O senador Major Olimpio (PSL-SP) usou as redes sociais para mandar um recado à cúpula do PSL. Ele informou ter “vontade de vomitar” diante da notícia de possível reaproximação do presidente Jair Bolsonaro com seu antigo partido, do qual saiu após romper com o presidente da legenda, o deputado federal Luciano Bivar (PE), e anunciar a intenção de montar um legenda própria, a Aliança pelo Brasil que, até o momento, não conseguiu assinaturas para se viabilizar.

Olímpio avisou: “Eu disse no grupo de parlamentares do PSL: se isto (reconciliação) acontecer, sentirei muita saudade do partido. Tchau, queridos!”, enfatizou.

O senador se referia à tentativa de Bolsonaro de retomar a relação com Bivar e com o PSL. O presidente já teria inclusive telefonado ao presidente da legenda há duas semanas e os dois teriam inclusive combinado um encontro, o que acabou adiado depois que o presidente anunciou estar infectado com o novo coronavírus.

O movimento serve aos planos de Bolsonaro de tentar formar uma base forte no Congresso e ocorre simultaneamente à aproximação com o Centrão, grupo político que já conseguiu a indicação de vários cargos no governo em troca de apoio.