https://scontent.ffor9-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/85164083_202339270885262_1844426005360410624_n.jpg?_nc_cat=109&_nc_ohc=lHffCE8z42IAX_myJCp&_nc_ht=scontent.ffor9-1.fna&oh=d0ed75f83ab1641288cfd733648db4a9&oe=5F01AF00

Após o feito inédito na estreia da Copa do Brasil 2020, o Afogados FC já conhece a data do próximo confronto na competição. O jogo contra o Atlético-MG, pela segunda fase da taça nacional, está marcado para o dia 26 de fevereiro, a Quarta-feira de Cinzas, no estádio Vianão.

O time do Sertão do Pajeú avançou na competição ao golear o Atlético-AC em casa, na última quinta-feira (13). A equipe comandada pelo técnico Pedro Manta, de apenas seis anos de existência, conseguiu passar de fase na Copa do Brasil logo em sua primeira participação. Por ter passado, o Afogados embolsou mais R$ 650 mil.

Já o Atlético-MG eliminou o Campinense na quarta-feira (12), ao empatar sem gols no estádio Amigão, em Campina Grande (PB). Como integra o Grupo A das cotas, o Galo mineiro recebeu mais R$ 1,3 milhão para disputar a próxima etapa da competição.

Nesta segunda fase, a Copa do Brasil segue em jogo único. Desta vez, porém, não há vantagem de empate para o visitante. A igualdade no placar leva a partida para os pênaltis. A partir das terceira fase, a cota da competição é unificada. O valor para quem avança é de R$ 1,5 milhão.

A arbitragem para esta partida ainda não foi definida pelo quadro arbitral da CBF.