Esporte

ctv-2no-deportivolara2

A crise social, política e econômica na Venezuela também tem afetado o futebol local. Por causa do blecaute que atinge o país há uma semana, a competição nacional foi adiada por tempo indeterminado e o Deportivo Lara não conseguiu viajar até Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro pela Libertadores.

O duelo era para acontecer, inicialmente, na quarta-feira. Como o elenco não embarcou, a Conmebol remarcou para quinta-feira. Para tentar vir ao Brasil, o time viajou até Valência, a 200 quilômetros de distância de sua cidade, mas novamente enfrentou problemas e não viajou. Pela manhã, improvisou um treinamento no gramado.

Depois, veio o obstáculo inicial de ordem burocrática: a companhia venezuelana de aviação disponível em Valência não tinha autorização para voar em território brasileiro. Depois, o Cruzeiro recebeu a informação que não havia combustível suficiente para a viagem. O voo faria escala em Manaus para reabastecimento.

O clube mineiro chegou a oferecer ajuda financeira, mas não adiantou. O Deportivo Lara não conseguiu desembarcar em Belo Horizonte a pelo menos 24 horas do início da partida, como pede as regras da Conmebol.  Em comunicado, o time venezuelano agradeceu ao Cruzeiro pelo apoio e solidariedade e lamentou não ter conseguido honrar com o compromisso.

A Conmebol remarcou o duelo para o dia 27 de março, que coincide com uma data Fifa, reservada para amistosos entre seleções. Caso o clube venezuelano não compareça novamente, a entidade concederá a vitória ao Cruzeiro por W.O. 

Jogando no estádio Vianão, o Afogados FC recebeu o Flamengo de Arcoverde na noite desta quarta-feira (13). O tricolor do Sertão levou a melhor e venceu os visitantes, pelo placar de 2 a 1. Os gols foram marcados por Rodrigo e Douglas Bomba.

A vitória garantiu o Afogados FC na próxima fase do Campeonato Pernambucano e ainda deixou o clube em uma situação confortável em busca da vaga no Campeonato Brasileiro da Série D de 2020.

Para garantir vaga na competição nacional, o Afogados FC pode empatar ou até perder por dois gols de diferença no próximo domingo, contra o Vitória na Arena de Pernambuco. O duelo acontece às 16h.

Por Franklin Portugal*

Estamos a duas rodadas para o término da primeira fase do Campeonato Pernambucano.  E ao longo de todos estes jogos da primeira etapa a dinâmica não mudou mundo daqueles que pelo menos estão hoje elencados até a quinta colocação, casos de Náutico, Central, Sport, Salgueiro e Santa Cruz. Lógico que rodada a rodada algumas posições foram sendo trocadas. Dessa primeira fase passam os 8 melhores pontuadores. Daí vão se seguir quartas, semi e a decisão do título em 2019.

É claro que pelo regulamento já se sabe e não é surpresa que duas torcidas vão lamentar ao fim do certame: é o tal rebaixamento que ninguém quer ver por perto mas que inevitavelmente vem pra puxar o tapete de quem ficou com rendimento na desgraça. Um rebaixado já está confirmado, o América, até agora com o pífio 1 ponto na tabela.

Nestas duas últimas rodadas o perigo ronda o Flamengo de Arcoverde, Petrolina, Vitória e Afogados. Na rodada desta quarta, 13/03, muita expectativa, porque os duelos convergem pra decisão de quem segue e quem será o outro rebaixado. Teremos Afogados x Flamengo de Arcoverde no Vianão, e Petrolina e Vitória no Paulo Coelho. Alguém fatalmente pode cortar o fôlego do outro. Em caso de empates a coisa pode se definir mesmo na última rodada.

Portanto meio de semana em que as lágrimas vão correr de todo jeito: seja de emoção e alívio pela sobrevida no Campeonato e portanto garantia de estar na elite do Pernambucano de 2020, seja de choro que aponte a queda para segundona.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e participa com crônicas esportivas para o PE Notícias.

Prêmio acumulado da Mega é de R$ 80 milhões / Foto: Reprodução

A Mega-Sena sorteia, nesta quarta-feira (06), o prêmio acumulado de R$ 80 milhões. O sorteio do concurso 2131 será realizado, a partir das 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte que está estacionado na Avenida Emílio Chechinato, na cidade paulista de Itupeva. Mas o pernambucano precisa ficar atento. Como nesta quarta é feriado da Data Magna do Estado, as lotéricas estão fechadas e as apostas só podem ser feitas via internet.

Para apostar, é preciso entrar no site das Loterias Caixa. O bilhete simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50. No entanto, via web, a compra só pode ser finalizada com o valor mínimo de R$ 31,50, correspondente a 9 apostas simples.

Por Franklin Portugal*

O futebol é mesmo bem curioso. Vou ficar atento ao jogo do último domingo em Caruaru entre Central x Petrolina. De um lado o alvinegro, a Patativa que não havia perdido ainda nesse Estadual de 2019. Central que vinha apresentando bom futebol, esquema tático e um estilo de jogo de primeira linha, exceção feita ao jogo contra o Afogados anteriormente.

Na outra mão o Petrolina. Lanterna, sem ganhar uma até então. Os sertanejos pois vieram com treinador novo: não mais Lima, agora Neco na parada. E eis que assim como o Central se enganchou diante do Afogados em casa, placar de 1 x 1 com os visitantes saindo na frente, repetiu-se a apatia da equipe sem o artilheiro Leandro Costa que foi poupado. Pouco se criou, bola que foi na trave, e num lance infeliz de saída errada do goleiro Jeferson, a bola nos pés de Magno do Petrolina foi parar no fundo das redes aos 34 do primeiro tempo.

O Petrolina venceu a primeira finalmente, e saiu da lanterna. Nos extremos da tabela ocorreu o que menos se cogitava na cabeça. De certa forma é muito bom, porque apimenta ainda mais esse Pernambucano, e faz com que Estevam Soares e os jogadores do Central revejam o que pode tá ocorrendo pra uma queda de produção tão vertiginosa nas últimas rodadas.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas de esportes para o PE Notícias.

Moto Club será o adversário do Santa Cruz na próxima rodada do Nordestão / Foto: Divulgação / Moto Club

No site oficial da CBF, segue programada a partida entre Moto Club e Santa Cruz, pela quinta rodada da Copa do Nordeste, para o próximo sábado de Zé Pereira, 02 de Março. Na programação semanal do Santa Cruz, a viagem para São Luís segue agendada para a próxima quinta-feira. No entanto, a partida pode ter uma nova data de agendamento, a pedido da Polícia Militar do Maranhão, que afirma não contar com efetivo suficiente para cobrir as atividades do carnaval na capital maranhense e do jogo pelo Nordestão ao mesmo tempo.

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, revelou ter recebido contato da CBF, com a solicitação de uma data a ser remanejada no Campeonato Pernambucano, na tentativa de reagendar o confronto entre Moto e Santa. “A CBF nos contactou hoje pela manhã, logo cedo. Expliquei que não tenho nenhuma data”, aponta antes de relembrar o acordo de cessão de doze datas à Copa do Nordeste.

“A CBF pediu que fizéssemos o remanejamento na nossa tabela do Estadual para a Liga do Nordeste. Nós cedemos já doze datas para a Liga. Todas as federações liberaram, e a CBF repassou. Esforço que consumiu todas as datas para atender a essa simbiose de Estadual e Copa do Nordeste. Não temos nenhuma data que possa permitir uma alteração”, completa.

DOIS JOGOS EM MENOS DE 72H 

O mandatário da federação estadual afirma ainda que caso seja confirmada a mudança na tabela, o Santa Cruz terá que mandar a campo duas equipes diferentes para o jogo contra o Moto Club e o seguinte pelo Estadual, atendo à recomendação de respeitar o prazo mínimo de 72 horas entre uma partida e outra para os atletas.

“Se houver (mudança), o Santa Cruz terá que jogar com duas equipes diferentes. É uma situação que não podemos ajudar. Sob pena de acontecer o que houve naquela final de Sport e salgueiro. Naquele caso, não tivemos alternativas porque foi uma imposição da Conmebol à CBF. Não tivemos o que fazer. Neste caso, é da Liga. Seria um prazer disponibilizar para ajudar ao Santa Cruz, mas nós não podemos fazer”, encerra Evandro.

Diógenes Braga também comentou que o Náutico tem recebido sondagens por alguns pratas da casa / Foto: Léo Motta/JC Imagem

No confronto do Náutico diante do Afogados da Ingazeira, pelo Campeonato Pernambucano, que terminou com a vitória do Timbu por 3 a 1, o técnico Márcio Goiano entrou em campo com seis jogadores formados na base alvirrubra e depois mais dois entraram no decorrer do jogo. Em entrevista coletiva, após a partida deste domingo, o vice-presidente executivo e de futebol do clube, Diógenes Braga, falou que a utilização dos pratas da casa mostra a importância de investir na formação de atletas.

“Ganhamos de 3 a 1 com gols de Thiago, Odilávio e Hereda da base. Não vamos jogar fora jogadores que tem 2 ou 3 anos de contrato para contratar um jogador de 6 meses. Estamos aqui para fazer o Náutico grande. O caminho é esse. Mas às vezes as coisas não dão certo. Se no jogo contra o Santa Cruz, por exemplo, tivesse um vencedor, seriamos nós”, comentou.

Negociações

Sem entrar em detalhes, o dirigente reforçou a necessidade de descobrir jogadores na base e, sem citar nomes de atletas ou de clubes, afirmou que futuramente vai negociar os garotos. “Nós precisamos revelar estes meninos que estão jogando. Vários clubes já sondam e mais na frente vamos fazer negociações que vão ajudar demais. Os meninos são patrimônio o clube. Caímos na Copa do Brasil, mas temos o Pernambucano e a Copa do Nordeste e vamos entrar com tudo na Série C” garantiu, Diógenes Braga.

Apesar de atuar com uma equipe mista, o Timbu não encontrou dificuldades para superar o Afogados FC por 3×1, no estádio Vianão, em partida válida pela 6ª rodada do Estadual. Com o resultado, o time alvirrubro ganhou uma posição na tabela e aparece no terceiro lugar, com 12 pontos. Já a Coruja estacionou na 5ª colocação, com oito, podendo perder a vaga para o Salgueiro ainda na noite deste domingo.

A Coruja jogou uma partida que não empolgou a quem foi ao estádio Vianão, um futebol apagado e com muitos erros de passes, a equipe parecia não se encontrar em campo. Quando melhorou um pouco, ainda no primeiro tempo, fez um gol de bola parada, mas já perdia por 2 tentos a zero, e quando se pensava que o time iria atrás do empate voltou ao que era. O próximo jogo do Afogados FC será contra o Sport Recife, na Ilha do Retiro, o que deixa a situação do time em desconforto, uma vez que precisa pontuar se quiser pensar numa série D.

Já o Náutico não apresentou um futebol entrosado, mas conseguiu ser eficiente nas chances claras de gol. A primeiras delas aconteceu aos 8 minutos do primeiro tempo. Thiago cobrou escanteio, tabelou com Fábio, e chutou colocado no canto do gol de Wallef. Aos 16 nova oportunidade para o Timbu. Fábio avançou pela esquerda e tocou para Odilávio. O atacante chutou duas vezes: na primeira a bola travou na zaga e na segunda ele acertou o canto direito da meta rival. O Afogados FC descontou quando Candinho cobrou falta e mandou uma bomba também no canto direito.

No segundo tempo, o Náutico esteve melhor em campo e conseguiu ampliar o placar aos 23, com Hereda: 3×1 para o Timbu confirmar a quarta vitória consecutiva no Estadual.

Ficha técnica

Afogados FC

Wallef; Jader, Hugo, Márcio e Thalison; Douglas (Léo), Madson, Candinho e Charles (Willian); Rodrigo (Grafite) e Diego Ceará. Técnico: Pedro Manta

Náutico

Bruno; Hereda, Sueliton, Camutanga (Rafael Ribeiro) e Josa; Jiménez, Luiz Henrique e Fábio Matos; Robinho (Tharcysio), Odilávio (Maylson) e Thiago. Técnico: Márcio Goiano

Local: Vianão (Afogados da Ingazeira)
Árbitro: Tiago Nascimento. Assistentes: Clóvis Amaral e John Andson.
Gols: Thiago (aos 8 do 1ºT), Odilávio (aos 17 do 1ºT), Candinho (aos 22 do 1ºT) e Hereda (aos 23 do 2ºT)
Cartões amarelos: Odilávio (N); Bomba (A)
Público: 1.888
Renda: R$ 20.925,00

Depois da eliminação para o Santa Cruz na Copa do Brasil, o Náutico tenta virar a chave na temporada e agora tem foco total no Campeonato Pernambucano. Hoje às 17h, o Náutico enfrenta o Afogados FC, no estádio Vianão, pela sexta rodada do Estadual.

Afogados e Náutico se enfrentam em um confronto direto na briga pelo G-4. Atual quarto colocado, o time alvirrubro está um ponto na frente da Coruja Sertaneja, que ocupa a quinta colocação.

O Náutico vai para o jogo sem os dois principais jogadores do sistema ofensivo. Substituídos no segundo tempo do clássico da última quarta-feira contra o Santa Cruz, os atacantes Jorge Henrique e Wallace Pernambucano desfalcam o Timbu contra o Afogados. Os dois jogadores se queixaram de dores no joelho.

A dupla já havia ficado de fora do último jogo do Náutico pelo Campeonato Pernambucano, na vitória por 4×2 contra o Flamengo de Arcoverde. Jorge Henrique, inclusive, fez um exame de imagem na sexta para diagnosticar a gravidade do problema e vai ficar três semanas em tratamento. Já Wallace Pernambucano ficará em observação, depois de voltar a sentir o problema que teve durante o empate por 1×1 contra o Imperatriz, na primeira fase da Copa do Brasil.

Outra ausência certa do Timbu para o confronto de hoje segue sendo o lateral-esquerdo Assis, que se recupera de uma lesão muscular na coxa. Mesmo bastante criticado depois da eliminação na Copa do Brasil e ainda sem convencer o torcedor alvirrubro, o lateral Gabriel Araújo (foto tirada esta manhã na Pousada Brotas) será o substituto.

AFOGADOS FC

A Coruja Sertaneja, como também é conhecido, o Afogados FC, está sem vencer há três partidas. São dois empates – contra o Central, em Caruaru, e o Salgueiro, em casa – e uma derrota – para o Santa Cruz na Arena de Pernambuco. Ainda assim, está na quinta posição com oito pontos. O destaque do time é o atacante Diego Ceará, autor de quatro gols, sendo um dos artilheiros do Estadual, ao lado de Hernane, Muller Fernandes e Pedro Maycon. 

https://imgsapp.pe.superesportes.com.br/app/noticia_127117037534/2018/12/18/54355/20181218170834225464a.jpg

Principal contratação do Náutico para a temporada, o meia-atacante Jorge Henrique (foto) vai desfalcar a equipe por três semanas. Depois de deixar o Clássico das Emoções da última quarta-feira, pela Copa do Brasil, no intervalo da partida, o jogador realizou exame ontem e foi constatada a necessidade de um tratamento mais demorado.

“Jorge Henrique passou por exame de imagem, ressonância magnética, que mostrou um estiramento de grau dois no músculo semimembranoso, que fica na região posterior do joelho. O prazo de afastamento é em torno de duas a três semanas”, explicou o médico alvirrubro João Bosco.

Aos 36 anos, o meia-atacante já havia ficado de fora contra o Sergipe e Salgueiro, pela Copa do Nordeste, e contra o Flamengo de Arcoverde, pelo Campeonato Pernambucano. Diante do quadro de lesão, Jorge Henrique também não enfrenta o Afogados, amanhã, às 17h, no estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, pela sexta rodada do Pernambucano. 

ARTILHEIRO

Mas os problemas ofensivos não param por aí. Artilheiro do time até agora na temporada, com seis gols, Wallace Pernambucano também não encara a Coruja. Wallace sentiu o joelho durante o empate contra o Imperatriz, ainda pela primeira fase da Copa do Brasil. “Wallace é um jogador muito importante, procurou trabalhar, agora nós temos um tempo para dar um recuperação melhor para o atleta por precaução, para não se agravar mais”, comentou Márcio Goiano.

Para o lugar de Jorge Henrique e Wallace Pernambucano, a tendência é que o treinador promova as entradas do jovem atacante Thiago, de 17 anos, e o centroavante Tharcysio, ambos da base.

“Luvas da Insegurança”

Por Franklin Portugal*

Por que seria que esse texto teria por título “Luvas da Insegurança”? Com base nos últimos jogos do fim de semana pelo Campeonato Pernambucano. No primeiro caso analisaremos o jogo entre Náutico x Flamengo de Arcoverde, nos Aflitos. Não foi uma partida feliz para Lucas Gabriel, goleiro da Fera Sertaneja. O primeiro gol de André Krobel e, que entra pela direita do ataque Timbu é defensável. O arqueiro estava do lado, fechando o ângulo com maior porcentagem de chance para evitar que o Náutico abrisse ali o placar. Mas, aceitemos isso de pronto como ocorrências do futebol. O Mengo de Arcoverde empatou de pênalti, mas aí veio o segundo do Náutico, e o terceiro de fora da área, Thiago arrisca e Lucas Gabriel toma aquele frango, uma lambança.

E não dediquei essas palavras para crucificar ninguém, para traumatizar goleiro nenhum, afinal sempre é dia de trabalhar, corrigir erros e dar volta por cima, não é? É porque o futebol costuma juntar fatos dentro de um mesmo contexto. Se Lucas Gabriel falhou…

Imagine que agora vamos falar de um ídolo dos gramados, de um dos maiores nomes do futebol brasileiro sem dúvidas. Estamos falando de Magrão. Seguindo a linha do domingão de “Luvas da Insegurança”, o goleiro do Sport aceitou a batata que veio mole da cabeçada do meio Allan Dias do Santa Cruz. O arqueiro rubro negro até chegou com as mãos, mas aceitou e acabou direcionando a bola para as redes. O Santinha venceu o Clássico das Multidões por 1 x 0.

É claro que quem conhece o honrado Magrão torce por ele, e que ele se recupere. Mas foi um dia atípico, amargo para quem fica lá atrás na última barreira de defesa. Que o psicológico seja fortalecido, assim como as luvas tenham mais sobriedade na próxima rodada. Afinal, é bom que tenha muralha resistente, jogos emocionantes, lances de goleiro que pagam ingresso.

Que tudo isso caia, como… como diria… uma luva para nossos atletas…

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora com crônicas esportivas semanais para o PE Notícias.

O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) acatou uma denuncia contra o Flamengo de Arcoverde e marcou na tarde desta sexta-feira (15) a sessão de julgamento da 1ª Comissão Disciplinar para a próxima quinta-feira (21), na sede do TJD em Recife.

O Flamengo de Arcoverde está sendo acusado de ter usado irregularmente o jogador Edmilson Junior em duas partidas, contra o Sport Recife, na abertura do Campeonato, e contra o Santa Cruz.

Edmilson Junior jogou pelo Pesqueira na segunda divisão do Pernambucano em 2017 e foi punido, pegando quatro jogos de suspensão, tendo que cumprir em qualquer Campeonato Pernambucano, o que não foi respeitado. O jogador saiu do Pesqueira e no ano passado jogou fora do Estado e o Flamengo de Arcoverde ao contratá-lo não observou que tinha essa punição no histórico do atleta e o colocou para jogar em duas partidas. Comenta-se que a equipe de Arcoverde pode perder até 9 pontos no Campeonato. “De certeza o Flamengo perderá 4 pontos, podendo chegar a 9”, disse uma importante fonte do Blog PE Notícias dentro da Federação Pernambucana de Futebol (FPF).

Por Franklin Portugal*

Chegamos ao complemento da 4ª rodada do Campeonato Pernambucano, a ser realizada nessa quarta-feira com jogo único: Flamengo de Arcoverde x Central, no estádio Áureo Bradley, em Arcoverde a partir das 8 da noite. Já podemos ver claramente as equipes que têm um fôlego a oferecer nas próximas partidas baseando-se na pontuação e como vem jogando até então.

Decepção para América, Vitória e Petrolina. Os esquemas táticos podem até ter algum potencial, as ideias na prancheta podem até ter sentido, o problema é a execução bem feita e com técnica pra proporcionar que as jogadas fluam. Se não é deficiência técnica puramente, é a tal liga que não veio.

A algumas análises atrás, citei o Afogados FC, que cabia esperar pra dizer algo. E confesso que vi o time de Afogados da Ingazeira jogar bem contra o Central, aqui em Caruaru. Soube impor o ritmo que queria, soube aprisionar a Patativa no jeito de jogar que desejou, e dessa forma o Central não conseguiu se livrar da “dança”, cedeu espaços e permitiu os avanços ousados dos visitantes que saíram na frente.

E se deu trabalho para o Central empatar? Deu sim, e só foi de pênalti.

O Estadual prossegue, ainda tem muitas surpresas a caminho, no cruzamento de outros considerados pequenos do interior com os grandes Sport, Náutico e Santa Cruz. Com o tempo se verá se o Central em ano de centenário vai embalar uma campanha tão boa quanto foi a de 2018 ou até melhor.

E quem dos grandes do Recife vai acabar tendo mais destaque?

São cenas dos próximos capítulos.

A 5ª rodada também vem só com complemento:

Sábado (16), tem Náutico x Flamengo de Arcoverde nos Aflitos. E na quarta-feira (20), Salgueiro x Santa Cruz no Cornélio da Barros. 

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora com crônicas esportivas para o PE Notícias.

Por Franklin Portugal*

Nessa quarta-feira, o Central de Caruaru vai poder dizer: “há quanto tempo hein Copa do Brasil”. A última participação da Patativa foi em 2009, quando enfrentou em Caruaru o Vasco da Gama, e perdeu por 3 x 0. Um ano antes, o alvinegro foi vítima do Palmeiras, também no Lacerdão: goleada do verdão – 5 x 1.

E, agora, nesse reencontro com a Copa do Brasil, o Ceará pela frente. Será mais uma pra aumentar a lista de partidas entre Central e o Vozão. Vai ser o décimo-quinto jogo da história.

O Central se deu bem por três vezes. Pela Série B de 92, 94 e 97.

Central 4 x 1 Ceará – série b 1992
Central 3 x 1 Ceará – série b 1994
Central 4 x 0 Ceará – série b 1997

Foram 6 empates pela Série B e Copa do Brasil.

Central 0 X 0 Ceará – Série B 1984
Central 1 X 1 Ceará – Série B 1984
Central 0 X 0 Ceará – Série B 1988
Central 1 X 1 Ceará – Série B 1988
Central 0 X 0 Ceará – Copa do Brasil 2009
Ceará 1 X 1 Central – Copa do Brasil 2009

Já o Ceará tem 5 vitórias, incluindo um amistoso em que venceu o Central em Caruaru por 2 x 1, em 1960.

Central 1 X 2 Ceará – Amistoso 1960
Ceará 2 X 1 Central – Série A 1979
Ceará 1 X 0 Central – Série B 1992
Ceará 3 X 0 Central – Série B 1994
Ceará 1 X 0 Central – Série B 1997

Sem desmerecer o valor histórico dos confrontos entre os dois, este marcado pela Copa do Brasil em 2019 tem um peso super importante para o Central. E no que se refere a dinheiro. É que o clube tem direito a receber da CBF 525 mil reais só pela participação na primeira fase, qualquer que seja o placar. Mas, se o Central passar pelo Ceará, a CBF vai repassar mais 625 mil reais, ou seja, 1 milhão 150 mil no total, uma quantia que faz diferença.

A folha salarial gira em torno dos 150 mil reais. Um reforço no caixa daria tranquilidade.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.

Edmilson Júnior entrou em campo diante do Santa Cruz. / Foto: João Victor Amorim/Rádio Jornal

Em 6º lugar e com quatro pontos somados até agora no Campeonato Pernambucano 2019, o Flamengo de Arcoverde pode zerar essa conta. Isso porque o time sertanejo é alvo de um processo no Tribunal de Justiça Desportiva de Pernambuco pela escalação irregular do atacante Edmilson Júnior. Vindo da Série A2 do Estadual, o jogador deveria ter cumprido quatro jogos de suspensão, mas entrou em campo diante do Santa Cruz, na 2ª rodada da Série A1.

De acordo com o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) Evandro Carvalho, o Tigre do Moxotó contratou dois atletas oriundos da segunda divisão Estadual. Ambos haviam sido punidos pelo TJD-PE, mas não chegaram a cumprir as suspensões por causa do fim do campeonato. Para um deles, o clube solicitou a conversão da pena em multa, concedida pelo tribunal. Assim, o Flamengo pagou R$ 1,5 mil a uma instituição de caridade e o atleta foi liberado.