O Gati montou dois bloqueios em rodovias para conseguir apreender a droga / Foto: Divulgação/ Polícia Militar

Um mulher foi presa com mais de 10 kg de maconha na manhã desta quarta-feira (13), na BR-116, no município de Cabrobó, no Sertão do Estado. De acordo com a Polícia militar (PM), ele estava transportando a droga em uma van.

Os policiais do Grupo de Apoio Tático Itinerante (Gati) receberam a informação de que seria realizado um transporte de droga da cidade de Cabrobó para Arcoverde. Foram montados dois bloqueios, um em Belém de São Francisco e outro no povoado de Murici, onde foram encontrados os 10,168 kg de maconha.

A droga estava dentro de uma mala preta, dividida em várias embalagens. Ela e a droga foram encaminhadas à Polícia Federal de Salgueiro, também no Sertão.

Outra apreensão

A PM também deteve na manhã desta quarta dois homens por porte ilegal de entorpecente, na cidade de Ouricuri, também no Sertão pernambucano. Com a dupla foram encontradas uma pequena quantidade de maconha e uma muda da mesma droga. 

Os dois foram presos durante uma ronda no bairro Capela de São Braz. O material foi encaminhado, junto com eles, à delegacia de Ouricuri.

jeohsah

Os Jogos Paralímpicos de Pernambuco chegam ao Agreste de Pernambuco para a última etapa regional da edição de 2018. Nesta quinta (14) e sexta-feira (15), os paratletas disputarão vagas na fase final que será disputada entre os dias 19 e 22 de julho no Parque Santos Dumont, no Recife.

São esperados cerca de 100 atletas nas competições de atletismo, bocha e futsal (DI) e os paratletas inscritos no tênis de mesa já estão classificados para a fase estadual. Todas as provas serão disputadas no estádio Joaquim de Brito e na quadra Poliesportiva do Sesi, em Pesqueira. A competição receberá atletas de Pesqueira, Caruaru, São Bento do Una e São Caetano.

A chegada dos Jogos Paralímpicos no Agreste é mais uma conquista do desporto paralímpico de Pernambuco e bastante comemorada pelo Secretário Executivo de Esportes Diego Pérez. “Já tivemos etapas em Recife e Petrolina e com a etapa de Pesqueira chegaremos a cerca de 600 atletas. Um número que comprova que nosso paradesporto é forte e faz o mais importante: promove a inclusão. Vamos seguir valorizando os paratletas e teremos uma grande festa esportiva quando reunirmos todos os classificados em julho, no Parque Santos Dumont”.

A competição em Pesqueira terá uma cerimônia de abertura em parceria com o município de Pesqueira no Estádio Joaquim de Brito, e haverá uma homenagem mais do que justa ao paratleta do Time PE Jeohsah Beserra, natural de Pesqueira e nosso representante no salto em altura (classe T44) nos Jogos Paralímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.

Os professores de Ouricuri, no Sertão pernambucano, protestaram a frente da Prefeitura municipal. O motivo é o restante do reajuste que falta, os 3.81% que o prefeito Ricardo Ramos (PSDB) ficou de negociar em maio passado com o Sindsep para implantar esse restante e não fez.  

Ontem (12) ele enviou um projeto para Câmara Municipal e seria aprovado se os professores não estivessem lá, que era de 1% em junho, 1% em julho e 1.81% em dezembro sem o receber o retroativo, o que causou revolta não só dos professores como de toda a população de Ouricuri, que entende a necessidade de valorizar a categoria para garantir o futuro do município.

sds

O São João 2018 de Pernambuco tem a segurança reforçada em todo o mês de junho, com a ativação de 30.098 postos de trabalho das polícias Militar, Civil e Científica e do Corpo de Bombeiros Militar. O efetivo é 22% maior do que o empregado nos festejos juninos de 2017. Nesta quarta-feira (13), o Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Defesa Social (SDS), divulgou, em entrevista coletiva, os detalhes da Operação São João 2018.

O incremento no policiamento está presente do Litoral ao Sertão, com especial atenção para os polos juninos, a exemplo de Caruaru, Limoeiro, Gravatá, Arcoverde e Petrolina, além da capital. O esquema especial de segurança já teve início em 1º de junho e prossegue até 1º de julho. Nos dias 22, 23 e 24 de junho, quando os festejos alcançam seu ponto alto, as escalas de trabalho estarão ainda mais robustas por todo o Estado.

“Todo o efetivo das operativas da Secretaria de Defesa Social estará empenhado para a segurança do São João. Os agentes de segurança estarão distribuídos nos dias de evento em todas as regiões do estado, para que tenhamos o evento mais seguro dos últimos anos. Pernambucanos e turistas poderão curtir o São João de forma tranquila”, ressaltou o secretário executivo de Defesa Social, Humberto Freire.

Somente a Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) ativou 22.478 escalas de plantão para o período completo da Operação São João. Apenas para os dias 22, 23 e 24 de junho, são 6.211 postos de trabalho mobilizados. As equipes de policiamento ostensivo estarão distribuídas nos focos de animação, em viaturas de quatro rodas, motocicletas, a cavalo e a pé.

O período de Pré-São João (entre 1º e 21 de junho) concentra a maioria dos plantões, com 12.928 postos de trabalho entre todas as operativas da SDS. Nos três principais dias de festa – 22 a 24 de junho –, o efetivo empregado será de 9.938 postos de trabalho. De 25 de junho a 1º de julho, o chamado Pós-São João, haverá 7.172 escalas preenchidas.

DELEGACIAS MÓVEIS

Para agilizar o registro das ocorrências nas festas de São João, a Polícia Civil de Pernambuco montou delegacias móveis em pontos estratégicos e lança mão, no total, de 4.186 profissionais. Em Caruaru, no Agreste, a delegacia móvel e uma Central de Registro já estão lavrando flagrantes e expedindo boletins de ocorrência e TCOs no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga. O Alto do Moura conta, igualmente, com delegacia nos dias de evento. Na véspera e no dia de São João (23 e 24/06), a Feira de Caruaru receberá uma equipe da Delegacia Móvel. 

Também foram destacadas delegacias móveis da Polícia Civil para o Sítio Trindade (Recife), Gravatá, Petrolina e Araripina. Casos de maior potencial ofensivo serão encaminhados para as Delegacias de Plantão de cada localidade ou, no caso do Recife, para a Central de Flagrantes da Capital.

CORPO DE BOMBEIROS

As equipes do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) atuam com 3.193 postos de trabalho ativados em junho, a fim de garantir a segurança do público nos eventos. Grande parte do efetivo realiza a pronta resposta a ocorrências de incêndios, salvamento e atendimento pré-hospitalar em vias e logradouros públicos.

Mas a operação do CBMPE teve início ainda antes dos festejos juninos, com a análise de projetos e vistorias de regularização de palcos, camarotes, festividades e eventos juninos temporários. Especificamente para esses serviços, foram implementados 452 postos de trabalho da corporação.

POLÍCIA CIENTÍFICA

O efetivo extra da Polícia Científica conta com 181 servidores. Equipes estarão presentes em Caruaru, no Juizado do Forró, localizado no Pavilhão Espaço Cultura, dentro do Pátio de Eventos Luiz Gonzaga. São realizadas perícias traumatológica e de drogas, bem como a identificação civil e criminal relacionada às ocorrências de crimes de menor potencial ofensivo registradas no Juizado. Em Arcoverde e Petrolina, as unidades efetuarão perícias para subsidiar as investigações policiais, atuando em regime de plantão.

CORREGEDORIA

Já a Corregedoria Geral da SDS circulará com equipes do Grupo Tático para Assuntos Correicionais (GTAC), realizando inspeções sobre a atuação das operativas da SDS durante o período junino. As inspeções ocorrem na Capital, RMR e Interior. Ao mesmo tempo, a Corregedoria estará aberta para receber denúncias na sua sede, localizada na Avenida Conde da Boa Vista, n° 428, Recife.

MONITORAMENTO

O Centro Integrado de Comando e Controle Regional da SDS (CICCR) concentrará as informações estratégicas para a Operação São João, auxiliando os gestores na tomada de decisões. Além de receber informações das equipes nas ruas, o CICCR terá o subsídio da Plataforma de Observação Elevada (POE), instalada em Caruaru. A estação possui 14 câmeras de longo alcance e abrangência de 360º. Elas captam imagens para apoiar os policiais de serviço no combate à criminalidade e na manutenção da ordem nos locais festivos, garantindo a tranquilidade da população.

Brasil vira motivo de chacota em Moscou após ‘traição’ da CBF

A CBF quebrou o acordo que a Conmebol fez com os seus dez membros para votarem na candidatura conjunta de Canadá, Estados Unidos e México (United 2026) para a Copa do Mundo e acabou optando por votar em Marrocos, que saiu derrotado em eleição nesta quarta-feira (13) em Moscou.

A Colômbia, assim como o Brasil, não cumpriu o combinado e votou na candidatura marroquina. O apoio unânime da Conmebol havia sido anunciado após a reunião do conselho da entidade na última segunda-feira (11) em um hotel da capital russa.

Isso inclusive havia sido colocado no Twitter da entidade.

A escolha do Brasil acabou não fazendo diferença, uma vez que a United 2026 teve 134 votos contra apenas 65 dos africanos.

Isso, entretanto, poderá levar a uma crise de relacionamento dentro da entidade presidida pelo argentino Alejandro Domínguez.

“Não fui eu que votei. Dei para um de nossos delegados votar. Mas eu votaria mesmo no Marrocos. Ainda não teve Copa do Mundo lá, era uma chance para eles”, disse o presidente da CBF Coronel Nunes.

“Por que não escolher o Marrocos e dar para Estados Unidos onde já teve uma Copa e para o México que vai para a terceira?”, disse o mandatário.

O presidente então foi questionado se não valeria ter feito um esforço na Conmebol para que mais países votassem por Marrocos.

“Não tem como influenciar lá não”, disse Nunes, de acordo com a Folhapress.

Já segundo o Globoesporte.com, a explicação do presidente da CBF não convenceu, pois ele tinha se comprometido publicamente em votar nos EUA. A mudança foi um desastre diplomático e o Brasil acabou virando motivo de piada entre os cartolas que estão em Moscou

https://www2.pbagora.com.br/t.php?src=ew3press/conteudo/20180502061431.jpg&w=800&q=50

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira (13) em carta lida durante um Congresso de Prefeitos realizado em Santa Catarina, que o teto dos gastos aprovado em 2016 pelo presidente Michel Temer irá “inviabilizar” a gestão não apenas do governo federal, mas também dos municípios.

“Vocês sabem o que irá significar a PEC dos gastos para os municípios. O País não pode apenas ficar no rumo dos cortes de investimentos e políticas sociais”, disse Lula em documento lido no evento da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) pelo ex-prefeito de Osasco Emídio de Souza.

O Congresso, que começou na segunda-feira (11) e vai até quinta-feira (14), conta com a participação de alguns presidenciáveis, como Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB), João Amoedo (Novo), Aldo Rebelo (SD) e João Vicente Goulart (PPL).

Aos prefeitos, o líder petista, que está preso na carceragem da Polícia Federal de Curitiba, condenado a doze anos e um mês no caso do tríplex do Guarujá (SP), desafiou a acharem “governo que levou mais recursos para Santa Catarina que o meu” e reafirmou sua candidatura ao Planalto este ano. “Se tiver a honra de ser presidente do Brasil mais uma vez, haverá diálogo e respeito mais uma vez”, declarou.

Lula reiterou ainda sua inocência e disse que foi condenado “para evitar que o povo brasileiro mande eu passar mais quatro anos no Palácio do Planalto”. Por outro lado, o ex-presidente se disse confiante na vontade da população. “Os dias atuais podem parecer difíceis. Mas, como diz a música de Chico Buarque, amanhã há de ser outro dia, dia em que o povo vai manifestar sua vontade de forma democrática nas urnas. E sei que é essa vontade que vai tirar o Brasil dessa situação”.

Paulo Uchôa/LeiaJáImagens/Arquivo

O deputado federal Daniel Coelho (PPS) afirmou que está decepcionado com a postura do deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) diante das eleições deste ano, a partir da possibilidade do emedebista compor com o senador Humberto Costa (PT) para a disputa pelas duas vagas de Pernambuco no Senado Federal. O dinamismo das alianças políticas tem projetado uma rearrumação eleitoral no Estado, com possibilidades, por exemplo, do PT voltar a se aliar com o PSB e, com isso, integrar o mesmo palanque do MDB.

Com isso, Jarbas, que é ferrenho opositor e dono de declarações ácidas contra membros da legenda, admitiu que não terá dificuldades em pedir votos para o petista Humberto no palanque da Frente Popular. O fato gerou uma reação negativa de Daniel Coelho. “Nunca pensei em ter uma decepção tão grande com alguém já votei e acreditei”, disparou o pós-comunista, em publicação nas redes sociais. 

Daniel, que já apresentou dissidência quando o PSDB decidiu marchar com o PSB nas eleições de 2016 e agora está no PPS, disse também que prefere deixar a política a ter que pedir votos para alguém que sempre se opôs. “Já eu, prefiro sair da política, do que pedir voto para Humberto Costa. Nada pessoal contra ele, apenas uma questão de vergonha cara”, alfinetou.

Nessa terça-feira (13), Jarbas Vasconcelos começou a ponderar mais as avaliações sobre o PT e disse que o partido não é “bicho de sete cabeças”.

“Vou pedir voto para quem for meu companheiro de chapa. O comando dessa questão é do governador. Ele está num diálogo com o PT e eu acho positivo. Quanto mais ele puder fazer um governo abrangente, melhor para o Estado. O PT não é nenhum bicho de sete cabeças, o governador integrando o PT à aliança não me oponho em coisa nenhuma, vamos trabalhar juntos, peço [voto para Humberto] sem nenhuma dificuldade, se esse for o caso”, disse o pré-candidato a senador.

A mudança de postura de Jarbas diante de adversários não é tão novidade assim, uma vez que ele já cedeu também com o PFL em 1985, que na época o partido era opositor histórico do MDB, e baixou a guarda para o ex-governador Eduardo Campos, que ele tinha recusado como vice na chapa para a Prefeitura do Recife em 1992, o que culminou o afastamento de Jarbas e Miguel Arraes. 

No município conhecido como “ventre imortal da poesia”, no Sertão do Pajeú, o deputado federal e pré-candidato ao Senado, Sílvio Costa (Avante), conquistou, nesta quarta-feira (13), relevante apoio para a disputa eleitoral de outubro. A oposição de Itapetim, liderada por Anderson Lopes – PTB, candidato a prefeito em 2016 – e José Lopes, ex-prefeito pelo PSB, decidiu abraçar a pré-candidatura de Sílvio Costa na região.

Terra da poesia e de grandes poetas repentistas, dentre eles os irmãos Batista (Louro, Dimas e Otacílio) e Rogaciano Leite, Itapetim vai ter na oposição municipal a condutora da campanha ao Senado do vice-líder da oposição ao governo Temer e considerado “maior lulista de Pernambuco”, Sílvio Costa. Os advogados Anderson Lopes, 33 anos, e o pai e ex-prefeito José Lopes, 68 anos, declararam o apoio em encontro político na cidade sertaneja.

Itapetim tem uma população estimada 13,6 mil habitantes (IBGE, 2017). O nome “Itapetim” é oriundo da língua tupi e significa “pedra achatada branca”. Nasceu com o nome de Umburanas, em razão da quantidade de árvores nativas com esse nome. O município foi fundado por tropeiros, almocreves que transportavam bens, principalmente gêneros alimentícios vindos de Sertânia e Flores para Princesa Isabel e São José de Espinharas, na Paraíba.

No local, faziam troca de mercadorias, surgindo então um comércio de tecidos, louças, joias e calçados. Itapetim desmembrou-se de São José do Egito em 1953. Com o crescimento, as principais atividades econômicas passaram a ser agrícolas, como a castanha de caju, agave, laranja, banana, goiaba e manga, mas tem também relevantes pecuária e comércio. É o município mais setentrional do estado de Pernambuco.

Os maiores repentistas e cantadores de viola do Brasil vão se encontrar nesta quarta-feira (13) na Concha Acústica de Petrolina, Sertão de Pernambuco. O 34º Festival de Violeiros de Petrolina, evento que integra o calendário junino do município, será gratuito e aberto ao público a partir das 19h.

Realizada pela Associação de Cantadores e Poetas do Vale do São Francisco em parceria com a Prefeitura de Petrolina, a competição vai premiar as melhores duplas com troféus e valores em dinheiro. Segundo o coordenador do evento e poeta, Natanael Cordeiro, uma comissão julgadora bastante criteriosa formada por professores e repentistas se encarregará de avaliar a métrica, rima e oração da arte repentista dos cantadores.

“Nossa festa cultural vai saudar o público com muita rima e bom humor de nomes, a exemplo de Ivanildo Vila Nova, Moacyr Laurentino, Valdir Teles, Zé Viola, Francinaldo Oliveira, Maximino Bezerra, Raulino Silva, Daniel Nemézio, Bê Caboclo, Dimas Fernandes, Rinaldo Aleixo e no intervalo das disputas teremos apresentações de declamadores”, destacou Natanael, adiantando também que está sendo esperado o maior apresentador de festival e declamador Felizardo Moura.

http://www.alvinhopatriota.com.br/wp-content/uploads/2018/06/hospitalregional.jpg

A cidade de Salgueiro sedia no próximo sábado (16)  o 2º Simpósio de Doenças Raras do Sertão Pernambucano, com o tema “Erros Inatos do Metabolismo”. O evento está sendo organizado pelo Centro de Terapia de Reposição Enzimática do Hospital Regional Inácio de Sá, em parceria com o Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Saúde.

Na programação estão palestras com três médicos que possuem conhecimentos específicos sobre a temática. As atividades acontecerão no auditório do Salgueiro Plaza Hotel, das 8h às 13h. Interessados em participar devem se credenciar antes do início. O encerramento contará com apresentação do serviço Rarus.

As palestras programadas são: “Erros Inatos do Metabolismo”, “Mucopolissacaridoses” e “Doença de Fabry”, a serem ministradas pelo médico Marcelo Kerstenetzky; “Doença de Niemann-Pinck tipo C”, “Doença de Gaucher”, “Microcefalia” e “Lipofuscinose Ceróide Neuronal”, sob a responsabilidade da doutora Vanessa Van Der Linden; e “Distrofia Muscular de Duchenne”, que será proferida pela Dra. Andressa Federhen.

Após oficializar as pré-candidaturas ao Governo e ao Senado, Armando Monteiro Neto e José Mendonça Filho começam a campanha pra valer, com uma série de compromissos no Sertão.

Viajam para Petrolina amanhã (14) para encontros com lideranças do Vale do São Francisco, a começar do prefeito Miguel Coelho e o senador Fernando Bezerra Coelho.

No sábado (16) os pré-candidatos estarão em Salgueiro, com o prefeito Clebel Cordeiro e lideranças do Sertão Central.

http://www.blogdorobertoararipina.com.br/wp-content/uploads/2018/04/Marina-Silva.jpg

A partir desta quarta-feira (13) até a sexta, vereadores de todo o Brasil se reunirão no município de Bonito para mais uma edição do encontro nacional da União de Vereadores do Brasil (UVB). A intenção do encontro é reunir os parlamentos municipais para discutir questões referentes à gestão Administrativa das Câmaras, o empoderamento da mulher, a transparência dos atos públicos e a judicialização da política. Além de debater a atual conjuntura política do País.

O evento contará com a presença de pré-candidatos, como o governador Paulo Câmara (PSB), a ex-ministra Marina Silva (Rede), e a vereadora Marília Arraes (PT). A programação do evento, que conta com palestras e discussões, trará um painel sobre reforma trabalhista e seus impactos.

Ao lado de outras personalidades políticas, o presidente do TCE-PE, Marcos Loreto, o prefeito de Bonito, Gustavo de Albuquerque Cesar, e o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchôa (PSB), também estão escalados para compor a mesa oficial de abertura.

Em ano eleitoral, os parlamentares das Câmaras municipais são considerados excelentes cabos eleitorais por conta da relação de proximidade com os eleitores.

Do Ronda JC

O segundo semestre de 2018 se aproxima, mas pendências de 2017 ainda desafiam a polícia pernambucana. Dos 5.426 homicídios investigados no Estado, apenas 1.694 tiveram as investigações concluídas e os inquéritos apontaram os autores dos crimes. Isso significa que 69% dos assassinatos contabilizados no ano passado ainda não foram esclarecidos. Uma vitória da impunidade.

As estatísticas da Secretaria de Defesa Social (SDS) foram obtidas por meio da Lei de Acesso à Informação. Segundo os dados, dos 790 homicídios registrados no Recife em 2017, a Polícia Civil concluiu as investigações de 234 até agora. No entanto, em cinco inquéritos os policiais não conseguiram apontar quem foram os responsáveis pelos crimes.

No Interior de Pernambuco, a dificuldade em identificar a autoria dos homicídios é ainda maior, como mostram as estatísticas. No ano passado, oficialmente, 3.060 pessoas foram mortas de forma violenta. Só 1.166 investigações foram concluídas com definição de autoria do crime. A Polícia Civil concluiu outros 85 inquéritos, mas não conseguiu identificar os criminosos.

Já na Região Metropolitana (sem englobar a capital), 1.576 inquéritos de homicídios foram abertos em 2017. Do total, 299 foram encerrados com a identificação dos responsáveis. Outros oito foram remetidos à Justiça sem apontar a autoria.

CRESCIMENTO DA VIOLÊNCIA

Levantamento do Ronda JC aponta que nos três primeiros anos da gestão do governador Paulo Câmara (2015 a 2017), Pernambuco registrou 13.795 homicídios. Se comparado com o mesmo período do segundo mandato do ex-governador Eduardo Campos (2011 a 2013), quando 9.928 mortes foram contabilizadas, houve aumento de 39% nos assassinatos. O ano de 2017 fechou como o mais violento da história.

PERFIL DAS VÍTIMAS

As estatísticas da SDS também demonstram a desigualdade de raça. Do total de homicídios registrados em 2017,  95% têm como vítimas negros e pardos. Para especialistas, esse resultado não é surpresa e é reflexo da ausência de políticas públicas, que persiste na sociedade.

Para o Ministério Público de Pernambuco,  a pesquisa aponta uma omissão das instituições em relação aos negros. “Existe, inclusive, uma má vontade do Estado de fazer esse recorte nas estatísticas. E, quando as vítimas são negras, a polícia não se empenha em fazer investigação e não identifica os autores dos crimes, porque a vida daquelas pessoas não tem muito valor. Há uma indiferença das instituições. A realidade é que não há políticas para desconstruir ou minimizar isso”, afirmou a procuradora de Justiça Maria Bernadete Figueiroa. A Polícia Civil pontua que todos os homicídios são investigados com o mesmo empenho.

Antônio de Pádua diz que há pouco tempo para definições / JC Imagem

Como serão repartidos os recursos do recém-criado Fundo Nacional de Segurança Pública, que deve reforçar em R$ 800 mil os investimentos para o setor este ano? Na tentativa de entender essa partilha, cinco secretários de segurança pública representando as regiões Nordeste, Norte, Sul, Sudeste e Centro-Oeste se reuniram, nesta terça, com o ministro da pasta, Raul Jungmann, em Brasília, mas, após mais de uma hora de debate, saíram sem definição. Novos encontros serão agendados e as discussões continuam hoje e amanhã durante o Seminário Nacional de Segurança Pública, que acontece na Academia Nacional de Polícia, no Distrito Federal.

“Ainda há muitas dúvidas. A proposta do ministro foi a de criar comissões para estudar como fazer essa divisão, diante das diferenças de tamanho e necessidades entre estados como São Paulo e Roraima, por exemplo. Mas de fato o que está escrito na Medida Provisória que cria o fundo é que o próprio ministro vai decidir isso. E temos muito pouco tempo até o final do ano”, declara o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua, representante do Nordeste.

O secretário salienta que os recursos (provenientes de loterias federais) devem ser utilizados para investimentos. “Hoje, 85% dos gastos com segurança estão praticamente na conta dos Estados e 90% são para pagamento de pessoal”, observa.
O gestor destaca que a criação do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), apesar de ter sido feito de forma acelerada, é ferramenta fundamental para se ter números fidedignos do setor. “Hoje cada Estado tem uma maneira de contabilizar suas mortes e isso atrapalha muito uma política nacional”.

GOVERNADOR CRITICA PRESSA

Na manhã de ontem, durante entrega de novas motocicletas à Polícia Militar, o governador Paulo Câmara também criticou “a pressa” com que o SUSP foi criado, “a partir de uma situação pontual do Rio de Janeiro” e “sem maiores discussões”, mas lembrou a importância de uma política nacional. “Segurança não se pode fazer isoladamente, cada Estado de um jeito. Precisa ter uma coordenação nacional”. E informou já ter entregue ao ministro as demandas do Estado.

A Lei nº 13.675, que cria o SUSP e um Plano Nacional de Segurança Pública foi publicada ontem. O objetivo é integrar as forças de segurança da União, Estados e municípios, inclusive com um banco nacional de informações e uniformização dos dados.

http://www.ifpe.edu.br/imprensa/banco-de-imagens/campus-afogados.jpg/@@images/73ac7c61-8366-4589-8265-f36b56d5ce10.jpeg

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) divulgou a lista dos contemplados com a isenção da taxa de inscrição do Vestibular 2018.2. Ao todo, 1.573 candidatos tiveram a solicitação atendida. Aqueles que obtiverem a isenção da taxa deverão verificar a confirmação da inscrição no site da Cvest.

As pessoas que não foram contempladas com a gratuidade da inscrição devem imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) e efetuar o pagamento – no valor de R$ 30 para cursos técnicos e R$ 55 para cursos superiores – até o dia 15 de junho, somente nas agências do Banco do Brasil.

As inscrições do Vestibular seguem abertas até a próxima quinta-feira (14), no site da Cvest. As provas serão realizadas no dia 1º de julho. Candidatos aos cursos técnicos serão submetidos a 30 questões de múltipla escolha. Quem vai concorrer a uma das vagas dos cursos superiores fará uma prova com 50 questões de múltipla escolha, além de redação. A data prevista para divulgação do listão dos aprovados é 11 de julho.

Para mais informações

Em caso de dúvidas, os candidatos podem entrar em contanto com a CVEST pelo telefone (81) 2125-1724 ou pelo e-mail cvest2018@reitoria.ifpe.edu.br, ou ainda com os campi onde pretende concorrer à vaga, através dos telefones listados no Manual do Candidato

Clique aqui e confira o listão.