Sem categoria

http://www.ifpe.edu.br/noticias/aberto-prazo-para-participacao-em-concurso-de-poesia/concurso-de-poesia-_ifpe-contra-a-homofobia-01.png/@@images/9cfb7db7-a152-4e57-ac52-44e7fb236d87.png

Com o objetivo de estimular o interesse pela discussão e combate à homofobia e preconceitos relacionados às orientações sexuais e identidades de gênero, o Concurso de Poesias com o tema “No IFPE, a homofobia não passa!” recebe produções de estudantes do IFPE até esta quarta-feira, dia 23. A iniciativa integra as atividades realizadas na instituição durante o mês de maio, voltadas ao combate à homofobia.

Podem participar estudantes de cursos técnicos e superiores da Educação a Distância e de todos os campi do IFPE. Cada estudante poderá participar com uma única poesia, que deverá obedecer as recomendações contidas no regulamento do concurso. A poesia deverá ser enviada in box, em pdf, para a página oficial do IFPE no Facebook até às 18h deste dia 23.

As poesias serão publicadas na página IFPE Instituto e ficarão disponíveis para votação entre os dias 24 e 30 de maio. As três produções que obtiverem o maior número de reações serão as vencedoras do concurso e os nomes de seus autores serão divulgados no dia 31. Eles serão contatados por mensagem in box enviada para os perfis pelos quais as poesias foram encaminhadas e serão premiados com a obra Bom-Crioulo, de Adolfo Caminha.

O lançamento do concurso de poesia no último dia 17 de maio é alusivo à data de 17 de maio de 1990, momento em que o termo “homossexualismo” passou a ser desconsiderado e a homossexualidade foi excluída da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Para conferir o regulamento do concurso, clique aqui.

Foto: Sérgio Bernardo/JC Imagem

Blog de Jamildo

Sem alarde, o governador Paulo Câmara assinou ato para reforçar o caixa do Fundo de Apoio aos Municípios – FEM em 2018. Pelo decreto 46.036, o governador Paulo Câmara retirou 1 milhão do orçamento da segurança pública do Estado para destinar ao orçamento do FEM. O ato já foi publicado no Diário Oficial e está em vigor.

O dinheiro está saindo do “Reaparelhamento Operacional das Unidades de Segurança”. Segundo fontes no Poder Executivo, sob reserva, era dinheiro para reformar delegacias e unidades da PM. A retirada de recursos para reforma de unidades de polícia vem meses após a oposição denunciar que delegacias no interior estavam sucateadas.

“Quem vai para o Sertão verá delegacias mal aparelhadas e que sequer têm delegado”, disse o deputado Augusto César (PTB), em fevereiro.

“O prédio está completamente deteriorado, com teto desabando e equipamentos sucateados. O cidadão que for atendido na unidade pode levar um choque, porque a energia foi religada às pressas num espaço cheio de infiltrações”, relatou Álvaro Porto (PTB), em fevereiro, sobre a Delegacia de São José da Coroa Grande.

Geralmente, o FEM é usado pelos prefeitos para obras simples, sem repercussão econômica, como calçamento de ruas. É um fundo criado pelo ex-governador Eduardo Campos, em 2013, para repassar dinheiro diretamente às prefeituras, sem burocracia.

Nas eleições de 2016, a oposição criticou várias vezes o uso do FEM para supostamente “cooptar” prefeitos.

“Criaram o FEM 1 e o FEM 2. E agora estão querendo criar o VEM, que é uma forma de trazer a qualquer custo e de premiar os infiéis”, ironizou Armando Monteiro Neto, em abril de 2014, quando era candidato a governador, pela primeira vez.

O reforço do FEM ocorre em momento de fechamento de alianças para a disputa de Paulo Câmara, que quer se reeleger em outubro.

Com a palavra à oposição na Assembleia.

http://imagens2.ne10.uol.com.br/blogsne10/jamildo/uploads//2018/05/blogs-2.jpg

http://vipshow.com.br/wp-content/uploads/2018/05/Madalena-Britto-foto-Rodolfo-Araujo-1024x682.jpg

Com base em decisão da Segunda Câmara do TCE, que julgou ilegais atos de admissão de pessoal realizados pela prefeita do município de Arcoverde, Madalena Britto (foto), o Ministério Público Estadual ajuizou uma ação de improbidade administrativa contra ela por ter feito contratação temporária de médicos em 2016, sem seleção simplificada.

No entendimento do MPPE, a prefeita afrontou os princípios da administração pública como a legalidade, moralidade, impessoalidade e isonomia. Por essa razão, foi pedido o enquadramento dela na Lei de Improbidade Administrativa (Lei Federal nº 8.429/920), que implica ressarcimento aos cofres públicos do dano praticado, perda da função pública, pagamento de multa, proibição de contratar com o poder público por três anos e suspensão dos direitos públicos por até cinco anos.

A sessão do TCE que julgou ilegais as contratações foi realizada no dia 30 de maio de 2017 e o relator do processo foi o conselheiro substituto Marcos Flávio. Ele julgou legais as contratações temporárias para os cargos de auxiliar de creche, professor e cuidados e, ilegais, os atos de admissão de médicos, negando-lhes, por consequência, o registro.

INTERESSE PÚBLICO 

De acordo com o relatório técnico de auditoria, a prefeita não conseguiu demonstrar que as contratações foram motivadas por “excepcional interesse público”, nos termos previstos no artigo 37, IX, da Constituição Federal, nem tampouco realizou o processo seletivo público para a admissão dos profissionais.

Em sua exposição de motivos, o promotor que ajuizou a ação, João Paulo Carvalho dos Santos, afirma que “as contratações (dos médicos) foram realizadas ao arrepio do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado pela prefeita perante o Ministério Público, em 23 de novembro de 2015”, em cuja cláusula primeira a gestora se comprometeu a não realizar contratos temporários sem processo seletivo, com provas escritas, ampla divulgação e critérios objetivos de escolha.

Além disso, afirma o promotor, quando foram realizadas as contratações encontrava-se vigente um concurso público homologado pela prefeitura em dezembro de 2014, com prazo de validade de dois anos, que incluía também médicos ultrassonografistas.

http://www.serratalhada.pe.leg.br/institucional/noticias/camara-de-vereadores-retoma-sessoes-apos-o-carnaval/@@images/f4d980dd-2254-4f30-99a8-4f5f158a3794.jpeg

O vigilante da Câmara Municipal de Serra Talhada, Neidinaldo Alves da Costa, deixou os vereadores numa verdadeira ‘saia justa’ nessa segunda-feira (22).

Ele utilizou a tribuna da Casa Joaquim de Souza Melo, por dez minutos, e alertou sobre possíveis falhas no edital do concurso público lançado pela Prefeitura, cujas inscrições começam nesta sexta-feira (25).

Em tom provocativo, o servidor que é concursado, alertou que a Câmara Municipal não pode se tornar um ‘puxadinho’ do governo Duque, e solicitou o cancelamento do certame.

“É preciso que cancele o contrato com a empresa Adm&Tec, pois a mesma não tem confiabilidade e que se contrate uma nova empresa, idônea. Também solicito que os valores das inscrições sejam mais baixos. Ninguém suporta, ganhando um salário mínimo, pagar R$ 80, R$ 90 e R$ 100 pela inscrição”, disparou Costa.

Ainda durante a sua explanação, Neidinaldo Costa sugeriu que as provas sejam realizadas entre os meses e novembro/dezembro. “É um ano eleitoral e de copa do mundo”, justificou.

Logo em seguida, segundo o Farol de Notícias, o presidente da Câmara, Nailson Gomes, rebateu os argumentos do servidor garantindo que a empresa realizadora do concurso é idônea e que venceu o processo de licitação.

https://1.bp.blogspot.com/-tPmycHPNfm0/UyntJUXnKcI/AAAAAAADw5A/XMXYNE4avwo/s1600/plano-de-saneamento1.jpg

Acontecerá na próxima quinta-feira (24), uma audiência pública sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico de Serra Talhada, a partir das 08h, no CEU das Artes, na Caxixola.

A audiência será promovida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e tem como objetivo a atualização e conclusão do Plano Municipal de Saneamento Básico. As inscrições para uso da palavra serão realizadas das 08h às 08h45, antes do início da audiência, prevista para começar às 09h.

Serviço

Audiência Pública – Plano Municipal de Saneamento Básico

Data: 24/05/2018

Horário: 08h

Local: CEU das Artes – Caxixola.

Dois anos depois, já não há ex-ministros do governo Dilma Rousseff (PT) pendurados nas tetas da “quarentena” generosamente atribuída pela Comissão de Ética Pública da Presidência da República. No auge, ex-auxiliares petistas “mamaram” um total de R$1,2 milhão por mês em salários sem trabalhar, ao menos oficialmente. Além de ex-ministros, também ex-presidentes de estatais conseguiram idêntica “boquinha”. A informação é da Coluna de Cláudio Humberto.

Apesar dos males que arruinaram o Brasil, cerca de 80 autoridades do governo Dilma faturaram a quarentena. Foram mais de 20 ministros.

Ao menos Comissão de Ética poupou nosso bolso da quarentena pretendida pelo ex-presidente do BNDES Paulo Rabello de Castro.

Atualmente recebem quarentena dois ex-auxiliares do governo Temer: Leandro Daiello (Polícia Federal) e Guilherme Campos (Correios).

O condutor de um dos veículos se evadiu do local. O outro, ficou preso às ferragens / Foto: Divulgação/PRF

JC Online

Uma colisão entre dois caminhões deixou uma pessoa ferida no sentido Recife-Interior da BR-232. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu no início da manhã  desta terça-feira (22), no quilômetro 41 da rodovia, no município de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco. O condutor de um dos veículos fugiu do local. O outro, ficou preso às ferragens.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para socorrer a vítima. Duas equipes de resgate foram ao local. Os caminhões estão ocupando a faixa da direita da BR-232, mas, de acordo com a PRF, o trânsito flui bem. A vítima foi retirada das ferragens e encaminhada para o Hospital João Murilo, que fica em Vitória de Santo Antão. Um dos caminhões estava carregado de madeira e, o outro, de refrigerante.

Serviço

Em caso de acidente, o motorista ou as testemunhas devem entrar em contato com os órgãos de trânsito dos municípios.

http://image.slidesharecdn.com/sojoodamoda2015-projeto-150316134532-conversion-gate01/95/so-joo-da-moda-2015-projeto-1-638.jpg?cb=1426513946

A cidade de Santa Cruz do Capibaribe, conhecida pelo seu grande potencial na indústria têxtil, também se consolidou como um dos principais destinos juninos de Pernambuco. Pelo sexto ano consecutivo, o município realiza sua festa de São João, conhecida como São João da Moda, em alusão à principal atividade econômica da região. Este ano, o festejo será realizado de 16 a 29 de junho, no Campo Municipal.

Os homenageados do evento serão Toinho da Onça e Milonga (in memoriam), incentivadores culturais da região. Com o tema “Uma Festa para todos os Gostos”, o São João da Moda abre espaço para vários estilos musicais, acolhendo desde o forró pé de serra até os principais artistas nacionais da atualidade. “Dividido em três polos, fizemos questão de construir uma programação a partir da identidade cultural do município, contando em sua maioria com artistas da cidade, bandas, trios de forró pé de serra, bandas de pífanos e quadrilhas juninas”, destaca o prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira.

O Polo Multicultural vai dar diversidade ao evento com apresentações em vários ritmos. Já o Polo Arraial Povão será marcado pelo forró tradicional. No Polo da Moda vão se apresentar as atrações nacionais consagradas. Gabriel Diniz, Cavaleiros do Forró, Avine Vinny, Jonas Esticado, Gustavo Lima, Márcia Fellipe, Amigos Sertanejos, Dorgival Dantas, Aviões do Forró, Magníficos, Bruno e Marrone e Wesley Safadão são algumas das atrações confirmadas.

Este ano, o São João da Moda vai ser realizado no Campo Municipal, um espaço 40% maior que o anterior, proporcionado mais conforto e segurança ao público. A expectativa é reunir cerca de 40 mil pessoas por dia. O evento é gratuito e aberto ao público.

Festival de quadrilhas

Tradição no São João do Nordeste, as quadrilhas juninas também terão espaço na programação do São João da Moda 2018 com a realização do Festival Biu & Gogó de quadrilhas de rua. O Festival levará a tradição das quadrilhas juninas e do forró pé de serra para diversas ruas do município. A edição deste ano será de 23 de maio até 14 de junho, quando a cultura popular passará por diversos bairros santa-cruzenses, além da zona rural. O homenageado do Festival será o radialista e marcador de quadrilhas, Francisco Amaral (in memoriam).

Economia

Este ano, cerca de 3 milhões de reais serão investidos no São João da Moda mesclando fontes privadas e públicas. A festa será feita por concessão pública pela primeira vez, no intuito de profissionalizar e gerar economia aos cofres públicos. Foram gerados cerca de 150 espaços comerciais dentro da festa, entre camarotes, pontos de venda de alimentos, bebidas e artigos diversos. Vários setores da economia da cidade se envolvem diretamente com o evento como a rede hoteleira, gastronômica, turística e comercial, com perspectiva de impulsão de consumo que pode gerar até R$ 15 milhões de investimentos. Com uma média de ocupação de 90% da capacidade da rede hoteleira no período, o São João da Moda pretende atrair pessoas de todo o Agreste de Pernambuco, outras regiões do Estado e também de localidades circunvizinhas da Paraíba.

Infraestrutura

“A prefeitura desenvolve um trabalho uniforme e a festa é feita com base em dois lastros: segurança e conforto”, afirma Edson Vieira. Do ponto de vista de segurança, está sendo desenvolvido um planejamento de acesso à festa, devido à mudança de local, e ações de segurança dentro do evento, como revista nas entradas, câmeras de vídeomonitoramento dentro de toda sua extensão, apoio de bombeiros Civil e Militar, posto de saúde e atendimento médico de urgência pelo SAMU.

Ações de enfrentamento ao trabalho infantil também serão desenvolvidas por agentes integrantes de programas sociais no intuito de garantir que os filhos de trabalhadores não sejam inseridos na dinâmica de trabalho dos pais. Para isso, será preparado um local recreativo com atividades de lazer e educativas, coordenadas por monitores sociais.

Programação do São João da Moda 2018:

Polo Palco da Moda

Dia 16 de junho| Sábado | 21h

Maria Clara | Davi Firma | Gabriel Diniz

Dia 17 | Domingo | Transmissão do jogo do Brasil

Rubiêno Catanha | Jean Araújo | Gleydson e Henricky |Cavaleiros do Forró | Avine Vinny

Dia 21 | Quinta |Noite católica | 19h

Atrações locais | Frei Damião Silva

Dia 22 | Sexta | 21h

Garota Dengosa | Francisco Caldas | Jonas Esticado | Jefferson Moraes

Dia 23 | Sábado | 21h

Cristiano Monteiro | Nilton Sal e Forró no Kilo | Gusttavo Lima | Márcia Fellipe

Dia 24 | Domingo | 20h

Bidinga do Acordeom | Alisson Levado | Dimetrose | Amigos Sertanejos | Wesley Safadão

Dia 27 | Quinta | Noite gospel | 19h

Atrações locais | Banda Novo Som

Dia 28 | Sexta | 21h

Bedeu Quirino | Adriano Silva | Dorgival Dantas | Aviões do Forró

Dia 29 | Sábado | 21h

Decentes do Forró | Forró dos Bo$$as | Saia Rodada | Bruno & Marrone.

Foto: Carlos Moura/STF

A decisão foi obtida através de agravo regimental apresentado no STF pelo advogado pernambucano Ademar Rigueira, defensor do jornalista Franklin Martins.

A investigação, derivada das delações de Mônica Moura e João Santana, apura suposto recebimento de valores em campanhas eleitorais na Venezuela, e haviam sido remetidas à Curitiba no ano passado.

Ao julgar recurso de um agravo regimental na petição 6991, o ministro Fachin reconheceu os argumentos da defesa e retirou a competência do juiz Sérgio Moro para analisar o caso, enviando aos autos à Justiça Federal do Distrito Federal.

http://www.alvinhopatriota.com.br/wp-content/uploads/2018/05/narcotrafico-300x169.jpg

Promotores de Justiça de Afogados da Ingazeira, Salgueiro, Serra Talhada e Petrolina participam no final desta semana de uma capacitação ministrada pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) com o tema “Atuação da Polícia Judiciária no Combate ao Narcotráfico e Segurança nos Municípios”.

O treinamento ocorrerá por meio da Escola Superior do Ministério Público (ESMP), das 8h às 18h, na próxima quinta e sexta-feira, no auditório do Sest/Senat, em Petrolina. Além de promotores, também participam comandantes da Polícia Militar de Pernambuco e delegados da Polícia Civil do Estado.

O objetivo do curso é proporcionar aos participantes aprimoramento profissional, preparando-os para o desempenho no combate ao tráfico de drogas, através da execução de abordagens, buscas e desenvolvimento de habilidades e técnicas específicas.

Ao longo da capacitação, os integrantes terão oportunidade de discutir sobre a atuação da polícia judiciária no combate ao narcotráfico e as propostas práticas para a ingerência do MPPE na segurança dos municípios.  

https://i1.wp.com/roberiosa.com.br/wp-content/uploads/2018/02/vereador-ze-raimundo-ptb-roberiosa.jpg?resize=560%2C373

Por Giovani Sá

Na semana da abertura das inscrições do concurso público que será realizado pela Prefeitura de Serra Talhada, o vereador Zé Raimundo Filho, do PTC, defendeu o governo Luciano Duque quanto às críticas em redes sociais de que poderá vir a ocorrer fraudes no certame.

Durante entrevista ao Programa Farol de Notícias, na rádio Vila Bela FM, o parlamentar defendeu a empresa Adm & Tec, escolhida para organizar o concurso, e até revelou valores que foram apresentados durante processo de licitação.

“As empresas não se escolhem e foi feito um processo licitatório e essa empresa que ganhou, a Adm & Tec é ligada a Universidade de Pernambuco (UPE). A UPE queria algo em torno de R$ 1, 2 milhão para fazer o concurso, outra empresa R$ 800 mil e a outra R$ 600 mil. Então se diz: “mas quanto mais inscrições entra dinheiro para a prefeitura”. No processo licitatório é o contrário. Se não houver o número de inscrições que não chegue aquele valor, quem paga é a prefeitura. E se tiver mais, o dinheiro não é da Prefeitura, mas da empresa”, disparou o vereador.

Ainda durante a entrevista, Zé Raimundo garantiu que a empresa é idônea e competente, e que não haverá ‘safadeza’ durante o processo.

“Há um parecer do Ministério Público Federal (MPF) abonando a empresa. Assim como o outro concurso que foi realizado pelo prefeito Luciano Duque, esse não haverá safadeza. A gente confia, acredita e vamos acompanhar”, garantiu o parlamentar.

Caminhoneiros protestam na BR-262, em Juatuba, na Grande Belo Horizonte, nesta segunda (21) contra o preço do diesel (Foto: DOUGLAS MAGNO/O TEMPO/ESTADÃO CONTEÚDO )

Caminhoneiros protestam contra o aumento do diesel nesta segunda-feira (21), dia em que foi anunciada mais uma alta do valor nas refinarias, de 0,97% a partir de terça (22). Na semana passada, foram cinco reajustes diários seguidos. A escalada nos preços acontece em meio à disparada nos preços internacionais do petróleo.

A Petrobras diz que as revisões podem ou não refletir para o consumidor final – isso depende dos postos. Segundo a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel nas bombas já acumula alta de 8% no ano. O valor está acima da inflação acumulada no ano, de 0,92%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No início da manhã havia atos em pelo menos 10 Estados: Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.  

Veja a seguir a situação em cada um dos Estados:

Bahia

Manifestantes fecharam vias nas cidades de Amélia Rodrigues, Vitória da Conquista e Itatim. A concessionária ViaBahia informa que um trecho da BR-324, em Amélia Rodrigues, a cerca de 90 km de Salvador, foi interditado nos dois sentidos. Por volta das 8h, somando os dois sentidos, havia 12 km de congestionamento.  

Interdições ocorrem também em três pontos da BR-116 na região sudoeste do Estado, segundo a concessionária ViaBahia: no km 814, no trecho da cidade de Vitória da Conquista; no km 521, trecho de Itatim; e no Km 672, da BR-116, em Jequié. Os bloqueios ocorrem nos dois sentidos em cada um dos trechos das rodovias.

Também em cada um dos pontos da BR-116, o engarrafamento chega a aproximadamente 5 km, conforme estimativa da ViaBahia.  

Bloqueio feito por manifestantes em Jequié, no sudoeste da Bahia (Foto: Divulgação/ ViaBahia)

Ceará

Um grupo de caminhoneiros bloqueou um trecho da rodovia BR-020 (Avenida Quarto Anel Viário), entre Fortaleza e a cidade de Maracanaú, na Região Metropolitana. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), caminhoneiros pararam os veículos no acostamento e queimaram pneus na pista. Foi formado um congestionamento de 5 km.

Espírito Santo

Manifestação deixou a BR-101 fechada por cerca de uma hora, no km 301, em Viana, na Grande Vitória. Equipes da PRF estiveram no local e fizeram acordo com os motoristas para que eles colocassem os veículos no acostamento e liberassem a pista. Houve lentidão no trânsito, por volta das 6h, mas a situação foi normalizada.

A pista também foi interditada no km 204 da BR 101, em João Neiva, no Norte do ES. Caminhoneiros atearam fogo em pneus e, por isso, o trânsito foi desviado para o acostamento nos dois sentidos da pista.  Também acontece protesto de caminhoneiros no km 414 da BR-101, em Itapemirim, no Sul do estado. Segundo a PRF, não há interdição de pista.

Protesto de caminhoneiros em Viana (Foto: Luciney Araújo/ TV Gazeta)

Goiás

Grupos de caminhoneiros fecharam várias distribuidoras de combustíveis em Goiânia e Senador Canedo, na Região Metropolitana. O protesto da categoria é em defesa da criação do piso para o frete pago pelas empresas, além de ser contra o aumento do preço do óleo diesel.

Minas Gerais

Uma faixa da Rodovia Fernão Dias no km 513, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi fechada pelos manifestantes no sentido São Paulo.

Ainda na Grande BH, houve protesto no km 511 da BR-040, Ribeirão das Neves, na pista sentido capital mineira. De acordo com a Via 240, a retenção chegava a 5 km perto das 9h.  

No km 368 da BR-262, em Juatuba, também na Grande BH, a rodovia foi fechada nos dois sentidos durante toda a madrugada, e o congestionamento chegava a 4 km nesta manhã.

A categoria se manifesta na Região da Zona da Mata, no km 699, em Barbacena, e no km 808 da BR-040, em Matias Barbosa. Em Oliveira, no Centro-Oeste, há protesto no km 617 da Rodovia Fernão Dias.

Na Região dos Vales, houve ato na BR-381, em Ipatinga. Os caminhoneiros estão parados no acostamento da rodovia e o trânsito está liberado.

Na BR-251, até as 9h havia ato em Francisco de Sá. Segundo a PRF, o trânsito está liberado para veículos de passeio e ônibus.  

Protesto de caminhoneiros causa congestionamento em Minas (Foto: Reprodução/TV Globo)

Paraíba

Uma paralisação ocorre na Alça Sudoeste, em Campina Grande. Os manifestantes interditaram a BR-104, no sentido Campina Grande-Queimadas. A rodovia está sendo liberada apenas para os carros de passeio.

Paralisação bloqueou BR-104, em Campina Grande (Foto: Felipe Valentim/TV Paraíba)

Paraná

Na BR-116, em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba, uma das duas faixas sentido São Paulo está interditada no km 67.

Manifestantes bloqueiam também uma faixa em cada sentido da BR-277 em Paranaguá, no litoral do Paraná, no quilômetro 6 da rodovia.

No norte do estado, na PR-090, na entrada para Assaí, caminhoneiros são proibidos de passar pela rodovia, apenas carros de passeio e ambulâncias têm liberação.

Rio de Janeiro

Os motoristas protestam no trevo da Rodovia Niterói-Manilha e também na altura de Campos dos Goytacazes, no acostamento da pista. Os protestos também acontecem na Via Dutra, altura de Seropédica, na Baixada Fluminense.

Às 6h26, trânsito era intenso na Rodovia Washington Luís. (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Às 6h26, o trânsito era intenso na Rodovia Washington Luís, altura de Duque de Caxias. Os caminhoneiros também fazem ato no acostamento do km 274, em Barra Mansa, acompanhados pela Polícia Rodoviária Federal.

No Sul do Rio, foram registrados atos na Via Dutra e na BR-393 (Lúcio Meira), nos trechos que cortam a região. Eles protestam contra o aumento no preço dos combustíveis. Na Dutra, é permitida a passagem de carros de passeio. Já na BR-393, o km 103 chegou a ser totalmente bloqueado. Ainda durante a manhã, foi liberado para carros de passeio. Foi registrado 1 km de congestionamento no trecho.  

Rio Grande do Sul

Em São Sebastião do Caí, caminhoneiros chegaram a bloquear os dois sentidos da ERS-122, na altura do km 16, por duas vezes. Os bloqueios duraram 30 minutos. A PRF ainda não informou o tamanho do congestionamento nas ocasiões.

Caminhoneiros fazem protesto no RS (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)

Em Taquara, manifestantes bloquearam o tráfego na ERS-020, queimando pneus às margens da rodovia. Na BR-290, a freeway, foi registrada queima de pneus embaixo do viaduto que dá acesso à fábrica da General Motors, em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Por volta das 4h, o fogo havia sido controlado.

Outro ponto de protesto foi no trecho da BR-101, em Três Cachoeiras, próximo da divisa com Santa Catarina. Os manifestantes abordam caminhoneiros pedindo para aderirem à paralisação.

São Paulo

Na Marginal Pinheiros, na capital paulista, quatro caminhões ocuparam as quatro faixas e seguiram bem lentamente para reduzir a velocidade dos veículos de trás. O protesto começou pouco antes da altura da Ponte Estaiada, no sentido Castelo Branco. Na Zona Leste, pelo menos 12 caminhões realiza um ato parecido na Avenida Jacu Pêssego. Uma ação semelhante também é realizada na AV. Escola Politécnica, no Jaguaré, Zona Oeste da cidade.

Caminhões fazem bloqueio nas faixas da pista expressa da Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, em protesto contra preço dos combustíveis (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um dos atos ocorre no km 160 da Dutra, em Jacareí, no Vale do Paraíba. Por volta das 8h30, a lentidão era de 2 km. Também há mobilização no km 101, em Pindamonhangaba. Havia 5 km de lentidão no sentido RJ e 2 km sentido SP. A passagem é bloqueada nestes dois pontos apenas a caminhoneiros e segue normal para os demais motoristas.

Em Paulínia, há um ato na Rodovia Zeferino Vaz (SP-332), . O ato é na frente da Replan, uma das maiores refinarias do país. Um desvio no km 126 desvia o tráfego e, por isso, não há reflexo no local, segundo a Rota das Bandeiras. O protesto é na pista sentido Conchal.

Por volt das 8h, um grupo queimava pneus às margens da rodovia Raimundo Antunes Soares, em Votorantim.

Em Bauru, 20 caminhoneiros fazem um protesto às margens da rodovia Marechal Rondon.  

http://cdn.jornaldaparaiba.com.br/assets/upload_imagens/fotos_publicadas/album-1/1d2255ed586beecc79a8.jpg

Como se não bastasse todos os aumentos de impostos determinados pelo governador da paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), durante seus dois governos, o socialista surpreende mais uma vez ao cobrar o ICMS de 18% aos transportadores de água por meio de carros-pipa. Para o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), o governador comete um ato desumano ao cobrar imposto dos pipeiros ainda mais em um momento em que apesar das chuvas, a população de muitos municípios não tem segurança hídrica e precisa desse serviço.

O comunicado da cobrança aos pipeiros da Paraíba, que passa a vigorar a partir da sexta-feira (18), foi feito pelo comandante do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado. Segundo ele, os valores serão repassados a Secretaria de Tributos do Estado.

“Os pipeiros quase não ficam com nada do valor que recebem do Governo Federal e estão fazendo esse transporte porque não possuem outra forma de garantir a sobrevivência. Outro ponto, é que se existe esse transporte é porque ainda vivemos o flagelo da seca, não temos segurança hídrica. O governador deveria isentar os pipeiros, pois para o Estado é uma vergonha não garantir água na torneira de todos os paraibanos”, disse.

Tovar aponta que o governo tributa um serviço essencial em época de seca e muitos municípios ainda dependem desse transporte para ter o acesso à água. Temos ainda na Paraíba 31 reservatórios em observação, pois se encontram com menos de 20% do seu volume total e 18 reservatórios em situação crítica, ou seja, com menos de 5% do seu Volume Total”, destacou Tovar.

“O governador quer posar de paladino da baixa tributação quando, na verdade, massacra o nosso povo e engessa a nossa economia com criação de impostos e aumento dos já existentes. Essa tributação aos pipeiros pode causar a paralização do transporte de água no interior, prejudicando milhares de paraibanos”, afirmou Tovar.

Tarifaço

Entre os aumentos o deputado enumerou: o ICMS na energia elétrica que passou de 15% para até 27%; o ICMS dos serviços de TV por assinatura de 10% para 15%, do cigarro e fumo de 25% para 35%; o ICMS nas operações de comunicação de 25% para 28%, o imposto sobre transmissão causa mortis e doação – o ITCD- 2% para até 8%; e o ICMS nas operações e prestações internas e na importação de bens e mercadorias de 17% para 18%.

Os reajustes continuaram com o aumento do ICMS nas operações com gasolina de 25% para 27% + 2% do Funcep, totalizando 29%; com o IPVA de 2% para 2,5% e ainda com a ampliação da lista de produtos/bens passíveis de retenção do ICMS e que constituem receita do fundo de combate e erradicação da pobreza (2%).

Após vários pedidos da Prefeitura de Bodocó (PE), no Sertão do Araripe, o Governo do Estado finalmente resolveu promover melhores condições de trafegabilidade da PE-545, rodovia bastante castigada pelas recentes chuvas que caíram na região. Por meio da Secretaria de Transportes, estão sendo executadas ações de conservação viária nos 75,3 quilômetros de extensão, no trecho que liga Bodocó a Exu.

Atualmente, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) realiza a operação tapa-buracos no trecho de 56,6 Km, ligando o entroncamento com a PE-560 (Bodocó), ao entroncamento com a PE-585, em Posto da Serra (Exu), prevista para ser concluída no final deste mês de maio. As equipes estão atuando no segmento próximo a Timorante, sentido Exu.

No início das ações, o DER restaurou 300 metros da pista, que foram danificados por uma erosão nas proximidades da comunidade do Barrocão, localizada a 5 km de distância do centro de Bodocó. Nessa primeira etapa, segundo o Blog de Carlos Britto, a operação tapa-buracos contemplou o trecho de 18,7 km, entre Ouricuri e Bodocó, que era prioridade no cronograma de serviços da autarquia.

De acordo com técnicos do DER, os trabalhos de conservação da PE-545 continuarão sendo executados conforme com seu cronograma e das condições climáticas da região do Araripe, incluindo os serviços de roço com equipamento hidráulico ao longo de toda rodovia.

http://www.naynneto.com.br/wp-content/uploads/2018/05/WhatsApp-Image-2018-05-09-at-12.11.13-620x465.jpeg

Uma Sala do Empreendedor será aberta no município de Tuparetama, no Sertão do Pajeú, através de parceria entre a prefeitura e o Sebrae-PE. O espaço atenderá a micro e pequenos empreendedores, desenvolvendo capacitações e orientações, viabilizando a formalização do microempreendedor individual e possibilitando parcerias com outras instituições, como bancos.

A Unidade do Sebrae no Sertão Central, Moxotó, Pajeú e Itaparica é a responsável pela capacitação dos agentes de desenvolvimento que atuarão na sala. O gerente da unidade, Pedro Lira, fala como funcionará o espaço.

“É um local de atendimento aos empresários e potenciais empresários. Temos a Salas do Empreendedor em alguns municípios e bancos já fazendo atendimentos, além de contarmos com os Bombeiros e a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) instalados nas instituições e como parceiros”, explica.