Blog da Folha

O presidente da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota, durante a cerimônia de entrega que anunciou os vencedores do Prêmio Idepe, realizada na última quarta-feira (23), no Palácio do Campos das Princesas, destacou a importância do investimento em educação básica para preparação de vida dos alunos e, consequentemente, um melhor histórico escolar nos anos superiores. 

A ideia do prêmio é valorizar as escolas, Gerências Regionais de Educação (GREs) e municípios que obtiveram bons desempenhos educacionais no Estado. Para o presidente da Amupe, José Patriota “o prêmio Idepe mostra que não há uma superioridade de uma única região, todas as regiões se esforçam diariamente para levar uma educação de qualidade às nossas crianças. Educação é um trabalho que um não faz sem o outro, nem o Estado nem o município conseguem fazer sozinhos. E na medida que o município faz a sua primeira tarefa, o Estado vai receber alunos mais preparados, mais desenvolvidos”. 

Dos 42 certificados entregues, 12 foram para os municípios, 06 para as escolas municipais, 06 para as GREs e 18 para as escolas estaduais. O município de Machados, no Agreste, foi o vencedor em três categorias, a de município com maior crescimento do Idepe nos anos iniciais do ensino fundamental e melhor Idepe nos anos iniciais e finais do ensino fundamental. “O maior prêmio que recebemos. O governo municipal de Machados investe muito em educação. Capacitamos os professores, refrigeramos as salas de aula. Agradeço a todos os docentes, aos pais dos alunos que incentiva a ida à escola e, claro, aos nossos alunos”, contou o prefeito Argemiro Pimentel.  

O município de Água Preta, na Mata Sul, foi o vencedor na categoria de maior crescimento no Idepe nos anos finais do ensino médio, com 30,72%. Para o governador Paulo Câmara, o presidente da Amupe, José Patriota, “tem uma visão muito clara da importância da integração entre Estado e Município dentro de políticas que possam avançar a educação. A educação não vai se desenvolver de maneira isolada, é necessário uma visão estratégica dentro as peculiaridades de cada região, com perspectiva de gestão, onde o trabalho integrado de gestores, professores, pais de alunos, aluno e poder público possa fazer a diferença”. 

O secretário de Educação, Fred Amancio, destacou a felicidade do governo do Estado em ver o desenvolvimento da educação em todas as regiões, com destaque para o crescimento na Mata Sul, e frisou o cuidado do governo de Pernambuco com a educação nos municípios. “A parceria com os municípios vai fazer toda a diferença. Hoje, a nossa maior aposta é o programa Criança Alfabetizada, um parceria com todos os 184 municípios, para reconhecer o trabalho daqueles que estão se esforçando na área de alfabetização”, completou.