Pedro Araújo

As informações que informam as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

http://www.ifpe.edu.br/campus/afogados/noticias/ifpe-afogados-promove-encontro-com-professores-da-rede-municipal/encontro-2/@@images/06cad1ce-41c7-4bc0-afeb-18cef4188d77.png

O campus do IFPE em Afogados da Ingazeira recebeu na última quarta-feira, a visita de professores da área de Ciências, da rede municipal de ensino. O encontro surgiu de uma demanda da Secretaria de Educação por meio da coordenação de Ciências do município, com o intuito de aproximar os professores de ciências do sexto ao nono ano com os docentes do IFPE, objetivando a realização de parcerias para projetos de iniciação científica e grupos de pesquisa, entre outras ações.

O evento foi iniciado com uma palestra conduzida pela professora Andrea Dacal, coordenadora da Pós- Graduação da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação do IFPE, que apresentou o instituto aos professores municipais, seguido de uma roda de diálogo para debater sobre áreas de interesse e como funciona o segmento de pesquisa do Instituto Federal. Posteriormente, foi realizada uma visita guiada aos laboratórios de Agroindústria, Microbiologia e Física. “É importante mostrar o instituto para esse público da região, porque inclusive, os alunos do sexto ao nono ano serão os nossos alunos no futuro, e esses professores acabam tendo também condições de desenvolverem algum projeto e terem publicações juntos com o IFPE”, explica Andrea.

De acordo com Eliane Fernandes, coordenadora de Ciências da rede municipal de ensino, O IFPE tem um papel essencial na região, se tornando um parceiro em benefício de melhorias para a educação no município. “Estamos tentando fazer, entre nossos alunos e professores, que germine a ideia da iniciação científica, pois não se tem uma formação específica para isso. Conhecendo o IFPE, surgiu à ideia de dar o pontapé nesse processo da iniciação científica, unindo o eixo que a gente trabalha em ciências com sociedade e tecnologia através de associações em sala de aula”, expõe Eliane.

O Diretor-Geral do campus Afogados da Ingazeira, Ezenildo Emanoel de Lima, reforça a importância dessa parceria: “É fundamental que a gente insira toda a comunidade dentro da nossa instituição, pois é mais uma maneira de fazer a integralização junto com a região do Pajeú. Esses professores do município que foram acolhidos pelo nosso campus tiveram a oportunidade de entender como é que o instituto funciona e de como eles, enquanto educadores, vão preparar os seus alunos, que futuramente poderão fazer parte do IFPE e que são o nosso principal público”, concluiu Ezenildo.

https://ramosfilho.files.wordpress.com/2017/06/fogueira.jpg?w=840

Ascom/AMMA

A época das festas juninas chegou e com ela, surgem às fogueiras que fazem parte da tradição nordestina em comemoração ao São João. Nas ruas de Petrolina, já é possível encontrar troncos de árvores amontoados para montagem dessas fogueiras que fazem parte da alegria de muitas crianças e adultos nessa época do ano.

Para garantir a segurança da população e proibir o desmatamento ilegal, a Prefeitura de Petrolina através da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), está acompanhando a procedência desse material que vem sendo comercializado na região. Segundo a Lei Federal nº 6.514//08, transformar madeira oriunda de floresta ou demais formas de vegetação nativa em carvão, para fins econômicos ou não, sem licença ou em desacordo com as determinações legais, é crime sujeito a pagamento de multa.

A gerente de Fiscalização e Educação Ambiental, Júlia do Vale, explica quais são as espécies que podem ser utilizadas. “Recomenda-se para uso de lenha para fogueiras de São João, madeiras exóticas ou de poda. Para quem deseja comercializar plantas nativas, é necessário a emissão do Documento de Origem Florestal (DOF)”, afirma.

Para emitir esse documento, os comerciantes devem procurar a CPRH/ Agência Estadual do Meio Ambiente ou IBAMA, onde eles irão efetuar um registro e analisar se a madeira é de procedência legal, ou seja, o material não corre nenhum risco de extinção. As denúncias podem ocorrer através do telefone 156 (Ouvidoria Geral do Município).

Além dos comerciantes, a população deve estar ciente de alguns cuidados que devem ser tomados ao acender uma fogueira, como não montar perto de locais com fiação elétrica, como linha de transmissão ou iluminação pública, não utilizar líquidos inflamáveis como gasolina, álcool ou óleo diesel, que podem causar queimaduras e acidentes graves, e que para apagar a fogueira sempre utilizar água e recolher os restos das cinzas e brasas.

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A seleção dos Correios, que oferece 4.983 vagas para jovens aprendizes e formação de cadastro reserva, teve as inscrições reabertas pela quarta vez. Os interessados têm até a próxima quinta-feira (28) para acessar o site e formalizar a candidatura ao processo seletivo gratuitamente. 

Para participar, é necessário ter escolaridade mínima do nono ano do ensino fundamental e idade entre 14 e 22 anos de idade no ato da contratação. A remuneração é de R$ 448 mais vale-transporte, para uma jornada de 20 horas semanais. Para mais detalhes, acesse o edital

Mais de 50% dos homicídios são de pessoas entre 18 e 30 anos / Diego Nigro/JC Imagem

Das 1.234 pessoas assassinadas em Pernambuco, entre janeiro e março deste ano, mais de 93% eram do sexo masculino e da cor parda. A maioria (50,6%) tinha entre 18 e 30 anos e a maior parte dos crimes (82,7%) foi praticada com arma de fogo. Os dados são do primeiro Boletim Trimestral do Pacto Pela Vida, que passou a ser divulgado no site da Secretaria de Planejamento do Estado (www.seplag.pe.gov.br), ontem, a fim de dar mais transparência aos dados do programa de combate à violência, que completou 11 anos sob muitas críticas de falta de informação e de diálogo.

O boletim traz dados não só da criminalidade, mas de ações preventivas. Ele mostra que os homicídios aumentam aos sábados (18%) e domingos (16%). Mas não apresenta nem os horários nem os locais das ocorrências nem o nível de escolaridade das vítimas. Aponta que no trimestre foram detidas 8.512 pessoas pelas Polícias Militar e Civil, mas apenas 3.964 entraram no sistema penitenciário.

“As demais foram liberadas ou em audiência de custódia, ou sob fiança, ou porque ao chegar na delegacia a prisão não foi consumada”, observou Márcio Stefanni, que apresentou o boletim no momento em que sai da Seplag, onde esteve por dois anos, para a Secretaria de Turismo. Segundo ele, embora o governo já tenha divulgado os dados da violência até maio, o boletim é trimestral porque é sempre esse o período utilizado para premiar os policiais pelas ações desenvolvidas. E o software que recebe os dados passou a ser utilizado apenas este ano, não havendo tempo para uma alimentação completa.

RESSOCIALIZAÇÃO

Na área de ressocialização, o documento só apresenta dados da população carcerária de 30.898 pessoas para 10.841 vagas, portanto, uma superlotação de 285%. Reforça a predominância (29.450) de pessoas do sexo masculino e de que a maioria dos detentos (26.272) está no regime fechado. Não há informações sobre reincidência, presos que trabalham ou estudam, ou detalhamento de onde está a superlotação.

Como trabalho preventivo, os principais dados são do Programa Atitude, que atendeu a 2.349 pessoas com dependência química, sendo a maioria (846) na faixa dos 30 a 40 anos e da cor parda ou preta (1.758). Ainda há informações do programa Governo Presente, que mediu 111 conflitos e do Bar Seguro, que fiscalizou 198 bares.

SEM TRANSPARÊNCIA

“A gente quer saber como essa violência está distribuída. Quer olhar uma planilha, colocar um filtro e pesquisar: quantos adolescentes do município de Paulista foram mortos por arma de fogo? A gente não consegue cruzar os dados, fica refém do que o governo disponibiliza e houve um tempo em que as informações eram postas quase diariamente no site da SDS”, reclama a socióloga Edna Jatobá, coordenadora do Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (Gajop).

A socióloga é uma das críticas à falta de transparência e de participação social no governo. “Se não divulgam, a primeira coisa que pensamos é que esses dados não são confiáveis, porque o que é confiável é transparente. Por isso estamos criando nossos próprios espaços para discutir com a população a situação da violência”.

“Desafio quem quer que seja a dizer que esses dados são falsos”, declarou Stefanni. Questionado sobre os motivos de não haver maior detalhamento, como já aconteceu, o secretário respondeu: “Os dados já são avaliados por quem deve ser, por quem está combatendo a violência. O Ministério Público também tem acesso a eles diariamente”. E afirmou que o próximo boletim deve trazer novas informações.

Deputado estadual André Ferreira e o prefeito de Jaboatão Anderson Ferreira que romperam com o governo Paulo Câmara

Já está agendado e ocorrerá na manhã da próxima terça-feira (26), o ato festivo em que o clã Ferreira sacramentará o apoio ao grupo das oposições em Pernambuco. O local escolhido para sediar o ato foi o segundo colégio eleitoral do Estado, gerido por Anderson Ferreira: Jaboatão dos Guararapes.

O deputado estadual André Ferreira, disse a interlocutores, que já havia sinalizado a intenção de promover um evento para cravar sua postulação ao Senado que se desse em momento posterior ao anúncio de Armando Monteiro Neto como pré-candidato a governador e de Mendonça Filho como pré-candidato a senador. Naquele momento, pessoas próximas davam conta de que a intenção era fazer um evento grande em Jaboatão.

Oposicionistas têm preferido dizer que o encontro festivo selará, primeiro, a declaração de apoio e que ainda conversam para amarrar a candidatura de André ao Senado. Mas tudo se desenha para que o deputado seja o nome a completar os concorrentes à Casa Alta na chapa encabeçada pelo petebista.

No PSDB, inclusive, foi à possibilidade de atrair o PSC que levou integrantes do tucanato a afirmarem que abririam mão de indicar um nome para o Senado. O PR, de Anderson Ferreira, está na base governista, presidido no Estado pelo deputado federal Sebastião Oliveira, mas o prefeito assinou junto com André Ferreira a nota que formalizou, ontem, o rompimento da família com a gestão Paulo Câmara. E os Ferreira subiram o tom.

Governistas e o PSB, por meio de notas, reagiram. Anderson pode não levar o PR, mas o fato de governar o segundo maior colégio eleitoral do Estado carrega uma simbologia e integrantes do grupo Pernambuco Quer Mudar realçam esse fato e reforçam que a “comunhão” com os Ferreiras já estava acertada há cerca de um mês. Armando e Mendonça estarão ao lado de André no ato da terça-feira e a chapa parece tomar contornos mais definidos.

Milho

O Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa), no Recife, comercializou, do início deste mês até essa última quarta-feira, 6,6 milhões de espigas de milho para o São João deste ano. Foi um aumento de 15,89% em relação ao mesmo período em 2017, quando as vendas chegaram a 5,7 milhões de espigas. Ao mesmo tempo, o preço da mão de milho – 50 espigas – caiu de R$ 28, no ano passado, para R$ 24, este mês.

Para o diretor técnico-operacional do Ceasa, Paulo de Tarso, o cenário pode ser explicado pelo aumento de 16% na oferta do cereal em Pernambuco. “Essa oferta é decorrente das boas chuvas que tivemos este ano no Estado, que facilitaram o acúmulo de água nos reservatórios e, consequentemente, ajudaram na irrigação do milho”, explicou. “É um preço muito bom, tanto para o produtor quanto para o consumidor”, avaliou. Agricultores de Pernambuco produzem 90% do milho comercializado no Ceasa.

As vendas vêm crescendo desde o início do ano. De janeiro a maio deste ano, foram comercializadas 11,1 milhões de espigas, 5,8% a mais do que em 2017 (10,5 milhões). “A expectativa é de comercializarmos mais de 13 milhões de espigas de milho até o final de junho”, revelou Paulo.

Desde o início da semana, o Ceasa está funcionando 24 horas por dia para reforçar a venda de milho. Neste sábado (23), véspera de São João, o Centro de Abastecimento fechará às 16h para os festejos juninos. No domingo, funciona das 5h às 13h.

Varejo

Nos supermercados do Estado, o consumo do milho e de alimentos tipicamente juninos, como leite de coco e fubá, subiu 5% em comparação ao ano passado. “Outras categorias, como bebidas, cervejas, vinhos, estão acompanhando”, contou Edivaldo, presidente Associação Pernambucana de Supermercados. “Com o desemprego, a taxa de 5% está dentro do esperado”, disse ele. “A mão de milho está na faixa de R$ 22 a R$ 25. E a unidade descascada na bandeja a R$ 1”, ressaltou.

http://www.alvinhopatriota.com.br/wp-content/uploads/2018/06/DSC_1157.jpg

Da Assessoria

O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB), pré-candidato à reeleição, e o pré-candidato a deputado estadual Alvinho Patriota (PSC), fizeram um giro por sete municípios sertanejos, da noite de quarta-feira até a noite dessa quinta-feira, em pré-campanha para a eleição deste ano. Em 24 horas, os pré-candidatos rodaram cerca de 700 km para demonstrar compromisso com o Sertão pernambucano.

Depois de participar de um jantar oferecido pelo deputado Sebastião Oliveira ao governador Paulo Câmara na noite da última quarta-feira (20), em Serra Talhada, os irmãos partiram no dia seguinte para reuniões com lideranças políticas e comunitárias nos municípios de Manari, Inajá, Jatobá, Floresta e Belém de São Francisco, além do distrito Caraibeiras, em Tacaratu.

Um dos momentos especiais foi um almoço na cidade de Inajá, no Restaurante O Bode Assado, que reuniu dezenas de empresários, agricultores, funcionários públicos, lideranças comunitárias e outras pessoas que desejam caminhar ao lado de Gonzaga e Alvinho em outubro. O encontro foi articulado pelo empresário Nenê Turismo, bastante conhecido na região.

Os participantes do almoço entregaram uma pauta a Gonzaga, pedindo principalmente a restauração das estradas que dão acesso à cidade. O deputado prometeu se empenhar para atender as demandas entregues e apresentou Alvinho na oportunidade como seu pré-candidato a deputado estadual.

Operação São João reforça fiscalização nas rodovias de Pernambuco

As rodovias de Pernambuco receberam reforço de policiais rodoviários federais de outros seis estados nesta quinta-feira (21). O efetivo – que vem do Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Rio Grande do Sul – trabalhará na fiscalização de trânsito e ações de combate ao crime da Operação São João.

Os trabalhos da Polícia Rodoviária Federal de Pernambuco (PRF-PE) nesta operação começaram no início do mês de junho e serão incrementados neste fim de semana por causa do feriado dedicado às comemorações de São João. A operação segue até o fim de junho.

A movimentação de veículos costuma aumentar nesta época do ano nas estradas de Pernambuco, principalmente nas BRs 232, 104, 407 e 428, que dão acesso aos municípios de Gravatá, Bezerros e Caruaru, no Agreste; e Arcoverde, Afogados da Ingazeira (esta devido a Exposição de Animais) e Petrolina, no Sertão, alguns dos principais polos das festas no Estado. O fluxo de veículos nos horários mais movimentados deve ser incrementados em 40% nos trechos mais próximos ao Recife durante o período junino.

De acordo com o Departamento de Estradas de Rodagem de Pernambuco (DER-PE), oito lombadas eletrônicas serão desligadas durante o feriado. Os equipamentos localizados nos quilômetros 6,2; 6,3; 7,4; 7,8; e 9,2 da BR-232, no bairro do Curado, na Zona Oeste do Recife; os dos quilômetros 7,3 e 7,9 da PE-035, em Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife; e do quilômetro 0,7 da PE-027, em Aldeia, Camaragibe, também na RMR, foram desligados às 12h desta quinta-feira (21) até às 5h da segunda-feira (25). 

O foco da Operação São João, segundo a PRF-PE, será coibir condutas que contribuem para a ocorrência de acidentes graves, como ingestão de bebida alcoólica pelos motoristas, excesso de velocidade, ultrapassagens indevidas e uso irregular de motocicletas. Para isso, serão usados radares de velocidade e bafômetros em locais estratégicos. Agentes do DER-PE realizam ações educativas nos principais polos de animação. Policiais do Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) reforçarão a fiscalização nas vias.

Balanço

Entre 22 e 25 de junho do ano passado, a Operação São João contabilizou 55 acidentes nas rodovias do Estado. Ao todo, foram 44 feridos e seis mortos. Na próxima segunda-feira (25) a PRF-PE divulgará um balanço parcial com os dados do fim de semana de São João. Após a conclusão da operação no final do mês, um novo balanço será feito.

Fogos e ostentação não faltaram à vista do governador, nem tampouco protesto, mesmo que individuais, contra o que alguns chamam de governador das promessas. Apesar de não ter vindo em veículo blindado, o governador trouxe novas promessas. Dentre elas está o “lançamento da ordem de serviço para a autorização da abertura de licitação para contratação da empresa que vai fazer o projeto do Compaz”. Só não é piada porque é ano eleitoral e se soma ao período a nova ordem do saneamento de Arcoverde que se arrasta desde 2011 quando o ex-governador Eduardo Campos, já falecido, veio e assinou. Se o Brasil busca o hexa, Câmara já chegou ao tetra com mais essa nova ordem de serviço. Não é à toa que o governador está gastando R$ 179 mil com aluguel de carro blindado para utilizar quando estiver em Brasília.

https://2.bp.blogspot.com/-Zx24yuN86Jo/Wyu41EeVQ1I/AAAAAAAATt0/1j9i52CxuV0QOibSwX2gZ-0d1oR5bCb8wCLcBGAs/s640/IMG-20180620-WA0040.jpg

Quem melhor traduziu a nova política pregada pelo PSB em Pernambuco e Arcoverde foi mesmo a estudante do Erema, Nathalia, que, segundo a qual a mesma quadra que enfeitaram e ajeitaram para receber o governador que nem olhou para a “cara dos estudantes”, foi proibida de ser utilizada para a realização dos jogos interclasses porque tinha buracos no telhado e estava toda deteriorada. Fecharam os buracos, pintaram tudo e ainda obrigaram os alunos a estar presente sob pena de não fazerem um tal simulado.

Enquanto alunos eram obrigados e marcar presença sob o comando de professores vigiados, uma professora, Heloísa Eneida, demonstrou de forma solitária o que a grande maioria dos docentes do estado de Pernambuco gostariam. Levou para o meio da quadra do Colégio Carlos Rios onde estava a caravana do governador e da prefeita um cartaz aonde batizava o excelentíssimo senhor Paulo Câmara como “governo das promessas”. Disse que fez um protesto, apresentando o cartaz (foto), e depois “me retirei do circo”. Após sua saída, fui informada que os assessores do governador estavam questionando sobre quem ela seria. “Lamentável! Uma pena! Não temos mais liberdade. Ditadura!”, sentenciou a professora. Para quem não lembra, ou não sabe, em 2014 Paulo Câmara prometeu dobrar o salário dos professores do estado. Hoje eles não estão conseguindo nem dobrar a ponta devido à defasagem.

http://jconlineimagem.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/2017/12/27/normal/14ebc013928636f2f67e09b40c33d932.jpg

JC

Com o intuito de angariar apoio ao bloco de oposição e cortejar a família Ferreira, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) afirmou, ontem, esperar um eventual apoio do presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchoa (PSC), caso o PSC venha mesmo a integrar o bloco de oposição Pernambuco Vai Mudar, após o anúncio do desembarque da base do governador Paulo Câmara (PSB).

“Acredito que esse é o primeiro passo para termos o apoio integral do grupo dos Ferreira, do PSC, incluindo o presidente da Assembleia”, afirmou FBC.

Em março, Uchoa se desfiliou do PDT pela negativa do partido em lançar seu filho à disputa para o legislativo federal pela chapinha composta pelo partido. Na troca partidária para o PSC, a condição imposta pelo parlamentar para a mudança se deu pela manutenção de seu apoio a Paulo Câmara, caso o partido saísse da base. “Em qualquer lugar que eu for, eu vou votar em Paulo Câmara. Até no PT, se eu for, embora eles não me aceitem, eu vou votar em Paulo Câmara”, afirmou Uchoa à época da filiação ao novo partido.

Comentando se a decisão afetaria na possível acomodação do PSC, FBC argumenta que a Frente de Oposição deve aguardar um posicionamento da sigla. “Temos que respeitar e aguardar a posição do PSC. Tenho impressão que daqui pra próxima semana a gente vai aguardar a evolução desses fatos.”

Até o fechamento desta edição a reportagem procurou Uchoa para comentar a afirmação do senador. Ele, porém, não foi localizado.

http://www.camara.gov.br/internet/bancoimagem/banco/img2014092512443445874.JPG

Com a saída do clã Ferreira da base de Paulo Câmara (PSB), surgiram rumores no meio político de que outro partido pudesse aproveitar o embalo e desertar do governo. É o Solidariedade (SD), presidido no Estado pelo deputado federal Augusto Coutinho (foto), que não esconde a insatisfação na sigla. Embora pregue calma, Coutinho almoçou ontem com parte da cúpula do SD e marcou para a próxima semana uma reunião para decidir os rumos da sigla. 

O “desconforto” começou quando Kaio Maniçoba perdeu o comando da Secretaria de Habitação (SecHab)– que assumiu quando era do MDB – na reforma política feita pelo socialista para acomodar o PP na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Ele esperava manter o espaço, mas a SecHab foi devolvida aos emedebistas.

Uma frase da nota de anúncio do desembarque dos irmãos Ferreira foi entendida como uma indireta à acomodação do PP: “Não concordamos com a prática do poder pelo poder e nem aceitamos um governo que seja refém da barganha”. 

Presidente estadual do PP, o deputado federal Eduardo da Fonte respondeu. “Quem está barganhando é ele uma vaga na chapa majoritária. Em nenhum momento o PP colocou imposição”, disse. “Foi uma decisão precipitada, principalmente a forma com que ele saiu tratando a Frente Popular. Não foi elegante”, completou.

Do lado do SD, Augusto Coutinho diz que segue na base. “É desconfortável para o partido, mas a gente tem que ter cautela. Tem que ouvir todo mundo, o partido não é Kaio. Ele é muito importante, como também são importantes Alberto Feitosa e (Professor) Lupércio”, afirmou. 

Ainda assim, pleiteia espaço. “Achamos que o partido está subdimensionado no governo”, afirmou. Paulo disse que tem conversado com o SD.

A avaliação é de que a saída dos Ferreira não mexe na configuração da chapa. Segundo o Palácio do Campos das Princesas, o PSC não tinha quadros. O PR, de Anderson Ferreira, ocupa espaços, mas por indicação do presidente do partido, o deputado federal Sebastião Oliveira. Após reunião com Paulo, ele divulgou nota com críticas aos irmãos, com quem brigou pelo comando da legenda. “Na realidade, este grupo jamais foi de fato um aliado ‘raiz’, mas puramente de conveniência”, alfinetou Sebastião.

Uma vaga ao Senado é dada como certa para Jarbas Vasconcelos. A outra pode ser de Humberto Costa, se o PT apoiar o PSB. Podem ser beneficiados o PCdoB – com o ex-prefeito João Paulo ou a deputada federal Luciana Santos – e o PDT – com o ex-prefeito de Caruaru José Queiroz. Ambos criticaram o que chamaram de imposição do PSC. “Se não prevalecer isso, não tem exigência”, afirmou o ex-prefeito de Olinda Renildo Calheiros (PCdoB).

http://admin.contrafcut.com.br/system/uploads/news/57567aebc6710e7dfcb7e9b80d3177fa/cover/greve-paraiba.jpg

Mal deu início à campanha salarial deste ano e o Sindicato dos Bancários já considera a possibilidade de entrar em greve. Segundo pesquisa realizada pelo Comando Nacional dos Bancários, 60% da categoria está disposta a cruzar os braços caso suas reivindicações não sejam atendidas pelos bancos. E, na avaliação dos dirigentes sindicais, esta negociação deve ser difícil. É que, além de ganho real, os bancários pedem a manutenção de direitos que foram postos em xeque pela Reforma Trabalhista.

A presidente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco, Suzineide Rodrigues explicou que as novas leis trabalhistas podem alterar 15 cláusulas da convenção da categoria. Com isso, os bancos poderiam, entre outras coisas, demitir sem comunicar o desligamento ao sindicato, trocar horas extras por banco de horas, contratar terceirizados com salário inferior, implantar o trabalho intermitente e fazer acordos individuais, excluindo, por exemplo, os bancários que ganham mais de R$ 12 mil da convenção coletiva. “São direitos históricos que não queremos perder. E a grande maioria dos bancários já disse que, se for preciso, tem disposição a aderir a greve para manter isso”, falou Suzineide. Ainda segundo a pesquisa da categoria, 23% dos bancários acreditam que manter esses direitos deve ser a prioridade da campanha deste ano. É quase o mesmo percentual dos que consideram como prioridade o reajuste salarial (no caso, a inflação mais 5% de ganho real): 25%.

Por isso, o sindicato realizou nesta quinta-feira (21) um ato no Centro do Recife para apresentar suas reivindicações. A pauta foi entregue à Federação Nacional de Bancos (Fenaban) no último dia 13. Mas a Fenaban só vai se posicionar sobre o assunto depois que a negociação com a categoria tiver início, na próxima semana.

http://img1.icarros.com/dbimg/imgadicionalnoticia/4/69481_1

O governo de Pernambuco abriu licitação para aluguel de carro executivo blindado para utilização exclusiva do governador Paulo Câmara quando ele estiver em Brasília. De acordo com o aviso de licitação, publicado no Diário Oficial da segunda-feira (18), o valor máximo aceitável do contrato é de R$ 179,6 mil.

O pregão foi aberto no dia 11 de junho. Conforme o edital, o veículo automático blindado executivo, com motorista incluso, deve ser do tipo sedan. O valor da diária a ser paga pode chegar a até R$ 1.796,66. O edital pré-estabeleceu uma quantidade de 100 diárias. O governo paga conforme os dias utilizados.

Os veículos oficiais dos senadores da República, que circulam todos os dias em Brasília, não são blindados. Na Câmara Federal, apenas os deputados que integram a mesa diretora possuem carro oficial. Eles também não são blindados.

O ZeroFiltro ligou para três locadoras de carros em Brasília. Em média, o preço de uma diária sobe dez vezes em razão da blindagem. Numa das locadoras, a diária de um veículo executivo, semelhante ao que vai ser utilizado pelo governador quando estiver em Brasília, ficou em R$ 1.701,28. Para alugar o mesmo carro sem a blindagem, paga-se R$ 192.

http://www.leiaja.com/sites/default/files/field/image/politica/topo/2018/03/26734397_1572306186138421_6489347230786755872_n.jpg

O deputado estadual André Ferreira (à esquerda), depois que oficializou, junto com o seu PSC, o rompimento com o Governo do Estado, não quis mais saber de política. Viajou ontem mesmo com a família para aproveitar o fim de semana.

Nos planos, descansar e, juntos, torcerem pela Seleção Brasileira contra a Costa Rica.

Sabe que, a partir da próxima semana e até outubro, terá poucas oportunidades de curtir a esposa e as filhas, pois vai se dedicar com unhas e dentes à sua candidatura ao Senado e precisará andar muito pelo Estado.

O casal dorme na Capital do Agreste e vai, neste sábado (23), para Campina Grande

A ex-primeira dama paulistana Lu Alckmin acompanha o marido e presidenciável tucano, Geraldo Alckmin, no São João de Caruaru, nesta sexta-feira (22). O casal dorme na Capital do Agreste e vai, neste sábado (23), para Campina Grande, onde confere o arrasta-pé dos Cunha Lima. Alckmin e Lu serão recebidos pela prefeita Raquel Lyra e pelo pai, o ex-governador João Lyra, no sítio Macambira, a partir das 17h. De lá, todos seguem para o Pátio do Forró.

Inclusive, o tucano Bruno Araújo foi quem articulou a vinda de Geraldo Alckmin para Pernambuco e Paraíba. Mas toda a chapa da oposição ao Governo do Estado; leia-se Armando Monteiro, Mendonça Filho e membros do PSDB, estarão presentes no sítio Macambira. O local, que já foi um reduto de Eduardo Campos, hoje se transforma no QG dos opositores ao PSB. É à roda da política.