No sonho em ser presidente da República, Henrique Meirelles gastou R$ 45 milhões até aqui, do próprio bolso. Tem 2% das intenções de votos. Considerando os 147 milhões de brasileiros que irão às urnas, segundo o TSE, o ex-ministro conquistou 2,9 milhões de simpatizantes.

Portanto, cada voto lhe “custou” R$ 15,52. Como precisa do apoio de 75 milhões de pessoas (50% do colégio eleitoral), seguindo o raciocínio, Meirelles precisará colocar mais R$ 1 bilhão 140 milhões no projeto. Ele é economista, não louco…