Monthly Archives: fevereiro 2020

Em meio à forte queda dos preços do petróleo de um lado, e a alta da moeda americana de outro por conta dos temores do impacto sobre a economia mundial do coronavírus, a Petrobras decidiu reduzir os preços da gasolina e do diesel em suas refinarias.

A companhia confirmou que a partir deste sábado (29), vai reduzir em 4% os preços da gasolina e em 5% os preços do diesel em suas refinarias e bases de entrega dos combustíveis.

A decisão da companhia surpreendeu o mercado, que não esperava mudanças nos preços dos dois combustíveis neste momento, pois se de um lado os preços do petróleo já caíram 23% neste ano, o câmbio teve alta de 12,4%.

Só neste ano, é a sexta vez que a Petrobras altera os preços da gasolina, tendo feito quatro movimentos de baixa, e um de alta no último dia 20 de fevereiro, quando reajustou em 3%.

Já em relação ao diesel, esta é a quinta vez que são alterados nas refinarias neste ano. O último movimento foi no dia 6 de fevereiro, quando os preços do diesel tiveram uma redução de 4,4% nas refinarias.

A Agência Nacional de Energia Elétrica ( Aneel ) nesta sexta-feira (28), informou que manterá no mês de março a bandeira tarifária na cor verde, sem cobrança extra na conta do consumidor. A bandeira foi à mesma aplicada em fevereiro.

De acordo com a agência, a decisão de manter a bandeira na cor verde se deve a recuperação nos níveis dos reservatórios em virtude do volume razoável de chuvas no mês de fevereiro. 

“Em fevereiro, os principais reservatórios de hidrelétricas do Sistema Interligado Nacional (SIN) apresentaram recuperação de níveis em razão do volume de chuvas próximo ao padrão histórico do mês. A previsão para março é de manutenção dessa condição hidrológica favorável, o que aponta para um cenário com elevada participação das hidrelétricas no atendimento à demanda de energia do SIN, reduzindo a necessidade de acionamento do parque termelétrico”, informou a Aneel.

Segundo a agência, o volume de chuvas refletiu-se na redução do preço da energia no mercado de curto prazo (PLD) e dos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF). O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.

Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias tem três cores: verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2), que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração. Continue reading

Bafômetro de equipe da Polícia Rodoviária Federal — Foto: PRF/Divulgação

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) vai analisar se é constitucional a regra do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que pune o motorista que se recusa a fazer o teste do bafômetro.

Pelo código, quem se recusa a fazer “teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa” comete infração gravíssima. E pode ser punido com multa, suspensão do direito de dirigir por 12 meses, recolhimento da habilitação e retenção do veículo.

Os ministros decidiram, por unanimidade, reconhecer a “repercussão geral” do tema. Isso significa que o entendimento fixado pela Corte na análise de um caso concreto, específico, será estendido a processos semelhantes que correm em instâncias inferiores.

A votação no plenário virtual do STF terminou nesta sexta-feira (28), e o voto do ministro relator Luiz Fux foi seguido pelos outros magistrados. A data para a análise do tema ainda não foi definida.

O processo a ser analisado pelo STF chegou à Corte em agosto do ano passado. O Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS) recorreu ao Supremo para rever uma decisão que anulou a multa aplicada a um motociclista de Cachoeirinha (RS).

O motociclista se recusou a realizar o teste, mas os advogados afirmam que ele não ingeriu álcool, e que só não fez o teste porque não confiava no aparelho. Continue reading

A Associação Juízes para a Democracia afirmou nesta sexta, 28, que a ação do Conselho Nacional de Justiça tem se tornado ‘insustentável’ e que o órgão ‘se apresenta como verdadeiro agente de censura seletiva’. A manifestação se dá após o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, determinar a apuração de um post do juiz do Trabalho Rui Ferreira dos Santos sobre o vídeo divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro pelo WhatsApp.

Em nota pública, a entidade defende que os magistrados ‘como seres políticos, têm o direito fundamental de manifestar-se publicamente, contra ou a favor de fatos que interferem e interessam a quem vive em sociedade’.

“À passividade das instituições diante de um tal ataque ao parlamento soma-se o silêncio seletivo do CNJ, em relação a condutas de magistrados que têm abertamente defendido o atual governo ou mesmo participado de atos político-partidários. A história nos mostra que governos autoritários não se constroem apenas a partir dos desmandos de um grupo pequeno de pessoas. É preciso que diferentes órgãos de poder compactuem com a exceção, perseguindo quem ousa criticar”, afirmou a AJD, em nota.

Humberto Martins instaurou de ofício pedido de providências para que a Corregedoria Regional do Trabalho do TRT da 4.ª Região apure suposta postagem feita por Rui no Facebook.

Segundo o corregedor, a manifestação do magistrado nas redes sociais com críticas ao vídeo compartilhado pelo presidente poderia ser visto como conduta ‘político-partidária’. Continue reading

Novas alíquotas da Previdência Social entram em vigor no domingo

As novas alíquotas de contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), aprovadas na reforma da Previdência, entram em vigor neste domingo (1º). Elas serão aplicadas sobre o salário de março, pago normalmente em abril.

No Regime Geral de Previdência Social (RGPS), as novas alíquotas valerão para contribuintes empregados, inclusive para empregados domésticos, e para trabalhadores avulsos. Não haverá mudança, contudo, para os trabalhadores autônomos (contribuintes individuais), como prestadores de serviços a empresas e para os segurados facultativos.

Segundo a Secretaria de Previdência, as alíquotas progressivas incidirão sobre cada faixa de remuneração, de forma semelhante ao cálculo do Imposto de Renda.

Como a incidência da contribuição será por faixas de renda, é preciso fazer um cálculo para saber qual será a alíquota efetiva. Quem recebe um salário mínimo por mês, por exemplo, terá alíquota de 7,5%. Já um trabalhador que ganha o teto do Regime Geral, também conhecido como o teto do INSS – atualmente R$ 6.101,06 –, pagará uma alíquota efetiva total de 11,69%, resultado da soma das diferentes alíquotas que incidirão sobre cada faixa da remuneração.

Veja abaixo todas as faixas de contribuição:

– 7,5% até um salário mínimo (R$ 1.045)
– 9% para quem ganha entre R$ 1.045,01 R$ e 2.089,60
– 12% para quem ganha entre R$ 2.089,61 e R$ 3.134,40
– 14% para quem ganha entre R$ 3.134,41 e R$ 6.101,06

Sem alteração

De acordo com a Secretaria de Previdência, contribuintes individuais e facultativos continuarão pagando as alíquotas atualmente existentes, cuja alíquota-base é de 20%, para salários de contribuição superiores ao salário mínimo.

Obrigatóriedade, agora, só em março de 2021

O governo federal prorrogou mais uma vez o prazo para que os órgãos de identificação adotem os novos padrões de Carteira de Identidade, estabelecidos pelo Decreto 9.278, de 5 de fevereiro de 2018. Em Decreto publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (28), o governo altera norma anterior para estabelecer que somente a partir de 1º de março de 2021 os órgãos estarão obrigados a adotar os novos padrões.

Segundo a legislação em vigor até então, o prazo para que todos os órgãos se adequassem aos novos padrões era a partir de 1º de março deste ano.

O novo modelo de carteira de identidade, definido pelo Decreto 9.278/2018, tem o tamanho reduzido e novos dispositivos para aumentar a segurança contra falsificações, como o QR Code. Além disso, é possível incluir no documento informações como título de eleitor, numeração da carteira de trabalho, certificado militar, carteira nacional de habilitação, número do PIS, tipo sanguíneo e fator Rh e outros dados que indiquem, por exemplo, necessidades especiais. Também é possível ao cidadão optar pelo nome social no documento, sem necessidade de alterar o registro civil.

A despeito de o presidente Jair Bolsonaro ter falado em serenidade na tentativa de reduzir a crise que abriu com o Congresso, o governo comunicou aos parlamentares que o novo limite de movimentação e empenho de emendas individuais, até março de 2020, será de R$ 2.367.113.453,00. O esperado era de R$ 3 bilhões. 

Com o novo limite, cada parlamentar terá direito a cota de R$ 3,9 milhões, isso levando em conta os 594 integrantes do Senado e da Câmara. Os gabinetes foram avisados por meio de um comunicado emitido pela Secretaria de Governo da Presidência da República, na tarde desta sexta-feira (28). 

A notícia correu rápido pelos corredores da Câmara e deixou parlamentares atônicos, tendo em vista que se esperava um contingenciamento menor. A avaliação é de que o ato do Poder Executivo ocorre para forçar o Congresso a negociar votações e pautas de assuntos que interessam o governo. Ao longo do ano, as emendas podem chegar a R$ 15 bilhões, mas não há obrigação do governo de atingir esse valor. 

A decisão de contingenciar as emendas individuais ocorre em meio a rusgas entre o Legislativo e o Executivo, em decorrência do ato de Bolsonaro, que enviou para uma lista com cerca de 60 contatos vídeos convocando apoiadores para manifestações contra o parlamento, marcadas para 15 de março. O assunto ainda não foi digerido por deputados e senadores, que prometem reações na próxima semana, na volta aos trabalhos. 

Veto presidencial 

Por trás da polêmica entre o Congresso e o governo está o veto do presidente a um trecho da Lei de Diretrizes Orçamentárias sobre o Orçamento impositivo. A parte vetada no texto pelo presidente prevê que “a execução das programações das emendas deverá observar as indicações de beneficiários e a ordem de prioridades feitas pelos respectivos autores”. A execução ficaria a cargo do Legislativo.  Continue reading

Previdência: expectativa é que o pente-fino tenha início ao longo do primeiro semestre de 2020

A revisão dos benefícios por incapacidade, como auxílio-doença e aposentadoria por invalidez, ainda não tem data para começar. A lei que autoriza o pente-fino foi sancionada em junho de 2019, mas uma série de adequações dos sistemas tem atrasado a convocação dos segurados.

No início de novembro, a Dataprev informou que os sistemas necessários para a revisão já estavam prontos, mas nesta sexta-feira (28), a Secretaria da Previdência informou que, após a entrega, “constatou-se serem necessárias novas adequações para integração dos sistemas internos utilizados pela Subsecretaria da Perícia Médica Federal”.

De acordo com a pasta, essa evolução está em andamento, mas ainda não é possível estabelecer com precisão quando será concluída. “A expectativa é de que o programa de revisão terá início ao longo deste semestre”, informou a secretaria.

O prazo para realização da revisão é até 31 de dezembro de 2020, podendo ser prorrogado até o fim de 2022.

Desde junho, os peritos médicos passaram a ser vinculados à Secretaria da Previdência, e não mais ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), como era antes. Com isso, o pente-fino nos benefícios por incapacidade, que exige perícias médicas, ficou a cargo da secretaria, enquanto a revisão dos benefícios com indícios de irregularidades (aposentadorias, pensões, BPC/Loas etc.) ficou sob responsabilidade do INSS, que iniciou o pente-fino ainda em julho de 2019. Continue reading

https://imagens.ne10.uol.com.br/img/imagens/2020/01/17/0d40a7cc33_shopping-de-serra-talhada.jpg

Começou a contagem regressiva para a inauguração do Shopping Serra Talhada e, enquanto os lojistas correm contra o tempo para oferecer um ambiente agradável, produtos e serviços de qualidade, com o conforto que o cliente merece; os consumidores estão polvorosos, com a expectativa de encontrar marcas que só existiam em grandes centros. 

É o que conta Felipe Pessoa, estudante da UFRPE que, além das salas de cinema, comemora a chegada da Burger King. “Sou do tipo que ama cinema comendo hambúrguer. Só tinha esse prazer quando viajava a passeio para alguma cidade maior”, conta. 

Dos 22 mil metros quadrados de área construída, 1.008 metros quadrados foram destinados apenas para a praça de alimentação, que contará com 12 lojas, de diferentes segmentos alimentícios, oferecendo gastronomia de qualidade e sensações diferentes aos usuários.  

Outro local que vem gerando expectativa entre crianças e jovens é o cinema. O pequeno Fábio Filho, que comemora 8 anos em março, já sabe onde comemorar a data. “Adoro o Sonic e vou comemorar meu aniversário no shopping, assistindo o filme do Sonic com meus amigos e depois, vamos comer uma pizza”, disse animado. 

Késsia Lima, empresária, explica o porquê de apostar no empreendimento. “Apostamos na inovação de produtos e serviços, e nossa loja no shopping vem com a proposta de um espaço democrático. Além de termos mais conforto, segurança e tranquilidade, também temos produtos de qualidade a preço justo”, conta.

Para Marcos Godoy, presidente da CDL, o equipamento vai elevar a cidade para um padrão mais alto, igualando-se aos grandes centros, com a possibilidade de compra, lazer e experiência. “Serra Talhada vem crescendo e reunindo condições para que o shopping tenha viabilidade. Um ambiente moderno, evoluído, que apresenta novas possibilidades e novas oportunidades para toda a região”, pontua.

O Shopping Serra Talhada é um investimento de mais de 26 milhões para benefício do município, com 71 lojas comerciais, 12 gastronômicas e 12 de serviços, além de 3 salas de cinema, cada um com capacidade para 103 lugares e estacionamento para 636 veículos.

Amarelas/Veja

Na adolescência, o empresário brasiliense Luiz Estevão de Oliveira Neto queria ser físico. Dono de uma inteligência acima da média, passou em primeiro lugar no vestibular e chegou a cursar algumas disciplinas, mas abandonou a universidade para se dedicar ao automobilismo. Como piloto, não se deu muito bem, porém acabou, indiretamente, impulsionando a carreira de um de seus mecânicos da época, o tricampeão de Fórmula 1 Nelson Piquet, amigo dele até hoje. O maior talento de “Escovão”, como os colegas o chamavam, era mesmo fazer negócios — e ele fez inúmeros, que lhe renderam uma fortuna estimada por ele mesmo em 10 bilhões de reais e 26 anos de cadeia. Em 1998, já bilionário, Estevão elegeu-se senador, o primeiro da história a ser cassado, sob a acusação de ter desviado 169 milhões de reais da obra do TRT de São Paulo. Depois disso, foi condenado por corrupção e tornou-se o primeiro figurão a ser preso após uma decisão de segunda instância. Após três anos em regime fechado, o ex-senador, de 70 anos, está cumprindo pena em regime semiaberto, ou seja, trabalha durante o dia e dorme na prisão. Nesta entrevista a VEJA, concedida num escritório imobiliário no centro de Brasília, ele fala da rotina na penitenciária da Papuda, onde conviveu com condenados da Lava-Jato e do mensalão, explica de maneira crua como funciona a engrenagem da corrupção no país, tece elogios ao ministro Sergio Moro e ainda confirma que reformou clandestinamente o presídio a pedido de Márcio Thomaz Bastos (morto em 2014), ex-ministro da Justiça.

Qual o status do senhor hoje? 

Fui condenado a 25 anos de prisão por peculato, estelionato e corrupção. Estou cumprindo pena no regime semiaberto, o que me credencia a trabalhar todo dia. Saio da Papuda às 7 da manhã e volto às 21 horas. Durante o dia, de segunda a sábado, sou obrigado a ficar aqui na imobiliária. Vendo e alugo imóveis pessoalmente, oriento os corretores. Posso ver minha família a cada quinze dias, na chamada “saidinha”, que é quando o preso tem o direito de passar um fim de semana em casa. Essa situação deve perdurar até o fim de 2020, aí passo para o aberto. Pelo lado financeiro, meus bens continuam bloqueados pela Justiça, eu devia quase 800 milhões de reais do dinheiro que me acusam de ter desviado e me cobram uns 2 bilhões em impostos.

Empresários apanhados em casos de corrupção costumam se apresentar como vítimas de achaque?

O empresário não é vítima. Digamos que ele torce para ser vítima, torce para ser chamado para uma “conversinha”. Quando recebe um convite para uma “conversinha”, ele não sai chorando da sala, sai soltando foguetes. Qualquer personagem do mundo da corrupção, não é episódico, aprendeu um modus vivendi, aprendeu uma maneira de ganhar dinheiro. Nesse submundo, não há inocentes. Quando surge uma obra, o cara do órgão público, que representa um político ou um grupo político, indica um operador. E aí se inicia um processo que não tem limites, em que todos passam a ganhar.

Como assim?

O tal operador aparece e diz que precisa de dinheiro para financiar campanhas políticas. Ou seja, arruma uma desculpa moral para a extorsão. Ele nunca diz que parte daquele dinheiro é também para comprar uma casa na Côte d’Azur ou em Miami. O empresário, por sua vez, argumenta que, para pagar a propina solicitada, tem de emitir nota fiscal, tem impostos a saldar e precisa criar toda uma estrutura para tirar a propina do caixa da empresa — e recebe o sinal verde para ajustar seus custos. Nesse momento, está rompido o equilíbrio que deveria existir entre contratante e contratado. O empresário e o agente público ficam do mesmo lado. Aí, meu amigo, o céu é o limite. Uma obra que deveria custar 50 pula para 80, 100, 120. Essa foi a regra durante muitos e muitos anos. Continue reading

Com a aquisição dos equipamentos, população terá novos exames disponíveis

Com o objetivo de ampliar a oferta de serviços de saúde à população, o Governo Municipal de Sertânia realizou investimentos no laboratório de análises clínicas do município. A Prefeitura adquiriu novos equipamentos, visando à modernização do ambiente e possibilitando mais agilidade na realização dos exames laboratoriais. Uma ação que garante maior eficiência no atendimento.

O laboratório, que funciona no Hospital Maria Alice Gomes Lafayette, recebeu um aparelho bioquímico novo, com capacidade de analisar 160 amostras/hora, dependendo do tipo de averiguação. Esse equipamento permitiu a redução no tempo de espera. Para se ter uma ideia, antes o cidadão aguardava em média 30 dias, após a marcação, para fazer o exame e receber o resultado. Hoje, os exames de rotina são feitos e entregues dentro de uma semana e os de emergência no mesmo dia. A celeridade contribui para que os pacientes não sofram com a espera e ajuda no tratamento correto.

Outro instrumento adquirido foi um deionizador de água, responsável por produzir água quimicamente pura. Sem essa ferramenta, a Prefeitura chegou a gastar, em 2019, R$ 16 mil com água deionizada. A aquisição permitiu uma economia e garantiu a mesma qualidade. Além dos aparelhos, o laboratório agora oferece novos exames, em especial de emergência, como de enzimas cardíacas, que são solicitados em caso de suspeita de infarto agudo do miocárdio.

O laboratório de Sertânia realiza 50 tipos exames, a exemplo de troponina, hemograma, sumário de urina, tuberculose e hanseníase. São feitas cerca de 6.000 investigações por mês. Uma demanda que chega das UBSFs, Centro de Saúde da Mulher e da Criança, NASF, unidades de referências e do próprio Hospital. Continue reading

balanço

O Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – Detran-PE, sob Coordenação da Diretoria de Fiscalização, colocou nas ruas, durante as festividades de momo, inclusive nas prévias, no período de 18 de janeiro a 25 de fevereiro, em Olinda e no Recife Antigo, cento e oitenta agentes de trânsito, 38 viaturas, 12 reboques, 38 motocicletas e 2 PK’s (doblòs móveis para fiscalização eletrônica) das Operações Prevenção “Segundos que salvam vidas”, Rota de Fuga, Trânsito Seguro e Lei Seca. Em todas as blitzes da Operação Prevenção foram disponibilizados o etilômetro para o folião que estivesse em dúvida se poderia conduzir o veículo ou não. Mais de 80 mil panfletos e leques com dicas de segurança viária foram distribuídos. A ação aconteceu também na, Região Metropolitana, praias dos litorais Sul e Norte, e municípios do interior. O total de operações em 2019 foi de 200, já este ano foram 250.

As operações Rota de Fuga e Transito Seguro autuaram 4.757 veículos por infrações (uso de celular ao volante, não uso do cinto de segurança, alcoolemia, ausência de cadeirinhas para crianças, veículos em mau estado de conservação); foi realizada a remoção de 803 veículos para o depósito do Órgão, por irregularidades que não puderam ser sanadas no local; 745 motoristas foram autuados por alcoolemia.  

50 funcionários das Diretoria de Operações e Atendimento estiveram com o Detran Itinerante – DI, nas ações da Operação Prevenção em Olinda e no Recife Antigo, caminhão equipado com três guichês de atendimento, gerador próprio e computadores com acesso à internet quando fizeram mais de 3 mil atendimento interligado com a base de dados do Detran-PE, que ofereceu ao folião serviços de emissão de Nada Consta, solicitação da 2ª via da CNH, emissão de taxas, multas e agendamento de serviço, além de poder consultar a pontuação da Carteira Nacional de Habilitação – CNH.

De acordo com o Diretor Presidente do Detran-PE, Roberto Fontelles, o Órgão de trânsito teve como objetivo alertar os condutores para não pegar o carro caso tivesse ingerido bebida alcoólica. Já as Operação Rota de Fuga e Trânsito Seguro tiveram como foco a fluidez no trânsito. “Nossos agentes estiveram nas ruas para garantir mais tranquilidade aos cidadãos e turistas nesses dias de festividade, retirando das ruas os veículos e motoristas sem condições de circular, evitando assim acidentes”. Continue reading

Após receber diversas queixas do público informando que a secretária de Saúde de Amaraji, Jeanne Gouveia, não vem cumprindo sua carga horária semanal e que só comparecia ao local de trabalho um dia por semana, o Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE) recomendou ao prefeito Rildo Gouveia (PR) “fiscalizar o cumprimento da carga horária de todos os secretários municipais”.

O MPPE também recomendou à atual secretária de Saúde de Amaraji, cidade da na Zona da Mata Sul, que “opte por pedir exoneração do cargo imediatamente ou por passar a cumprir o expediente de 30 horas semanais, deixando de exercer outras funções públicas ou privadas no horário do expediente, sob pena de responder por ato de improbidade administrativa”.

De acordo com o promotor de Justiça de Amaraji, Ivan de Andrade, o MPPE identificou, em consulta a sites da área médica, que “Jeanne Gouveia mantém consultório de Psicologia ativo durante a semana na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, que fica a aproximadamente 400 quilômetros de distância de Amaraji”.

Tal fato, segundo o MPPE, contraria o artigo 28 da Lei Federal 8.080/90, que estabelece que os ocupantes de cargos de chefia, direção e assessoramento no SUS devem exercer suas atividades em regime de tempo integral.

Por fim, o Ministério Público recomendou ao prefeito “exonerar a secretária de Saúde ao final do prazo de dez dias se ela não apresentar pedido de exoneração ou comprovar o cumprimento da carga horária semanal. O MPPE fixou um prazo de 15 dias para que o prefeito informe sobre as providências adotadas”. A recomendação foi publicada no Diário Oficial Eletrônico do MPPE.

Trinta e cinco apostadores de Fortaleza ficaram milionários na noite desta quinta-feira (27) ao ganhar o prêmio de R$ 105 milhões na Mega-Sena. A aposta foi uma das ganhadoras do concurso 2.237, sorteou mais de R$ 2 milhões. A aposta de Fortaleza dividiu o prêmio total com outro ganhador da cidade de Branco (AC).

O grupo de 35 sortudos fez a aposta no formato bolão na Lotérica Aldeota, localizada na Avenida Dom Luís, no Bairro Aldeota. Cada participante do bolão ficará com R$ 3.023.610,25, totalizando R$ 105.826.358,87.

As dezenas sorteadas foram: 11 – 20 – 27 – 28 – 53 – 60.

Segundo o proprietário da lotérica, Alexandro Dantas, o grupo de 35 pessoas apostou em nove números. Cada participante pagou R$ 100, totalizando R$ 3.500.

“Eles participaram de um bolão. Foram 35 pessoas. A aposta custou R$ 100,00 [para cada participante do bolão]. Foram sete jogos de nove números onde dá 70 números que não se repetem”, explica.

Ascom

Fortalecendo a qualidade da educação infantil básica e ampliando a capacidade de atendimento da Rede Municipal de Ensino, a Prefeitura de Serra Talhada já vem investindo quase R$ 12 milhões na construção de creches somente na atual administração, atendendo mais de 1.600 crianças.

A gestão municipal já entregou 05 creches padronizadas aos bairros da Caxixola, Ipsep, Vila Bela, Borborema e Cagep, somando quase R$ 7 milhões. Outras 02 creches estão em andamento nos bairros Cohab e Mutirão, com investimento de R$ 5 milhões. Os equipamentos dispõem de cozinha, despensa, copa, lactário, setor administrativo, lavanderia, área de apoio, espaço multiuso, salas de pré-escola e salas de creche.

“Nós assumimos o governo com uma missão de transformar Serra Talhada numa cidade estruturada e pronta para o futuro, e entendemos que a educação é primordial no desenvolvimento da cidade, por isso, priorizamos a construção de escolas e creches para ampliar o atendimento à população, oferecendo uma educação de qualidade. Somente em creches já investimos doze milhões de reais, construímos cinco e vamos entregar mais duas, equipamentos de ponta, padrão MEC, localizados em bairros estratégicos, onde, ante, as mães e os pais não tinham um local adequado onde deixar seus filhos enquanto trabalhavam”, ressaltou o Prefeito Luciano Duque.

A secretária de Educação, Marta Cristina, reforça a importância das creches.  “É um orgulho muito grande pra todos nós que fazemos a educação de Serra Talhada contribuir para um futuro melhor para as nossas crianças. E as creches são a porta de entrada para essas crianças, que são acolhidas todos os dias com muito carinho e dedicação por profissionais capacitados. Pensando assim a gestão de Luciano Duque tem priorizado a construção de creches modernas e bem equipadas, ampliamos nosso quadro de servidores e vamos continuar trabalhando por uma Serra Talhada cada vez melhor”, afirmou.