Por Franklin Portugal*

Nestes dias estou tendo o prazer de aproveitar as férias no quente Estado do Maranhão, ao lado dos queridos pais e irmão. Mas, escrever e ter essa interação com o leitor é prazer que não podemos renunciar. Por isso, dentro das 4 linhas é pra se jogar. E vamos rolar a bola com o assunto da semana: é impressionante como o futebol é. Ele é um ser vivo em constante movimento. Respira permanentemente como uma pessoa. Isso por quê? Porque a esta altura, estamos com encerramento recente de competições e outras para serem finalizadas. Mas, para o futebol já se olha para 2020, e muitos clubes estão montando as equipes pro ano que vai chegar.

Pois bem, com nosso Campeonato Pernambucano não é diferente. E essa é uma etapa crítica. Porque é hora de contratar, e de contratar bem, de forma correta.  E não se trata exclusivamente de ter dinheiro suficiente. Claro que pesa, mas não é tudo. Se não fosse não teríamos equipes lamentando resultados pífios, e equipes com dinheiro em caixa.

É uma tarefa de visionário e visionário com inteligência perceber os talentos que podem “dar liga”, por assim dizer.

Assim como todos neste momento estão se articulando em suas gerências de Futebol, também o representante sertanejo do Afogados FC está. O mais recente anunciado pela diretoria é o volante Willian Gaúcho, jogador de 21 anos, emprestado pelo Náutico. Willian  estava no Aimoré (RS), e disputou a Série D pelo América (PE). Assim como ele, os reforços do Afogados devem ser apresentados no próximo dia 10 de dezembro. Até o momento são 17 jogadores já contratados.

A expectativa é que da projeção na caneta, no orçamento, a realidade mostre a tal “liga”, e resulte em campanha consistente.

Como eu disse é uma etapa crítica, justamente para não ter que sofrer com a crítica, bem depois.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.