Esporte

Gena foi hexacampeão pelo Náutico / Andre Nery/Acervo JC Imagem

Morreu na noite desta segunda-feira (12), o ex-jogador Gena, ídolo de Náutico e Santa Cruz. Ele estava internado no Memorial São José, na Ilha do Leite, Zona Central do Recife. Ele havia dado entrada no hospital com dores no abdômen e passou 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva. Segundo os familiares, sofreu parada cardíaca nesta segunda e não resistiu. Ele tinha 75 anos. Detalhes sobre velório e sepultamento não foram definidos pelos familiares ainda.

“Estamos aguardando o laudo, mas deu entrada no hospital com uma infecção grande no abdômen. Passou 15 dias na UTI e teve uma parada cardíaca em que não resistiu”, disse Júnior, filho do ex-jogador.

Em nota nas redes sociais, o Náutico lamentou a morte do ídolo. “Em nome da torcida alvirrubra, o Náutico se solidariza com familiares de Gena, falecido nesta segunda. Gena foi mais que um atleta vencedor. Foi um ser humano campeão. Uma estrela que brilhou no Hexa e seguirá sendo luz e inspiração. Gena é exemplo de um Náutico eterno”, disse o clube.

Gena foi um dos heróis do hexacampeonato do Náutico, estando nos seis títulos do clube, de 1963 a 1968. Também esteve em quatro dos cinco títulos do pentacampeonato do Santa Cruz. Ganhou de 70 a 73. Ainda levou a Copa Norte com o Timbu entre 65 e 67. Ainda foi vice-campeão da Taça Brasil, em 67, também com a camisa alvirrubra.

Outro dado importante sobre o ex-jogador foi que ele nunca foi expulso, tendo sido reconhecido como um dos atletas mais disciplinados do Brasil. Tanto que recebeu o Prêmio Belfort Duarte.

TROFÉU GENA

Por ter marcado época nos dois clubes, Gena foi homenageado ano passado pela Federação Pernambucana de Futebol com um troféu no seu nome para marcar o centenário do Clássico das Emoções. O Timbu levou a melhor e levou a taça com o nome do ídolo.

Hamilton quebra recorde 2 vezes e confirma pole position no grid em SP

Sob constante ameaça de chuva, aconteceu na tarde deste sábado (10) o treino classificatório para o GP Brasil. A pole position ficou para Lewis Hamilton (Mercedes), 33, atual pentacampeão da F-1. Sebastian Vettel (Ferrari) ficou em segundo e Valtteri Bottas (Mercedes) em terceiro. O recorde da pista de Interlagos foi quebrado três vezes, primeiro por Bottas durante o Q2, com o tempo de 1m07s727. Depois, no Q3, Hamilton alcançou o tempo de 1m07s301. O britânico ainda superou a própria marca, fazendo sua volta final em 1m07s281 – essa foi a 82ª pole dele.

Já a despedida de Fernando Alonso (Renault) do GP Brasil não tem sido conforme ele esperava. O espanhol não passou do Q3 e largará na 18ª posição.

Vettel terminou a classificação sob investigação da FIA por ter se recusado a desligar os motores quando foi para a pesagem do Q2, e pode ser punido. Hamilton também se envolveu em polêmica com Sirotkin na saída do Mergulho, mas até o momento a direção da prova não abriu análise sobre o caso.

Nuvens carregadas sobrevoaram o circuito de Interlagos desde a primeira bateria dos treinos classificatórios, que foi disputada sob fraca garoa e não chegou a forçar que os pilotos utilizassem seus pneus especiais para pista molhada. Foram eliminados Carlos Sainz (Renault), Brendon Hartley (Toro Rosso), Alonso, Lance Stroll (Williams) e Stoffel Vandoorne (McLaren).

Já na etapa seguinte a garoa se intensificou, dificultando o percurso, mas ainda não justificando a troca de pneus. Vale destaque a recuperação de Charles Leclerc (Sauber), 21, que era o 11º colocado até os instantes finais do Q2, quando demonstrou muito controle do carro para arrancar o oitavo melhor tempo.

Não avançaram: Sergio Pérez (Force India), Esteban Ocon (Force India), Nico Hulkenberg (Renault) e Sergey Sirotkin (Williams). Com informações da Fox Sport.

Tempestades fazem Conmebol adiar decisão entre Boca e River

A final da Libertadores está suspensa. As fortes tempestades que atingiram Buenos Aires neste sábado (10) fizeram a Conmebol adiar a realização do duelo entre Boca Juniors e River Plate, inicialmente prevista para 18h (de Brasília). Segundo o perfil oficial da Conmebol no Twitter, o jogo será realizado domingo (11), às 17h (de Brasília). O árbitro Roberto Tobar e seus assistentes tomaram a decisão após vistoriarem o gramado por volta das 16h20.

A chuva forte que caiu na capital argentina surpreendeu pela intensidade. A comissão de arbitragem e delegados da partida fizeram diversas checagens do gramado ao longo da tarde.

A entidade chegou a confirmar a partida por volta das 15h (de Brasília), quando o sistema de drenagem no estádio parecia ter controlado as poças de água. A entrada da imprensa e da torcida foi liberada, mas, minutos depois, a chuva voltou a cair e obrigou a Conmebol a voltar atrás. Centenas de torcedores do Boca já estavam na Bombonera para a decisão, que terá torcida única.

Até os clubes se confundiram com a demora. O elenco do Boca chegou a sair da concentração e entrar no ônibus para se dirigir ao estádio, mas a Conmebol pediu para o clube aguardar. Os jogadores desceram do ônibus e voltaram para seus quartos no hotel.

A chuva que varreu Buenos Aires foi tão forte que, segundo informações da Fox Sports na Argentina, uma estrutura metálica do terceiro andar da Bombonera caiu para o primeiro andar. Ninguém ficou ferido. Com informações da Folhapress.

A neta do ex-prefeito Totonho Valadares, Vitória Valadares, de 13 anos, sagrou-se campeã da 3ª etapa da Grande Final Nacional de Triátlon Infantil disputado neste sábado (03), em Brasília. Segundo o técnico da mesma, tudo conspirava contra a atleta na sua chegada a capital federal, “quando chegamos a Brasília, desembalamos a bike e um pneu estava furado, com um detalhe, devido ao feriadão as lojas estavam fechadas, recorri a um borracheiro, mas o mesmo não tinha experiência em trabalhar com uma câmara tão fina, então eu mesmo consertei”, disse Rolnan Gueiros.

“Mesmo depois de consertar o pneu, aparece um problema no cambio eletrônico que descarregou, não seria problema se Vitória não tivesse esquecido o carregador em Recife, daí ela teve que pedalar com as machas pesadas” frisou Rolnan.

Na natação a pequena “grande” atleta já deu seu cartão de visitas, ela já saiu da água com o primeiro pelotão masculino, dai na bike já não seria mais problema diante da determinação e força, ela liderou a prova e chegou à reta final para entoar “Salve Ô Terra dos Altos Coqueiros”.

“Essa competição em especial foi a mais difícil, pois algumas coisas conspiravam contra… Mas valeu às madrugadas e tardes de treinos, dores e machucados, momentos que não curti com minhas amigas, horas a menos de sono para estudar (pois minhas tardes eram pra treinar), valeram até os contratempos antes dessa prova… Valeu sim cada minuto. Agradeço a Deus por tudo que Ele tem me concedido!” disse Vitória após a prova, no seu Instagram.

Vitória é filha de José Pereira de Souza Bisneto (Pereirinha), filho de Totonho Valadares, e Michelle Marques.

https://1.bp.blogspot.com/-OHAYqwgGmaQ/W9On-p9Dn1I/AAAAAAAB4Gw/tbTemSCVbZsNYswmr9YJgfo39j7ttNn3gCLcBGAs/s640/Sem%2Bt%25C3%25ADtulo.png

O Centro Limoeirense está na final da Série A2 do Campeonato Pernambucano. O time da cidade de Limoeiro venceu o Serrano por 3×2 na noite de ontem (26), no estádio José Vareda, e foi para a decisão da competição estadual, que dá uma vaga na Primeira Divisão do ano que vem. No jogo de ida, em Afogados da Ingazeira, havia sido empate em 1×1.

Ontem com o apoio de sua torcida, o Centro Limoeirense foi para cima do adversário e rapidamente conseguiu abrir uma boa vantagem. Ainda no primeiro tempo, já vencia pelo placar de 2×0. O Serrano só foi diminuir no fim da primeira etapa. Apesar disso, os donos da casa não se intimidaram e conseguiram o terceiro gol na etapa complementar. O Serrano não desistiu e ainda conseguiu diminuir, mas nada que tirasse a vaga do Centro.

Com a vitória, a equipe de Limoeiro vai encarar o Petrolina na final. A Fera Sertaneja eliminou o Decisão na outra semifinal do campeonato. As finais estão marcadas para os dias 31 de outubro e 4 de novembro. Somente o campeão da Série A2 consegue o acesso.

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, conseguiu junto ao departamento técnico da CBF, as duas datas extras necessárias para a realização do Campeonato Pernambucano dentro da fórmula aprovada pela maioria dos clubes no conselho arbitral realizado no último dia 17. 

Assim, o Estadual deve manter o regulamento utilizado neste ano, com oito das dez equipes se classificando para as quartas de final, disputada em jogo único. A semifinal também será realizada em jogo único, enquanto a decisão será em partidas de ida e volta. Os dois times que não se classificarem na primeira fase serão rebaixados à Série A2.

Segundo Evandro, os dias extras necessários para a realização do Campeonato Pernambucano de 2019 sairão de datas reservadas para a Copa do Brasil, Copa Libertadores e Sul-Americana. Ainda de acordo com o presidente da FPF, na próxima semana, os clubes deverão voltar a se reunir para assinarem o regulamento do Estadual.

“Conseguimos depois de muito esforço as 13 datas necessárias. Seremos, ao lado da Bahia, a única Federação onde o estadual terá 13 datas”, explicou Evandro.

O dirigente afirmou ainda que terá os fins de semana disponíveis para a realização dos clássicos. Vale ressaltar que paralelamente ao Pernambucano, Náutico e Santa Cruz (além do Salgueiro) também estarão disputando a Copa do Nordeste. Vale lembrar que este ano, apenas um dos quatro clássicos do Pernambucano foi realizado em um fim de semana (no caso, Santa Cruz 0 a 0 Náutico, disputado em um sábado).

Em jogo que anteriormente estava marcado para acontecer às 15h desta terça-feira, no estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF), resolveu mudar o horário da partida entre o Serrano e Centro Limoeirense para às 19h30 válido pela 1ª semifinal do Pernambucano da Série A2.

O Serrano está na semifinal sem vencer nenhuma partida. A equipe até tem duas vitórias na primeira fase, mas os pontos foram ganhos de forma automática após a saída do Sete de Setembro.

Para o técnico do Serrano, Robério Souza, o objetivo principal é não perder em casa e sair sem tomar gols.

– Temos que fazer o resultado. Jogando em casa a gente só não pode ser derrotado, temos que jogar da mesma forma como foi contra o Íbis. Vamos entrar para fazer o resultado respeitando a equipe de Limoeiro.

A partida de volta está marcada para a cidade de Limoeiro. Quem passar encara o Petrolina na final.

http://1.bp.blogspot.com/-Mor1v_x2VdM/UkrevOzrnII/AAAAAAAAByA/xfNgR3xJU8U/s1600/IMG_0011.jpg

Depois de uma briga judicial que deu uma das vagas na quarta de final ao Serrano, a equipe de Serra Talhada bateu o Íbis fora de casa nas penalidades. Após empatar a primeira partida por 1×1, as duas equipes buscaram a vitória no jogo da volta, mas o placar não saiu do 0x0.

A decisão ficou para as cobranças de pênalti, que ficou em aberto até o zagueiro Lugano, do Íbis, chutar a bola para fora. O Serrano irá enfrentar Centro Limoeirense em dois jogos que valem vaga na final da Série A2.

Serra Talhada conseguiu manter um representante no Campeonato Pernambucano Série A2. O 1° de Maio foi punido com a perda de três pontos pela escalação irregular de um jogador na primeira fase da competição e o Serrano ficou com a vaga nas quartas de final.

A equipe serra-talhadense terminou a fase classificatória na terceira colocação do Grupo A, atrás do Petrolina e do 1° de Maio. No último fim de semana aconteceu a primeira partida da semifinal, na qual o Petrolina derrotou o Decisão por 4 a 2. 

Serrano enfrentará o Íbis em partidas de ida e volta. Quem avançar às semifinais vai encarar o Centro Limoeirense, já classificado.

A Federação Pernambucana de Futebol marcou a partida para o estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, às 15h, desta quarta-feira, 17 de outubro, uma vez que o estádio Pereirão, em Serra Talhada, continua sem receber o aval da FPF para atualização de jogos em suas dependências.

Aposta do Pará leva o prêmio de mais de R$ 27 milhões da Mega-Sena

Uma aposta de Marabá (PA) acertou sozinho as seis dezenas do concurso 2.087 da Mega-Sena e levou o prêmio de R$ 27.364.769,44. Os números sorteados neste sábado (13), em Joaçaba (SC). O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 17, é de R$ 2,5 milhões.

Os números sorteados foram: 02 – 18 – 19 – 23 – 34 – 53   

Confira o rateio oficial:

Sena – 6 números acertados – 1 aposta ganhadora, R$ 27.364.769,44

Quina – 5 números acertados – 52 apostas ganhadoras, R$ 41.598,96

Quadra – 4 números acertados – 4898 apostas ganhadoras, R$ 630,91

QUINA

Uma apostada de União da Vitória (PR) acertou as cinco dezenas do concurso 4.800 da Quina e levou sozinho o prêmio de R$ 5.805.887,22. Os números sorteados neste sábado (13) foram os seguintes: 08, 26, 56, 61 e 72. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 15, é de R$ 600 mil.

Confira o rateio oficial:

Quina – 5 números acertados – 1 aposta ganhadora, R$ 5.805.887,22

Quadra – 4 números acertados – 61 apostas ganhadoras, R$ 8.223,59

Terno – 3 números acertados – 5940 apostas ganhadoras, R$ 126,99

Duque – 2 números acertados – 148551 apostas ganhadoras, R$ 2,79

LOTOFÁCIL

Seis apostadores acertaram as 15 dezenas do concurso 1.723 da Lotofácil. Cada um deles vai receber o prêmio de R$ 272.156,13. Os números sorteados neste sábado (13) foram os seguintes: 01, 02, 04, 06, 07, 10, 11, 12, 13, 14, 17, 18, 19, 21 e 22. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 15, é de R$ 2 milhões.

Confira o rateio oficial:

15 acertos – 6 apostas ganhadoras, R$ 272.156,13

14 acertos – 440 apostas ganhadoras, R$ 1.631,30

13 acertos – 13684 apostas ganhadoras, R$ 20,00

12 acertos – 178170 apostas ganhadoras, R$ 8,00

11 acertos – 884994 apostas ganhadoras, R$ 4,00

TIMEMANIA

Nenhum apostador acertou as sete dezenas do concurso 1.244 da Timemania. Os números sorteados neste sábado (13), em Joaçaba (SC), foram os seguintes: 14, 22, 32, 35, 39, 40 e 75. O time do coração foi o Bahia (BA). O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 16, é de R$ 12,9 milhões.

Confira o rateio oficial:

7 números acertados – Não houve acertador

6 números acertados – 5 apostas ganhadoras, R$ 23.107,05

5 números acertados – 198 apostas ganhadoras, R$ 833,58

4 números acertados – 3960 apostas ganhadoras, R$ 6,00

3 números acertados – 36851 apostas ganhadoras, R$ 2,00

Time do Coração: Bahia (BA) – 25496 apostas ganhadoras, R$ 5,00

DUPLA-SENA

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas dos dois sorteios do concurso 1.852 da Dupla-Sena. Os números sorteados neste sábado (13), em Joaçaba (SC) , foram os seguintes: 1º sorteio – 10, 14, 16, 20, 28 e 34; 2º sorteio – 03, 06, 07, 13, 14 e 48. O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 16, é de R$ 700 mil.

Confira o rateio oficial:

Premiação – 1º Sorteio

Sena – 6 números acertados – Não houve ganhadores

Quina – 5 números acertados – 6 apostas ganhadoras R$ 5.070,00

Quadra – 4 números acertados – 390 apostas ganhadoras R$ 89,14

Terno – 3 números acertados – 7752 apostas ganhadoras R$ 2,24

Premiação – 2º Sorteio

Sena – 6 números acertados – Não houve ganhadores

Quina – 5 números acertados – 16 apostas ganhadoras R$ 1.711,13

Quadra – 4 números acertados – 688 apostas ganhadoras R$ 50,53

Terno – 3 números acertados – 11810 apostas ganhadoras R$ 1,47

FEDERAL

A Caixa também divulgou neste sábado (13) os números do sorteio 5327 da Loteria Federal, realizado em Joaçaba (SC). Confira:

1º bilhete – 16145 – 450.000,00

2º bilhete – 76147 – 23.000,00

3º bilhete – 37912 – 20.000,00

4º bilhete – 07820 – 18.400,00

5º bilhete – 75574 – 15.075,00.

Com informações da Folhapress.

Yane participa ainda dos Jogos da Juventude

A secretária executiva de Esportes do Recife, a pajeuzeira Yane Marques, está em Buenos Aires, onde participa dos Jogos Olímpicos da Juventude como embaixadora do Pentatlo Moderno, indicada pelo Comitê Olímpico Internacional. Ela conquistou a medalha de bronze na modalidade nas Olimpíadas de Londres-2012.

Por Franklin Portugal*

Que perdoem aqueles que não vestem o manto tricolor, ou quem tem paixão pelas cores do Timbu. Estes também já tem um 2018 para se lamentar bastante. As campanhas não resultaram em acesso, a uma volta à Série B como se pretendia para Náutico e Santa Cruz.

Como quem ainda tá entrando em campo é o Sport, é a respeito do Leão da Ilha que vou me debruçar.

Você pode perguntar o que muitos se perguntam: como pode um clube dessa envergadura, estrutura física e financeira, estar na UTI da Série A, prestes a ser rebaixado? onde o erro começou? um clube com folha de milhões por mês, mas que tem receita também milionária para se conduzir nas competições?

O Sport é como aquele que está em coma. Apesar da tentativa de vários estímulos, o cérebro não reage e o sono domina. O rubro-negro não acorda. É fato: entra técnico, sai técnico. Nada se resolve. A derrota para o Atlético-MG em Minas no dia 30/09 foi das mais acentuadas e expôs toda crise por que passa o Sport – não pelos 5 x 2, não em si pelo placar, mas foi como foi derrotado, uma equipe desorganizada, que nem parece tá num desafio sério de série A, com o zagueiro e veterano Durval cochilando na área de forma dantesca e permitindo que o atacante do Atlético-MG fizesse mais um.

Fica evidente que a química, a montagem do elenco desandou. Numa prova de que não adianta teimar, se não mudar as peças. E não o treinador como é costume no Brasil, porque se não, o problema já teria sido resolvido. A coisa se trata de elenco, equilíbrio das funções e papel de cada atleta em campo, há algo errado nesse quesito. E pode demitir e contratar comandante à vontade, que é difícil chegar à salvação do rebaixamento.

Mas, se antes houvesse uma melhor análise na conjugação do elenco, dispensado peças, contratado outras, quem sabe agora o Sport já não estaria respirando bem melhor, longe da degola?  

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo – em Caruaru e colabora com o Blog PE Noticias.

Croata liderou a seleção na Copa do Mundo / AFP

Pela primeira vez desde 2007, nem Lionel Messi e nem Cristiano Ronaldo foi eleito o melhor jogador do mundo pela Fifa. O responsável por interromper a longa hegemonia da dupla e faturar o prêmio da temporada 2017/2018 foi o croata Luka Modric (foto), que recebeu a honraria na festa The Best da entidade realizada nesta segunda-feira (24), em Londres.

Modric deixou para trás os outros dois finalistas, o próprio Ronaldo e o egípcio Mohamed Salah, para ficar com o troféu pela primeira vez na carreira. Aos 33 anos, aliás, esta era a primeira vez que o croata aparecia entre os três melhores do mundo.

“É uma grande honra, um sentimento lindo estar aqui com este troféu. Antes de mais nada, quero dar o parabéns ao Cristiano e ao Salah pela grande temporada. E tenho certeza que eles terão a chance de lutar novamente pelo prêmio em breve. Este troféu não é só meu, é dos meus companheiros no Real, colegas na Croácia e meus técnicos. Muito obrigado a todos”, declarou o meia.

De fato, Modric teve uma temporada marcante em 2017/2018. O croata foi fundamental na campanha de mais um título da Liga dos Campeões pelo Real Madrid, seu quarto pelo clube, mas, principalmente, levou seu país a uma campanha histórica na Copa do Mundo da Rússia. Afinal, a Croácia surpreendeu, chegou à final pela primeira vez e só não foi campeã porque perdeu a final para a França.

Tal desempenho na temporada já havia dado a Modric dois prêmios individuais bastante importantes. Ele foi eleito o melhor jogador da Copa da Rússia, apesar da derrota na final, e também foi escolhido o principal atleta da Uefa em 2017/2018, deixando para trás justamente Ronaldo e Salah.

Atual bicampeão da premiação e dono de cinco troféus no total, Ronaldo viu pesar contra si a fraca campanha de Portugal na Copa do Mundo. Se foi um dos destaques do título europeu do Real Madrid, o astro teve bom desempenho na Rússia apenas nas duas primeiras partidas e não impediu a eliminação precoce nas oitavas de final para o Uruguai.

Situação semelhante à de Salah. Após ser o grande destaque no futebol inglês em 2017/2018 e quebrar o recorde de gols em uma temporada do Campeonato Nacional, o egípcio caiu na decisão da Liga dos Campeões com o Liverpool, justamente para o Real, e, prejudicado por uma lesão no ombro, foi apenas discreto na queda de seu país ainda na primeira fase da Copa.

Esta também foi a primeira vez em 11 anos que Messi ficou fora até do pódio, apesar de ter sido o maior artilheiro da Europa na temporada 2017/2018 e de ter levado mais um título do Campeonato Espanhol. Ele vinha ocupando o palco desde 2007 e, como Ronaldo, também ganhou o troféu em cinco ocasiões.

Antes de Modric, o último nome que não Ronaldo ou Messi a ganhar o prêmio foi o agora aposentado Kaká, ainda em 2007. De lá para cá, Neymar ficou na terceira posição da eleição em duas oportunidades – 2015 e 2017 – e foi o brasileiro que mais se aproximou de ganhar com o prêmio.

Confira abaixo os vencedores:

Melhor jogador – Modric (Croácia)

Melhor jogadora – Marta (Brasil)

Melhor jovem – Mbappé (França/PSG)

Melhor técnico (masculino) – Didier Deschamps (França)

Melhor técnico (feminino) – Reynald Pedros (Lyon)

Melhor goleiro – Thibaut Courtois (Bélgica/Real Madrid)

Gol mais bonito – Salah (Liverpool)

Prêmio para os fãs – Torcedores do Peru

Fair Play – Lennart Thy

Seleção FifPro: De Gea; Daniel Alves, Varane, Sergio Ramos e Marcelo; Modric, Kanté e Hazard; Messi, Mbappé e Cristiano Ronaldo.

Prêmio de melhor do mundo será entregue pela Fifa nesta segunda

Desde 2008, sete jogadores tentaram quebrar o domínio de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi no prêmio de melhor do mundo entregue pela Fifa. Fernando Torres, Xavi, Iniesta, Ribéry, Neuer, Neymar e Griezmann entraram na relação dos três finalistas, mas não venceram.

Nesta segunda-feira (24), será a vez de Luka Modric, 33, e Mohamed Salah, 26. Eles concorrem com Cristiano Ronaldo, 33, na final do The Best, como a entidade que organiza o futebol rebatizou o troféu de melhor jogador da temporada a partir de 2016.

É a melhor chance para acabar com o duopólio Messi-Ronaldo. Cada um foi eleito cinco vezes desde 2008. O argentino não foi indicado nesta temporada. O português venceu a última Champions League com o Real Madrid (ESP), mas teve atuação apagada na final.

Na Copa do Mundo da Rússia, se destacou na fase de grupos, com quatro gols. Mas sua seleção foi eliminada diante do Uruguai nas oitavas de final do torneio.

Modric, também do Real Madrid, foi o coração da Croácia, que surpreendeu e chegou à final do Mundial. O meia foi eleito o melhor do torneio. Salah fez 44 gols (mesma quantidade de Cristiano Ronaldo) em temporada que o Liverpool (ING) chegou à decisão da Champions.

“Se eu não ganhar, não muda nada. O que importa para mim é o coletivo. Ganhar o prêmio não é algo que me deixe obcecado”, disse Modric.

O croata pode ser considerado favorito. Isso, por si só, já é uma surpresa. Seria a primeira vez, desde 2006, que a Fifa entregaria o prêmio para um jogador que não é atacante ou meia-atacante. Naquele ano, apoiado pelo título mundial da Itália, o zagueiro Fabio Cannavaro venceu.

Existe um movimento pela renovação. Tanto que após a divulgação dos nomes dos três finalistas, jogadores históricos como o goleiro Peter Schmeichel e o atacante Nwankwo Kanu defenderam a vitória de Modric.

“As atuações que ele teve no Mundial foram fantásticas. As pessoas estão um pouco cansadas de todo ano ser Cristiano Ronaldo ou Messi, apesar de serem jogadores espetaculares”, afirma Schmeichel.

É a segunda vez nos últimos dez anos que o português ou o argentino ficam fora da final. Em 2010, os indicados foram Messi, Xavi e Iniesta.

Para ironizar a ausência de Griezmann, o Atlético de Madri (ESP) publicou nas redes sociais foto do atacante com os troféus que conquistou neste ano: Supercopa da Europa, Liga Europa e Copa do Mundo.

“Talvez existam jogadores com mais marketing, com mais nome, mas Modric merece esse prêmio”, opinou o zagueiro Sergio Ramos, também do Real Madrid, no que pode ser visto como uma estocada em Cristiano Ronaldo, que foi para a Juventus em uma contratação de 100 milhões de euros (R$ 487 milhões).

Não que o português seja carta fora do baralho. Vencedor nos últimos três anos, Ronaldo foi o principal responsável pelo Real Madrid ter se tornado uma dinastia no futebol europeu nos últimos anos. Das últimas cinco Champions League, venceu quatro.

Seus defensores podem alegar (com razão) que sem ele, é bem possível que Portugal sequer tivesse chegado as oitavas de final do Mundial.

Em campo, Ronaldo mantém estatística superior a 40 gols por temporada desde 2010. A ausência de Messi pode tê-lo tornado o voto padrão de técnicos e capitães de seleções e jornalistas que formam o colégio eleitoral do prêmio.

Se a tendência for manter a escolha em homens de ataques com muitos gols na temporada, a chance de Salah passa a ser real. Ele é quem tem mais jogos por seu clube (Liverpool) entre os finalistas e foi o craque da equipe que teve o contra-ataque mais mortal do futebol europeu.

“Ele está no mesmo nível de Ronaldo e Modric”, opinou Javier Aguirre, técnico do Egito, seleção que pode ter sido o calcanhar de Aquiles do atacante na votação. O Egito perdeu as três partidas da Copa do Mundo. Salah fez apenas um gol. Com informações da Folhapress.

http://s2.glbimg.com/6_THpZHxbiAIVCQLLYO1zV9lZi8=/0x140:1280x864/690x390/s.glbimg.com/es/ge/f/original/2016/09/22/aeropalmas3.jpg

O próximo domingo (16), promete olhos voltados para o céu de Monteiro, no Sertão paraibano. Ganharão os ares no Aeródromo da cidade, dezenas de aviões, helicópteros, jatos à combustão e drones vindos dos estados de Pernambuco, Rio Grande do Norte, Alagoas e cidades da Paraíba.

O evento acontece na parte da manhã com entrada gratuita, assim como as inscrições dos aeromodelistas que virão à cidade participar do II Encontro de Aeromodelismo.

A Prefeitura de Monteiro apoia o evento e os esportistas poderão usufruir de uma estrutura com toda comodidade como tendas, mesas, cadeiras, café da manhã, lanche, água e camisa.

Para o organizador do evento, Hermano Araújo, a expectativa é que o evento deste ano supere o do ano passado “Acredito que atrairemos mais participantes que na primeira edição do evento, já temos alguns estados confirmados e o acesso e a estrutura nos permite acomodar muito mais pessoas e fazer um belo espetáculo nos céus da cidade”.

Além das apresentações no céu, à cidade de Monteiro também ganha em relação à economia, pois os participantes tem feito reservas nas instalações de pousadas e hotéis da cidade. Com informações do Paraíbamix.