Policial

A polícia prendeu um homem considerado um dos mais perigosos de Pernambuco, na noite dessa quarta-feira (17). Ele é suspeito de matar, pelo menos, 15 pessoas. Tiago Mateus de Lima, de 19 anos, conhecido como Tobias, é considerado pela polícia como um dos mais perigosos do estado e estava sendo procurado há mais de três anos.

Ele trafegava pela Avenida Mascarenhas de Morais, na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, quando foi abordado pelos policiais. No veículo, ainda estavam um motorista de aplicativo e uma adolescente de 14 anos, que foram detidos e levados para o Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente (DOCA).

Prisão

Com o suspeito, foram apreendidos uma pistola ponto 40, que pertence à Polícia Civil, uma pequena quantidade de maconha e uma balança de precisão. De acordo com a polícia,  Tobias pertence à facção criminosa “Trem Bala” e está sendo investigado por participação em, pelo menos, 15 homicídios, além de tráfico de drogas. Durante a prisão, o homem explicou para a polícia porque anda armado, dizendo que precisava se defender.

Operação

A prisão do suspeito foi um trabalho conjunto dos policiais do Grupo de Apoio Tático Itinerante (GATI) e do serviço de inteligência do 19º Batalhão da Polícia Militar. Ainda segundo a polícia, em maio de 2016, Tobias foi resgatado por homens armados, de dentro de uma viatura da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase).

Ele tinha 16 anos e estava sendo conduzido de uma audiência, em Ipojuca, para a Funase, quando os agentes penitenciários foram rendidos, na PE-60, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

Trem Bala

A facção já foi alvo de duas operações da Polícia Civil. Neste ano, parte do grupo foi detido com várias armas, inclusive fuzis, mas todos foram liberados em audiência de custódia. 

https://www.detran.mg.gov.br/images/CORONELFABRICIANO28.08.2017.png

As polícias Militar e Civil deflagraram na manhã desta quarta-feira (17) a Operação de Intervenção Tática, chamada de ‘Vigiar e Punir’. As investigações iniciaram através do registro de uma grande quantidade de apreensões de veículos com restrição de roubo/furto, e com sinais identificadores adulterados, com instauração de vários inquéritos policiais e a existência de associação criminosa nas cidades de Arcoverde, Manari, Itaíba, e Inajá, no Sertão de Pernambuco.

Foram expedidos 11 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão domiciliar. Na ação policial estão sendo empregados 40 policiais civis e 60 militares. Os investigados serão presos e realizados os respectivos interrogatórios, no intuito de colher elementos de informação e fontes de prova, por meio das buscas e apreensões criminais, a fim de fortalecer a investigação criminal para conclusão do Inquérito policial. Com informações do comunicador Anchieta Santos para o Blog PE Notícias.

Policias militares do 15º Batalhão da Polícia Militar (BPM) e uma equipe da Polícia Civil prenderam, nesse sábado (13), dois homens em ação conjunta, na Zona Rural do município de Belo Jardim. 

Os agentes apreenderam 22,5 kg de maconha, uma arma de fogo artesanal e a quantia de R$ 640 em espécie. As equipes receberam informações sobre os suspeitos e, no local, encontraram um com a arma. O outro indicou onde escondiam o entorpecente. A maconha estava enterrada na propriedade onde os dois estavam. Os criminosos foram levados para a delegacia da cidade.

O prefeito de Naque, Hélio Pinto de Carvalho (PSDB), foi morto a tiros na manhã deste sábado (13), pelo vereador Marcos Alves de Lima (PSDC). Segundo informações da Polícia Militar, os dois discutiam por causa de uma cerca quando o vereador sacou uma arma e atirou seis vezes.

Ainda segundo a PM, o vereador tem um lote que fica ao lado de uma outra área que pertence ao município e queria cercar o local. O prefeito tentou impedir e os dois se desentenderam. Testemunhas disseram à polícia que o prefeito agrediu o vereador com um chicote, quando o parlamentar efetuou os disparos.

O prefeito foi socorrido e encaminhado ao Hospital Márcio Cunha em Ipatinga, mas não resistiu aos ferimentos. Em nota, a Unidade confirmou que Hélio Pinto de Carvalho morreu às 9h51 e foi baleado no tórax e nas pernas.

Após o crime, o vereador fugiu do local em um carro e foi preso no Bairro Retiro dos Lagos, em Governador Valadares. De acordo com a Polícia Militar, ele alegou que atirou para se defender.

“O vereador estava com várias escoriações que, segundo alegação dele, foi resultado de luta corporal com o prefeito. Para se defender, teria efetuado os disparos”, explicou o Sargento Almeida.

A arma utilizada no crime foi apreendida pelos policiais. Marcos Alves de Lima foi levado para a delegacia de Governador Valadares, mas será encaminhado para Ipatinga, onde o caso será investigado.

Hélio Pinto de Carvalho, de 55 anos, foi reeleito em 2016 e recebeu 1.727 votos (39,60%). Ele estava no segundo mandato como prefeito e já foi eleito vereador em 2008. A cidade de Naque fica no Leste de Minas e tem pouco mais de 6 mil habitantes, conforme o IBGE.

Apesar de a Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgar que as taxas de homicídios estão caindo, os números mostram que a impunidade impera em Pernambuco e precisa ser combatida com mais eficiência. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga os assassinatos na capital, acumula quase 5,5 mil inquéritos sem solução. Os dados são referentes aos anos de 2009 até abril de 2019.

Em funcionamento desde 2007, o DHPP conta atualmente com cinco delegacias de homicídios. Cada uma sob a coordenação de dois delegados, em média. Cada unidade conta com mais de mil inquéritos para investigar – apesar de o número de profissionais de segurança ser bem abaixo do esperado para dar conta da demanda.

Crimes ocorridos em 2009, ou seja, há uma década, continuam impunes. São famílias, enlutadas, que permanecem com o gosto amargo da injustiça. Estatísticas revelam que 410 inquéritos de homicídios registrados naquele ano estão parados no DHPP. Outros 336 inquéritos, do ano de 2010, também não foram resolvidos. Esses números foram obtidos por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Policiais ouvidos em reserva pelo Ronda JC relatam dois problemas. O primeiro, já dito, é falta de efetivo para dar conta do grande número de investigações. O segundo: a ordem da chefia da Polícia Civil, segundo eles, é investir nas investigações dos crimes mais recentes, ou seja, aqueles registrados neste ano. “A orientação é esquecer os demais. O objetivo é mostrar à população que a polícia está resolvendo os crimes rapidamente. Mas as mortes dos anos anteriores vão continuar sem solução porque não deixam a gente investigar”, relatou um delegado.

Em vídeo publicado nas redes sociais, no mês passado, o chefe da Polícia Civil, Joselito Kerhle, afirmou que 53% dos homicídios registrados no Estado em 2018 foram solucionados. O restante segue sem resposta. Com informações do Ronda JC.

Operação da PF mira ilegalidade em distribuição de remédios no Agreste

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (27), a segunda fase da Operação Insanidade, que tem o objetivo de apurar ilegalidades na aquisição e distribuição de medicamentos, principalmente os de uso controlado, pela Secretaria Municipal de Saúde de Agrestina, município do Agreste de Pernambuco, do ano passado para cá.

De acordo com a PF, a segunda etapa da operação tem as empresas fornecedoras de medicamentos sediadas no município de Garanhuns como foco. Elas teriam sido vencedoras de pregão eletrônico. A operação vai cumprir quatro mandados judiciais de busca e apreensão, a fim de arrecadar documentos e informações, nas sedes das empresa, que comprovem a legalidade ou ilegalidade no processo de fornecimento de medicamentos controlados, entre outros, e a regularidade no trânsito desse tipo de produto entre os fornecedores e a Prefeitura de Agrestina.

Relembre a primeira fase da operação

A primeira parte da Operação Insanidade aconteceu no fim de abril, quando a secretária de Saúde de Agrestina  e uma farmacêutica foram presas por tráfico de drogas. De acordo com a PF, Célia Barbosa, de 59 anos, e Mônica Soares, de 50 anos, estariam realizando entrega de medicamentos controlados sem receita na cidade. O tráfico de drogas configura-se por guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal e descumprimento de norma de medicamento de controle especial. 

Nesta quarta-feira (26), durante a Operação de Combate ao CVLI e CVP, a Central de Operações, após denuncia anônima, de que uma jovem trajando top preto e calça jeans, havia embarcado na rodoviária de Arcoverde no ônibus da Empresa Progresso que fazia a linha Petrolina/Recife, conduzindo uma bolsa de viagem, na cor preta, com drogas, provavelmente maconha, a Polícia Militar encaminhou o graduado de operações e GT 3112 para averiguar a veracidade da denuncia.

Os policiais se deslocaram para o local em tela, porém o ônibus já havia se deslocado para o ponto de apoio da referida empresa.

O ônibus foi localizado e durante a abordagem no compartimento de carga inferior, a droga foi localizada, sendo 25 tabletes de maconha pronta para o consumo, totalizando 21,450 (vinte e um quilo e quatrocentos e cinquenta) gramas, em seguida fora encontrada no interior do ônibus a jovem com as características supracitadas.

Com ela foi encontrado o bilhete de passagem, no qual constava o nome da passageira, assim como o ticket de referencia da bagagem.

Com A.M.S.L., 16 anos, solteira, residente na cidade de Vitória de Santo Antão, ainda foi encontrada a quantia de 93,50 (noventa e três reais e cinquenta centavos) em espécie e um celular Gran Prime da marca Samsung.

Diante do exposto, o policiamento encaminhou a infratora e todo ao material apreendido a Delegacia de Polícia de Arcoverde, onde a menor foi autuada em flagrante delito e será apresentada na Audiência de Custódia.

https://brejo.com/wp-content/uploads/2014/02/algemas_foto_ilustracao.jpg

Policiais militares do BEPI, neste dia 24, observou que um veículo transitava em alta velocidade, colocando em risco demais veículos e pedestres da cidade de Custódia, no Sertão pernambucano. Diante os fatos, os policiais realizaram uma abordagem.

Tratava-se de um casal, os quais se recusaram a se identificar, bem como o homem passou a desacatar o policiamento taxando-os de policiais de “merda”. Após  ser dada voz de prisão ao mesmo, ele resistiu à prisão, tendo partido para agredir um dos policiais. Após o indivíduo ser contido, sua companheira também partiu para agredir o policiamento, para evitar a prisão de seu acompanhante, sendo esta, também detida no local.

Toda a ocorrência foi encaminhada à Delegacia de Plantão de Arcoverde, onde ambos foram identificados como  Eduardo Vieira Carneiro da Cunha, soldado da Policia Militar do Estado do Pará e sua companheira Vivien Medina Noronha, Procuradora do Estado de Amazonas.

Após ser constatado, através de laudo traumatológico a veracidade dos relatos, a autoridade policial resolveu fazer a autuação de Vivien Medina, tendo desmembrado o procedimento envolvendo o militar. Ela foi autuada, pelo delegado plantonista Raphael Henrique, pelos delitos dos Arts. 129 §12, 329 ambos do CPB e Art.68 da Lei de Contravenções Penais, em virtude da pena máxima dos delitos, foi arbitrada uma fiança no valor de 10 (dez) salários  mínimos, considerando os termos do Art.326 do CPP.

Como Vivien alegou não ter condições financeiras de pagar a fiança arbitrada, a mesma foi apresentada a autoridade judicial competente, notadamente, ao Desembargador Plantonista, do TJPE, em virtude da Procuradora ter foro por prerrogativa, para ser processada e julgada pelo TJAM, conforme Constituição Estadual do Amazonas. Com informações do Tribuna do Moxotó.

A Polícia Federal de Pernambuco (PF/PE) detalhou nesta terça-feira (25) a ação de bandidos que explodiram uma agência da Caixa Econômica Federal, no município de Belo Jardim, no Agreste do Estado, durante a madrugada do último sábado (22).

As câmeras de segurança do local registraram o momento em que dois homens  armados entraram na agência, e, com o auxílio de explosivos, destruíram os caixas eletrônicos. A quantia roubada não foi informada.

Segundo a PF, ao tomar conhecimento do ataque à agência, que aconteceu por volta das 3h15, uma equipe foi enviada ao local para realizar as primeiras investigações e perícias. Ainda na ocasião, testemunhas também foram ouvidas.

A PF informou também que as investigações vão prosseguir para que os envolvidos na ação possam ser identificados, localizados e presos, já que todos os integrantes que participaram da investida conseguiram fugir em pelo menos dois veículos.

As investigações estão a cargo da delegacia da PF do município de Caruaru, no Agreste, e o número do disk-denúncia foi disponibilizado para que pessoas que possuam qualquer tipo de informação sobre os suspeitos possam entrar em contato com a polícia. O contato é o 3421-9595, e a identificação e sigilo do anonimato serão preservados.

O evento foi organizado pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sinpol-PE) / Foto: Sérgio Bernardo/Acervo JC Imagem

Contra a nova proposta da reforma da Previdência, policiais civis de Pernambuco realizam, nesta terça-feira (25), uma manifestação para que o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional melhorem o texto que trata da aposentadoria da classe. O ato foi organizado pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sinpol-PE) e iniciou às 9h, em frente à Sede Operacional da Polícia Civil, que fica na Rua da Aurora, área Central do Recife. 

Segundo o presidente do Sinpol-PE, Áureo Cisneiros, o evento faz parte de uma agenda de mobilização nacional da União dos Policiais do Brasil (UPB) e acontecerá simultaneamente em todo o Brasil. 

Comissão 

Para ter uma maior atenção por parte da Câmara Federal, a reforma da Previdência dos militares ganharam no último dia 29, uma Comissão Especial para analisar o assunto. A Comissão, criada pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), é composta de 34 membros titulares e de igual número de suplentes designados.

O Projeto de Lei 1645/19 estabelece ainda reestruturação salarial da categoria. Os textos foram encaminhados em março pelo governo e preveem um impacto fiscal líquido de pelo menos R$ 10,45 bilhões em dez anos. Até 2022, a exposição de motivos assegura que serão R$ 2,29 bilhões.

Dois caminhões carregados com oito toneladas de maconha foram apreendidos, no sábado (22), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pelo Batalhão Integrado Especializado da Polícia Militar (BIEsp-PM), na BR 232, em São Caetano, no Agreste de Pernambuco. Trata-se da maior apreensão de drogas já realizada em Pernambuco, segundo a PRF. 

Dois homens, com 45 anos cada, foram presos na ação, que integra a Operação São João 2019. Policiais abordaram os caminhões que trafegavam juntos na rodovia e solicitaram que os motoristas levassem os veículos até o posto de São Caetano, para checar a documentação. Durante o percurso, o motorista e o passageiro de um dos veículos pularam do veículo em movimento e despertaram a atenção dos policiais. As equipes conseguiram alcançar o motorista, mas o passageiro fugiu.

Ao realizar uma vistoria detalhada nos caminhões, que contou com o apoio de  cães farejadores do BIEsp, foram encontradas centenas de tabletes em fundos falsos na carroceria dos veículos. O motorista do outro caminhão também foi detido durante a abordagem.

A  droga foi encaminhada à delegacia de polícia judiciária junto com os motoristas. A pena prevista para o crime de tráfico de drogas é de cinco a 15 anos de reclusão e multa.

Droga apreendida com jovem na rodoviária de Cabrobó — Foto: Divulgação/ 2ª CIPM

Um jovem de 23 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas na noite desta quinta-feira (20), transportando maconha no Terminal Rodoviário de Cabrobó, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a 2ª Companhia Independente de Polícia Militar, Jair Barbosa da Costa, havia embarcado na cidade de Orocó, em um ônibus que faz a linha Petrolina a Recife.

Foi apreendido de posse do rapaz, uma bolsa contendo 12 pacotes, aproximadamente, 12,061 kg de maconha pronta para consumo. O jovem confessou que estava levando a droga até a cidade do Recife, na capital do Estado.

Jair Barbosa da Costa foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Cabrobó e autuado em flagrante delito por tráfico de drogas.

Policiais se concentram antes de operação realizada em Maceió e Arapiraca — Foto: SSP-AL/Divulgação

G1

Uma operação conjunta cumpre na manhã desta terça-feira (18) 135 mandados de prisão e busca em apreensão em municípios de Alagoas e Pernambuco contra suspeitos de integrar uma organização criminosa envolvida com falsificação de documentos, roubos, furtos e adulteração de veículos.

A ação cumpre mandados expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital e é realizada pelo Ministério Público e pela Secretaria de Segurança Pública de Alagoas, por meio das polícias Civil e Militar.  Até às 8h40 15 pessoas tinham sido presas.

Foram expedidos 34 mandados de prisão com todos os alvos em Alagoas. Já os mandados de busca e apreensão totalizam 101, com 85 medidas cautelares sendo cumpridas em quatro cidades alagoanas, e outras 16 em Pernambuco, nos municípios de Águas Belas, Iati e Garanhuns.

Por questão de segurança, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP não quis divulgar os restantes dos municípios onde a operação está sendo feita.

Segundo a 11ª Promotoria de Justiça de Arapiraca, a organização criminosa tinha acesso a algumas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans). Dentro delas conseguiam desviar o papel moeda que serve de base para a confecção dos documentos de carro.

101 mandados de busca e apreensão devem ser cumpridos em operação conjunta em Alagoas e Pernambuco — Foto: SSP-AL/Divulgação

“Então, de posse disso [dos papéis moeda], os bandidos cometiam o crime de falsidade ideológica, produzindo o CLRV falso para, depois, vender os veículos furtados ou roubados com um novo documento, só que já falsificado. Nesse mesmo certificado também já constava o número adulterado do chassis”, disse o promotor de justiça Hamilton Carneiro.

A operação foi batizada de Echo porque essa palavra é sinônimo de repetição, fazendo uma alusão ao fato de que os alvos principais já possuem várias passagens na polícia pelo cometimento dos mesmos crimes.

A operação mobilizou cerca de 150 viaturas das forças de segurança de Alagoas e Pernambuco. Foram empregados militares dos Batalhões de Operações Especiais (Bope), Radiopatrulha (BPRp), Rodoviário (BPRv), Batalhão de Guardas (BPDG), 1º, 3º, 4º, 5º, 7º, 8º, 9º e 10º batalhões, além das 1ª, 2ª e 3ª Companhias Independentes de Polícia.

A Polícia Civil alagoana atuou por meio das Delegacias de Repressão ao Narcotráfico (DNARC), da Regional, (4º DP), e da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Arapiraca.

Neymar postou vídeo para se defender Foto: Reprodução

Em um vídeo no qual reproduziu conversas com a mulher que o acusa de estupro, o atacante Neymar usou as redes sociais para reafirmar que é vítima de extorsão. O camisa 10 da seleção brasileira e do PSG publicou um vídeo de sete minutos que mistura um discurso para negar qualquer crime e a reprodução de várias conversas via WhatsApp. O papo trazido à tona por Neymar tem vídeos provocativos, nudes e o desenrolar do trâmite que culminou com a viagem a Paris dessa mulher que não quis se identificar ao registrar boletim de ocorrência.

– Fui induzido a isso, foi algo que aconteceu, foi uma armadilha e acabei caindo, mas que isso sirva de lição daqui adiante, disse o jogador no vídeo.

Pela reprodução exposta por Neymar, o contato entre os dois no aplicativo de mensagens começou em 11 de março, inclusive com o envio de vídeos. De acordo com a publicação do jogador, a rotina se manteve. No começo de maio, a ideia de levá-la a Paris começou a ser amadurecida. Neymar se comprometeu em cuidar da logística.

Ainda segundo o conteúdo disponibilizado pelo jogador, a mulher desembarcou na capital francesa em uma quarta-feira, dia 15 de maio. As conversas indicam que já neste dia houve relação sexual entre os dois, com a promessa de que um novo encontro aconteceria.

No dia 16, pelo conteúdo divulgado por Neymar, a mulher até pediu um presente para o filho dela e estava se preparando para receber o jogador. Depois de pedir um vinho e perceber que Neymar não apareceria, apesar de prometer, ela disse que iria dormir.

– Você não vem e tá dando mancada me deixando esperando, teria escrito ela, segundo a parte final da publicação de Neymar.

O pronunciamento de Neymar

“Bom, vamos lá. Estou sendo acusado de estupro. É, é uma palavra pesada, uma coisa muito forte, mas é o que está acontecendo no momento.

Bom, fui pego de surpresa. Foi muito ruim e muito triste escutar isso, porque quem me conhece sabe do meu caráter e da minha índole, sabe que eu jamais faria uma coisa desse tipo.

Mas vamos lá: estou exposto a isso e aqui para dar a cara a bater, porque sei que qualquer notícia que seja com o meu nome envolve muita coisa, tem um barulho muito grande e todo mundo fica querendo a minha declaração.

O que aconteceu foi totalmente o contrário do que falam e dizem, estou muito chateado nesse momento. A partir de agora vou expor tudo, expor toda a conversa que tive com a menina, todos os nossos momentos, que são íntimos. Mas é necessário abrir e expor para provar que realmente não aconteceu nada demais.

Logo após esse vídeo vocês vão ver todas as mensagens, tudo o que aconteceu nesse dia e no outro. O que aconteceu em um dia foi uma relação entre homem e mulher, dentro de quatro paredes, algo que acontece com todo casal. No dia seguinte não aconteceu nada demais, a gente continuou trocando mensagem. Ela me pediu uma lembrança do filho e eu ia levar. Agora fui pego de surpresa por causa disso.

É muito ruim, muito triste, isso não só magoa a mim como toda a minha família. Não só denegrir a minha imagem é ruim, mas sim o que eu sou, quem eu sou, a índole que eu tenho, o caráter que eu tenho. Fui criado muito bem. Estar exposto a isso é muito triste, muito rim. Estou aqui, abertamente, falando a vocês que estou muito chateado.

Mas tenho que provar algo que seja sincero e que seja verdade. Eu sou muito assim, sou muito eu, sou muito a verdade. Se for para expor as coisas que acontecem no nosso dia a dia, eu vou expor. Acho que agora é o momento exato para todo mundo ficar sabendo o que aconteceu.

É ruim eu me colocar nessa situação, é bem chato. É muito triste acreditar que o mundo está assim. Existem pessoas que querem se aproveitar, extorquir as outras pessoas. É realmente triste, doloroso. Mas já que me colocaram nessa situação estou aqui explicando para vocês.

Já tem um vídeo de mais de três minutos, espero que fique bem claro, espero que a justiça olhe as mensagens e veja o que realmente aconteceu. É com muita tristeza e dor no coração que faço esse vídeo, explico tudo. Uma situação bem chata, não só para mim como para minha família também. Por colocar ele nessa situação, porque realmente não queria, fui induzido a isso, foi algo que aconteceu, foi uma armadilha e acabei caindo, mas que isso sirva de lição daqui adiante”.

Nota da assessoria do Neymar

Foi divulgado neste sábado, há algumas horas, uma noticia envolvendo o Atleta Neymar Jr., sob a acusação de estupro.

A suposta vítima, inclusive, registrou Boletim de Ocorrência, amplamente divulgado na imprensa.

Apesar de ter ficado surpreso com a noticia, os fatos já eram de conhecimento do Atleta e do seu estafe, tendo em vista que há poucos dias foi vitima de tentativa de extorsão, praticada por um advogado da cidade de São Paulo, que, segundo a sua versão, representava os interesses da suposta vitima.

Os advogados do atleta foram imediatamente comunicados e desde então estão adotando todas as providências pertinentes.

Diante do infeliz, ilegal e ultrajante acontecimento, repudiamos completamente as injustas acusações e, sobretudo, a exposição na imprensa de uma situação extremamente negativa.

Todas as provas da tentativa de extorsão e da inexistência de estupro serão apresentadas à Autoridade Policial oportunamente.

Assessoria de Imprensa

Operação prendeu empresários e afastou secretário na Prefeitura de Paulista — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma operação contra fraudes em licitação e corrupção na prefeitura de Paulista, no Grande Recife, prendeu dois empresários, nesta terça-feira (28). A Justiça determinou também o afastamento das funções de um secretário municipal, de um responsável por pregões e de três servidores. São investigados contratos que totalizam R$ 600 mil na compra de alimentos.

Os presos são os empresários Norberto Pessoa Brito e Aluísio Mendes de Araújo. Ficam afastados das funções na administração municipal o secretário de Políticas da Juventude e Esportes, José Augusto da Costa, e mais quatro pessoas que não tiveram nomes divulgados.

De acordo com o delegado Jean Rockfeller, diretor de Polícia Especializada, os empresários se uniram para fraudar a compra de alimentos para abrigos de acolhimento para idosos e dependentes químicos. “Eles se uniam para direcionar as licitações”, afirmou o policial.

Ao todo, a Vara Criminal da Comarca de Paulista expediu 15 mandados de busca. Segundo Jean Rockfeller, na casa do responsável pelas licitações, a polícia apreendeu R$ 230 mil. Também foram apreendidos cinco carros.

“Identificamos que os empresários não entregavam os alimentos ou forneciam produtos sem qualidade e até vencidos”, observou.

A investigação, que resultou na operação desta terça, começou em janeiro deste ano e está sob a responsabilidade do delegado Diego Pinheiro, do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco).

Denominada Convescote, a ação desta terça mira um grupo criminoso ligado a fraudes em licitações, falsidade ideológica, corrupção passiva e ativa.

Ao todo, 80 policiais civis do estado foram escalados pela ação, entre delegados, agentes e escrivães. Os presos e apreensões são encaminhados à sede do Draco, no bairro de Tejipió, no Recife.