O que deveria ser um simples registro de uma pesquisa de opinião pública para aferir o sentimento da população quanto às eleições de 15 de novembro na cidade da Pedra, no Vale do Ipanema pernambucano, se transformou em uma novela que coloca em xeque o levantamento anunciado pela NAIPES Assessoria e Consultoria em Marketing Ltda. É que a pesquisa já foi registradas nada menos que 04 vezes, segundo o Portal Folha das Cidades. 

Pelos dados disponíveis no portal do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, a pesquisa que foi contratada por Jemerson Edias de Melo, já teve, com quarta-feira (23), quatro registros anotados (PE 06375/2020 – PE 02475/2020 – PE 09106/2020 – PE 00134/2020), sendo o último feito às 13h14 desta quarta-feira.

Em todos os pedidos a pesquisa foi questionada e teve por parte da Justiça Eleitoral a determinação de promover alterações na mesma por infringir normas técnicas. Os sucessivos pedidos de registro têm colocado a pesquisa sob dúvidas e incertezas de sua credibilidade, perante a população da cidade.

No penúltimo registro, a tal pesquisa tinha previsão de ser divulgada no dia 28 de setembro, um dia após o início da campanha eleitoral autorizada pelo TSE. Agora, esse novo pedido de registro prevê a divulgação para dia 29. De acordo com o Portal Folha das Cidades, a pesquisa é tão inusitada, pra não dizer assustadora, que em uma das perguntas se questiona em relação aos candidatos Osório Filho (PSB) e Júnior Vaz (Avante): “Qual desses, você tem mais medo que venha a ser prefeito?”. 

Pra fechar, a 13ª pergunta, após o eleitor responder sobre o governo do atual prefeito (Osório Filho), se tem candidato a vereador, em quem vota pra prefeito ou não e quem dá mais medo (sic), questiona se o entrevistado/eleitor “tem candidato à Prefeitura na próxima eleição”.

Além da NAIPES, também foi registrada uma outra pesquisa para ser divulgada no dia 28 deste, sob responsabilidade do Instituto Majoritário de Pesquisas e Estatísticas (IMAPE).