Pedro Araújo

As informações que informam as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

Fernando Haddad Foto: Edilson Dantas / Agência O Globo

O Partido dos Trabalhadores tem uma estratégia para reforçar o nome de Fernando Haddad, provável substituto de Lula nas eleições para o Planalto, no Nordeste: usar os palanques estaduais.

Dos nove estados da região, o partido estará ao lado de sete governadores que tentarão a reeleição. Três são do PT (Bahia, Ceará e Piauí), um do PC do B (Maranhão), um do PSB (Pernambuco), um do MDB (Alagoas) e um do PSD (Sergipe).

No Rio Grande do Norte, o PT contará com a candidatura da senadora Fátima Bezerra. Na Paraíba, apoiará o candidato do PSB.

Foto: Nelson Jr./STF

O ministro Gilmar, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou para a a 28ª Vara Federal em Arcoverde o Inquérito 4095, que investigava o deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB). Esta decisão é mais uma decorrente do novo entendimento do STF, em maio, sobre foro privilegiado.

Com a restrição, o STF não julga mais crimes de deputados e senadores que não tenham relação com o mandato.

Zeca Cavalcanti era investigado no STF, segundo os autos, por supostos “crimes da lei de licitações (arts. 89 e 92 da Lei 8.666/93), e de peculato (Decreto-Lei 201/67, art. 1º, I e XI) em contratações de serviço de transporte escolar pela Prefeitura de Arcoverde/PE, nos anos de 2006 a 2009”.

O ministro considerou que os “fatos são alheios ao mandato de parlamentar federal”, por isso, a investigação não deveria continuar no STF.

“As investigações vieram a esta Corte tendo em vista a suspeita de participação do então Prefeito, hoje Deputado Federal, José Cavalcanti Alves Júnior. Os fatos são alheios ao mandato de parlamentar federal. Ante o exposto, declino da competência para a 28ª Vara Federal de Pernambuco (Subseção Judiciária Federal de Arcoverde/PE)”, decidiu Gilmar Mendes.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da Justiça no primeiro dia de agosto.

Líder político na região de Arcoverde, Zeca é um dos principais aliados do senador Armando Monteiro (PTB) no Estado.

Ex-prefeito de Arcoverde por dois mandatos, elegeu sua sucessora Madalena Britto em 2012. A nova prefeita, já no primeiro mandato, rompeu com Zeca e se filiou ao PSB, apoiando Paulo Câmara nas eleições de 2014.

Moradores de Exu enfrentam problemas para ter atendimento médico (Foto: Reprodução / TV Grande Rio)

Os moradores do município de Exu, no Sertão de Pernambuco, estão sofrendo há cerca de dois meses com a falta de atendimento médico nos postos de saúde. Desde que a prefeitura assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Federal (MPF), obrigando os profissionais a bater o ponto e cumprir a jornada de trabalho de oito horas por dia, 11 dos 13 médicos do Programa de Atenção Básica pediram rescisão de contrato e deixaram de atender.

“Essa é uma atuação nacional do Ministério Público (MP) desde 2013. O Ministério Público vem percebendo que, infelizmente, vários profissionais de saúde, notadamente da estratégia de Saúde da Família, não cumprem a carga horária determinada na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB). Nós então temos chamado os prefeitos para discutir e propor um ajustamento de conduta, sobretudo com a implantação do controle da jornada através de registradores eletrônicos de ponto”, explica o procurador da república, Marcos de Jesus.

Exu tem cerca de 31 mil habitantes e, sem médico nos postos de saúde, pessoas como a agricultora Maria Aparecida Souza Brito da Silva, que busca atendimento para o neto, estão indo para o hospital público do município. Com o aumento da demanda, a unidade ficou sobrecarregada.

Foto: Michele Souza/Acervo JC Imagem

O relatório da Polícia Federal sobre o acidente que vitimou o ex-governador Eduardo Campos e mais seis pessoas  apontou falha mecânica como à causa mais provável para a queda do avião que levava o então presidenciável, em 2014. A PF apresentou as conclusões do inquérito aos familiares das vítimas do acidente, entre eles a viúva do ex-governador Renata Campos, o filho João Campos  e o irmão do socialista Antônio Campos, nesta segunda-feira (06), nas dependências do órgão no Aeroporto dos Guararapes, no Recife. O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, também esteve presente.

A conclusão do inquérito da PF discorda do Cenipa e aponta uma falha mecânica do profundor do compensador, que fica na cauda do avião e que bota o avião para baixo ou para cima, como a causa mais provável.

O relatório do delegado Rubens Maleiner, responsável pelo caso, trabalhou com 10 hipóteses para a causa da queda do avião e restaram quatro. A desorientação espacial do piloto é a causa mais improvável para o acidente.

O Tribunal de Contas começou a notificar, por meio de ofícios, os presidentes das Câmaras de Vereadores dos 184 municípios de Pernambuco para que prestem informações sobre o julgamento das contas dos prefeitos das suas respectivas cidades. A iniciativa partiu do vice-presidente da Instituição, conselheiro Dirceu Rodolfo, uma vez que muitos deles não estão cumprindo a Resolução TC nº 08/2013, que disciplina a tramitação e o acesso público às informações sobre o julgamento dos prefeitos pelas Câmaras de Vereadores.

De acordo com dados da vice-presidência, de 355 pareceres prévios emitidos pelo Tribunal de Contas nos últimos oito anos, 162 (45,63%) não tiveram resultados de julgamento informados pelo legislativo municipal. Além disso, 130 Câmaras não encaminharam qualquer informação ao TCE, algumas com mais de um julgamento sem resposta.

Os presidentes das Câmaras terão 10 dias contados, a partir do recebimento dos ofícios, para prestar os esclarecimentos, que deverão ser acompanhados da data de recebimento do parecer prévio do TCE, da comprovação da notificação dos interessados para defesa, das atas das deliberações das comissões e plenário, do número de votos (quórum) proferidos e dos encaminhamentos realizados. Além disso, deverão apresentar as justificativas quando os resultados divergirem do parecer emitido pelo Tribunal e a comprovação da publicação da decisão.

Nos casos de não atendimento do prazo estabelecido ou de descumprimento das solicitações, o Tribunal poderá lavrar Auto de Infração contra o responsável, sujeitando-os à aplicação de multa, conforme determina a Lei Orgânica do TCE-PE (Lei 12.600/2004). A previsão é que os resultados sejam divulgados pelo TCE ainda em agosto.

PARECER 

A Constituição Federal concede aos Tribunais de Contas, dentre outras, as atribuições de apreciar, mediante Parecer Prévio conclusivo, as contas anuais de prefeitos e a de julgar as contas dos administradores e demais responsáveis por dinheiros, bens e valores públicos.

Nos municípios em que o prefeito assume as funções de executar o orçamento e de ordenar despesas e captar receitas, o julgamento é duplo. O primeiro é realizado para avaliar as contas de governo, onde o TCE emite um Parecer Prévio, recomendando à Câmara Municipal a aprovação ou a rejeição das contas. A medida é uma etapa fundamental no processo de controle externo da gestão pública, pois oferece às Câmaras de Vereadores elementos técnicos essenciais para o julgamento das contas dos chefes do Poder Executivo.

O outro julgamento, de contas de gestão, ocorre em caráter definitivo pelo Tribunal de Contas, cujo resultado se dá pela regularidade, regularidade com ressalvas ou irregularidade das contas da gestão.

JULGAMENTOS 

Após o julgamento, o Parecer Prévio é encaminhado ao legislativo do município auditado, que terá o prazo de 60 dias para realizar o julgamento, acompanhando a recomendação do TCE ou discordando. As divergências de deliberação devem ser devidamente fundamentadas e informadas ao Tribunal de Contas.

Em 16 de Janeiro do ano de 2015, portanto há 03 anos atrás, em uma reunião com os moradores do distrito de Ibitiranga, em Carnaíba,  com a presença do prefeito  José Patriota, de Afogados da Ingazeira,  o então secretário executivo de Articulação Regional, Anchieta Patriota, hoje prefeito de Carnaíba, prometeram aos moradores do maior de distrito de Carnaíba, o tão sonhado asfalto que liga Ibitiranga à PE-320 em Afogados da Ingazeira, sendo apenas 10 km de estrada.

Por diversas vezes, a promessa foi focada em blogs pagos pela Prefeitura de Carnaíba de que nos próximos dias seriam iniciado os trabalhos da execução da obra, com publicidades de ordem de serviço e etc. As ultimas promessas eram de que o governador Paulo Câmara entregaria o asfalto até o final de 2018, por incrível que pareça, ano de eleição onde o mesmo tentar ser reeleito governador de Pernambuco.

Paulo Câmara e Anchieta Patriota ainda prometeram muito mais. Afirmaram levar o asfalto até o povoado de Novo Pernambuco. Distante da sede Carnaíba cerca de 40 km.

Cansados de esperar, os moradores de Ibitiranga procuraram a redação do Blog do Cauê Rodrigues para cobrar do prefeito carnaibano Anchieta Patriota e do governador Paulo Câmara a execução da obra que deveria ser entregue á população de Ibitiranga.

A obra ainda foi uma das promessas de Anchieta Patriota durante as eleições de 2016 quando o mesmo foi eleito prefeito de Carnaíba. Em 16 de junho deste ano (2018), o prefeito  Anchieta Patriota (PSB) teve encontro com o governador Paulo Câmara  em Recife onde falaram mais uma vez sobre a estrada de Ibitiranga, que sequer teve inicio a sua execução.

Em outubro do ano passado, o Diário Oficial do Estado publicou o resultado da licitação para  a pavimentação da via,  que receberia nome de Rodovia PE-380, no trecho Afogados da Ingazeira-Ibitiranga e divisa com a Paraíba até Novo Pernambuco.

A vencedora foi a cearense Cosampa Projetos e Construções LTDA, CNPJ 03.006.548/0001-37.

Ela apresentou o menor preço global para a obra, R$ 13.521.880,95 e segundo a Comissão de Licitação está dentro das Exigências do Edital Licitatório. A informação foi publicada pela Comissão Permanente de licitação da Secretaria de Transportes.

O projeto é um sonho acalentado por carnaibanos dos distritos de Ibitiranga e Novo Pernambuco e afogadenses. As informações são do Blog der Cauê Rodrigues.

https://2.bp.blogspot.com/-QVlhYNEB7_A/W2hBhmq8lBI/AAAAAAAAUzE/J_e7jqNi0RcNfQWb_4xlJd6GkgOIoD1AwCLcBGAs/s400/Visita-02-1024x731.jpg

Abrigado numa legenda que hoje está no campo da oposição ao governo Paulo Câmara (PSB), o filho da prefeita de Arcoverde e até então pré-candidato a deputado estadual, André Britto (PROS), não teria tido seu nome homologado na convenção da legenda ocorrida ontem e que faz parte da coligação que vai apoiar o ex-petista Maurício Rands (PROS) ao Governo do Estado. O Pros homologou 20 nomes a deputado estadual, mas eles não foram divulgados ainda. 

O filho da prefeita aproveitou as últimas semanas para fechar apoios em várias cidades, mas não logrou êxito e as cidades prometidas pelo Palácio do Campo das Princesas (governador) não teriam chegado, principalmente pelo pré-candidato estar numa legenda oposicionista. A filiação ao PROS acabou criando barreira ao projeto político da prefeita de garantir seu futuro com uma vaga na Alepe.

Aliada inconteste do governador Paulo Câmara, a prefeita Madalena Britto (PSB) não teve força e nem liderança para bancar a candidatura do filho. Agora, a chefe do Executivo Municipal terá que escolher qual candidatura irá dar apoio, ou não, na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa. Na lista estão o deputado estadual Eduíno Brito (PP), Cybele Roa (PR), Luciano Pacheco (PROS) e Israel Guerra (PRP), todos abrigados tanto no governo municipal como estadual. Com informações do Folha das Cidades.

Cremepe identificou problemas na infraestrutura em 125 unidades de saúde / Foto: divulgação/Cremepe

Uma fiscalização realizada pelo Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) em unidades básicas de saúde públicas do Estado identificou problemas na infraestrutura em 125 delas, onde foram encontrados mais de 50 itens de irregularidades. De acordo com o conselho, foram realizadas 868 vistorias entre 2014 e 2017.

Segundo o Cremepe, entre os problemas encontrados estão falta de acessibilidade, ausência de espaços para atendimento adequado e salas compartilhadas. Apesar de o foco da fiscalização ser a parte física das unidades, o Cremepe ouviu queixas quanto à insegurança nas unidades.

Confira a lista de postos de saúde do Agreste com irregularidades:

UNIDADES COM MAIS DE 50 IRREGULARIDADES

Pesqueira

Posto de Saúde Caixa D’água
Rua Luiza Bonfim, 65
Caixa D’água

Posto de Saúde Indígena Aldeia Vila de Cimbres
Distrito de Cimbres
Zona Rural

UBS Baixa Grande
Rua Sergio Loreto S/N
Baixa Grande

USF ANGICOS
Rua Presidente Médici, 117
Pedra Redonda

USF CAIC
Rua Nove, s/nº
Cohab II

Toritama

PSF Centro
Rua Manoel Tenório, 275
Centro

Caruaru

USF Agamenon Magalhães I
Rua Gustavo Bezerra, 102
Agamenon Magalhães

USF Jardim Liberdade
Rua Arquimedes Oliveira, 222 Jardim Liberdade

Toritama

PSF FAZENDA VELHA
Duque de Caxias

PSF SÃO JOÃO
Zona Rural

USF COQUEIRAL
Rua do Coqueiral, s/n
Coqueiral

Garanhuns

USF BRASÍLIA I E II
Avenida Capitão Pedro Rodrigues, s/n
Brasília

Altinho

USF CENTRO
RUA CORONEL JOÃO GUILHERME 154
Centro

USF COHAB
RUA INÁCIO DE ARRUDA, S/Nº
COHAB

USF COHAB
RUA JOÃO FERNANDES DE SOUZA, S/N
COHAB

USF Loteamento Novo Altinho
Rua Homero Moura, 160
Centro

UNIDADE COM MAIS DE 100 IRREGULARIDADES

USF CENTRO
RUA CORONEL JOÃO GUILHERME 154
Garanhuns

USF BRASÍLIA I E II
Avenida Capitão Pedro Rodrigues, s/n
Brasília

Pesqueira

USF ANGICOS
Rua Presidente Médici, 117
Pedra Redonda

Arcoverde

UBSF Cidade Jardim
Rua Primeiro de Março, 44
Cidade Jardim

PSF SÃO JOÃO

Zona Rural

Toritama
Duque de Caxias
PSF Centro
Rua Manoel Tenório, 275
Centro

https://www.ansocial.com.br/wp-content/uploads/2017/09/concursos-2018.jpg

Em meio à crise econômica brasileira, os concursos se tornaram saída para quem quer garantir estabilidade no futuro. Só neste segundo semestre, é esperada a abertura de mais de 3 mil vagas em certames de todo o País. Para profissionais com ensino superior completo, os salários vão até R$ 22 mil.

De acordo com dados da Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos (Anpac), há uma demanda acumulada de 168 mil vagas no Brasil.

Os certames voltados às carreiras policiais, aos tribunais e à carreira jurídica são os disponibilizam mais vagas. “Saber que área ou carreira seguir é essencial para quem quer prestar concurso. Então não adianta o concurseiro apostar em todos as provas que abrirem, porque cada edital exige um determinado tipo de conhecimento”, explica o professor e fundador de um curso jurídico online, Renato Saraiva. 

Segundo ele, um cronograma de estudos regrado é essencial para o desenvolvimento dos estudantes. “Depois que o concurseiro tem em mente que concurso prestar, ele deve estar ciente do que vai estudar futuramente. Uma rotina de estudos regradas é essencial, porque, quando abre o edital, o aluno já está por dentro de como se preparar, sem estar na correria para recuperar assunto”, frisa Renato.

O administrador e analista comportamental Rodolfo Cunha diz que um curso preparatório é essencial para um aluno que não sabe como guiar seus estudos individuais. “Quando um aluno não sabe como estudar, os cursos preparatórios são importantes, porque disponibilizam apostilas, os assuntos certos para que ele estude”, afirma.

MENTE SÃ

Além do cronograma regular de estudos, é importante que os alunos tenham inteligência emocional para fazer uma boa prova. “A instabilidade emocional ocorre pelo medo da reprovação. As pessoas devem avaliar esse medo e tentar ter um controle sobre ele. Você cria uma ansiedade em cima e isso pode atrapalhar a realização da prova”, afirma Rodolfo.

O professor Renato Saraiva recomenda uma preparação especial dos seus estudantes para lidar com a ansiedade. “É importante que eles estejam também com a mente preparada, senão tudo que ele estudou vai por água abaixo”, enfatiza. 

“É recomendável que o concurseiro tenha uma rotina de exercícios e que ele intercale os estudos com descansos também. Além disso, é importante separar um dia na semana para esse repouso”, comenta o professor.

Com a confirmação das chapinhas do PT, Patriota, PROS e PP, o bolo das 25 vagas de federais passa a ser distribuído de forma que pareça uma colcha de retalhos.

Com apenas João Campos e André Ferreira de puxadores, os chapões liderados pelo PSB e PTB, respectivamente, podem eleger apenas seis deputados federais cada um.

As outras treze vagas ficariam com as chapinhas, com destaque para a do PP que pode eleger seis e a do PT que pode eleger três. Por isso já tem deputado federal de mandato refazendo os cálculos e considerando a hipótese de deixar a disputa.

O deputado federal Gonzaga Patriota marcou presença no evento da coligação “Frente Popular de Pernambuco” que oficializou, neste domingo (05), a candidatura do atual governador Paulo Câmara (PSB) à reeleição, nas eleições 2018. A convenção ocorreu no Clube Internacional do Recife. A atual deputada federal Luciana Santos (PCdoB) foi apresentada como vice da chapa. O deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) e o senador Humberto Costa (PT) completam a chapa concorrendo ao Senado.

Recepcionado como governador reeleito, Paulo Câmara chegou à Convenção do PSB em Pernambuco, com a área lotada por correligionários, amigos, pré-candidatos e assessores. Mais de 20 mil pessoas estiveram presentes na convenção com direito a orquestra de frevo e clima de Carnaval fora de época.  

Na ocasião, Patriota confirmou sua candidatura, mais uma vez, a deputado federal e mostrou força e ânimo para encarar o processo eleitoral. “Agradeço o esforço e empenho dos nossos filiados e amigos que marcaram presença, apoiando à reeleição de Paulo Câmara. Foi dada a largada e tenho certeza que não faltam disposição e força para a gente lutar e correr atrás para que Pernambuco continue avançando”, disse.  

Além do PSB, outros 11 partidos compõem a chapa: SD, PPL,PMN, PSD, PR,PP, PCdoB, PT, MDB, Patriota e PRP. Com informações da assessoria do deputado.

Começa nesta segunda-feira (06), a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo nas unidades de saúde e no Centro Municipal de Saúde, em Serra Talhada. A vacinação já teve início desde o dia 31 de julho nas comunidades rurais localizadas distantes das unidades de saúde da família.

A vacinação é destinada para crianças de 12 meses a menores de 5 anos, 11 meses e 29 dias e segue até o dia 31 de agosto. O “Dia D” de vacinação será na data 18 de agosto, das 08h às 17h em todas as unidades de saúde.

http://blogs.correiobraziliense.com.br/aricunha/wp-content/uploads/sites/13/2018/07/images.jpg

Por Igor Maciel*

“Para qualquer um dos palanques vale a frase. ‘O casamento faz de duas pessoas uma só. O difícil é determinar qual delas será’, dizia Shakespeare”

Nelson Rodrigues gostava de falar sobre a importância dos inimigos na vida de um sujeito. A lógica surpreendente que permeia o pensamento do dramaturgo cairia bem em um relato sobre a convenção do PSB de Pernambuco, ontem. A começar pela relação estranha entre os dois candidatos ao Senado. Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB) são como dois seres de planetas diferentes obrigados a viver na mesma nave e dividir o mesmo ar. O clima não foi dos melhores, mas é um tanto melhor do que se viu nos últimos anos. Humberto já acusou o agora colega de chapa de “ganhar eleições por meio da agressão e pela destruição dos outros”. Em outro momento do passado, Jarbas classificou Humberto como “perdedor nato” e “petulante”. Ontem, Humberto acenou com a paz para o colega em discurso. Jarbas falou sobre Paulo Câmara (PSB) e, praticamente, ignorou o petista. De qualquer forma, dirá o PSB como já disse Nelson: “Nada mais doce, nada mais terno, do que um ex-inimigo”.

Não foi o único exemplo do universo de Nelson Rodrigues durante a representação dominical que fechou o período de traições e provas de fidelidade em Pernambuco. O PP, que já havia recebido todo tipo de espaço dentro do governo, resolveu que precisava de algo mais também na chapa majoritária. Mas fez isso quando os militantes já estavam dentro do local do evento que anunciaria a chapa governista. A cena, com militantes do partido sendo ordenados a deixar o recinto, foi mais um ato que deu o tom das relações políticas contemporâneas. A notícia era que, agora, o PP exigia a suplência de Jarbas e o candidato ao Senado teria vetado o nome da vereadora Michele Collins (PP). Jarbas negou que tenha negado, mas o fato é que ela não ficou na vaga. Mesmo assim, o PP decidiu continuar com Paulo. 

Para aconselhar o PSB e chamar-lhe a atenção, talvez Nelson repetisse outra de suas frases: “O amigo nunca é fiel. Só o inimigo não trai nunca”. Serviria também para absorver melhor a nova chapa que foi formada com o ex-petista, agora no ex-aliado PROS, Maurício Rands, como candidato a governador, reunindo ainda o “aliado até semana passada” PDT e o Avante.

Para qualquer um dos palanques formados nos últimos dias, seja governo ou seja oposição, vale, mais que tudo, lembrar a frase de outro dramaturgo. “O casamento faz de duas pessoas uma só. O difícil é determinar qual delas será”, dizia Shakespeare. Descobriremos nos próximos dias.

*Igor Maciel é colunista titular da Coluna Pinga-Fogo do JC

https://jconlineimagem.ne10.uol.com.br/imagem/home-portal/normal/e1a8a849af088e5ee34c7f08fe1af832.jpg

Com pedido de “Lula livre” e com a promessa de que poderá fazer mais nos próximos quatro anos, o governador Paulo Câmara (PSB) foi oficializado como candidato à reeleição ontem (05), em uma chapa que traz a deputada federal Luciana Santos (PCdoB) na vice e tem o deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB), onde foi visível o constrangimento deste no palanque, e o senador Humberto Costa (PT) na disputa pelas duas vagas ao Senado.

“Quero aproveitar esse momento para fazer uma homenagem àquele que querem calar a voz. Mas o povo de Pernambuco não vai deixar, não. O meu abraço ao presidente Lula. Pernambuco tem gratidão. Lula livre”, pediu o governador. “Pernambuco sabe o que Lula fez pelo nosso Estado. As parcerias que ele fez com Eduardo”, emendou em seguida.

O PSB pretende usar a imagem de Lula durante a campanha de Paulo Câmara mesmo que o petista seja impedido de concorrer pela Justiça Eleitoral. Preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, o ex-presidente aprovou a aliança entre o PT e o PSB no Estado.

Em um discurso enérgico de 20 minutos, pingando de suor, o governador disse que a crise econômica atrapalhou seu primeiro mandato. Também criticou o governo do presidente Michel Temer (MDB), que teria virado os olhos para o Nordeste. O PSB afirmou que a gestão de Paulo foi perseguida pela União.

“Todas as nossas propostas que foram ditas em 2014 são válidas para Pernambuco. Infelizmente, a crise impediu muitas delas de avançar. A gente tem que saber se a tendência é poder realizá-las nos próximos quatro anos. A gente vai fazer o possível para atender todas as demandas da população e cumprir o nosso programa de governo”, afirmou Paulo, ao fim da convenção.

De acordo com o presidente do PSB, Sileno Guedes, 20 mil pessoas participaram do ato, no Clube Internacional, no Centro do Recife. Logo pela manhã, ônibus traziam militantes para o local da convenção. Houve empurra-empurra quando a chapa majoritária atravessou a multidão para chegar até o palco. Também foi difícil abrir caminho em meio às pessoas ao fim, quando muitos militantes e pré-candidatos tentaram fazer fotos ao lado do governador.

Prefeitos aliados também participaram do evento. Após atritos pela escolha da adversária local Luciana Santos para a vice, o prefeito de Olinda, Lupércio (SD), participou da convenção, mas não subiu no mesmo palanque em que estava a chapa majoritária.

No início do evento, Sileno Guedes também disse que o PSB ainda conversava com PDT e PROS para garantir a permanência deles na Frente Popular. Mas as duas siglas anunciaram uma chapa de oposição ontem para disputar o governo. “Estou sem informações sobre isso. Até vim para cá e eles ainda estavam debatendo. Nós estamos tentando conversar com eles. Se tivermos êxito, ótimo. Se não tivermos, nós vamos disputar. É uma eleição democrática. E quem quiser disputar, tem que disputar”, sinalizava o governador.

Outro mal estar ocorreu com o PP. O partido, que pleiteou espaço na chapa majoritária de Paulo Câmara, estava confirmada na aliança, mas o presidente do partido no Estado, Eduardo da Fonte, não compareceu e ainda teria orientado aliados a deixarem o ato. Nos bastidores, o desentendimento teria sido causado porque o PP queria indicar a vereadora do Recife Michele Collins para a primeira suplência de Jarbas Vasconcelos, mas não obteve êxito.

Por meio de nota, o emedebista negou que tenha vetado a presença dela na suplência. No fim da tarde, após várias articulações e conversas com interlocutores da oposição, o PP anunciou a permanência na Frente Popular. Apesar dos desentendimentos, candidatos do partido e até o ex-presidente da Câmara Federal, Severino Cavalcanti, prócer da sigla, participaram da convenção. Recém empossado, o presidente da Assembleia Legislativa, Eriberto Medeiros (PP), discursou em defesa da reeleição de Paulo.

O governador tentará o segundo mandato com uma coligação de 12 partidos: PSB, PT, MDB, PP, Solidariedade, PPL, PMN, PSD, PR, PCdoB, Patriota e PRP. Com siglas grandes, o partido espera ter entre 4 minutos e meio e cinco minutos no guia eleitoral.

http://blogdomarioflavio.com.br/vs1/wp-content/uploads/2018/08/12f211bf-32bf-4d24-b3fb-ae841e0baf4a.jpg

A escolha do vereador do Recife Fred Ferreira (PSC) para a vice do senador Armando Monteiro Neto (PTB) causou atritos com candidatos a proporcional. No caso do deputado Betinho Gomes (PSDB) e do pai dele, Elias Gomes, o motivo do imbróglio é a oposição entre as famílias Gomes e Ferreira em Jaboatão dos Guararapes, hoje gerida por Anderson Ferreira (PR), cunhado de Fred. Já a empresária Maria do Céu, que disputará para deputada estadual, lutou para que o seu partido, o PPS, não se coligasse com o PSC na proporcional.

Elias e Betinho não participaram da convenção que homologou a candidatura de Armando. Em nota, eles disseram que se sentiam liberados para “reavaliar o posicionamento político frente às eleições que se aproximam”, deixando espaço para que não apoiem Armando.

De acordo com Maria do Céu, o desconforto seria maior se Fred ou algum representante do que chamou de “bancada opressora” estivesse na coligação do PPS, que terá chapinha para proporcional. “Quem votar em mim não vai eleger ninguém do PSC”, afirmou.

“O nosso projeto é de união e não de divisão. Vamos manter o diálogo para buscar o fortalecimento de nossa aliança. Betinho e Elias são importantes para o partido e para esse projeto”, afirmou o deputado federal e candidato ao Senado, Bruno Araújo (PSDB).

Presidente do PTB, o deputado estadual José Humberto Cavalcanti reagiu a crítica de Paulo Câmara, que classificou Armando como “turma de Temer”. Segundo ele, os votos do PSB foram fundamentais para o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Ontem, Armando e a chapa majoritária participaram da 35ª Feira do Panificador, em Igarassu.