu nesta quarta-feira (04), sumariamente, os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff  no processo que investiga o chamado “quadrilhão do PT”.

Eis a íntegra da decisão.

Também foram absolvidos no caso: os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega; e do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Em 17 de outubro, o Ministério Público Federal (MPF), havia se manifestado pela absolvição dos réus. Eles foram acusados pelo crime de organização criminosa.

O juiz de Brasília escreveu em sua decisão que não houve dolo nas ações narradas na denúncia, oferecida em 2017 pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, e concluiu que “a denúncia apresentada, em verdade, traduz tentativa de criminalizar a atividade política”.

“A inicial acusatória alonga-se na descrição de inúmeros ilícitos penais autônomos sem que revele a existência de estrutura ordenada estável e atuação coordenada dos denunciados”, escreveu.

De acordo com a acusação, Lula teria tido participação em esquema de propinas que proporcionou R$ 1,48 bilhão à cúpula do PT de 2002 a 2016. Continue reading