Monthly Archives: fevereiro 2020

Por Naldinho Rodrigues*

Às vésperas do Carnaval, a música popular brasileira ficou triste e de luto. É que faleceu na última sexta-feira, 21 e fevereiro, a cantora Claudia Teles, aos 62 anos. Claudinha Teles, chamada carinhosamente no meio artístico da música, foi uma cantora, compositora e instrumentista brasileira, de  ascendência portuguesa e francesa, intérprete de canções românticas, dentre elas as mais tocadas “Fim de Tarde” e “Eu Preciso te Esquecer”.

Quando lançou o LP de estreia, e de maior sucesso em sua carreira, Claudinha tinha apenas 19 anos. Mas não era novata nos palcos. Ainda menina, juntou-se à mãe em um show do espetáculo reencontro, quando cantou “Arrastão” ao lado dela e de Edu Lobo.

Na adolescência, entrou no conjunto feminino vocal de uma amiga da escola, o Trio Esperança, e logo estava nos estúdios, fazendo coro para os grandes artistas a época. Claudinha participou de vocais em discos de gente como Dominguinhos, The Fevers, Roberto Carlos, José Augusto, Gilberto Gil, Jerry Adriani, Jorge Ben, Belchior, Simone, Rita Lee e Fafá de Belém.

Agravação do compacto “Fim de Tarde” aconteceu após convite do produtor Mauro Motta da CBS. A casa era dele e de seu parceiro, Robson Jorge, assim como o outro grande sucesso do disco de estreia, Eu Preciso te Esquecer.

Filha do violinista Candinho e de uma das precursoras da Bossa Nova, a cantora  Sylvinha Teles, Claudia Teles, no fim dos anos 70 gravou outros compactos e um LP “Miragem”, mas desde então não conseguiu atingir o mesmo sucesso comercial do início de carreira.

No final da década de 1980, Claudia Teles passou a fazer shows em homenagem à sua mãe, como “Tributo a Sylvinha Teles” e “Saudade da Bossa Nova”, que permaneceram em cartaz em diversas capitais. Nos anos 90, a cantora distanciou-se do gênero romântico que marcou o início de sua carreira e aproximou-se da MPB, particularmente da Bossa Nova.

Entre outras canções regravadas por Claudinha, estão “Dindi” e “Se Todos Fossem Iguais a Você”. Ela também  lançou um CD com músicas de Cartola e Nelson Cavaquinho, um álbum em homenagem à mãe Sylvinha “Por Causa de Você”, em 1997, e em 2000 lançou um tributo a Vinícius de Moraes.

Claudia Teles morreu por volta das 23 horas da sexta-feira de pré-carnaval (21), aos 62 anos, por falência múltipla de órgãos após sofrer uma parada cardíaca. Fumante inveterada, enfrentava insuficiência cardíaca, insuficiência renal e uma infecção no revestimento interno do coração e estava internada há duas semanas no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, no Rio de Janeiro.

Ela foi velada  e cremada na tarde do domingo (23), no Memorial do Carmo, no bairro do Caju, na zona norte do Rio.

Um fã de Claudinha Teles escreveu em homenagem a sua morte, a seguinte frase: Claudia Teles é a perpetuação de um sonho com sua voz personalíssima. Outro, escreveu: “O importante não é fazer coisas grandes, mas saber ser grande nas coisas que se pode fazer”.

Você que sempre vai admirar a voz suave e romântica de Claudinha Teles, mate as saudades curtindo o seu maior sucesso…Fim de Tarde.

*Naldinho Rodrigues é locutor de rádio. Apresenta o programa Tocando o Passado, na Rádio Afogados FM, sempre aos domingos, das 5 às 8 da manhã.

O professor de judô e criador de caprinos Emerson Leal Bastos ganhou destaque em uma reportagem da TV Asa Branca esta semana, por um trabalho social desenvolvido em Sertânia. Natural de São Paulo, residindo na cidade pernambucana há cinco anos, Emerson promove rifas dos animais de cria para ajudar seus alunos a participar de competições esportivas.

“Quando a gente coloca uma rifa de um bode, é mais fácil de vender. É uma forma de ajudar os meninos a conseguir participar de campeonatos, torneios e ir fazer os exames de faixas”, disse em entrevista ao canal.

O dinheiro arrecadado com as rifas, vendidas pelos próprios alunos, e segundo o blog de Alvinho Patriota, também é usado para comprar quimonos e outros itens necessários para a prática do judô. Toda a comunidade da cidade se engaja, incentivando cerca de 100 crianças e adolescentes a seguirem no esporte. Boa ação que merece evidência.

Há jogos que antes mesmo da bola rolar já são históricos. Esse era o caso desse Afogados x Atlético-MG, no estádio Vianão, pela segunda fase da Copa do Brasil, valendo uma cota de R$ 1,5 milhão. Porém, as circunstâncias também ajudam a transformar esses jogos em eternos. E esse também foi o caso desse Afogados x Atlético-MG. Diante de um dos gigantes do futebol brasileiro, a Coruja do Sertão também foi gigante e orgulhou não só a sua torcida, mas como também todo o futebol pernambucano.

Mesmo com um jogador a menos durante boa parte do segundo tempo (o zagueiro Márcio foi expulso aos 22 minutos), o Afogados esteve por duas vezes à frente do placar, foi guerreiro, mas acabou cedendo o empate por 2 a 2 no tempo normal. Nos pênaltis, voltou a mostrar a garra sertaneja. A garra nordestina. 

Mesmo após perder as duas primeiras cobranças, o time pernambucano foi buscar o resultado, com o goleiro Wallef defendendo duas cobranças e no fim o zagueiro Heverton Luiz convertendo o pênalti mais importante da história do futebol do interior do Estado. Vitória por 7 a 6. Afogados classificado e agora no aguardo do vencedor entre Ponte Preta e Vila Nova, que se enfrentam nesta quinta-feira, em Campinas. Com R$ 1,5 milhão na conta. E com uma história linda para contar. Para se orgulhar. Para sempre.

Até agora, há 22 casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil / Foto: OSCAR DEL POZO / AFP

Subiu para três o número de casos suspeitos do novo coronavírus em Pernambuco. As informações foram repassadas na noite desta quarta-feira (26), em coletiva de imprensa, pelo secretário de Saúde do Estado, André Longo. Todas as três pessoas com suspeitas do novo coronavírus são pernambucanas e estiveram recentemente na Itália.

Mais cedo, nesta quarta-feira, uma mulher que é moradora de Caruaru, de 51 anos, foi internada no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC). Ela chegou no Recife em um voo da Azul Linhas Aéreas que veio de São Paulo e tinha saído da Itália.

O segundo paciente é homem, também de pernambucano, e tem 24 anos. Ele mora na Itália, mas veio a Pernambuco para visitar a sua família e passar o período carnavalesco. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HUOC. De acordo com Secretaria de Saúde, o paciente está na ala por precaução, mas o seu quadro é clinicamente estável.

Exames

Os dois pacientes com a suspeita do novo vírus que estão internados no Oswaldo Cruz já tiveram a saliva coletada e enviada para o Instituto Evandro Chagas, no Pará, onde é feito o exame que comprova ou descarta a contaminação. O resultado tem previsão para chegar ao Recife nesta sexta-feira (28).

Terceiro caso

O terceiro paciente é um homem de 41 anos, também de Pernambuco. Ele esteve recentemente em Veneza, no Norte da Itália, e voltou para o Recife no último dia 12 de fevereiro. O paciente se encontra internado no Hospital Santa Joana, no bairro das Graças, Zona Norte do Recife.

Estado de saúde dos pacientes: Continue reading

O Carnaval acabou e é hora de voltar à rotina. Para esta quinta-feira (27), está prevista chuva de intensidade fraca na madrugada e primeiras horas da manhã da Região Metropolitana do Recife segundo a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

A previsão para as Zonas da Mata Norte e Sul são as mesmas em relação à do Grande Recife. Já no Agreste, as chuvas de intensidade fraca aparecem pela manhã e à noite, quando a temperatura mínima pode chegar aos 19° C.

O Sertão tem chuva no período da tarde e à noite também de intensidade fraca.

Confira a previsão completa abaixo:

Região Metropolitana

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de intensidade fraca na madrugada e primeira horas da manhã.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 22°

Mata Norte

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de intensidade fraca na madrugada e primeira horas da manhã.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 23°

Mata Sul

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de intensidade fraca na madrugada e primeira horas da manhã.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 32° Mínima: 22°

Agreste

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de intensidade fraca nas primeiras horas da manhã e à noite.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 33° Mínima: 19°

Sertão de Pernambuco

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de intensidade fraca no período da tarde e à noite.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 34° Mínima: 19°

Sertão de São Francisco

Parcialmente nublado com pancadas de chuva de intensidade fraca no período da tarde e à noite.
Temperatura (ºC): Estável
Máxima: 34° Mínima: 22°

General Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo do governo Bolsonaro Foto: Daniel Marenco/Agência O Globo

Por Eduardo Barretto/Época

O general Alberto dos Santos Cruz também tem criticado em privado a convocação de protestos contra o Congresso por Jair Bolsonaro e companhia.

Disse o ex-ministro palaciano de Bolsonaro a um interlocutor ontem, por mensagem:

“Não sou contra manifestação. Sou contra usar indevidamente a imagem de quatro generais para iludir o povo de que a instituição Exército está comprometida”.

Ao ouvir desse aliado que ele não daria certo no governo Bolsonaro, o general respondeu:

“Não ia dar certo. Eu já tinha visto isso”.

O presidente eleito Jair Bolsonaro em inauguração em Caxias

Por Lauro Jardim/O Globo

Jair Bolsonaro anda irritado com a cobertura da imprensa ao episódio em que ele compartilhou um vídeo de convocação para uma manifestação contra o Congresso e o Supremo.

Na tentativa de evitar mais pedradas, Bolsonaro ordenou a ministros palacianos que, até segunda ordem, não se pronunciem publicamente sobre o assunto em nenhuma hipótese.

Luís Felipe Belmonte

A menos de 40 dias do prazo limite estabelecido pela Justiça Eleitoral para que os partidos políticos obtenham registro para disputar as eleições municipais deste ano, a cúpula da Aliança pelo Brasil, sigla que o presidente Jair Bolsonaro tenta criar, admite que não vai conseguir participar dos pleitos deste ano. Até ontem, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia validado apenas 3.334 assinaturas – são necessárias, no mínimo, 492 mil para obtenção do registro. 

De acordo com o advogado Luís Felipe Belmonte dos Santos (foto), segundo vice-presidente e principal operador do partido a ser criado, foram coletadas mais de 1 milhão de assinaturas, mas elas não foram reconhecidas nos cartórios eleitorais. “Nossa parte foi feita, mas os cartórios eleitorais estão recusando todas as fichas com firma reconhecida. Eles alegam que não houve regulamentação. Além disso, o sistema cai toda hora. Os cartórios eleitorais não estavam preparados para um volume tão grande (de assinaturas)”, disse Belmonte. 

O TSE, porém, informou que o Aliança apresentou um total de 66.252 assinaturas – além das 3.334 validadas, outras 48.127 estão em prazo de impugnação, 2.593 na fase de análise dos cartórios e 12.198 já foram consideradas inaptas.

Na tentativa de se viabilizar, o Aliança mandou um pedido ao TSE perguntando se era possível dispensar a validação de assinaturas pela Justiça Eleitoral quando o apoio tivesse sido reconhecido por tabelião do registro de notas. O pedido ainda tramita na Corte Eleitoral. Continue reading

Estados e municípios têm até o dia 1º (domingo) para declarar, no Sistema de Informação sobre Orçamentos Públicos em Saúde (Siops), as receitas e despesas de 2019. De acordo com o Ministério da Saúde (MS), cerca de três mil gestores locais ainda não registraram seus gastos na área.

As secretarias estaduais e municipais que não informarem os gastos de saúde dentro do prazo podem ter as transferências de recursos públicos suspensas, como os Fundos de Participação dos Estados (FPE) e dos Municípios (FPM).

Por lei, os estados e o Distrito Federal devem investir no mínimo 12% de suas receitas na saúde. No caso dos municípios, a Constituição determina o investimento mínimo de 15% na saúde pública, enquanto o governo federal deve aplicar 15% da Recente Corrente Líquida, atualizada pela inflação acumulada no período desde 2017.

A aplicação mínima desses recursos é acompanhada por meio do Siops. O sistema serve para que pessoas e órgãos de controle possam fazer o acompanhamento da aplicação dos recursos na saúde.

A lei determina que os gestores dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) abasteçam bimestralmente o sistema com as informações. Após o último bimestre (novembro e dezembro), são verificados os percentuais mínimos que devem ser aplicados na saúde, durante todo o ano.

“Os municípios e estados que não transmitirem os dados do ano passado terão os repasses constitucionais e transferências voluntárias (convênios) suspensos até a regularização”, informou o Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde informou ainda que a partir da regularização do envio de informações ou do alcance do percentual mínimo exigido constitucionalmente, os recursos são liberados em até 72 horas após a publicação dos dados no sistema.

O Conselho de Justiça Federal (CJF), liberou R$ 675,8 milhões para o pagamento de requisições de pequeno valor (RPVs) referentes a matérias previdenciárias.

Quem ganhou ação judicial contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em janeiro terá direito a receber o benefício. O montante, destinado aos tribunais regionais federais (TRFs), abrange 54,7 mil segurados, segundo o CJF.

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), com jurisdição no Distrito Federal, Goiás e em outros 12 estados, recebeu R$ 220 milhões de RPVs, destinado a 13,4 mil beneficiários.

Para o segurado saber se vai receber o benefício, deve acessar o site do tribunal da região onde mora.

Confira as RPVs de matérias previdenciárias em cada região da Justiça Federal:

  • TRF da 1ª Região (DF, MG, GO, TO, MT, BA, PI, MA, PA, AM, AC, RR, RO e AP)
    Previdenciárias/Assistenciais: R$220.359.972,48 (12.353 processos, com 13.488 beneficiários)
  • TRF da 2ª Região (RJ e ES)
    Previdenciárias/Assistenciais: R$47.489.841,09 (3.090 processos, com 3.822 beneficiários)
  • TRF da 3ª Região (SP e MS)
    Previdenciárias/Assistenciais: R$117.050.908,08 (5.814 processos, com 6.659 beneficiários)
  • TRF da 4ª Região (RS, PR e SC)
    Previdenciárias/Assistenciais: R$169.797.010,47 (12.650 processos, com 15.542 beneficiários)
  • TRF da 5ª Região (PE, CE, AL, SE, RN e PB)
    Previdenciárias/Assistenciais: R$121.104.665,99 (10.122 processos, com 15.280 beneficiários).

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), pediu, nesta quarta-feira (26), a prorrogação da ajuda das Forças Armadas no estado. Inicialmente, o prazo final para a ajuda do Exército seria a sexta-feira (28) – o decreto da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi assinado na última quinta-feira (20) pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e garantiu a ida de 2,5 mil soldados do Exército, além dos 150 agentes da Força Nacional.

A prorrogação da GLO depende de Bolsonaro. Depois, cabe ao ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, definir a operacionalidade do envio das Forças Armadas.

Por insatisfação salarial, policiais militares promovem motim no Ceará a nove dias. Como resultado, já foram registrados 170 homicídios durante esse período.

Em um dos momentos mais dramáticos do motim, na última quarta-feira (19), o senador Cid Gomes (PDT-CE) foi atingido por dois tiros depois de tentar furar o bloqueio dos policiais com uma retroescavadeira.

Confirmando presença nas manifestações marcadas para dia 15 de março, o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) endossou as críticas do ministro chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, a supostas “chantagens” do Congresso. “O governo tem razão, tem muito chantagista lá”, afirmou ele.

“Eu vou [aos protestos] porque é uma coisa normal para mim, todo mundo merece manifestação contra e tem muita gente ruim lá, do mesmo jeito que tem muita gente boa”, pontuou.

Segundo ele, “ou as pessoas se enganaram ou não quiseram entender” que Bolsonaro não falava dos parlamentares de forma generalista. “Em nenhum momento o presidente quis dizer que todo mundo no Congresso é igual, até por que ele permaneceu lá por sete mandatos. Entre os 594 [deputados e senadores], tem muita gente boa.”

Apesar de concordar com as críticas do auxiliar de Jair Bolsonaro (sem partido), contudo, Kajuru cobrou que o presidente exponha quem são os tais chantagistas, em vez de generalizar uma crítica ao Congresso. “Não dá nome por quê? Quer negociar com essa pessoa depois, não tem coragem? Generalizar é irresponsabilidade, é algo que eu nunca vou aplaudir”, rebateu o senador.

“Nós sabemos quais são os Aécios (Neves, deputado federal pelo PSDB-MG) no Senado e na Câmara dos Deputados. O Álvaro Dias (senador do Podemos-PR) pediu dinheiro ao governo? Eu sei que não. O Randolfe (Rodrigues, senador pelo Podemos do AP) pediu? Não. Eu queria era a verdade, ele falar quem é que está chantageando. Chantagem de quem, cara pálida?”. Continue reading

Investidor olha para a tela de seu computador durante o pregão na bolsa de Xangai, na China - 08/07/2015

A Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, viveu o inferno em plena quarta-feira de cinzas, (26). Depois de passar dias fechada para as comemorações do Carnaval pelo país, enquanto via outros mercados amargurarem perdas consecutivas desde a última segunda-feira (24), o principal índice da Bolsa brasileira encerrou o dia em queda acachapante, de 7%. A perda de valor é histórica. O índice recuou de 113.646 pontos para 105.718 pontos. Para falar em valores, “sumiram” da bolsa 290 bilhões de reais — valor proporcional ao quanto vale o banco Itaú. Foi o pior desempenho para um dia desde 18 de maio de 2017, quando o mercado repercutiu a divulgação das conversas do ex-presidente Michel Temer com Joesley Batista, um dos donos da companhia frigorífica JBS — o evento ficou marcado como “Joesley Day” pelos investidores.

O motivo, em suma, para tamanha desventura no mercado de ações do país é de que o coronavírus (batizado de covid-19) tem ultrapassado as fronteiras. Na manhã desta quarta-feira, o Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso no país — outros vinte estão sob suspeita. Quase 3.000 pessoas já morreram mundo afora devido ao contágio — ao menos 44 países já confirmaram casos do vírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) ainda descarta o risco de uma “pandemia” para a doença, mas diz que o surto deve ser tratado como emergência internacional.

A China, epicentro da enfermidade, tenta retomar a normalidade de sua produção aos poucos. No auge da doença, lojas e fábricas foram paralisadas. Pessoas em quarentena, em seus próprios lares, não se deslocavam nem aos supermercados, bares e restaurantes, por ordem do governo chinês. O resultado disso se mostrou instantâneo. A Apple, que detém boa parte de sua produção no país asiático, admitiu que não irá atingir sua meta de faturamento para este trimestre. Nesta quarta-feira, foi a vez de Danone e Diageo — dona das marcas Johnnie Walker, Smirnoff e da cachaça brasileira Ypióca — revisarem suas projeções para baixo. A companhia de bebidas alcoólicas britânica projeta um impacto de até 325 milhões de libras para as vendas do ano de 2020.

Companhias aéreas, montadoras, fabricantes de smartphones e empresas de turismo também serão impactadas com o coronavírus. Apesar desta ressaca sem fim aparente, a maioria dos bancos de investimentos instalados no país mantém as projeções para o Ibovespa este ano. A XP Investimentos, por exemplo, estima que a Bolsa registrará 140.000 pontos ao fim de 2020. “Ainda é difícil falar de revisão não só para o mundo como para o mercado doméstico também”, diz Betina Roxo, analista da XP. “Essa pressão sobre o Ibovespa continuará sendo vista no curto prazo. Mas ainda acreditamos que o Brasil conseguirá alcançar um crescimento de 2,3% para o PIB este ano”, complementa.

Onibus da Prefeitura de Santa Filomena atolado na estrada tres paus

Segundo informações de populares locais, o ônibus (nas imagens), foi locado pela Prefeitura de Santa Filomena, no Sertão de Pernambuco, para o transporte escolar, está há três dias ‘atolado’ na estrada do sítio Três Paus, zona rural do município, por falta de reparo nas  vias vicinais do município, desde o começo do período chuvoso.

O micro-ônibus faz a linha de alunos do sítio Três Paus, ao distrito do Socorro.

“Como é que pode um carro da Prefeitura atolado há três dias por falta de duas caçambas de terra?”, disse um morador.

Vale lembrar à gestão do prefeito Cleomatson Coelho, que várias estradas do município estão em péssimas condições de tráfego e precisam de reforma urgente. Pois tanto populares como o transporte público, em destaque o escolar, tem dificuldade para se deslocar. Devido à falta de estradas, os alunos ficam sem aulas, o que prejudica o resultado no aprendizado dos mesmos. A denuncia é do Blog de Charles Araújo.

Filho de Afogados da Ingazeira, aluno da escola Cônego João Leite, o gerente de Negócios de Micro e Pequenas Empresas, Marcos Henrique Neves de Brito, filho de Luiz Gonzaga da Silva Brito, muito conhecido por Luiz de Zumba, e Maria Bernadete Neves de Brito, filha do saudoso Severino Lolô, saiu de sua terra natal em 1990 indo estudar na capital pernambucana e há 08 anos trabalha no Banco do Nordeste do Brasil (BNB), na cidade de Timbaúba, na zona da mata norte de Pernambuco.

Marcos Henrique foi agraciado com o certificado pela Superintendência Regional do Banco por ter apresentado um desempenho de destaque frente à gerência da carteira MPE, contribuindo assim com os resultados do Banco do Nordeste no Segmento de Micro e Pequenas Empresas no ano de 2019, tendo alcançado a Categoria 5 Estrelas.

Marcos Henrique que não esquece o seu ramal natural, passou o período de Carnaval em Afogados da Ingazeira junto a sua família, e faz questão de frisar, “não esqueço nunca o meu torrão natal”. Ele recebeu um convite da Superintendência para atuar numa Agência Central em Recife, mas que ainda está em fase de avaliação da proposta, que seria um degrau a mais na carreira do jovem e promissor sertanejo.