https://1.bp.blogspot.com/-0Wgoh0nbHHY/Vt4uTW5iptI/AAAAAAAAu78/01TsCSEMdpw/s1600/_21221a.jpg

A Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) realiza audiência pública, na próxima sexta-feira (26), em Garanhuns, no Agreste, para tratar do impacto da seca na produção de leite e as ações do Movimento "A Força do Leite". O colegiado é presidido pelo deputado Aluísio Lessa (PSB).

A reunião ocorre na sede da Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional (Codeam). A audiência é motivada pela questão da produção de leite do Estado, afetada pela seca. Desde 2011, a produção está em queda de quase 50%, quando eram mais de 900 milhões de litros produzidos na região – responsável por 75% de toda a produção em Pernambuco. 

Um médico do município de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, é suspeito de envolvimento em uma quadrilha especializada em explosão de bancos e carros-fortes com atuação em Pernambuco e outros estados do Nordeste. Parte dos integrantes do grupo foi presa no início desta semana, durante operação conjunta entre as polícias Civil e Militar do Estado. Os investigadores, segundo o RondaJC,  agora tentam identificar a relação do profissional de saúde com o esquema de roubo de agências bancárias. A Polícia Civil está negociando com os suspeitos a formalização de delações premiadas.

Um mandado de condução coercitiva deveria ter sido cumprido em desfavor do médico, na segunda-feira, mas ele não foi encontrado. As buscas continuam para localizar o suspeito. O depoimento será fundamental para confrontar com outras provas e identificar a participação dele no grupo criminoso. Uma das suspeitas da polícia é de que o profissional de saúde seria responsável por fazer uma espécie de atendimento “clandestino” em caso de os integrantes da quadrilha se ferirem durante as explosões nas agências bancárias e carros-fortes. Com isso, eles não precisariam ir para hospitais  – o que poderia gerar uma ocorrência policial e posterior identificação do grupo.

Durante a operação da polícia, 13 pessoas foram presas, entre elas duas mulheres e o líder do grupo. Bananas de dinamite e outras substâncias química usadas para explosão também foram apreendidas. A quadrilha se preparava para explodir três agências bancárias nesta semana em Pernambuco.

http://imagens2.ne10.uol.com.br/blogsjconline/havagas/2016/04/EM300413109.jpg

Nesta quarta-feira (24), os policiais civis de Pernambuco paralisaram os trabalhos de perícias papiloscópicas do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB) e a emissão de laudos e documentos de identificação pessoal em todo o estado serão prejudicados. Com a medida, os Expressos Cidadão do Rio Mar, Boa Vista, Olinda e Cordeiro também terão seus serviços prejudicados.

A medida é um protesto da categoria contra a publicação do Decreto 444649/2017, que retira da Polícia Civil os cargos de Auxiliar de Médico Legista e de Auxiliar de Perito Criminal bem como acaba com o cargo de Perito Papiloscopista. O decreto do governo estadual, assinado segunda-feira, pode alterar os prazos para emissão de carteiras de identidade. Isso porque, para a emissão do documento, se faz necessário um confronto de dados, que, de acordo com os profissionais atingidos pelo decreto, não faz mais parte das atribuições profissionais dos papiloscopistas.

A categoria decidiu se manifestar cumprindo à risca o decreto. "Estamos paralisando as atividades conforme o que diz o decreto. Se não temos autonomia para exercermos funções que temos por sermos capacitados para tal, não faremos mais", afirmou o presidente da Associação dos Peritos Papiloscopistas, Carlos Eduardo Maia. Os trabalhadores se reúnem esta manhã em um ato em frente ao IITB, na Rua da Aurora, no Recife.  De lá, o grupo deve sair em caminhada até o Palácio do Campo das Princesas para entregar dois ofícios ao executivo estadual: um para o governador e outro para a Procuradoria Geral do Estado (PGE). "Queremos que a PGE esclareça quais são nossas funções a partir de agora", disse Maia.

Os peritos papiloscopistas também prometem comparecer aos Expressos Cidadão para informar à população porque não poderão atender o público. A categoria também vai realizar uma assembleia geral que pode decidir pela suspensão das atividades por tempo indeterminado. Segundo o presidente da associação, a mudança prejudica a população. "Infelizmente, quem paga o preço é a população, uma vez que, agora, entregaremos ao Instituto de Criminalística o que não podemos fazer. Vai ficar mais difícil tirar a carteira de identidade", ressaltou. Maia disse ainda que tentou, nessa terça-feira, entregar um ofício diretamente ao secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, mas ele teria se recusado a receber os papiloscopistas até receber o ofício assinado pela categoria.

Em nota, a Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que o decreto tem como objetivo restabelecer as atribuições originais dos peritos papiloscopistas e demais carreiras ligadas à Polícia Científica. "Salientamos ainda que o decreto, baseado em leis vigentes, visa melhorar as investigações e as perícias nos locais de crime, além do fornecimento das atividades finalísticas das carreiras que integram a Polícia Científica", informou por nota.

Confira na íntegra a nota da SDS

A Secretaria de Defesa Social esclarece que o Decreto 44.469, de 22 de maio de 2017, tem como objetivo restabelecer as atribuições originais dos peritos papiloscopistas e demais carreiras ligadas à Polícia Científica. No caso dos papiloscopistas, responsáveis pela identificação civil e criminal da sociedade, essa medida auxiliará no reforço das emissões de RG nas unidades do IITB (Instituto de Identificação Tavares Buril) e Expresso Cidadão, uma vez que se ampliará o efetivo nesses serviços. Com relação aos auxiliares de perito, não há alterações das atividades ou da carreira desses profissionais. Salientamos ainda que decreto, baseado em leis vigentes, visa melhorar as investigações e as perícias nos locais de crime, além do fortalecimento das atividades finalísticas das carreiras que integram a Polícia Científica.  O normativo veio para evitar a sobreposição de funções, disciplinando e harmonizando o papel de cada profissional na condução do processo de investigação criminal.   

A SDS informa que casos de insubordinação ou movimento grevista entre as categorias policiais, contrariando decisão do Supremo Tribunal Federal, serão tratadas com medidas administrativas e disciplinares pela Corregedoria.

http://www.brumadourgente.com.br/hd-imagens/arquivos/Cinquentinha_FH-65-53.jpg

Seis meses e meio depois da regulamentação para emplacar e conduzir ciclomotores, as famosas cinquentinhas, Pernambuco registra uma frota de 37.252 veículos do tipo. Nesse período, 3.185 foram apreendidas e recolhidas ao depósito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE). E mais de metade, 1.786 (56%), está abandonada no local por seus proprietários. A maioria, de tão sucateada, acabará sendo prensada. Outras, em menor quantidade, já estão indo a leilão. Juntas, considerando todos os seus débitos, elas representariam uma receita de R$ 4,9 milhões que o Detran jamais deverá receber.

"Muitos proprietários acham que não compensa retirar os veículos por conta dos gastos, outros não têm conhecimento de como proceder, porque já compraram de terceiros e não têm documentação e ainda há alguns que são analfabetos e não podem se habilitar, então abandonam os ciclomotores", afirma o gerente de trânsito do Detran, Paulo Paes.

Conforme o gestor, passados 60 dias de apreendidos os veículos já podem ir a leilão. Mas, até o momento, apenas 66 foram leiloados, pois, apesar de circularem muito tempo sem maior fiscalização, muitos não têm a menor condição de trafegabilidade. "Diversos ciclomotores são só carcaça e motor e não servem nem para leiloar como sucatas, terão que ser prensados", observa.

De fato, retirar um veículo do depósito sem ter a nota fiscal, sem emplacamento e estando ele em más condições não é dos melhores negócios. "O proprietário precisa autenticar em cartório uma declaração de procedência do veículo, assumindo que é o dono e se responsabilizando por essa informação. Nós chamamos policiais da Roubos e Furtos de Veículos para verificar, pelo chassis, se há queixa de roubo e também fazemos vistoria do veículo, que ainda deverá estar registrado na Base de Índice Nacional (BIN), o que pode ser solicitado junto ao fabricante ou montadora", explica Paulo.

Vale salientar que para retirar o veículo o proprietário não precisa ser habilitado, ele pode apresentar alguém que seja. Mas para conduzir o ciclomotor, ele tem de ser habilitado na categoria A, ou ter uma Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC). "Os critérios para retirar os dois são iguais, a diferença é que a habilitação é mais cara, mas permite conduzir outras motocicletas e a ACC é apenas para cinquentinhas."

O custo também é problema. É preciso pagar as taxas de vistoria, de reboque, de diária (no limite de 180 dias) e quaisquer multas que houver. No caso de um ciclomotor que está há seis meses em depósito, o valor só com diária seria de R$ 2.970. Com taxas de vistoria (R$ 46,48) e de reboque (R$ 96,24), o valor sobe para R$ 3.112,72. Se o veículo foi apreendido com condutor não habilitado, ainda há uma multa de R$ 880,41. Ou seja, melhor comprar um novo por pouco mais de R$ 4 mil.

Continue reading

http://www.alepe.pe.gov.br/wp-content/uploads/2015/09/09-08-edilson-silva-rs-10-de-14.jpg

O deputado Edilson Silva (PSOL) pediu ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que apure uma possível "pedalada fiscal" realizada pelo governador Paulo Câmara (PSB) para fechar no azul o caixa do governo em 2015. Um levantamento feito pelo parlamentar aponta que foram anulados empenhos já liquidados no valor de R$ 2,88 bilhões, o que equivaleria a 10% de toda a despesa do Estado naquele ano. Para ele, o gesto burla a Lei de Responsabilidade Fiscal.

O líder da oposição, Silvio Costa Filho (PRB), disse que, se comprovada, a manobra pode representar crime de responsabilidade, similar ao que foi imputado à ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Ele quer que os secretários Marcelo Barros (Fazenda) e Márcio Stefanni (Planejamento) vão à Alepe explicar a denúncia.

Um empenho é considerado liquidado quando o governo reconhece que o serviço foi executado e deve ser pago. Por isso, a princípio, as despesas só poderiam ser anulada na hipótese de atos administrativos indevidos.

Um levantamento prévio feito pelo gabinete de Edilson mostra que cerca de R$ 690 milhões foram reempenhados em 2016. "Estamos diante de uma burla nas contas públicas com o objetivo de fazer política", disparou o psolista, que quer uma auditoria especial sobre os empenhos.

A anulação de despesas também causou polêmica nas contas do Estado em 2013, ano em que Paulo ocupava a Secretaria da Fazenda. No final daquele ano, um usuário não identificado cancelou 678 empenhos já liquidados no valor de R$ 395,2 milhões. Relator do caso, o conselheiro do TCE Carlos Porto fez ressalvas ao mecanismo, mas acabou sendo voto vencido. Na Alepe, os deputados endossaram as contas com as exceções de Edilson e da deputada Priscila Krause (DEM). "A administração pública não merece isso", reagiu ela ontem.

Hoje presidente do TCE, Carlos Porto disse que encaminhará o pedido de Edilson para o conselheiro Ranilson Ramos, relator das contas do governo em 2015. Ele volta de férias na próxima semana. Antes da denúncia, a expectativa no TCE era que as contas de 2015 entrassem na pauta de votações no curto prazo.

Continue reading

http://www.folhape.com.br/obj/10/208866,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0.jpg

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) inicia a execução do seu Plano de Aposentadoria Extraordinária (PAE). Dos 4.572 mil funcionários espalhados pelo Nordeste, o presidente da empresa, Sinval Zaidan Gama, detalha que 1.746 são potenciais elegíveis ao Plano. A perspectiva, portanto, é que mil trabalhadores façam a adesão, o que demandaria um custo de R$ 380 milhões para arcar com as indenizações trabalhistas. Por outro lado, se assim acontecer, a previsão é que R$ 25 milhões sejam economizados por mês. Divulgadas pela Eletrobras, as medidas serão implantadas simultaneamente nas suas controladas e têm a finalidade de reduzir os custos e adequar o quadro de pessoal à nova realidade do setor elétrico brasileiro.

De acordo com Zaidan Gama, os critérios para adesão respeitam as regras estipuladas pela holding, que dividiu as adesões voluntárias em dois períodos, sendo o primeiro até o dia 30 de junho; enquanto o segundo período ocorrerá entre 10 e 31 de julho. Os desligamentos serão realizados em sete turmas, de junho a dezembro de 2017. Considerando a ampla experiência dos profissionais elegíveis, a companhia está desenvolvendo ações para assegurar o repasse do conhecimento.

No total, são considerados elegíveis cerca de 4.600 empregados da Eletrobras, com idade igual ou superior a 55 anos e com pelo menos 10 anos de vínculo empregatício com a empresa.

Regras

No momento do desligamento, é necessário que os funcionários se enquadrem em uma das seguintes condições: aposentados pela previdência oficial; em condições de aposentadoria pela previdência oficial até a data de desligamento, de acordo com as regras atuais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); empregados reintegrados e anistiados à empresa por meio da Comissão Especial Interministerial (CEI de Anistia – Lei nº 8.878/1994). Neste último caso, não há exigência de tempo mínimo de empresa, idade mínima ou obrigatoriedade de ser aposentado ou aposentável.

Continue reading

Um major está entre as doze prisões realizadas até as 7h20 desta quarta-feira (24) durante uma operação de combate ao comércio de veículos clonados em João Pessoa. Com o policial, a policia apreendeu dois veículos roubados. Segundo informações da Polícia Civil, os suspeitos integravam um grupo que receptava veículos roubados e adulteravam o chassi e adotavam uma placa “fria”.

A operação foi realizada em três bairros de João Pessoa. Os suspeitos foram encaminhados para Central de Polícia, no bairro do Geisel, em João Pessoa, após passarem por exames de corpo de delito, na Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol).

Além das prisões, a Polícia Civil também apreendeu carros com suspeita de adulteração. Ainda de acordo com a polícia, pelo menos dois dos suspeitos presos já tinham sido detidos anteriormente em operações da Delegacia de Roubos e Furtos de veículos pela prática de clonagem de carros.

Os detalhes da operação devem ser repassados pela polícia em uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (24) na Central de Polícia. Até as 7h10, a operação ainda estava em curso, segundo a polícia.

Ascom 

A Prefeitura de Afogados da Ingazeira iniciou nesta terça-feira (23), o calendário de vacinação de cães e gatos no município. A vacinação começou pelo bairro Borges, na Unidade Básica de Saúde do bairro. Este ano o calendário teve que ser adiado por conta da greve dos Correios, que atrasou a chegada das vacinas no município.

É importante que os donos dos animais levem a carteira de vacinação de seus bichos de estimação. A vacina é gratuita. Quem, por algum motivo, não puder levar o seu animal para vacinar quando a campanha chegar ao seu bairro poderá leva-lo para vacinar no dia D, na Secretaria de Saúde. Cães e gatos errantes também estão sendo vacinados.

Para maiores informações, consultar a sua Unidade Básica de Saúde.

Confira o calendário de vacinação em Afogados da Ingazeira:

Dia 24 – Brotas

Dia 25 – Conjunto Residencial Laura Ramos (via de acesso)

Dia 26 – Conjuntos Residencial Dom Francisco

Dia 27 – Em frente à Secretaria Municipal de Saúde, na Avenida Rio Branco. Será o dia D da campanha.

Dia 29 – São Sebastião

Dia 30 – São Braz

Dia 31 – Sobreira

1º de Junho – São Cristóvão

02 de Junho – Padre Pedro Pereira.

Novo feriado será mais um dia de sol para os pernambucanos? / Foto: JC Imagem

A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou nesta terça-feira (23), a criação de um novo feriado estadual. Trata-se do dia 6 de março, a Data Magna do Estado. Ela marca o início da Revolução Pernambucana de 1817; tido como o primeiro movimento pela independência do Brasil.

A proposta foi apresentada em conjunto pelos deputados Terezinha Nunes (PSDB) e Isaltino Nascimento (PSB). A tucana foi a autora da proposta que levou a escolha da Data Magna, em 2007.

Dois anos depois, uma proposta de Antônio Moraes (PSDB) transferiu a comemoração para o primeiro domingo de março. Ele foi o único parlamentar a se manifestar contra a proposta durante a análise na Comissão de Constituição e Justiça pelo impacto que um dia a menos de trabalho teria para a economia e para o comércio.

O novo feriado ainda passará por uma segunda votação antes de seguir para a sanção do governador Paulo Câmara (PSB).

O texto aprovado pela Alepe determina comemorações oficiais como o hasteamento solene da bandeira do Estado no Palácio do Campo das Princesas e a colocação de coroa de flores no monumento aos Revolucionários, na Praça da República.

Também está prevista a realização de seminários, palestras e concursos culturais nas instituições públicas. A instituição da Semana da História de Pernambuco, com participação de estudantes.

As escolas também devem fazer o estudo dos fatos históricos relativos à Revolução Pernambucana de 1817, cabendo-lhes escolher formas pedagógicas de comemorações, incluindo a realização de desfile cívico.

http://www.edilsonsilva.com/wp-content/uploads/2016/02/12688033_1085627951460606_1653995592359333755_n.jpg

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu alerta no início da noite desta terça-feira indicando a possibilidade de chuvas de intensidade moderada e ocasionalmente forte a partir da madrugada da quarta-feira (24). As precipitações devem ocorrer na Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata Sul. 

A Defesa Civil do Recife já emitiu nota orientando os moradores das consideradas áreas de risco a se abrigarem em locais seguros em caso de necessidade. O órgão mantém um plantão permanente e pode ser acionado no telefone 0800 081 3400.

http://www.alepe.pe.gov.br/wp-content/uploads/2017/05/05.23-JUSTICA-JB-199-1-e1495565795572.jpg

A Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou, nesta terça-feira (23), proposta do Executivo que garante reajuste, altera a carga horária de trabalho e modifica o plano de cargos e carreiras dos agentes de segurança penitenciária de Pernambuco. As mudanças estão previstas no Projeto de Lei n° 1365/2017 e atingirão 1.503 profissionais atualmente em atividade.

Se aprovado em Plenário, o aumento deverá ser concedido em duas etapas: a primeira em janeiro, e a outra em dezembro de 2018. O acréscimo vai de 19% – para servidores no início da carreira, cujo vencimento atual é de R$ 3.276 – a 47,2%, para os profissionais que chegarem ao fim da progressão. Hoje, esses funcionários recebem R$ 6.158.

O incremento no vencimento será acompanhado, no entanto, do aumento da carga horária de trabalho: de 40 para 48 horas semanais. A proposição estabelece, por fim, a redução da quantidade de faixas de progressão da categoria, o que acelera o avanço do servidor na carreira.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado de Pernambuco (Sindasp-PE), João Carvalho, a proposta apresentada pelo Executivo teve o apoio da classe. “Todos saem ganhando. Há uma melhoria no vencimento dos profissionais e, também, um reforço no atendimento prestado à população”, avaliou.

Relator da proposta na Comissão de Justiça, o deputado Romário Dias (PSD) elogiou o processo de construção da matéria. “O projeto foi aprovado por unanimidade porque foi formulado democraticamente, graças à postura do Governo do Estado de sempre estabelecer o diálogo com as categorias profissionais”, ressaltou. O deputado Edilson Silva (PSOL) afirmou “ser importante quando se consegue construir com os servidores uma proposta equilibrada”.

http://www.pe.gov.br/_resources/files/_modules/files/files_14280_20170102175925d147.jpg

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), por meio do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Infância e da Juventude (CAOPIJ), e o Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) realizarão encontros mais três encontros regionais sobre o transporte público escolar em Surubim , dia 31 de maio, Caruaru, dia 1° de junho  e Arcoverde, dia 02. Estão sendo disponibilizadas 100 vagas, para cada encontro, a serem preenchidas por ordem de inscrição.

Em Surubim, o horário é das 14 às 18 horas, e acontecerá na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL Surubim), localizada na Avenida Agamenon Magalhães, 272. No município de Caruaru, será no dia 1º de junho, das 8 às 12 horas, no auditório das sedes das Promotorias de Justiça de Caruaru, na Avenida José Florêncio Filho, s/n, Maurício de Nassau. Por fim, em Arcoverde, ocorrerá no dia 2 de junho, das 8h às 12 h, na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL Arcoverde), na Rua Prudente Moraes, 129, Centro.

Segundo o coordenador do Caop Infância e Juventude, promotor de Justiça Luiz Guilherme Lapenda, “o encontro regional visa discutir com os órgãos envolvidos na prestação de serviço bem como os de fiscalização da prestação de serviço adequado para as crianças e adolescentes, cobrando o respeito ao que estabelece o Código de Trânsito Brasileiro. Não podemos permitir que os estudantes continuem viajando em veículos precários e, muito menos, que ofereçam risco à sua integridade física”, alertou.

Para o instrutor de trânsito do Detran, Domingos Sávio Nunes, os encontros regionais têm como função sensibilizar os gestores públicos para a correta prestação do serviço, como também pontuar e reforçar as exigências legais para a execução do serviço. “As maiores irregularidades que encontramos são referentes a equipamentos obrigatórios, como cintos de segurança, condições inadequadas do veículo e condutores sem curso de formação ou habilitação na categoria diferente da exigida”, enumerou.

Para mais informações, entrar em contato com o Caop Infância e Juventude pelo (81) 3182/7419

Clique em cima do nome de cidade aonde quer fazer a inscrição para cada encontro regional:

Surubim
Caruaru
Arcoverde

https://s04.video.glbimg.com/320x200/3555463.jpg

Por Franklin Portugal*

Em algum ponto das nossas vidas acabamos ouvindo a expressão: "num mato sem cachorro".  Ela se aplica a várias situações, seja na vida pessoal ou profissional.  Não passava pela cabeça de muitos poderem aplicar a expressão para o país como um todo. Se buscarmos líderes para o Brasil, no horizonte, ficamos cegos, não dá pra enxergar uma luz, um ser que possa de fato estar acima das tramoias e do teatro de Brasília, que tem nos camarins sórdidos, homens de gravata a se acomodarem na falta de mobilização do cidadão.

A operação "Lava-Jato" começou há meses a levantar a poeira e nos indicar o envolvimento de uma parcela grande de quem deveria nos representar com honestidade.

Mas, agora, foi mais a fundo a questão. A lama parece que chegou ao solado do par de sapatos do presidente da República. Resoluto, tendo o nome envolvido na gravação de Joesley Batista, dono da JBS, e depois negar tudo, e ainda afirmar que não renuncia.

Como dar crédito ao nevoeiro de Brasília? Tão denso, tão escuro, não podemos mais esperar nada de bom. É preciso o povo se erguer, ir às ruas, se mobilizar.

Pode ser plano de Deus o que ocorreu a Michel Temer. Ele foi parado por enquanto. O presidente seguia firmemente para as reformas da Previdência e Trabalhista. Há quem diga que as duas retiram direitos importantes para o trabalhador. Seria uma transformação a deixar um gosto amargo.

Vamos esperar os próximos capítulos dessa teia de aranha gigante que nos prende também. Só não podemos esperar parados, para sermos mais vezes a vítima que fica sempre: "num mato sem cachorro".

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru e colabora com o Blog PE Noticias.

Foto: Reprodução / Facebook

Durante discussão sobre corrupção na Câmara de Vereadores de Farroupilha (RS), nessa segunda-feira (22), a vereadora da Eleonora Broilo (PMDB) disse que nordestinos “sabem muito bem se unir para roubar”. Ela ainda ressaltou que “não sabem fazer política”.

A parlamentar ainda ressaltou que nordestinos “não sabem falar muito bem, mas sabem roubar que é uma maravilha”.

“Primeiro, em relação a nordestino saber fazer política, não sei se eu concordo muito. Eu acho que os nordestinos sabem muito bem se unir para roubar. Eles sabem para ganhar propina. Eles sabem se unir para aumentar a corrupção. Isso eu acho que eles são donos. Isso eu concordo, plenamente. Talvez eles até não sabem falar muito bem, mas sabem roubar que é uma maravilha. Isso eu concordo”, declarou.

Eleonora Broilo é médica pediatra e conquistou a penúltima vaga para a Câmara Municipal da cidade após receber 754 votos, em 2016.

No Facebook, a vereadora se defendeu. Alegou que a frase está descontextualizada e que falava sobre políticos nordestinos, “não sobre o povo nordestino”.

Em nota, o presidente da Câmara Municipal, Fabiano André Piccoli (PT), informou que abrirá processo contra a vereadora no Conselho de Ética.

Veja a nota do presidente da Câmara abaixo:

http://imagens4.ne10.uol.com.br/blogsne10/jamildo/uploads//2017/05/1-10.jpg

Atualmente, 1.179 pessoas estão à espera de um órgão ou tecido em Pernambuco / Foto: Reprodução/Internet

Desde o ano passado, a Força Aérea Brasileira (FAB) tem intensificado o transporte de órgãos para auxiliar as ações da Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE). Entre junho de 2016 e abril deste ano, 71 órgãos foram transportados pelos aviões da FAB. A maior parte dos deslocamentos (51, totalizando 73%) saiu de Petrolina (Sertão), além de Caruaru (Agreste) e dos Estados da Bahia, Piauí, Rio Grande do Norte, Maranhão, Sergipe e Alagoas.

O anúncio foi feito nesta terça-feira (23), quando a CT-PE dá início à Semana Estadual de Incentivo à Doação de Órgãos. "As Centrais de Transplantes de todo o Brasil já contam com o apoio das companhias aéreas, que fazem o transporte dos órgãos e tecidos em voos comerciais, sem custo algum. Assim, a FAB tem tido papel fundamental, principalmente, no transporte de órgãos que tem menor durabilidade após a retirada do corpo do doador, como o coração”, afirma a coordenadora da CT-PE, Noemy Gomes.

Entre junho de 2016 e abril de 2017, a FAB transportou para Pernambuco 30 rins, 21 corações, 19 fígados e 1 pâncreas. Dos 21 corações, 9 foram transportados este ano. Isso representa 45% dos 20 corações transplantados no Estado esse ano. "Um paciente à espera por um rim tem a hemodiálise para fazer as funções vitais do órgão. No caso do coração, o paciente precisa encontrar logo um doador, pois não há nada que substitua esse órgão. Essa é mais uma das provas da importância dessa parceria", reforça Noemy.

A CT-PE já realizou, na última semana, curso sobre transplantes com médicos e enfermeiros de Petrolina. Na próxima quinta-feira (25), haverá um curso de atualização em doação de órgãos e tecidos para os profissionais da própria central.

Negativa familiar

Em Pernambuco, cerca de 40% das potenciais doações não são realizadas por causa da recusa dos familiares. “Estamos reforçando as capacitações com os profissionais de saúde para que eles possam entender todo o processo da doação, do diagnóstico da morte encefálica até a cirurgia de retirada dos órgãos e tecidos para o transplante. Além disso, precisamos conscientizar a população da importância desse ato. No Brasil, a doação só pode ser efetivada com a autorização de um familiar de até segundo grau. Por isso, a importância de expressar nosso desejo ainda em vida e conversar sobre o assunto com nossos familiares”, esclarece Noemy Gomes.

Continue reading