O Ministério da Saúde liberou nesta quarta-feira (25), 600 milhões de reais para os estados financiarem ações de enfrentamento ao coronavírus.

O dinheiro foi enviado em parcela única e será aplicado no fortalecimento dos serviços ambulatoriais e hospitalares do Sistema Único de Saúde.

No mês passado, os secretários de Saúde de todo o país, reunidos em Brasília, pediram dinheiro extra para as ações de vigilância contra o vírus.

São Paulo, que tem o maior número de casos e a maior população, vai recebe 120 milhões de reais. O Rio fica com 48 milhões de reais e Minas Gerais com 60 milhões de reais.