Pedro Araújo

As informações que informam as verdades dos fatos, sem ferir ou denegrir pessoas ou imagens. Como também, nunca procurando agradar aos maus feitores.

Um dia após o MDB Nacional confirmar o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles como candidato da legenda ao Palácio do Planalto, o MDB de Pernambuco realiza convenção no Recife para tentar decidir os rumos da sigla no Estado. A expectativa do grupo do vice-governador Raul Henry, presidente regional do partido, é que a maioria dos filiados vote hoje pela manutenção da legenda na base do governador Paulo Câmara (PSB) e pela candidatura do deputado federal Jarbas Vasconcelos ao Senado.

Eleitor declarado de Geraldo Alckmin (PSDB), Jarbas não compareceu ao ato que escolheu Meirelles como representante da sigla no pleito. O parlamentar rompeu com Romero Jucá, presidente nacional do MDB, depois que o senador tentou dissolver o diretório estadual do partido para entregá-lo ao também senador Fernando Bezerra Coelho. O gesto de Jucá e FBC culminaram em uma disputa judicial que já dura quase um ano.

Ontem, ao comentar a decisão do partido de apoiar a candidatura do ex-ministro, Jarbas não hesitou em alfinetar a cúpula da legenda. “Respeito a decisão da Executiva Nacional do MDB, apesar de já ter declarado meu apoio a Alckmin há algum tempo. Da mesma forma espero que respeitem a decisão do MDB em Pernambuco, partido do qual eu faço parte”, disparou.

Presente na convenção emedebista nacional, FBC foi procurado pela reportagem para informar se compareceria ao ato partidário estadual, mas não atendeu às chamadas nem respondeu às mensagens. É provável, no entanto, que o senador acompanhe o presidente Michel Temer (MDB) em sua passagem pelo Sertão do Estado para a cerimônia de acionamento da terceira estação de bombeamento do Eixo Norte da Transposição do São Francisco.

JUDICIALIZAÇÃO

Na esperança de ainda conseguir levar o partido para a oposição em Pernambuco – tirando Jarbas da disputa para o Senado na chapa de Paulo e reduzindo significativamente o tempo de rádio e TV da Frente Popular –, há a possibilidade, ainda, de que Jucá e FCB acionem a Justiça para revogar a convenção pernambucana.

Atualmente, aqueles que defendem o desembarque do MDB da base do PSB aguardam decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre quem teria, de fato, a competência para julgar o conflito interno da legenda, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou a Justiça comum. 

Em julho, durante o recesso do STF, a Executiva Nacional solicitou que o caso fosse apreciado com urgência pela Corte, devido à proximidade da convenção estadual. No início desta semana, contudo, a ministra Cármen Lúcia decidiu que o próprio relator do caso, Ricardo Lewandowski, deveria analisar a matéria a partir do dia 1º de agosto. Até o fechamento desta edição, o ministro não havia se manifestado sobre a pauta.

Os bate-bocas, vaias e trocas de palavrões que marcaram o encontro do PT que aprovou ontem a candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco evidenciaram que o partido chegará rachado às eleições de outubro. Um recurso contra a decisão da Executiva Nacional do PT de rifar Marília para apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB) será analisado hoje pelo diretório nacional do PT; embora dirigentes do partido admitam que dificilmente a aliança com os socialistas será revertida.

Segundo a assessoria de Marília, a vereadora teve 230 votos entre 251 delegados presentes na reunião. Vinte se opuseram à candidatura dela e um se absteve. É essa preferência maiúscula na base do partido que Marília espera apresentar como argumento para tentar manter-se na disputa pelo Palácio do Campo das Princesas.

“Finalmente, nós tivemos a oportunidade de mostrar o que é que a base de Pernambuco quer. São 300 delegados que representam todos os filiados do PT, mostra que quando se constrói uma ideia, seja ela uma candidatura, seja ela um projeto da base, a gente tem muito mais consolidação e mostra efetivamente qual é a melhor tática, a melhor aliança, que é com o povo”, afirmou ontem a petista.

Hoje (03), Marília, o senador Humberto Costa e o presidente do PT-PE, Bruno Ribeiro, estarão em São Paulo para acompanhar de perto a decisão do diretório nacional.

Um cartaz chamando Paulo Câmara de “golpista” na entrada do hotel onde ocorreu o evento do PT já dava mostra de que a militância pro-Marília iria para o enfrentamento contra a decisão da Nacional.

Quando Humberto chegou ao local, foi duramente vaiado e também chamado de “golpista”. “Estou tranquilo em relação a isso é um direito de as pessoas se manifestarem. Eu estou há 38 anos nesse partido. Nunca desrespeitei uma decisão”, se queixou.

Com Oscar Barreto, vice-presidente do PT-PE e também pró-aliança, o clima foi mais tenso. Além das vaias, houve bate-boca com vários militantes e troca de palavrões. “Vamos resolver lá embaixo!”, convocou Barreto a um militante que defendia a candidatura de Marília.

Mais cedo, uma manobra dos aliancistas tentou esvaziar a reunião, sem sucesso. Quando Marília venceu a votação, também houve empurra-empurra para entrar no amplo salão onde as dezenas de delegados se reuniam.

A mesma militância aprovou a candidatura de Humberto Costa ao Senado em qualquer um dos dois cenários: seja em uma candidatura própria ou na aliança com o PSB.

Ao final, diante da militância que o havia vaiado, o senador foi convidado por Marília a subir no palanque ao lado dela. Visivelmente constrangido, ele chegou a levantar o braço da vereadora e beijou sua testa. “É um orgulho ter a chance possível de dividir a chapa com você”, afirmou Marília.

“Se amanhã (hoje) a decisão da executiva mudar eu serei candidato ao Senado do mesmo jeito. Defendi a aliança com o PSB e amanhã vou defender de novo”, prometeu Humberto ao final do encontro. “A tendência é que mantenha a decisão (pelo acordo com o PSB)”, indicou o senador.  

http://henriquebarbosa.com/wp-content/uploads/2018/04/001_FranciscoDirceuBarros_Brasilia_Cr%C3%A9ditoDivulga%C3%A7%C3%A3o.jpg

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNPG) anunciou nesta quinta-feira (02) que o presidente da comissão especial da Câmara dos Deputados, que analisa a reforma do Código de Processo Penal (PL n.º 8.045/2010), acatou a proposta do Ministério Público brasileiro de retirar o parágrafo terceiro do artigo 18 que propunha a vedação da possibilidade de investigação pelos membros do MP brasileiro. A nota técnica que embasou a solicitação de retirada foi elaborada por uma equipe nomeada pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

O documento, que também foi assinado por todos os procuradores-gerais de Justiça estaduais e demais ramos do MP, ressalta o papel fundamental do MP brasileiro na defesa da democracia e do Estado de Direito, esclarecendo, ainda, que a atribuição de investigação é apenas subsidiária nos casos criminais. “A atividade de apuração de infrações penais não se confunde com a denominada Polícia Judiciária, haja vista que esta última tem sentido restrito, limitado à atividade realizada por requisição da autoridade judiciária ou do Ministério Público, ou direcionada ao Judiciário. Polícia Judiciária nada mais é do que função de auxílio ao Poder Judiciário na execução de seus atos ou decisões”, disse Dirceu Barros, na nota elaborada.

Ao longo do texto, Dirceu Barros fala da efetiva contribuição trazida pelo MP no exercício da investigação criminal, notadamente nos crimes praticados por organizações criminosas e aqueles envolvendo autoridades públicas. “Vivemos em um País carente de Justiça, em que ela atinge com muita dificuldade os principais criminosos, os que se escondem e se camuflam com togas, gravatas, discursos demagógicos e dólares”, apontou ele. Ainda segundo o procurador, diversos países mantêm seus ministérios públicos como os responsáveis pela condução das investigações criminais.

O procurador-geral de Justiça de Pernambuco aborda, ainda, que é necessário analisar os dispositivos tendo presente o princípio acusatório, eleito como espinha dorsal da sistemática processual penal. “Importa sim, revestir a investigação criminal de maiores cautelas capazes de evitar a prática de ilegalidades, sem que isso prejudique a eficiência da apuração dos fatos”, destacou.

Suzineide Rodrigues é presidente do Sindicato dos Bancários de Pernambuco

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco vai realizar uma assembleia na próxima quarta-feira (08). E, dentre os itens a serem avaliados, está a possível deflagração de uma greve. É que a categoria esperava firmar um acordo sobre a campanha salarial deste ano com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) nessa quarta-feira (1º), mas saiu da mesa de negociação sem nenhuma proposta concreta.

Presidente do sindicato, Suzineide Rodrigues (foto) explicou que, no início da negociação, há cerca de um mês, os bancos prometeram apresentar uma proposta de convenção coletiva nessa quarta, durante a quinta rodada de negociação salarial com os trabalhadores. Afinal, a atual convenção da categoria perde a validade no fim do mês e os bancários não querem perder os direitos adquiridos nos últimos anos. A categoria alega que a Reforma Trabalhista pode alterar até 15 cláusulas da convenção atual, impondo questões como a contratação de terceirizados com salário inferior e os acordos individuais. Por isso, já ameaçou até entrar em greve para garantir a manutenção das condições de trabalho atuais.

“Os bancos, no entanto, nos deixaram frustrados ao não cumprir sua palavra. Por isso, teremos uma nova negociação no dia 7, data na qual eles se comprometeram a apresentar uma proposta. E já no dia 8 nós faremos uma assembleia para avaliar essa proposta. Caso ela não seja digna da categoria, nós poderemos fazer uma greve”, afirmou Suzineide, que participou da negociação com a Fenaban nessa quarta, em São Paulo.

Desmatamento

No município de Iguarací, o Programa de Fiscalização Preventiva Integrada – FPI/PE nesta terça-feira (31), realizou atividades de fiscalização em áreas de produção de carvão e desmatamento situada na zona rural do município. Durante a  ação  foram constatadas irregularidades que resultaram na demolição de 22 fornos de carvão não licenciados  e lavrado um auto de infração com penalidade de advertência.

De acordo com as orientações da coordenação do programa FPI/PE, durante as autuações  que estão sendo realizadas para evitar o uso inadequado e degradação da vegetação nativa existe a preocupação de orientação  aos pequenos produtores quanto à regularização e licenciamento para o funcionamento legalizado. 

“Eu aplicava agrotóxico em plantio de milho, tomate, feijão. Me sentia tonto, com dor de cabeça, adoeci. Parei há cinco anos, não aplico mais”. O depoimento do agricultor Eguinaldo Alves Leite, de 30 anos, sintetiza um dos principais objetivos da equipe Agrotóxicos da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI/PE): proteger a saúde dos trabalhadores rurais. Na terça-feira (31), a equipe se deslocou aos sítios Pintada e Umburanas, na zona rural de Afogados da Ingazeira, onde foram efetuadas três notificações e lavrados três autos de infração.

No caso do sítio Pintada, os técnicos identificaram o uso de agrotóxico em plantações de tomate, milho e sorgo. O tipo de produto que estava sendo utilizado não era indicado para essas culturas, o que é proibido pelo Ministério da Agricultura e pode expor os produtores e consumidores a índices elevados do produto. Além disso, os trabalhadores que aplicam os agrotóxicos não estavam utilizando os equipamentos de proteção individual (EPIs) indicados.

Diante dessa situação, a equipe da FPI notificou o responsável pelo plantio para adquirir apenas o produto indicado para aquele tipo de cultura, providenciar os EPIs para as pessoas que aplicam os agrotóxicos e sempre seguir o receituário elaborado por um agrônomo. 

No sítio Umburanas, por sua vez, foram apreendidos dois equipamentos de pulverização. A devolução dos pulverizadores foi condicionada à aquisição, por parte dos produtores rurais, de equipamentos de proteção. Além disso, os responsáveis foram autuados em razão do descarte inadequado das embalagens dos agrotóxicos, que estavam sendo queimadas em uma área aberta. O procedimento indicado para o descarte deve ser a lavagem tríplice da embalagem e sua devolução ao revendedor, para que os vasilhames sejam encaminhados à empresa produtora, responsável por realizar a reciclagem do material.

Zootecnista detido sob suspeita de adulterar medicamentos veterinários

Na cidade de Tabira, a Equipe de Agrotóxicos localizou na quarta-feira (1º), em uma farmácia veterinária, um laboratório de adulteração de medicamentos veterinários, com farta quantidade de rótulos de medicamentos como anabolizantes animais, carimbos para remarcação de datas, frascos, tampas e material com rótulo alterado pronto para comercialização.

O zootecnista que trabalha no local tentou ocultar o material e fugir da fiscalização com um revólver calibre 38, mas foi contido pela Polícia Militar e pelos fiscais e conduzido até a Delegacia de Polícia de Tabira, onde foi autuado em flagrante.

No estabelecimento também havia cerca de 100 quilogramas de agrotóxicos, que foram apreendidos, e um criatório irregular de codornas para o comércio de ovos. Ele também foi autuado pela CPRH pela criação irregular das aves, que foram recolhidas e encaminhadas a um sítio pertencente ao proprietário da farmácia. O estabelecimento permanece totalmente interditado, inclusive para a realização de procedimento de perícia.

Em outros pontos de Tabira foram lavrados quatro autos de infração, três notificações e dois termos de apreensão de agrotóxicos em dois estabelecimentos.

Prisão em flagrante por posse ilegal de armas

Durante as ações de fiscalização na Estrada de Lagoa Nova, zona rural de Iguarací, a equipe da Cipoma efetuou uma prisão em flagrante por posse ilegal de armas de fogo (um revólver e uma espingarda). O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Afogados da Ingazeira, onde foi arbitrada fiança no valor de R$ 1 mil. Ele foi liberado após pagar o valor.

Instituições Parceiras e Equipes  

As instituições articuladas na Fiscalização Preventiva Integrada em Pernambuco, sob a coordenação do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Defesa do Meio Ambiente do MPPE, MPF e Ibama, com apoio da CBHSF, são Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro); ONG Animalia; Agência Nacional de Mineração (ANM); Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac); Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa); CemaFauna Caatinga/Univasf; Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF); Agência de Bacia Peixe Vivo; Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH); Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA); Fundação Nacional de Saúde (Funasa); Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe); Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan); Ministério Público Federal (MPF) e Estadual (MPPE); Polícia Militar de Pernambuco (PMPE / 23º BPM e Cipoma); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas); e Secretaria Estadual de Saúde (SES).

As informações são do Núcleo de Comunicação do Ministério Público de Pernambuco.

http://www.cenariorural.com.br/wp-content/uploads/2018/04/melao1.jpg

A Agência Nacional de Águas (ANA) publicou a resolução nº51 estabelecendo que a vazão do reservatório de Sobradinho pode ficar, no mínimo, em 523 metros cúbicos por segundo até o dia 30 de novembro deste ano, caso seja necessário. Atualmente, a vazão está em 680 metros cúbicos por segundo. O açude é o maior do Nordeste e já chegou a ser responsável por quase 70% de toda a água que poderia ser usada para gerar energia no Nordeste antes da atual estiagem.

“O múltiplo uso do São Francisco deveria ser uma discussão de toda a sociedade pernambucana. Um dos nossos maiores problemas continua sendo o dia do Rio, que não permite a captação da água para a irrigação a cada 15 dias”, diz o presidente da Associação dos Produtores do Vale do São Francisco (Valexport), José Gualberto.

Ele explica que a falta da irrigação duas vezes por mês traz uma perda de 7,5% da produção e prejudica mais de 30 mil produtores que utilizam a água do São Francisco para plantarem na área de Sobradinho e nos municípios da região, como Petrolina, Lagoa Grande, Floresta e Belém do São Francisco, todos em Pernambuco, e mais três cidades na Bahia: Juazeiro, Curaçá e Chorrochó.

“Estão impedindo o crescimento da agricultura irrigada em Pernambuco, e nenhuma autoridade está se preocupando com isso. Os empresários não investem porque não têm a garantia da água”, resume José Gualberto.

Mais de 90% das uvas e mangas exportadas pelo Brasil saem do Vale do São Francisco, que movimenta, em média, US$ 3oo milhões por ano nas vendas ao exterior. As exportações correspondem a 20% de toda a agricultura irrigada daquela localidade, que também cultiva coco, acerola, melancia, melão, tomate e feijão, entre outras. “A autorização da ANA prorroga uma autorização que já está vigente. A situação do São Francisco não é confortável”, diz o diretor de Operação da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), João Henrique Franklin.

Ele argumenta que no ano passado a vazão de São Francisco chegou algumas vezes até 523 metros cúbicos por segundo.

A região que abastece o São Francisco vem passando por uma estiagem desde 2013. Ontem, Sobradinho estava com 31, 5% do seu volume útil, aquele acima do qual a água pode ser usada para gerar energia.

Há um ano, o lago estava com 9,95% do seu volume útil. “Está um pouco melhor a quantidade de água este ano, porque, desde 2017, a vazão foi reduzida para garantir a segurança hídrica”, explica João Henrique. Ambientalmente, a vazão mais correta seria de 1,3 mil metros cúbicos por segundo.

Na próxima segunda-feira (06), terá início a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo nas unidades de saúde e Centro Municipal de Saúde em Serra Talhada. A vacinação já teve início desde o dia 31 de julho nas comunidades rurais localizadas distantes das unidades de saúde.

A vacinação é destinada para crianças de 12 meses a menores de 5 anos, 11 meses e 29 dias e segue até o dia 31 de agosto. O “Dia D” de vacinação será na data 18 de agosto, das 08h às 17h em todas as unidades de saúde.

Segundo o Ministério da Saúde o objetivo da campanha é vacinar quem nunca tomou a vacina, completar todo o esquema de vacinação de quem não tomou todas as doses e dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (ou seja, tomou todas as doses necessárias à proteção).

Quem deve ser vacinado?

Contra a poliomielite: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa “gotinha”.

Contra o sarampo: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.

Não devem ser vacinadas: crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Doença

Poliomielite: Também conhecida como paralisia infantil, é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida de início súbito.

A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, pela via fecal-oral (mais frequente); por objetos, alimentos e água contaminados com fezes de doentes ou portadores; ou pela via oral-oral, através de gotículas de secreções (ao falar, tossir ou espirrar). Não existe tratamento específico – todas as vítimas de contágio devem ser hospitalizadas.

A vacinação é a única forma de prevenção da poliomielite. Todas as crianças menores de 5 anos de idade devem ser imunizadas conforme esquema de rotina e em campanha nacional.

Sarampo: Doença infectocontagiosa causada por um vírus chamado Morbillivirus. A enfermidade é uma das principais responsáveis pela mortalidade infantil em países sub-desenvolvidos. Seus sintomas incluem febre e manchas no corpo, e o tratamento é feito para atenuar estes sintomas. Não há tipos de sarampo, somente fases de apresentação e complicações relacionadas à doença.

Não há uma causa específica para o Sarampo. O vírus ainda circula por não ter uma população completamente imune. Os surtos de sarampo ocorrem devido a fluxos de pessoas suscetíveis ao sarampo, ou seja, que não foram vacinadas, e também à diminuição da cobertura vacinal nos últimos anos.

Foto: Guga Matos/JC Imagem

O presidente Temer visita a cidade de Salgueiro, nesta sexta-feira, para vistoriar obras da transposição do São Francisco, mas não contará com a presença do governador do Estado, Paulo Câmara.

O governador vai ficar no Recife cuidando de detalhes da pré-campanha, na véspera da convenção do PSB.

Como o vice-governador Raul Henry, do MDB, está afastado do cargo por conta das eleições também, o governo do Estado então escalou então o secretário de Planeamento do Estado, Marcos Baptista, ligado ao MDB.

Curiosamente, amanhã também será a Convenção do MDB de Pernambuco, das 9h às 13h, na sede do partido, bairro do Recife. Raul e Jarbas Vasconcelos devem falar no final do evento.

http://afnoticias.s3.amazonaws.com/uploads/2016/09/29174912/Pesquisa.jpg

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (02) mostra que quase metade do eleitorado (45% dos entrevistados) se diz “pessimista” ou “muito pessimista” com a eleição deste ano para presidente da República. De acordo com o instituto de pesquisa, o elevado pessimismo reflete em baixo interesse do eleitorado pelas eleições de outubro.

O Ibope afirma que, em geral, as mulheres estão mais pessimistas com as eleições deste ano do que os homens. Entre os eleitores do sexo feminino, 47% se declararam “mais pessimistas” na pesquisa. Apenas 18% das mulheres entrevistadas se disseram “otimistas”.

Entre os homens, informou o Ibope, 43% se dizem “mais pessimistas”, enquanto 28% afirmam estar “otimistas”.

O levantamento do Ibope, encomendado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizado entre os dias 21 e 24 de junho e ouviu 2 mil pessoas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Já o nível de confiança da pesquisa divulgada nesta quinta-feira, segundo o Ibope, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

Interesse pelas eleições de 2018

A pesquisa do Ibope também aponta que 38% dos eleitores afirmam que não têm “nenhum interesse” nas eleições de outubro e outros 23% “têm pouco interesse”, o que soma 61% dos entrevistados. Já os que disseram ter “muito interesse” ou “interesse médio” somam 38%.

Importância das eleições

Apesar da demonstração de pessimismo do eleitorado identificada pela pesquisa, de maneira geral, os brasileiros afirmaram acreditar nas eleições e na importância do voto.

Segundo o levantamento, a maioria dos eleitores avalia que as eleições deste ano podem melhorar o Brasil.

A eleição tem potencial de mudar o país para melhor?

  • Concorda totalmente: 46%
  • Concorda em parte: 24%
  • É indiferente (espontânea): 1%
  • Discorda em parte: 8%
  • Discorda totalmente: 20%
  • Não sabe / não respondeu: 1%

O voto de cada brasileiro importa?

  • Concorda totalmente: 69%
  • Concorda em parte: 16%
  • É indiferente (espontânea): 1%
  • Discorda em parte: 5%
  • Discorda totalmente: 9%
  • Não sabe / não respondeu: 1%
  • Razões do pessimismo

Em dezembro de 2017, na pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira 43 – Perspectivas para as eleições, o Ibope questionou os eleitores sobre os motivos do pessimismo em relação ao processo eleitoral. À época, os entrevistados apontaram corrupção, perda de confiança no governo e candidatos e falta de opção entre os pré-candidatos como as principais razões para o desalento.

Razões para estar pessimista com as eleições de 2018:

  • Corrupção: 30%
  • Não confia mais no governo/nos candidatos: 19%
  • Não tem opção entre os pré-candidatos: 16%
  • Mesmos candidatos de sempre/falta renovação/não há mudança: 11%
  • Políticos não fazem nada pela população/não cumprem o que prometem: 7%
  • Não confia no processo eleitoral/vota nulo/branco/não quer votar: 5%
  • Problemas econômico-sociais: 4%
  • Medo de situação piorar ainda mais: 3%
  • Outros com menos de 2%: 10%
  • Não sabe/não respondeu: 6%
  • Descrédito com classe política

O levantamento do Ibope apurado em junho apontou que a proporção da população que associa a corrupção a todos os políticos é elevada, ainda que essa visão não seja consensual.

O instituto de pesquisa questionou aos entrevistados se eles concordavam ou discordavam com a afirmativa “todos os candidatos são corruptos, então não faz diferença em quem eu voto”.

 Veja as respostas à pergunta acima:

  • Concorda totalmente: 39%
  • Concorda em parte: 15%
  • Discorda em parte: 20%
  • Discorda totalmente: 25%
  • Não sabe / não respondeu: 1%

* A soma dos percentuais pode ser diferente de 100% por questões de arredondamento, informou o Ibope.  

A tão sonhada estrada PE-460, que liga a BR-116 a comunidade Quilombola de Conceição das Creuolas, município de Salgueiro, já deveria estar pronta desde junho de 2017. A obra é um antigo sonho dos moradores daquela região, assim como é a promessas antiga dos atuais políticos, incluindo-se a estes o mandatário do Estado. Orçada em pouco mais de 17 milhões de reais, a construção teve inicio em julho de 2016. Passados mais de um ano do prazo para entregar a obra, quem passa pela BR-116 até percebe a movimentação de algumas maquinas na beira da pista, é como se elas estivessem trabalhando em alguma coisa com o objetivo de chamar a atenção de quem passa.

Informações de pessoas que tem ligação com a empresa responsável pela obra, se tudo continuar no ritmo que está, dentro de no máximo sete meses a estrada fica pronta. O informante lembra que isso só poderá acontecer caso não falte dinheiro, ele lembra ainda que esse foi o motivo que provocou a paralisação da obra por três vezes nesse período.

Ainda de acordo com as informações cerca de 70% da obra já está pronta, apenas 7 km de terraplenagem ainda falta ser feito. O mesmo só não soube explicar o porquê da concentração de maquinas e pessoas nas proximidades da BR-116, disse apenas que se faz necessário as escavações para facilitar o escoamento da água, ou mesmo para mostrar que chegando o período eleitoral o povo veja que o governo está dando continuidade as obras. Com Didi Galvão.

Após a realização de auditorias e investigações preliminares, o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público de Contas constataram irregularidades no fornecimento de merenda escolar em alguns municípios. Com o objetivo de capacitar gestores e membros do Conselho de Alimentação Escolar acerca da temática, a Escola de Contas Públicas do TCE promoverá entre agosto e outubro o curso presencial e gratuito sobre Gestão e Controle do Programa de Alimentação Escolar. A capacitação será ministrada em Recife, Petrolina, Surubim, Caruaru e Garanhuns, como parte do seu programa de interiorização.

“É parte fundamental da missão da Escola orientar os servidores, sejam do Estado ou dos municípios. A iniciativa do Programa de Interiorização tem o objetivo de levar cursos gratuitos para todo o Estado, visando capacitar os jurisdicionados em seus locais de trabalho, facilitando a disseminação de conhecimentos no âmbito de cada município. Nesse sentido, considerando a atualidade da temática do Programa de Alimentação Escolar, queremos instruir os gestores públicos sobre a importância da gestão no fornecimento da merenda, evitando possíveis irregularidades”, disse o conselheiro Ranilson Ramos, diretor da Escola de Contas.

O curso será ministrado pelo professor Lúcio Genu Diniz, auditor de controle externo do TCE-PE, e tem como principais objetivos apresentar aos gestores o histórico do Programa Nacional de Alimentação Escolar, discutir a prática da gestão do programa e orientar a atuação do Conselho Municipal de Alimentação Escolar e sua interação com os demais participantes do PNAE.

Durante o segundo semestre de 2018, também serão oferecidos gratuitamente os cursos Licitação Pública: do edital ao contrato e Auditoria em Folha de Pagamento. Para se inscrever e conferir a programação completa dos cursos, clique aqui. Para mais informações, entre em contato pelo (81) 3181.7945 e ead@tce.pe.gov.br.

http://www.tre-pe.jus.br/imagens/imagens/pernambuco-tem-6-57-milhoes-de-eleitores-mulheres-sao-53/@@images/0858380d-0e99-4630-8984-7413f93292ad.jpeg

O Estado de Pernambuco tem, no total, 6.570.072 eleitores distribuídos entre 185 municípios. Deste quantitativo, mais de 53% são mulheres. O crescimento em relação à eleição passada foi de 213.765 pessoas. Os dados do País e dos Estados foram divulgados nesta quarta-feira (1º) e estão disponíveis no site do TSE (www.tse.jus.br).

Os números mostram que grande parte do eleitorado do Estado (71,60%) já possui os dados biometrizados, estando 4.704.495 eleitores de 130 municípios aptos a votar utilizando suas digitais.

O maior percentual do eleitorado em relação à idade encontra-se entre 30 e 34 anos, sendo composto por 733.551 pessoas. Outro número que chama atenção são os mais de 88 mil jovens entre 16 e 17 anos cadastrados perante a Justiça Eleitoral e que terão a possibilidade de votar, mesmo com a não obrigatoriedade nesta faixa etária.

Em abril de 2018, entre o prazo de 3 de abril e 9 de maio, eleitores transexuais e travestis puderam fazer a solicitação do uso de nome social no título. Já este ano, 314 pessoas fizeram a solicitação estão utilizando o nome social no título de eleitor, evitando constrangimentos.

Também fazem parte do eleitorado de Pernambuco 22.968 pessoas com deficiência. Esses eleitores terão prioridade no momento da votação e puderam transferir o seu local de votação para lugares com acessibilidade e mais próximos às suas residências. Para acessar as estatísticas eleitorais, clique aqui. Ao abrir o link, é necessário preencher a região que quer consultar as estatísticas.

O documento é subsequente a uma coletiva de imprensa onde Marília Arraes endossa o recurso contra decisão da CEN / Foto: Google Street View

O Partido dos Trabalhadores em Pernambuco (PT-PE) divulgou nota no final da noite desta quarta-feira (1º) indicando que seguirá a decisão da Comissão Executiva Nacional (CEN) em formar aliança com o PSB local. O documento é subsequente a uma coletiva de imprensa onde a vereadora Marília Arraes (PT) endossa o recurso contra a decisão da CEN que a afastou da disputa eleitoral pelo governo do estado.

“Registramos, assim, que por razões políticas e estatutárias estamos convocados todos, dirigentes e militantes, a observar e a fazer cumprir a decisão da Executiva Nacional, mantendo a nossa identidade e a nossa convergência em torno do projeto nacional do PT, da nossa Direção e da ampliação do apoio partidário à candidatura vitoriosa de Lula Presidente, à sua libertação e à derrota da agenda antinacional, antipovo e fracassada do golpe de 2016.”, afirma trecho em nota.

Leia na íntegra a nota do PT-PE

  1. Desde o ano passado, todas as decisões das instâncias nacionais e estaduais do PT, todas as mobilizações de nossa militância e das forças democráticas e populares aliadas, têm tido uma prioridade central, acima de qualquer outra por mais importante que seja: Libertar Lula da prisão política, reivindicar o reconhecimento da sua inocência e defender a sua eleição para Presidente da República. Não é uma prioridade apenas do PT, mas da maioria do povo brasileiro, como indicam todas as pesquisas. Um povo que
    quer e que vai nas eleições de 2018, junto com Lula, derrotar o golpe, recuperando a democracia e o País
    2. No dia de hoje, a Comissão Executiva Nacional aprovou uma resolução, por folgada maioria, deliberando pela aliança com o PSB em vários Estados brasileiros, dentre eles Pernambuco. Esta resolução, como todas as demais, tem a mesma finalidade mencionada acima que é o fortalecimento da candidatura Lula e da luta pela sua libertação. Como é óbvio, também, essa posição foi construída com a orientação do próprio ex-presidente Lula, nossa liderança maior e a quem a Direção Nacional escuta várias vezes a cada semana.
    3. Desde o mês de dezembro, a direção estadual do PT-PE, as suas lideranças e os nossos pré-candidatos ao Governo estadual participaram de várias reuniões, presenciais e por videoconferência, com a Presidente Gleisi Hoffmann, com o GTE Nacional e,
    sobretudo, com o Presidente Lula até o mês de abril, quando teve os seus direitos e a sua liberdade violados por uma absurda e inconstitucional prisão política. Em todas elas, fomos informados, com transparência e com clareza, dos esforços nacionais no sentido de construir uma aliança com os partidos de centro-esquerda. Como é notório, a partir de junho em resolução aprovada em Belo Horizonte, esse esforço nacional se concentrou no diálogo nacional com o PSB e com o PCdoB.
    4. Nessas reuniões, o PT-PE também foi estimulado pelas lideranças nacionais, inclusive por Lula, a seguir com a sua agenda de candidatura própria enquanto evoluíam as articulações nacionais. Também combinamos que manteríamos, como efetivamente foi
    feito, uma permanente atualização ad evolução do quadro entre as Direções Nacional e Estadual do PT. Em consequência, os pré-candidatos inscritos (a vereadora Marília Arraes, o deputado Odacy Amorim e o dirigente José de Oliveira) seguiram as suas pré-campanhas, as quais contribuíram bastante para estimular a nossa militância e para o posicionamento do partido no debate e na disputa no Estado.
    5. Registramos que, como é natural, todas as lideranças pernambucanas presentes a essas reuniões externaram a sua plena sintonia com os esforços nacionais para construir uma aliança eleitoral, sem que qualquer um manifestasse alguma discordância a respeito.
    6. Registramos, assim, que por razões políticas e estatutárias estamos convocados todos, dirigentes e militantes, a observar e a fazer cumprir a decisão da Executiva Nacional, mantendo a nossa identidade e a nossa convergência em torno do projeto nacional do PT, da nossa Direção e da ampliação do apoio partidário à candidatura vitoriosa de Lula Presidente, à sua libertação e à derrota da agenda antinacional, antipovo e fracassada do golpe de 2016.
    7. Amanhã realizaremos o nosso Encontro Estadual, com 300 delegados e delegadas. Convocamos ao debate maduro e democrático e, ao final, à construção de convergências para, sob a liderança de Lula e da nossa Direção Nacional, superarmos as enormes dificuldades impostas ao Povo Brasileiro e ao País e, em especial, aquelas impostas ao ex-presidente Lula, que vem enfrentando, com muita força e admirável coragem, as maiores e as mais injustas dificuldades sofridas por qualquer petista ou
    brasileiro(a) e, com essa sua resistência, dando um exemplo estimulante e nos motivando a preservar a nossa unidade e a vencer as forças do atraso.
    #LulaLivre
    #Lula Inocente
    # Lula Presidente
    Recife, 01 de agosto de 2018
    COMISSÃO EXECUTIVA ESTADUAL DO PT-PE 

PARTIDO DOS TRABALHADORES
DIRETÓRIO REGIONAL DE PERNAMBUCO
PRESIDÊNCIA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES DE PERNAMBUCO
Rua Gouveia de Barros 124 – Santo Amaro – CEP 50100-030
Recife-PE – Fone/Fax (81) 3038.1007 / ptpepresidencia@gmail.com.br

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6894/13, do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), que inclui o estudante de escola técnica federal, o bolsista de iniciação científica para ensino superior e médio, e o prestador de serviço militar obrigatório como segurados empregados no Regime Geral de Previdência Social (RGPS, leis 8.212/91 – arrecadação – e 8.213/91 – benefícios). A medida busca computar o tempo da bolsa e do serviço militar para aposentadoria.

Segundo o autor, o período de bolsista é uma fase da vida em “que se ganha pouco, e os direitos previdenciários ainda ficam esquecidos”. Patriota lembra que bolsas mantidas por instituições como CNPq, Capes e ProUni, com dedicação exclusiva, não garantem a contagem do tempo de aperfeiçoamento para aposentadoria.

O mesmo problema acontece, de acordo com o deputado, no serviço militar obrigatório. “Os jovens ficam um ano inteiro prestando serviço às Forças Armadas, ao País, e não podem contar com esse período para a aposentadoria”, diz Patriota.

O período de trabalho nessas áreas, com as características do vínculo empregatício e remuneração, deve ser contado como tempo de serviço para a Previdência Social, na opinião do parlamentar. O tempo de serviço como bolsista vem sendo reconhecido judicialmente quando é comprovado o vínculo empregatício na atividade acadêmica.

Tramitação A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Não custa nada lembrar de algumas promessas de Paulo Câmara para se eleger governador em 2014, quando a palavra duplicar entrou no seu dicionário como a chave-mestre da sua campanha.

Prometeu “duplicar” os salários dos professores, e não cumpriu com a desculpa, de que a crise mundial (crônica), atrapalhou os planos do governo.

Prometeu “duplicar” a BR-232 de São Caetano até Cruzeiro do Nordeste (Sertânia), e a maldita crise atrapalhou os planos do governo.

Para não ser muito cansativo, vamos enumerar abaixo as promessas não cumpridas pelo governador Paulo Câmara, que após 4 anos sem cumprir o que prometera, volta com a mesma coqueluche e os mesmos idolatrados de outrora espalhem como modelo de campanha para 2018.

I – Universalizar o acesso às Escolas de Tempo Integral;
II- Construção na área metropolitana do Recife do Hospital Geral de Cirurgias;
III- Construção em Serra Talhada do Hospital Geral do Sertão (talvez saia do papel);
IV- Construção em Petrolina do Hospital da Mulher;
V- Construção em Garanhuns do Hospital Regional Mestre Dominguinhos;
VI- Reforma do Hospital Regional Agamenon Magalhães em Serra Talhada;
VII- Reforma do Hospital Geral de Areias (no bairro do mesmo nome, no Recife);
VIII- Construção de UPAS Especialidades em vários municípios;
IX- Implantação do programa “Doutor chegou” com atendimento em unidades móveis;
X- Implantação do programa “Medicamento em casa” para portadores de doenças crônicas como diabetes e hipertensão;
XI- Implantação de 20 unidades do Compaz;
XII- Dobrar o salário dos professores em 4 anos;
XIII- Implantar um corredor de transporte na Avenida Norte (Recife);
XIV- Concluir o corredor de transporte Leste-Oeste (Recife);
XV- Implantar o corredor de BRT na BR-101;
XVI- Implantar o sistema de bilhete único;
XVII- Construir, em parceria com o governo federal, 20 mil novas moradias;
XVIII- Requalificar a BR-232 no trecho Recife São Caetano.
XIX- Duplicar a BR-232 de São Caetano até Cruzeiro do Nordeste (município de Sertânia).

Para o eleitor que tem memória curta, vem o governador mais uma vez prometer a duplicação da BR-232 de Arcoverde, no Sertão do Moxotó, até Serra Talhada, no Pajeú, segundo noticiou o blog Farol de Notícias. Essa mesma promessa entra agora na pauta das eleições 2018, quer dizer, nem mesmo começou os serviços de São Caetano até Cruzeiro do Nordeste, ele já adiantou mais um trecho, acreditam?

Depois de 19 promessas enumeradas acima, é querer achar que todo eleitor, principalmente do Sertão, são bobos, podemos até achar que muitos ainda são, mas na sua totalidade? O governador Paulo Câmara sabe e “se esquiva” de como está as estradas sertanejas, uma tábua de pirulitos, mas nada faz para sequer mandar fazer uns “remendos” e tentar enganar os ainda crédulos de que suas promessas serão cumpridas.