Sem categoria

A Operação Lei Seca em Pernambuco, uma iniciativa do Governo do Estado sob o comando da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) e em parceria com o Detran-PE e a Polícia Militar, realiza, no próximo dia 1º de dezembro, quando completa 8 anos, seu 1º passeio ciclístico. Serão, ao todo, 11 km de percurso, entre o Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (PMPE), no Derby, ponto de saída e chegada, e o Marco Zero do Recife.

O passeio, que será inclusivo e pretende reunir mais de 500 ciclistas, terá como inscrição 2 quilos de alimentos não perecíveis, que serão doados para instituições de caridade. A entrega deve ser feita nos dias 28.11 ou 29.11, das 8h às 17h, na sede da SES-PE, no Bongi, ou nos dias 29.11 e 30.11, das 8h às 17h, no Quartel da PMPE, no Derby. Antes, contudo, é preciso realizar a inscrição pelo http://bit.ly/2rC02pe.

O passeio contará com a participação da equipe de educação da Operação Lei Seca, formada por portadores de deficiência (vítimas ou causadores de acidentes de trânsito por embriaguez), transmitindo mensagens educativas. O ônibus do projeto Prevenção Para Tod@s, para testagem rápida de infecções sexualmente transmissíveis, também estará no trajeto para acolher os interessados nos exames.

A Operação Lei Seca em Pernambuco atua de forma permanente em todo o Estado, com ações de fiscalização, de educação e de orientação aos condutores. Desde o seu início, em 1º de dezembro de 2011, já foram realizadas mais de 3 milhões de abordagens.

Um dos principais responsáveis pela belíssima campanha do Afogados FC no Campeonato Pernambucano deste ano, o goleiro Wallef (foto), está de volta a Coruja do Sertão para a próxima temporada.

Com 24 anos de idade, Wallef estava no Retrô, time que conquistou o acesso a elite do Campeonato Pernambucano, e mais uma vez o goleiro foi um dos destaques da equipe comandada por Pedro Manta.

Na elite do futebol Pernambucano, com a camisa do Afogados FC, Wallef foi um dos grandes destaques do time que conquistou vaga na Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da série D de 2020.

Um dos grandes jogos do arqueiro foi no confronto diante do Santa Cruz, válido pelas quartas de final do estadual, onde o goleiro fez grandes defesas durante a partida que terminou empatada em 1 a 1. Na decisão por pênaltis, Wallef defendeu duas cobranças do time da Capital e garantiu a vitória da Coruja sertaneja.

O elenco do Afogados FC está se formando e já conta com:

Goleiro: Gustavo Recife
Zagueiros: Márcio e Heverton
Laterais: Thalisson e Ítalo
Lateral-direito: Jader
Volantes: Douglas e Diego Teles
Meias: Aurélio e Candinho
Atacantes: Rodrigo e Phillip

https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn%3AANd9GcTo9tmOK1yZ4PsTwIPreeXUseRvznLWLuJxDvsa9cTy9XwjoR-s

Há três dias um incêndio de grandes proporções atinge a zona rural do município de Floresta, no Sertão pernambucano. O Corpo de Bombeiros estima que as chamas já destruíram 700 hectares. Segundo a prefeitura, pelo menos 15 fazendas foram atingidas pela queimada. Apesar de invadir as propriedades, o fogo não chegou nas casas e não foi necessário que a população deixasse a localidade. Não há registro de feridos. Municípios vizinhos, como Serra Talhada, Petrolândia, Caruaru e Garanhuns enviaram reforços para controlar o incêndio.

Nas regiões não habitadas, já foram consumidos 150 quilômetros quadrados de caatinga. “Por enquanto, o fogo está controlado, mas não acabou. Estamos monitorando a área para saber quais são as proporções. Ainda precisamos investigar se teve causa natural ou foi provocado. A caatinga é praticamente um combustível, o que dificulta que esse fogo seja apagado”, informou o secretário de Produção Rural e Meio Ambiente de Floresta, Túlio Ferraz.

O novo comandante do Corpo de Bombeiros, Coronel Rogério Coutinho, viajou para o Sertão e sobrevoou as regiões afetadas na sexta. O objetivo é justamente dimensionar a abrangência das queimadas para adotar estratégias de contenção. Além dos brigadistas, equipes da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Defesa Civil, do Ibama estão envolvidas no monitoramento.

“Algumas condições complicaram o combate, como o acesso, já que é uma área que fica a 40 quilômetros da zona urbana do município, dificultando o pedido de apoio. Além disso, para chegar é preciso abrir caminho. O vento muda muito de direção e ainda a vegetação é muito seca”, explicou.

Os primeiros focos de incêndio foram constatados em Santa Maria da Boa Vista, na madrugada do dia 6. Segundo os Bombeiros, a área está sob controle, restando três focos. A corporação ainda utiliza técnicas de abertura na vegetação e solo para evitar a propagação do fogo, abafamento, e lançam jato de água com uso de bomba-tanques. Caminhões-pipa foram levados dos municípios de Surubim, Afogados, Serra Talhada e Petrolândia para ajudar na contenção.

https://i0.wp.com/www.amupe.org/wp-content/uploads/2019/10/ASCOM-AMUPE-JOS%C3%89-PATRIOTA-2.jpg?resize=768%2C512&ssl=1

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, no Sertão, José Patriota, se disse surpreendido com uma das Propostas de Emenda à Constituição (PEC 188/2019) elaborada pelo Governo Federal, sobre o novo pacto federativo, que prevê a fusão de municípios com menos de 5 mil habitantes e com arrecadação própria menos que 10% da receita total.

A Associação acredita que essa é uma medida que poderia ser incorporada como processo para a emancipação de futuros municípios, com um conjunto mais arrojado de critérios que definam a plena emancipação dos territórios. “Agora os municípios já emancipados, que já tem todas as estratégias de trabalho podem deixar de existir. Torna-se um pouco agressivo, é contra vontade da população que reside, que vive o dia a dia da sua cidade”, afirmou o presidente da Amupe, José Patriota.

Ainda para Patriota, “a gente tem que ouvir também o que o povo pensa. O gestor público, no regime democrático, não pode tomar medidas em nome do equilíbrio fiscal sem ouvir a população residente nesses municípios. Há toda uma história, uma cultura”. Segundo a Amupe, também não ficou claro qual a garantia que o município, que receberia essas cidades pequenas, vai ter e se serão prestadas as mesmas ou melhores condições para assegurar a continuidade da prestação dos serviços públicos.

Pernambuco seria afetado apenas com dois municípios, Itacuruba, com 4.369 habitantes e Ingazeira, com 4.496 pessoas, mas a Paraíba, por exemplo, tem 77, no Brasil são cerca de 1.200. “Então entendemos que é uma medida que não deve passar no Congresso Nacional. É uma medida que não ouviu a representação do municipalista, é uma medida fechada. A Amupe assim como a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) não concorda com a forma como a PEC está sendo abordada”, completou. As informações são do site da Amupe.

Cerca de 40 alunos da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Pedro Bezerra de Melo, localizada em Ibimirim, no Sertão do Moxotó, visitaram a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) nesta quinta-feira (07). Os alunos do 3º ano do Ensino Médio participaram do projeto “Conhecendo a Assembleia de Perto – Aula de Cidadania”, a convite do deputado Gustavo Gouveia.

Na oportunidade, os jovens conheceram as instalações da Casa de Joaquim Nabuco, o Museu Palácio Joaquim Nabuco e assistiram uma Reunião Plenária. Ao término, a escola foi apresentada na Reunião Plenário e elogiada pelo trabalho que tem desenvolvido para proporcionar um futuro melhor aos seus discentes.

“Tudo que eles fazem aqui nos afeta diretamente, todas as decisões tomadas afetam a gente. E é muito importante isso para nós”, comentou o estudante João Victor, durante a visita.

O município de Floresta, no Sertão de Itaparica, receberá o 8º Encontro dos Bancários do Interior, que acontecerá neste sábado (09), às 9h, no auditório do Floresta Hotel. O evento debaterá com profissionais da região os impactos da revolução 4.0, conquistas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e a defesa da Caixa Econômica, Banco do Brasil e Banco do Nordeste.

Em 2019, o Sindicato dos Bancários de Pernambuco ampliou a agenda para quatro cidades do Interior do Estado. Em paralelo, a entidade articulou audiências públicas em defesa dos bancos públicos e estatais. A próxima será realizada na sexta-feira (08), às 19h, na Câmara Municipal de Petrolândia, também na região de Itaparica.

No Brasil, 46% das agências bancárias são públicas, movimentando cerca de R$ 1,4 trilhão em operação de crédito. Os bancos públicos também são responsáveis por 80% do crédito imobiliário (R$ 597 bilhões de financiamentos imobiliários) do País e 72% do crédito rural (R$ 180 bilhões em financiamento).

A diretoria do Afogados FC segue trabalhando forte na montagem do elenco para a temporada 2020. Nesta sexta-feira (25), o Departamento de Futebol do clube, confirmou a contratação do experiente volante, Diego Teles.

Diego será uma das novidades do elenco, com relação à temporada 2019. O volante de 30 anos acumula passagens por clubes tradicionais do futebol brasileiro, a exemplo do Bragantino (SP); Chapecoense (SC); Botafogo (PB); Moto Club (MA), Central (PE); Bahia de Feira (BA) e Boa Esporte (MG). Seu último clube foi o Goianésia (GO).

Nos próximos dias a diretoria do Afogados FC deve anunciar novas contratações para as disputas que terá em 2020.

Há algum tipo de problema em 59% de toda a malha rodoviária pavimentada do Brasil. Esses trechos têm classificação regular, ruim ou péssima, segundo aponta a Pesquisa CNT de Rodovias 2019 (leia a íntegra), divulgada nesta terça-feira (22) pela  Confederação Nacional de Transportes.

O estudo avalia toda a malha federal pavimentada e os principais trechos estaduais, também pavimentados. Em 2019, foram analisados 108.863 km no Brasil. Foram avaliadas como ótimas ou boas 41% das rodovias.

Em relação ao pavimento, 52,4% da extensão avaliada apresentava problemas. Em 0,9%, o pavimento está totalmente destruído. Outros 47,6% têm condição satisfatória.

No que diz respeito à sinalização, 48,1% é considerada regular, ruim ou péssima. A avaliação de 51,9% é ótima ou boa. À faixa central é inexistente em 6,6% da extensão e as faixas laterais são inexistentes em 11,5%.

Na avaliação da geometria da via que considera o tipo e o perfil da rodovia, a presença de faixa adicional, de curvas perigosas e de acostamento– constatou-se que 76,3% da malha é deficitária. Apenas 23,7% pode ser considerada ótima ou boa. As pistas simples predominam em 85,8% dos trechos estudados. Falta acostamento em 45,5% das vias. Nos trechos com curvas perigosas, em 41,7% não há acostamento nem defensa.

O estudo identificou 797 pontos críticos nas rodovias brasileiras, sendo 130 erosões na pista, 26 quedas de barreira, duas pontes caídas e 639 trechos com buracos grandes.

Custos e investimentos

Segundo a CNT, as condições do pavimento geram aumento de custo operacional do transporte de 28,5%. Isso se reflete na competitividade do Brasil e no preço dos produtos. Para recuperar as rodovias no Brasil, com ações emergenciais de manutenção e de reconstrução, é necessário investimento de R$ 38,60 bilhões, de acordo com a confederação. Continue reading

O campus Afogados da Ingazeira do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) divulgou a programação completa da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) 2019, que inicia nesta terça-feira (22) e se encerra na sexta-feira (25), no próprio campus.

Para conferir a programação completa, clique AQUI.

O evento, coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, contará com palestras, minicursos, oficinas, exposições, atividades culturais e salas temáticas, e será aberto ao público externo da região. As inscrições são gratuitas e os interessados podem se inscrever como estudante, profissional e público externo. Para se inscrever, basta acessar esse LINK.

A grande novidade deste ano é que a 16ª edição do SNCT do campus Afogados da Ingazeira vai trazer, dentro da sua programação, o Intervalo Cultural 2019.2, evento que já um sucesso no instituto e que acontecerá nesta terça-feira, à noite, marcando a abertura oficial da SNCT. Nele, estudantes, servidores e colaboradores apresentam diversas atividades culturais, como música, dança, stand-up comedy, poemas, exposições de trabalhos artísticos (desenhos, HQ’s, esculturas, fotografias, etc.), entre outras. Para participar do Intervalo Cultural, é necessário se inscrever por meio do formulário, disponível nesse LINK.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail: dpex@afogados.ifpe.edu.br ou pelo telefone: (87) 3211.1214

O produtor cultural Java Graffit realiza neste fim de semana o “4º Arcoffit – Encontro de Grafite de Arcoverde”. Evento vai ocorrer neste domingo (20), e no próximo sábado (26), na Estação da Cultura, localizada na antiga estação ferroviária, no Centro da cidade. A Prefeitura apoia a iniciativa, por meio das secretarias de Cultura e de Comunicação.

De acordo com o organizador, nos dois dias será desenvolvida uma oficina gratuita de grafite. “A oficina é aberta a quem também quiser participar, além de 10 estudantes da rede pública que já se encontram inscritos”, informou Java, destacando que no próximo fim de semana os participantes também assistirão apresentações de grupos musicais, dançarinos e outros artistas.

Jair Bolsonaro lidera a disputa para as eleições presidenciais de 2022 apesar de passar por um momento de turbulência em seu partido, o PSL. O atual presidente da República conta com 34% das intenções de voto. O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) tem 17%. Em seguida aparecem o apresentador de TV Luciano Huck (sem partido), com 11%, e o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), com 9%.

João Amoêdo (Novo) fica em 5º lugar com 5% das intenções. O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), aparece logo em seguida com 3%.

Há ainda 10% dos eleitores que não escolheram nenhum candidato. Outros 7% não iriam votar ou dizem não saber responder. Nulos e brancos somam 5%.

Leia aqui a íntegra do estudo.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (18) pela revista Veja e foram sondados pela FSB. A pesquisa foi feita por telefone com 2.000 eleitores de 11 a 14 de outubro de 2019 em todos os Estados. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

2º TURNO

Eis os números:

Bolsonaro 46% x 38% Lula (branco/nulo/nenhum/não sabe: 17%)

Bolsonaro 46% x 26% Doria (branco/nulo/nenhum/não sabe: 29%)

Bolsonaro 43% x 39% Huck (branco/nulo/nenhum/não sabe: 19%)

Bolsonaro 47% x 34% Haddad (branco/nulo/nenhum/não sabe: 20%)

Bolsonaro 38% x 34% Moro (branco/nulo/nenhum/não sabe: 27%)

Moro 52% x 31% Haddad (branco/nulo/nenhum/não sabe: 16%)

Moro 50% x 37% Lula (branco/nulo/nenhum/não sabe: 13%)

Moro 49% x 32% Huck (branco/nulo/nenhum/não sabe: 19%)

Huck 40% x 29% Haddad (branco/nulo/nenhum/não sabe: 32%)

Aprovação: segue estável

A pesquisa mostra que 33% aprovam o governo Bolsonaro, contra 30% da pesquisa anterior, em agosto. A rejeição ficou em 37%; no último levantamento era de 35%

Após várias reuniões e audiências públicas, o governador Paulo Câmara assinou o decreto que institui o Sistema de Transporte Coletivo de Passageiros Intermunicipal Complementar no Estado de Pernambuco, excetuando a Região Metropolitana do Recife (RMR). A medida foi formalizada na última sexta-feira (04), durante o Seminário Todos por Pernambuco, realizado neste município do Agreste Setentrional.

“Ficamos cientes dessa questão do transporte e dessa legislação que foi sancionada pelo presidente da República no mês de agosto. É, claramente, uma lei feita por pessoas que não conhecem o Nordeste, nem Pernambuco, e não sabem da importância de um trabalho feito com dignidade, por pessoas que chegam a locais que ninguém chega, garantindo o ir e vir da população. Diante disso, nós não tivemos dúvidas: vamos fazer diferente do que a gente está vendo acontecer no Brasil. Através desse decreto, todos vão poder atuar dentro da lei e, acima de tudo, com a garantia do Estado de que eles vão ter tranquilidade para exercer sua função em Pernambuco”, afirmou o governador.

A normatização do Transporte Complementar é resultado dos trabalhos da Comissão Especial instituída pelo Decreto 47.807, de 19 de agosto de 2019, que percorreu todo o Estado discutindo com os representantes do segmento a melhor forma para a regulamentação. As regras de atuação para quem realiza o transporte remunerado de passageiros intermunicipal no interior do Estado serão apresentadas por meio de resolução da Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal (EPTI) – órgão fiscalizador do sistema – prevista para ser publicada no Diário Oficial na próxima terça-feira (08).

De acordo com o Artigo 2º contido no decreto: “O transporte complementar intermunicipal caracteriza-se pelo serviço de transporte de usuários prestado, mediante autorização prévia do Poder Público, entre municípios distintos, exceto na circunscrição da Região Metropolitana do Recife – RMR, independentemente de suas localizações no território estadual, com origem, paradas e destino.” O documento também define que somente estarão autorizados a prestar o serviço de transporte complementar intermunicipal os veículos micro-ônibus, mini ônibus, mini bus e micro bus. Continue reading

A Proposta de Emenda à Constituição 98/2019, que trata da cessão onerosa, foi aprovada por unanimidade em dois turnos no Plenário do Senado na noite da última terça-feira (03). O avanço da matéria é mais uma demonstração da força do movimento municipalista e pode significar recursos de R$ 10,9 bilhões para os municípios.

A PEC estabelece percentuais para a transferência de valores aos estados e municípios, em caso de leilão dos volumes excedentes do regime de cessão onerosa à Petrobras, referente à lavra do petróleo localizado no pré-sal.

Parlamentares informaram que a União aceitou abrir mão de mais 3% a fim de garantir a aprovação da matéria na Câmara sem alterar a forma de distribuição dos valores e aumentar os valores repassados aos Estados produtores.

Agora, os recursos da cessão onerosa serão distribuídos da seguinte forma:

✓ 67% para União,
✓ 3% para os Estados produtores, ✓ 15% para Estados, e
✓ 15% para Municípios.

Assim, seguindo a previsão de R$ 106 bilhões a serem arrecadados com o leilão, R$ 33 bi deverão ser destinados à Petrobras; R$ 48,9 bi à União; R$ 10,95 bi a Estados; R$ 10,95 bi a Municípios; e R$ 2,19 bi a Estados produtores.

A aprovação da PEC faz parte das medidas propostas pelo governo federal para ajustar o Pacto Federativo, principal bandeira defendida pela CNM para garantir a distribuição mais justa dos recursos entre os Entes da Federação, e foi anunciada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, durante a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, realizada em abril.

Por Renata Bezerra de Melo/Folha Política

Presidente estadual do PSB, Sileno Guedes (foto), realça que o partido, mirando 2020, faz “a conta da frente”. Leia-se: “A gente quer ganhar, mas quer que os partidos da Frente Popular se fortaleçam e cresçam junto”. Com base nessa tese, o dirigente defende o jogo “do ganha ganha”. E reforça: “Todo partido tem obrigação de colocar o seu time em campo”.

Faz a ponderação se referindo às acomodações para a eleição do ano que vem nos municípios. Argumenta que é comum ter os partidos da Frente Popular disputando entre si. E assegura: “Isso não compromete nossa unidade maior”. Cita o MDB como exemplo: “Você disputar com o MDB não significa dizer que ele está rompendo com a Frente Popular”.

Usa o exemplo de Afogados da Ingazeira, onde o MDB filiou, recentemente, Totonho Valadares e o PSB tem o prefeito José Patriota, presidente da Amupe. Sileno, então, crava: “O movimento, em Afogados da Ingazeira, não foi movimento do MDB contra o PSB”. Registra que já conversou com Raul Henry, presidente estadual dos emedebistas, por mais de uma vez sobre os municípios.

A filiação de Totonho Valadares se deu nas presenças de Henry e do senador Fernando Bezerra Coelho, que é adversário do PSB. Indagado sobre como o PSB administra essa atuação de FBC no MDB, Sileno pondera: “O senador tem uma função na comissão executiva do MDB”.

Anota ainda que FBC é um “animal político” e está “fazendo o papel dele de procurar ampliar seus espaços”. Ainda sobre o caso de Afogados da Ingazeira, define assim: “O quadro que se filiou ao MDB, indiscutivelmente, é um quadro político histórico dentro do município”. E arremata: “Esse movimento é estritamente municipal e, de vez em quando, tem gente que quer pegar carona nisso”.

Governo lança plano para estimular a agropecuária no Nordeste

O governo federal lançou nesta terça-feira (1º) um plano para impulsionar o desenvolvimento rural na região Nordeste. Batizado de AgroNordeste, o programa pode ser implementado ainda este ano ou até o fim do ano que vem em 12 territórios da região que contemplam os nove estados nordestinos mais o norte de Minas Gerais. Ao todo, deve atender a uma população rural de 1,7 milhão de pessoas.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o AgroNordeste é voltado para pequenos e médios produtores que já comercializam parte da produção, mas ainda encontram dificuldades para expandir o negócio e gerar mais renda e emprego na região onde vivem. Entre os objetivos do plano estão aumentar a cobertura da assistência técnica, ampliar o acesso e diversificar mercados, além de promover e fortalecer a organização dos produtores, garantir segurança hídrica e desenvolver produtos com qualidade e valor agregado.

“Nós vamos poder com esse programa do AgroNordeste diminuir as diferenças regionais que nós temos hoje entre a agricultura do Centro-Oeste, do Sudeste, do Sul e do Norte do nosso país. O Nordeste que hoje produz muito mais, e é incrível esse dado – o Nordeste hoje produz mais que o Sudeste e o Centro-Oeste, em conjunto – vai produzir cada vez melhor, com tecnologia e com apoio para o pequeno, que precisa de políticas públicas e elas virão”, afirmou a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante a solenidade de lançamento do programa no Palácio do Planalto.

O plano se junta a outras ações já executadas pelo Ministério da Agricultura na região, como Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), regularização fundiária, Selo Arte, promoção da irrigação, indicação geográfica, equivalência de sistemas de inspeção de produtos de origem animal (Sisbi) e combate a doenças e pragas (febre aftosa, peste suína e mosca das frutas).

Parcerias

O AgroNordeste será desenvolvido em parceria com órgãos vinculados à pasta e instituições como Confederação Nacional da Agricultura (CNA), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Banco do Nordeste (BNB) e o Banco do Brasil.

Aumento de renda

Os 12 territórios abrangem um total de 410 mil estabelecimentos rurais. Foram identificadas cadeias produtivas com potencial de crescimento, entre elas arroz, leite, mel, frutas, ovinos, crustáceos, caprinos, mandioca, feijão, tomate, cebola e cachaça. A meta do programa é incrementar a renda dos produtores entre 20% e 50% no médio prazo. Cada território terá pelo menos um município-polo, que será definido em função do melhor local para execução do projeto. No polo será implantado o Escritório Local de Operações (ELO), que reunirá representantes do Ministério da Agricultura e das entidades parceiras na execução do AgroNordeste.

Os 12 territórios da etapa 2019/2020 são: Médio Mearim (MA), Alto Médio Canindé (PI), Sertões do Crateús e Inhamuns (CE), Vale do Jaguaribe (CE), Vale do Açu (RN), Cariri Paraíba (PB), Sertão do Moxotó e Araripina (PE), Batalha (AL), Sergipana do São Francisco (SE), Irecê e Jacobina (BA), Januária (MG) e Salinas (MG). Com informações da Agência Brasil.